A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Objectos Litúrgicos. Introdução Antes de começarmos a ver quais os objectos litúrgicos usados nas celebrações litúrgicas, é importante saber que estes.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Objectos Litúrgicos. Introdução Antes de começarmos a ver quais os objectos litúrgicos usados nas celebrações litúrgicas, é importante saber que estes."— Transcrição da apresentação:

1 Objectos Litúrgicos

2 Introdução Antes de começarmos a ver quais os objectos litúrgicos usados nas celebrações litúrgicas, é importante saber que estes são abençoados. Tendo isto em conta, eles deverão ser guardados em lugar próprio e usados com o devido respeito. Antes de começarmos a ver quais os objectos litúrgicos usados nas celebrações litúrgicas, é importante saber que estes são abençoados. Tendo isto em conta, eles deverão ser guardados em lugar próprio e usados com o devido respeito.

3 Cálice e Patena Servem para oferecer, consagrar e comungar o pão e o vinho.

4 Píxide ou Cibório Vaso com tampa, destinado a conservar as hóstias consagradas no sacrário. Também se chama píxide à taça onde se colocam as hóstias para a comunhão. Vaso com tampa, destinado a conservar as hóstias consagradas no sacrário. Também se chama píxide à taça onde se colocam as hóstias para a comunhão.

5 Caixa-cibório Pequena caixa, utilizada para levar a comunhão aos doentes, fora da celebração da Eucaristia.

6 Custódia e Lúnula A custódia é o objecto litúrgico destinado à exposição solene do Santíssimo Sacramento. Dentro dele encontra-se a lúnula, semi-circulo em metal nobre que suporta a hóstia na posição vertical. A custódia é o objecto litúrgico destinado à exposição solene do Santíssimo Sacramento. Dentro dele encontra-se a lúnula, semi-circulo em metal nobre que suporta a hóstia na posição vertical.

7 Galhetas Podem ser de várias formas. São recipientes para apresentar no altar a água e o vinho. Durante toda a celebração litúrgica elas devem encontrar-se na credencia. Não devem em qualquer momento ficar em cima do altar. Podem ser de várias formas. São recipientes para apresentar no altar a água e o vinho. Durante toda a celebração litúrgica elas devem encontrar-se na credencia. Não devem em qualquer momento ficar em cima do altar.

8 Caldeira e Hissope São objectos usados para as aspersões com água benta.

9 Lavandas As lavandas servem para purificar os dedos do sacerdote e ministros.

10 Turíbulo Turíbulo é o queimador do incenso.

11 Naveta Naveta é o recipiente onde vai o incenso.

12 Para descontrair… Um hissope alternativo…

13 Vestes Litúrgicas

14 Alva É as veste comum a todos os ministros

15 Cíngulo Cordão que ajusta a alva à cintura.

16 Amito Espécie de lenço, utilizado para envolver o pescoço, caso a alva seja decotada.

17 Casula É a veste do sacerdote para a celebração da missa.

18 Casula Romana É a veste do sacerdote para a celebração da missa.

19 Estola Tira de pano. Os bispos e os padres usam-na deixando-a cair sobre o peito. Os diáconos usam-na a tiracolo atravessando-a do ombro esquerdo e prendendo-a do lado direito do corpo. Tira de pano. Os bispos e os padres usam-na deixando-a cair sobre o peito. Os diáconos usam-na a tiracolo atravessando-a do ombro esquerdo e prendendo-a do lado direito do corpo.

20 Dalmática Parecida com a casula mas com mangas. É a veste própria do diácono. Parecida com a casula mas com mangas. É a veste própria do diácono.

21 Véu de Ombros ou Umeral Usado pelo Sacerdote para a bênção e procissão com o Santíssimo Sacramento.

22 Pluvial ou Capa de Asperges Usada pelo sacerdote nas procissões e outras funções sagradas.

23 Roquete e Sobrepeliz Roquete É uma espécie de alva pequena que os sacerdotes, frades e seminaristas usam por cima da batina, em determinadas funções litúrgicas Sobrepeliz É uma espécie de roquete mas sem braços e mais pequena Roquete É uma espécie de alva pequena que os sacerdotes, frades e seminaristas usam por cima da batina, em determinadas funções litúrgicas Sobrepeliz É uma espécie de roquete mas sem braços e mais pequena

24 As cores litúrgicas

25 Introdução Ao longo do ano litúrgico várias cores são usadas nos paramentos utilizados nas celebrações. Cada cor representa um tempo litúrgico. Ao longo do ano litúrgico várias cores são usadas nos paramentos utilizados nas celebrações. Cada cor representa um tempo litúrgico.

26 Verde É usado no tempo comum.

27 Roxo Tempos da Quaresma e Advento. Missas de Exéquias. Tempos da Quaresma e Advento. Missas de Exéquias.

28 Branco É usado: na Páscoa, no Natal, nas Festas do Senhor, nas Festas de Nossa Senhora Nas Festas dos Santos, excepto dos mártires. Simboliza, ressurreição, vitória, pureza e alegria. É usado: na Páscoa, no Natal, nas Festas do Senhor, nas Festas de Nossa Senhora Nas Festas dos Santos, excepto dos mártires. Simboliza, ressurreição, vitória, pureza e alegria.

29 Vermelho É usado: Domingo de Pentecostes Sexta-feira da Paixão Missas de Santos Mártires Lembra o fogo do Espírito Santo e o sangue. É usado: Domingo de Pentecostes Sexta-feira da Paixão Missas de Santos Mártires Lembra o fogo do Espírito Santo e o sangue.

30 Rosa Pode ser usado: No 3º Domingo do Advento (Domingo Gaudete) No 4º Domingo da Quaresma (Domingo Laetare ). Aparece dentro dos tempos de preparação (Advento e Quaresma) servindo como anunciadora da proximidade de grandes celebrações (Natal e Páscoa). Pode ser usado: No 3º Domingo do Advento (Domingo Gaudete) No 4º Domingo da Quaresma (Domingo Laetare ). Aparece dentro dos tempos de preparação (Advento e Quaresma) servindo como anunciadora da proximidade de grandes celebrações (Natal e Páscoa).

31 Azul Pode ser usado, por antigo privilégio de algumas igrejas, na solenidade da Imaculada Conceição – 8 de Dezembro. Quase não é usado. Pode ser usado, por antigo privilégio de algumas igrejas, na solenidade da Imaculada Conceição – 8 de Dezembro. Quase não é usado.

32 Preto É usado: Missas de Exéquias É sinal de tristeza e luto. Hoje é pouco usado na liturgia. É usado: Missas de Exéquias É sinal de tristeza e luto. Hoje é pouco usado na liturgia.

33 Os panos

34 Crismal Pano que, nos altares consagrados, em sinal de respeito pelas unções, se coloca entre o altar e a toalha.

35 Corporal Pano quadrado, sobre o qual são colocados directamente a patena e o cálice, e também a custódia durante a exposição do Santíssimo Sacramento. Quando não está a ser utilizado, pode guardar-se, devidamente dobrado, na Bolsa. Pano quadrado, sobre o qual são colocados directamente a patena e o cálice, e também a custódia durante a exposição do Santíssimo Sacramento. Quando não está a ser utilizado, pode guardar-se, devidamente dobrado, na Bolsa.

36 Pala Pequeno pano quadrado que pode colocar-se, facultativamente, sobre o cálice.

37 Sanguíneo Pano destinado a enxugar o cálice depois das abluções, bem como a boca e os dedos do sacerdote que o Sangue e o Corpo de Cristo tocaram.

38 Manustérgio Toalha apresentada pelo acólito ao sacerdote no momento em que este lava as mãos.

39 A estrutura da missa

40 A missa divide-se em quatro partes: – Ritos iniciais – Liturgia da Palavra – Liturgia Eucarística – Ritos Finais

41 A estrutura da missa Ritos iniciais – Signação – Saudação – Acto penitencial – Invocações – Kirie eleison – Hino – Gloria a Deus – Oração Colecta A missa divide-se em quatro partes: Ritos iniciais Liturgia da Palavra Liturgia Eucarística Ritos Finais A missa divide-se em quatro partes: Ritos iniciais Liturgia da Palavra Liturgia Eucarística Ritos Finais

42 A estrutura da missa Liturgia da Palavra – 1ª Leitura – Salmo – 2ª Leitura – Aclamação ao Evangelho – Evangelho – Homilia – Profissão de Fé – Oração dos Fiéis A missa divide-se em quatro partes: Ritos iniciais Liturgia da Palavra Liturgia Eucarística Ritos Finais A missa divide-se em quatro partes: Ritos iniciais Liturgia da Palavra Liturgia Eucarística Ritos Finais

43 A estrutura da missa Liturgia Eucarística – Preparação das oferendas – Oração sobre as oblatas – Prefácio – Oração Eucarística – Ritos da Comunhão Pai Nosso Embolismo Rito da Paz Comunhão Oração depois da Comunhão A missa divide-se em quatro partes: Ritos iniciais Liturgia da Palavra Liturgia Eucarística Ritos Finais A missa divide-se em quatro partes: Ritos iniciais Liturgia da Palavra Liturgia Eucarística Ritos Finais

44 A estrutura da missa Ritos finais – Bênção Final – Despedida A missa divide-se em quatro partes: Ritos iniciais Liturgia da Palavra Liturgia Eucarística Ritos Finais A missa divide-se em quatro partes: Ritos iniciais Liturgia da Palavra Liturgia Eucarística Ritos Finais


Carregar ppt "Objectos Litúrgicos. Introdução Antes de começarmos a ver quais os objectos litúrgicos usados nas celebrações litúrgicas, é importante saber que estes."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google