A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ESCOLA BRÁZ SINIGÁGLIA Pré História no Brasil- Os sambaquis litorâneos Profª: Leandra Nomes: Ana Paula, Alan, Brenda, Débora, Douglas, Josiane, Tainara.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ESCOLA BRÁZ SINIGÁGLIA Pré História no Brasil- Os sambaquis litorâneos Profª: Leandra Nomes: Ana Paula, Alan, Brenda, Débora, Douglas, Josiane, Tainara."— Transcrição da apresentação:

1 ESCOLA BRÁZ SINIGÁGLIA Pré História no Brasil- Os sambaquis litorâneos Profª: Leandra Nomes: Ana Paula, Alan, Brenda, Débora, Douglas, Josiane, Tainara Beatriz, Tainara Santana

2 Criação do nome Sambaquis Os sambaquis, nome formado de tamba, que em tupi significa concha, e ki, amontoado, A maioria mede até 6 metros, mas, em Santa Catarina, já foram encontrados alguns com 30 e até 70 metros, a mesma altura do vão central da ponte Rio-Niterói e bem maior que a da Estátua da Liberdade (46 metros).

3 Funeral do Pescador Como eram enterrados os mortos nos sambaquis que serviam de cemitério 1- Pé no Chão: Piso de conchas de anomalocardia, um tipo de molusco, misturadas com areia e ossos de peixes cobertos por matéria orgânica (restos de alimentos). As camadas de conchas se alternavam com as dos mortos. 2- Cova rasa: Buracos de estacas ao lado do esqueleto indicam que ele devia ficar num jirau. As covas, Ovaladas, tinham até 70 cm de comprimento e 40 cm de profundidade. Os corpos eram amarrados para que ficassem em posição fetal. 3- Presente: sobre o corpo, iam as oferendas: animais mortos (os mesmo que serviam de alimentos, como peixe e pequenos mamíferos), esculturas, colares, pontas de ossos, lâminas de machados, dentes de porco- do- mato. 4- Exibição: Em cima ou ao lado da cova, coberta com pedras, era acesa uma fogueira, para que o enterro fosse visto dos sambaquis vizinhos. Depois, sobre covas e cinzas, eram depositados ossos e peixes, sobras do festim.

4 Os habitantes do sambaquis do litoral do Espírito Santo ao Rio Grande do Sul possuem a mesma cultura e constituição genética, parecendo constituir um mesmo povo – chamado de SAMBAQUEIROS. Região geográfica Localização A Estação Ecológica Juréia-Itatins se localiza na porção Sul do estado de São Paulo e abrange os municípios de Peruíbe, Iguape, Miracatu e Itariri (pode ser mais especificada pela Estrada do Guaraú).A distância da capital é de aproximadamente 200 km e a área é de ha.

5 Herarquia

6 Alimentação A pesca era o principal meio de sobrevivência dessas comunidades. Os sambaqueiros pescavam com redes, que lançavam a partir de canoas, tanto no mar quanto nos rios. Os moluscos eram apenas um complemento da alimentação. As frutas e raízes também faziam parte do cardápio, mas eles não sabiam cultivar alimentos. Os pesquisadores chegaram a essa conclusão porque nos sambaquis não foram encontradas peças de cerâmica cozida, necessárias para o preparo de gêneros como o milho e a mandioca. Em alguns sambaquis havia vestígios de caça.

7 Moradia No mesmo chão em que construíam suas casas, faziam fogueiras e dormiam. Aí também sepultavam os seus mortos. Encaravam isso, aparentemente, com a maior naturalidade. Os rituais fúnebres tinham um papel cultural importante: os corpos eram enterrados com comida e artefatos como machados, colares de dentes de tubarão e estatuetas de pedra, aparentemente para preparar o defunto para uma viagem espiritual.

8 Objetos Os sambaquieiros desapareceram por volta do ano Foram eliminados pelos tupis, indígenas mais guerreiros e que já dominavam a agricultura. Deve ter ocorrido mistura de raças entre os dois povos, pois provavelmente foram os sambaquieiros que ensinaram os tupis como se pesca no mar. Em um país como o Brasil, com uma costa tão extensa, é uma herança das mais úteis. Em muitos sambaquis também foram encontradas estatuetas de animais – chamadas de zoólitos, ou seja, animais esculpidos em pedra. Com suas formas estilizadas, não causariam estranheza em uma exposição de arte moderna, mas esses zoólitos provavelmente tinham funções rituais. Os arqueólogos acreditam que as concavidades que aparecem em alguns deles serviam para preparar tinturas

9

10 Rituais Em muitos sambaquis também foram encontradas estatuetas de animais – chamadas de zoólitos, ou seja, animais esculpidos em pedra. Com suas formas estilizadas, não causariam estranheza em uma exposição de arte moderna, mas esses zoólitos provavelmente tinham funções rituais. Os arqueólogos acreditam que as concavidades que aparecem em alguns deles serviam para preparar tinturas


Carregar ppt "ESCOLA BRÁZ SINIGÁGLIA Pré História no Brasil- Os sambaquis litorâneos Profª: Leandra Nomes: Ana Paula, Alan, Brenda, Débora, Douglas, Josiane, Tainara."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google