A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

DEMOCRACIA A palavra DEMOCRACIA vem do grego: DEMOS = POVO KRATOS = PODER; AUTORIDADE Significa poder do povo. Não quer dizer governo pelo povo. Pode estar.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "DEMOCRACIA A palavra DEMOCRACIA vem do grego: DEMOS = POVO KRATOS = PODER; AUTORIDADE Significa poder do povo. Não quer dizer governo pelo povo. Pode estar."— Transcrição da apresentação:

1 DEMOCRACIA A palavra DEMOCRACIA vem do grego: DEMOS = POVO KRATOS = PODER; AUTORIDADE Significa poder do povo. Não quer dizer governo pelo povo. Pode estar no governo uma só pessoa, ou um grupo, e ainda tratar-se de uma democracia – desde que o poder seja do povo. O fundamental é que o povo escolha o indivíduo ou grupo que governa, e que controle como ele governa. As funções de poder são delegadas.

2 A democracia teve origem na Grécia Antiga. Atenas e outras cidades-estados implantaram um sistema de governo por meio do qual todos os cidadãos livres podiam eleger seus governantes e serem eleitos para tal função. DEMOCRACIA CLÁSSICA

3 Eram excluídos os escravos, as mulheres e os estrangeiros. Na verdade, os cidadãos formavam um grupo numericamente reduzido e privilegiado. DEMOCRACIA CLÁSSICA

4 Imaginemos o que é uma pólis grega. Uma assembléia a cada nove dias. A Democracia Clássica era direta, ou seja, a cada semana e meia, o povo de Atenas se reunia e decidia todo tipo de questão. Mas o que esses cidadãos mais decidem? A sociedade ateniense não conhece a complexidade da economia moderna. Os cidadãos tratam da guerra e da paz, de assuntos políticos, mas parte razoável das discussões parece girar em torno da religião e das festas, também religiosas. As funções de poder (administração) na Grécia Antiga eram delegadas a um indivíduo ou a um grupo de indivíduos (Conselhos de Anciãos). DEMOCRACIA CLÁSSICA

5 A Democracia Grega durou apenas duzentos anos: dos séculos VI ao IV antes de Cristo. DEMOCRACIA CLÁSSICA

6 Houve um quase eclipse da democracia por mais de anos, isto é, entre o fim da democracia ateniense e a recuperação dessa forma de governo com a REVOLUÇÃO AMERICANA (1776) e a REVOLUÇÃO FRANCESA (1789). A DEMOCRACIA RENASCE

7 Só no século XVII começaram a ser elaboradas as primeiras formulações teóricas sobre a democracia moderna. O filósofo britânico John Locke foi o primeiro a afirmar que o poder dos governos nasce de um acordo livre e recíproco e a preconizar a separação entre os poderes legislativo e judiciário. DEMOCRACIA MODERNA JOHN LOCKE, nasceu em 29 de Agosto de 1632 em Wrington, Inglaterra ; morreu em Oates em 28 de Outubro de 1704.

8 Em 1748, foi publicado livro DO ESPÍRITO DAS LEIS, do filósofo e moralista francês Barão de Montesquieu. distinguia três tipos diferentes de governo: Despotismo - temor República – virtude Monarquia – honra Defendia a monarquia constitucional como opção mais prudente e sábia. A liberdade política seria garantida pela separação e independência dos três poderes fundamentais do estado: legislativo, executivo e judiciário. Assim, Montesquieu formulou os princípios da democracia moderna. DEMOCRACIA MODERNA MONTESQUIEU, nasceu no Palacete de la Brède, perto de Bordéus, em 18 de Janeiro de Morreu em Paris, em 10 de Fevereiro de 1755.

9 A REPRESENTAÇÃO é a primeira grande diferença entre a democracia antiga e a democracia moderna. A Democracia Direta da Grécia Antiga é impraticável numa sociedade como a nossa, não só porque em países grandes não há como reunir a população toda num único lugar, mas, sobretudo, porque poucos se disporiam a deixar seus afazeres privados e os prazeres pessoais para discutir política toda semana. DEMOCRACIA CLÁSSICA x DEMOCRACIA MODERNA

10 A segunda grande diferença entre a democracia antiga e a democracia moderna é que as jovens repúblicas representativas, Estados Unidos e França, proclamam uma declaração de direitos. DEMOCRACIA CLÁSSICA x DEMOCRACIA MODERNA

11 Por isso, a democracia atual não consiste só em eleições. Ela também inclui todo um rol de DIREITOS HUMANOS, bem variados. DEMOCRACIA E DIREITOS HUMANOS

12 Os primeiros direitos humanos, entre o século XVII e o XVIII, foram civis, isto é, associados a um cidadão que seria, também, proprietário. É o direito de ir e vir, o de manter a propriedade, o de só pagar impostos votados, o de assinar contratos, o de não viver atemorizado por um governo caprichoso e arbitrário. DEMOCRACIA E DIREITOS HUMANOS

13 Depois, entre o século XVIII e o XIX, crescem os direitos políticos. Os homens deixam de ser súditos ("sub"= sob, "dictus" = dito), isto é, subordinados ao que um rei manda, e passam a ser realmente cidadãos, isto é, sujeitos que decidem o que a cidade (= o Estado) vai fazer. Aqui estão o direito de voto, de expressão do pensamento, de organização política. DEMOCRACIA E DIREITOS HUMANOS

14 Mais tarde, desde o século XIX, aparecem os direitos sociais. O direito de livre organização sindical e as leis trabalhistas, garantindo condições de trabalho melhores. Hoje, os direitos trabalhistas estão ameaçados. DEMOCRACIA E DIREITOS HUMANOS

15 Alguns falam em mais um tipo de direito, que seriam os direitos difusos. Nos três tipos anteriores sabemos muito bem, sempre, quem está sendo beneficiado (o proprietário, o eleitor, o trabalhador). Mas, quando se trata, por exemplo, do meio ambiente, de certa forma todos os seres, e até os não humanos, são beneficiados. DEMOCRACIA E DIREITOS HUMANOS

16 Na Democracia Moderna nem o Poder do Povo pode eliminar esse núcleo de direitos. Os Direitos Humanos antecedem o próprio poder de Estado, isto é, que são superiores à própria política. É por isso que se fala em declaração de direitos: uma assembléia (como a da ONU, em 1948, autora da Declaração Universal) pode declarar que tais direitos existem, mas não pode criá-los, nem suprimi-los, porque eles são mais importantes do que ela própria. É como se eles fossem "naturais", palavra que vem do verbo "nascer" e que indica que, enquanto seres humanos, nascemos com eles. DEMOCRACIA E DIREITOS HUMANOS

17 A democracia ressurgiu há pouco mais de 200 anos. Mas demorou para se instalar como um regime respeitado. Em termos mundiais, a palavra democracia só se tornou positiva a partir da II Guerra Mundial ( ), na luta contra o Facismo e o Nazismo. Desde então, quase ninguém se atreve a ser contra a democracia. O máximo que se faz é criticá-la em situações nas quais não seria, talvez, válida (veja a polêmica sobre eleição direta, para diretores das escolas). DEMOCRACIA COMO VALOR

18 Hoje, a Democracia se tornou um valor. Ninguém se diz antidemocrata, nem mesmo os ditadores. DEMOCRACIA COMO VALOR

19 Mesmo se a democracia não esteja funcionando bem, mesmo que seus resultados deixem a desejar, ainda assim vale a pena pagar o seu preço. DEMOCRACIA COMO VALOR

20 Não pagamos pela beleza, quando compramos um objeto que desejamos? Por que não pagaríamos por um regime que torna o convívio humano mais justo ou melhor? É o que justifica a proposta de uma constante ampliação da democracia. DEMOCRACIA COMO VALOR

21 Ampliá-la quer dizer que ela deixe de ser só um conjunto de instituições políticas para intervir também nas relações ditas da vida privada. DEMOCRACIA COMO VALOR


Carregar ppt "DEMOCRACIA A palavra DEMOCRACIA vem do grego: DEMOS = POVO KRATOS = PODER; AUTORIDADE Significa poder do povo. Não quer dizer governo pelo povo. Pode estar."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google