A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

BIBLIOLOGIA IV I e II Coríntios. Uma das cidades gregas.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "BIBLIOLOGIA IV I e II Coríntios. Uma das cidades gregas."— Transcrição da apresentação:

1 BIBLIOLOGIA IV I e II Coríntios

2 Uma das cidades gregas

3 I CORINTIOS Paulo estabeleceu a Igreja em Corinto por volta de dC, quando passou dezoito meses lá em sua segunda viagem missionária (At ). Ele continuou a levar a correspondência adiante e a cuidar da igreja depois de sua partida (5.9; 2Co 12.14).

4 Durante esse ministério de três anos em Efeso, em sua terceira viagem missionária (At 19), ele recebeu relatórios perturbadores sobre o comportamento moral existente entre os crentes de Corinto. Para remediar a situação, ele enviou uma carta à igreja ( ), que depois se perdeu. Pouco depois, uma delegação enviada por Cloe, membro da igreja em Corinto fez um relato a Paulo sobre a existência de facções divisórias na igreja.

5 Mais Informações chegam... Antes que pudesse escrever uma carta corretiva, chegou outra delegação de Corinto com uma carta fazendo-lhe certas perguntas(7.1; 16.17). Paulo enviou imediatamente Timóteo a Corinto (4.17).

6 Então, ele escreveu a carta que conhecemos como 1 Co, esperando que a mesma chegasse a Corinto antes de Timóteo (16.10). Visto que Paulo, aparentemente, escreveu a carta próximo ao fim do seu ministério em Éfeso (16.8) ela pode ser datada cerca de 56 dC.

7 CONTEXTO A carta revela alguns problemas culturais gregos típicos dos dias de Paulo, incluindo a grande imoralidade sexual da cidade de Corinto. Os gregos eram conhecidos por sua idolatria, filosofias divisórias, espírito de litígio e rejeição de uma ressurreição física.

8 Corinto era uma das cidades comerciais mais importantes da época e controlava grande parte das navegações entre o Oriente e o Ocidente. Situava-se na parte da Grécia e a península de Peloponeso. A cidade era infame pela sua sensualidade e prostituição sagrada.

9 Mesmo seu nome tornou-se um provérbio notório: corintizar significava praticar prostituição. A principal divindade da cidade era Afrodite (Vênus), deusa do amor licencioso, e milhares de prostitutas profissionais serviam no templo dedicado à sua adoração. O Espírito da cidade apareceu na igreja e explica o tipo de problemas que as pessoas enfrentavam.

10 Também revela alguns dos problemas que os antigos pagãos tinham em não transmitir experiências religiosas anteriores à experiência de ministério do ES. Eles podem ter associado algumas das extravagâncias frenéticas do paganismo com o exercito de dons espirituais (12.2).

11 CONTEÚDO A carta consiste na resposta de Paulo a vários problemas: Um espírito sectário, incesto, processos, fornicação, casamento e divórcio, ingestão de alimentos oferecidos a ídolos,uso do véu, a Ceia do Senhor, dons espirituais e a ressurreição do corpo.

12 CRISTO REVELADO Paulo cita Cristo como nosso exemplo em todo comportamento (1.11) e descreve a igreja como seu Corpo (cap 12). De especial importância são as poderosas consequências da ressurreição de Cristo para toda a criação (cap 15).

13 ES EM AÇÃO As manifestações ou dons do Espírito formam as passagens mais conhecidas sobre o ES (caps 12-14).

14 Talvez o mais iluminador entre o debate atual da igreja em geral seja a maneira como o apóstolo direciona os coríntios a um equilibrado emprego de falar línguas, afirmando essa prática e recusando qualquer direito de proibi-la (cap 14)

15 II CORINTIOS 2Co reflete, de várias maneiras, o tratamento de Paulo com a Igreja de Corinto durante o período da fundação, por volta de 50 dC, até a redação desta epístola, em 55 ou 56 dC. Os vários episódios na interações entre Paulo e os coríntios podem ser resumidos conforme a seguir:

16 Relacionamento de Paulo com Corinto A visita de Fundação a Corinto durou cerca de dezoito meses. At 18 Paulo escreveu uma epístola anterior a 1Co (1Co 5.9) Paulo escreveu 1Co em Éfeso por volta de 55 dC Uma breve porém dolorosa visita a Corinto causou tristeza a Paulo e à igreja (2Co 2.1; 13.2)

17 Depois dessa dolorosa visita, Paulo escreveu um epístola severa, entregue por Tito (2Co 2.4; 7.6-8) Paulo escreveu 2Co da Macedônia, durante seu caminho de volta a Corinto, em 55 ou 56 dC A visita final de Paulo a Corinto (At 20), provavelmente, tenha ocorrido quando ele escreveu Rm, pouco antes de voltar a Jerusalém. A visita dolorosa, que At não registra, e a carta severa fornecem pano de fundo imediato para a redação de 2Co.

18 CARACTERÍSTICAS 2Co é a mais autobiográfica das epístola de Paulo, contendo inúmera referências às dificuldades que ele enfrentou no curso de seu ministério ( ). Paulo as menciona para estabelecer a legitimidade de seu ministério e para ilustrar a natureza de verdadeira espiritualidade.

19 Ao defender seu ministério, Paulo abre seu coração, mostrando sua profunda emoção. Ele revela o seu forte amor pelos coríntios, seu zelo ardente pela glória de Deus, sua lealdade inflexível à verdade do evangelho e sua indignação implacável ao confrontar aqueles que rompem o companheirismo da igreja.

20 Sua vida estava inseparavelmente leigada à de seus convertidos, e ele não era profissionalmente frio em seu ministério ( 1.6; 5.13; 7.3-7;11.2; ).

21 CONTEÚDO 2Co consiste de três partes principais. Os primeiros sete capítulos contêm a defesa de Paulo sobre a sua conduta e o seu Ministério. A segunda parte, caps. 8-9, trata da oferta sendo levantada por Paulo para os santos pobres da Judeia e a Terceira parte, os caps 10-13, contêm uma mensagem de repreensão aos caluniadores existentes na igreja.


Carregar ppt "BIBLIOLOGIA IV I e II Coríntios. Uma das cidades gregas."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google