A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1 >. 2 > Muitos os chamados e poucos os escolhidos 1.Parábola da festa de núpcias 2.A porta Estreita 3.Nem todos que dizem: Senhor, Senhor! Capítulo 18.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1 >. 2 > Muitos os chamados e poucos os escolhidos 1.Parábola da festa de núpcias 2.A porta Estreita 3.Nem todos que dizem: Senhor, Senhor! Capítulo 18."— Transcrição da apresentação:

1 1 >

2 2 > Muitos os chamados e poucos os escolhidos 1.Parábola da festa de núpcias 2.A porta Estreita 3.Nem todos que dizem: Senhor, Senhor! Capítulo 18 – Itens de 1 a 9

3 3 > Muitos os chamados e poucos os escolhidos 1.Muito se pedirá àquele que muito recebeu. 2.Será dado àquele que tem. 3.Reconhece-se o cristão por suas obras. Capítulo 18 – Itens de 10 a 16

4 4 > Sem instrução, a máquina é segredo, Mas se a instrução avisa, só a máquina produz. Sem convicção, a atitude não aparece. Mas se a convicção indica, só a atitude define. Sem programa, o trabalho se desordena. Mas se o programa sugere, só o trabalho realiza. Sem teoria, a experiência não se expressa. Mas se a teoria estuda, só a experiência marca. Sem ensinamento, a obra não surge. Mas se o ensinamento aconselha, só a obra convence. Disse Jesus, referindo-se à Divina Ascensão: serão muitos os chamados e poucos os escolhidos para o reino dos céus. Isso quer dizer que, sem chamada, não há escolha. Mas se estamos claramente informados de que a chamada vem de Deus, atingindo todas as criaturas na hora justa da evolução, só a escolha, que depende do nosso exemplo, nos confere caminho para a Vida Maior. Convite

5 Evangelho Espiritismo O Evangelho Espiritismo SEGUNDO O O Muitos os chamados e poucos os escolhidos Capítulo 18 – Itens de 10 a 16 PALESTRA 31/ /09/2009

6 6 > Muito se pedirá àquele que muito recebeu O servidor que soube a vontade de seu mestre e que não se apercebeu, e não fez o que lhe foi pedido, apanhará rudemente; mas aquele que não soube de sua vontade e que fizer coisas dignas de castigo, apanhará menos. Pedir-se-á muito àquele que muito recebeu, e prestará contas aquele a quem foram confiadas muitas coisas. Jesus – Lucas 12:47 e 48

7 7 > Conhecimento Todos temos que habitar em todas parte e adquirir o conhecimento de todas as coisas, presidindo sucessivamente ao que se efetua em todos os pontos do Universo. Questão 560

8 8 > Conhecimento O primeiro pensamento de todo espírita sincero deve ser o de procurar nos conselhos dados pelos Espíritos se não há algo que lhe diga respeito. Item 12

9 9 > Que buscais? Jesus – João I: 38

10 10 > Esta simples indagação do Senhor, aos dois discípulos que o seguiam, é dirigida presentemente a todos os lidadores do Espiritismo, diante da boa Nova renascente no mundo. A cada criatura que desperta em mais altos níveis da fé raciocinada, soa a interpelação do Senhor como sendo convite às obras em que se afirme a caridade real. Assim, escuta no íntimo, em cada lance das próprias atividades, a austera palavra do Condutor Divino, convocando-te à coerência entre o ideal e o esforço, entre a promessa e a realização. Analisa o que fazes. Observa o que dizes. Medita em torno de tuas aspirações mais ocultas. Que resposta forneces à indagação do Senhor? Quem segue o Cristo, vive-lhe o apostolado. Serve, coopera e caminha avante, sem temor ou vacilação, lembrando-te de que o Verbo da Verdade incide sobre nós, cada dia, perguntando incessantemente: Que buscais? Que buscais?

11 11 > 1.Muito se pedirá àquele que muito recebeu. 2.Será dado àquele que tem. 3.Reconhece-se o cristão por suas obras. Muitos os chamados e poucos os escolhidos

12 12 > Todo aquele que já tem será dado ainda mais Seus discípulos, se aproximando, lhe disseram: Por que lhes falais por parábolas? E lhes respondendo disse: É porque vos foi permitido conhecer o reino dos Céus, mas, quanto a eles, não lhes foi permitido. Pois a todo aquele que já tem será dado ainda mais, e ficará na abundância; mas para aquele que não tem, será retirado até mesmo o que tem. Eis por que falo por parábolas: porque, ao ver, nada vêem, e ao ouvir, nada entendem nem compreendem. E a profecia de Isaías se cumpre neles quando disse: Escutareis com os vossos ouvidos e não entendereis; olhareis com os vossos olhos e não vereis. Jesus – Mateus 13:10 a 14 PatrimônioPatrimônio

13 13 > Trabalho Reconheçamos, pois, atitude louvável no esforço do homem que se inspira na exemplificação dos discípulos fiéis; contudo, não nos esqueçamos de que é contraproducente repousarmos em edificações que não nos pertencem, olvidando o serviço que nos é próprio. Quanto a ti, que ainda te encontras na carne, não durmas em espírito, desatendendo aos interesses do Redentor. Levanta-te e esforça-te, porque é no sono da alma que se encontram as mais perigosas tentações, através de pesadelos ou fantasias.

14 14 > Trabalho Com o discernimento presidindo todas as nossas ações, estejamos certos de que no trabalho do bem não existe excesso e nem cansaço.

15 15 > Trabalho Não somos responsáveis por aquilo que não sabemos, não sofreremos nenhum castigo por atos ou atitudes que ignoramos. Vale, porém, considerar que, à medida que nossa consciência se expande e maior lucidez se faz em nossa mente, maiores serão nossos compromissos perante a existência. Podemos pretextar ignorância, mas se tivermos consciência de nossos feitos isso sempre será levado em conta.

16 16 > 1.Muito se pedirá àquele que muito recebeu. 2.Será dado àquele que tem. 3.Reconhece-se o cristão por suas obras. Muitos os chamados e poucos os escolhidos

17 17 > Reconhece-se o cristão por suas obras Nem todos que dizem Senhor, Senhor, entrarão no reino dos Céus, mas apenas aqueles que fizerem a vontade de meu Pai, que está nos Céus. Jesus – Mateus 7:21

18 18 > Bons frutos Infere-se, pois, que Deus chama todos os filhos à cooperação em sua obra augusta, mas somente os devotados, persistentes, operosos e fiéis constroem qualidades eternas que os tornam dignos de grandes tarefas. E reconhecendo-se que as qualidades são frutos de construções nossas, nunca podemos esquecer que a escolha divina começará pelo esforço de cada um.

19 19 > Boa árvore O cristão, em razão disso, necessita aprender com a boa árvore que recebe os elementos da Providência Divina, através da seiva, e converte- os em utilidades para as criaturas.

20 20 > Proposta Espírita para o Vigiai e Orai A evolução consciente do homem O conhecimento de si mesmo A integração do mundo espiritual O conhecimento das Leis Universais O conhecimento do mundo mental, espiritual e psicológico A edificação ser integral

21 21 > Que bom que você veio! Volte sempre e vá com Jesus de Nazaré!!! Evangelho Espiritismo SEGUNDO O O


Carregar ppt "1 >. 2 > Muitos os chamados e poucos os escolhidos 1.Parábola da festa de núpcias 2.A porta Estreita 3.Nem todos que dizem: Senhor, Senhor! Capítulo 18."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google