A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ISO 14000 SEMINÁRIO GERENCIAL FACULDADE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS USP - UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ISO 14000 SEMINÁRIO GERENCIAL FACULDADE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS USP - UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO."— Transcrição da apresentação:

1 ISO SEMINÁRIO GERENCIAL FACULDADE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS USP - UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO

2 MEIO AMBIENTE QUALIDADE GESTÃO DO NEGÓCIO SAÚDE SEGURANÇA AS NOVAS COMPONENTES DO NEGÓCIO

3 0- Consciência ambiental global 1- Responsabilidade Social 2- Ética e valores 3- Invasão da tecnologia 4- Aumento das rotinas operacionais 5- Influência dos meios de comunicação 6- Downsizing 7- Legislação cada vez mais restritiva 8- Ecomarketing predatório 9- Globalização 10- Valorização da marca

4 PROBLEMAS AMBIENTAIS

5 EVOLUÇÃO DOS CONCEITOS DE GERENCIAMENTO AMBIENTAL FILOSOFIA PRINCÍPIOS DE CONTROLE A FUNÇÃO MEIO AMBIENTE PREOCUPAÇÕES ABRANGÊNCIA DOS IMPACTOS AMBIENTAIS PROFISSIONAIS ENVOLVIDOS CONTROLE CONTROLE FINAL ATIVIDADES E SEG. IND. DEPTOS DE MEIO AMBIENTE POLUIÇÃO DO AR, ÁGUAS RECURSOS NÃO RENOVÁVEIS DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO EMISSÕES LÍQUIDAS/GASOSAS ENGENHEIROS POLÍTICOS PLANEJAMENTO RECICLAGEM/ MINIMIZAÇÃO ASSESSORIAS MEIO AMBIENTE CONTAMINAÇÃO DOS SOLOS ACIDENTES TRANSPORTE EMISSÕES RESÍDUOS MEIO FÍSICO E BIOLÓGICO MEIO ANTRÓPICO BIÓLOGOS GEÓGRAFOS ECÓLOGOS GESTÃO PREVENÇÃO DA POLUIÇÃO COMITES MEIO AMBIENTE SGAS CAMADA DE OZÔNIO AQUECIMENTO GLOBAL BIODIVERSIDADE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL CICLO DE VIDA RISCOS PASSIVO ADVOGADOS ECONOMISTAS ADMINISTRADORES

6 RECICLAGEM RECUPERAÇÃO - REDUÇÃO (DÉCADA DE 80) PREVENÇÃO DA POLUIÇÃO (DÉCADA DE 90) PROJETO CONTROLE DE FIM DE LINHA (DÉCADA DE 70) A INDÚSTRIA E O MEIO AMBIENTE

7 DECISÃO GERENCIAL BENEFÍCIOS INTERNOS PRESSÃO DOS CONSUMIDORES LIDERANÇA NO MERCADO PRESSÃO DA LEGISLAÇÃO DIRETRIZES DOS ACIONISTAS 5,8% 15,1% 16,8% 17,1% 18,2% 27% IMPLEMENTAÇÃO DE SGA FATORES MOTIVACIONAIS PESQUISA REALIZADA NOS EUA COM 120 EMPRESAS DAS ÁREAS DE PAPEL E CELULOSE, QUÍMICA E BORRACHA

8 MARKETING ECOLÓGICO PESQUISAS REALIZADAS NO MERCADO NORTE AMERICANO SOBRE MERCADO VERDE PARTICIPAÇÃO DE NOVOS PRODUTOS VERDES: % 1.1 % 2.0 % 2.8 % 4.5 % 13.4 % 11.4 % MARKET SHARE DE PRODUTOS VERDES EM RELAÇÃO A TODOS OS NOVOS LANÇAMENTOS CRESCIMENTO DA PROPAGANDA VERDE: MÍDIA MUDANÇA IMPRESSA % TV %

9 FONTES DE INFORMAÇÃO AMBIENTAL PESQUISA DE OPINIÃO REALIZADA NOS EUA SOBRE CREDIBILIDADE DE FONTES DE INFORMAÇÃO ENTIDADES TÉCNICAS INDEPENDENTES CIENTISTAS/PROFESSORES JORNAIS NOTICIÁRIOS DE REDE DE TV EPA GOVERNO EMPRESAS/INDÚSTRIAS 79% 76% 75% 72% 68% 64% 37% ACREDITA EM PARTE DO QUE DIZEM 0%20%40%60%80%100% ACREDITA NA MAIORIA DO QUE DIZEM

10 EVOLUÇÃO DA LEGISLAÇÃO AMBIENTAL FEDERAL AMERICANA

11 LEI Nº 9605 de 12/02/98 - LEI DE CRIMES AMBIENTAIS DISPÕE SOBRE AS SANÇÕES PENAIS E ADMINISTRATIVAS DERIVADAS DE CONDUTAS E ATIVIDADES LESIVAS AO MEIO AMBIENTE ART. 2º. QUEM, DE QUALQUER FORMA, CONCORRE PARA A PRÁTICA DOS CRIMES PREVISTOS NESTA LEI INCIDE NAS PENAS A ESTES COMINADAS, NA MEDIDA DA SUA CULPABILIDADE, BEM COMO O DIRETOR, O ADMINISTRADOR, O MEMBRO DE CONSELHO E DE ÓRGÃO TÉCNICO, O AUDITOR, O GERENTE, O PREPOSTO OU MANDATÁRIO DE PESSOA JURÍDICA, QUE, SABENDO DA CONDUTA CRIMINOSA DE OUTREM, DEIXAR DE IMPEDIR A SUA PRÁTICA, QUANDO PODIA AGIR PARA EVITÁ-LA.

12 TENDÊNCIAS DA LEGISLAÇÃO AMBIENTAL ? CERTIFICAÇÃO; ? PREVENÇÃO DA POLUIÇÃO; ? COBRANÇA PELO USO DA ÁGUA; ? MINIMIZAÇÃO DE RESÍDUOS; ? TECNOLOGIAS LIMPAS; ? PRODUTOS - CICLO DE VIDA; ? ENVOLVIMENTO DA COMUNIDADE.

13 SC.1: SISTEMAS DE GESTÃO AMBIENTAL NORMAS ISO WG 1: ESPECIFICAÇÕES (14001) WG 2: DIRETRIZES GERAIS (14004) SC.2: AUDITORIAS AMBIENTAIS E INVESTIGAÇÕES AMBIENTAIS RELACIONADAS WG 1: PRINCÍPIOS GERAIS DE AUDITORIA (14010) WG 2: PROCEDIMENTOS DE AUDITORIA (14011/1) WG 3: CRITÉRIO DE QUALIFICAÇÃO DE AUD (14012) WG 4: AVALIAÇÕES AMBIENTAIS DE SÍTIOS (14015) SC.4: AVAL. DE DESEMPENHO AMBIENTAL WG 1 E 2: AVAL DESEMPENHO AMBIENTAL (14031) SC.5: ANÁLISE DE CICLO DE VIDA (LCA) WG 1: PRINCÍPIOS E ESTRUTURA DO LCA (14040) WG 2 E 3: ANÁL DE INVENTÁRIO DE CICLO DE VIDA...(14041) WG4: AVAL DE IMPACTOS DO CICLO DE VIDA (14042) WG 5: INTERPRETAÇÃO DO LCA (14043) SC.6: TERMOS E DEFINIÇÕES WG 1: TERMOS E DEFINIÇÕES (14050) WG 1: GUIA PARA A INCLUSÃO DE ASPECTOS AMBIENTAIS EM NORMAS DE PRODUTOS - (GUIA 64) SC.3: SELOS AMBIENTAIS WG 1: PRINCÍPIOS, PRÁTICAS E CRITÉRIOS ORIENTATIVOS PARA PROGRAMAS BASEADOS EM CRITÉRIO MÚLTIPLO (14024) WG 1: SELO TIPO III (14025) WG 2: AUTO DECLARAÇÃO - TERMOS E DEFINIÇÕES...(14021) WG 2: SELOS ECOLÓGICOS - SÍMBOLOS (14022) WG 2: METODOLOGIAS DE ENSAIO E VERIFICAÇÃO....(14023) WG 3: OBJETIVOS E PRINCÍPIOS (14020)

14 SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL BEMIFÍCIOS POTENCIAIS ?PREVENÇÃO DOS IMPACTOS AMBIENTAIS / GESTÃO DOS ASPECTOS AMBIENTAIS ?MELHORIA DE IMAGEM AMBIENTAL ?MELHORIA DE ORGANIZAÇÃO DA GESTÃO AMBIENTAL ?GARANTIA DO CUPRIMENTO DA LEGISLAÇÃO AMBIENTAL ? ( LEI DE CRIMES AMBIENTAIS)

15 O QUE É ISO ? ISO International Organization for Standardization (Organização Internacional para Normalização) ò Organização não governamental ò Elabora Normas de aplicação internacional ò Fundada em 23/02/47 - Sede em Genebra (Suiça) ò 91 países participam da ISO, representando mais de 95% da produção industrial do mundo

16 ESTRUTURA ORGANIZACIONAL DO ISO/TC 207 GERENCIAMENTO AMBIENTAL Notas: TC - Technical Commitee (Comitê Técnico) SC - Subcommitee (Sub-Comitês) WG - Work Group (Grupos de Trabalho)

17 SISTEMAS DE GESTÃO AMBIENTAL NORMAS BS 7750 E ISO OBJETIVOS [ASSEGURAR CONFORMIDADE COM A POLÍTICA AMBIENTAL [DEMONSTRAR ESTA CONFORMIDADE A OUTRAS PARTES REQUISITOS DE DESEMPENHO [MELHORIA CONTÍNUA DO DESEMPENHO AMBIENTAL [ATENDIMENTO À LEGISLAÇÃO AMBIENTAL APLICÁVEL

18 O QUE A NORMA ISO REQUER? â COMPROMISSO À MELHORIA CONTÍNUA â COMPROMISSO À PREVENÇÃO DA POLUIÇÃO â COMPROMISSO AO CUMPRIMENTO DA LEGISLAÇÃO E OUTROS REQUISITOS â NÃO EXIGE A ADOÇÃO DA MELHOR TECNOLOGIA DISPONÍVEL

19 ESTRUTURA DA NORMA NBR ISO MELHORIACONTÍNUA MONITORAMENTO E AÇÕES CORRETIVAS MONITORAMENTO E MEDIÇÕESMONITORAMENTO E MEDIÇÕES NÃO CONFORMIDADES E AÇÕES CORRETIVAS E PREVENTIVASNÃO CONFORMIDADES E AÇÕES CORRETIVAS E PREVENTIVAS REGISTROSREGISTROS AUDITORIASAUDITORIAS ANÁLISE CRÍTICA GERENCIAL POLÍTICA AMBIENTAL PLANEJAMENTO ASPECTOS AMBIENTAISASPECTOS AMBIENTAIS LEGISLAÇÃO E OUTROS REQUISITOSLEGISLAÇÃO E OUTROS REQUISITOS OBJETIVOS E METASOBJETIVOS E METAS PROGRAMA DE GERENCIAMENTO AMBIENTALPROGRAMA DE GERENCIAMENTO AMBIENTAL IMPLEMENTAÇÃO E OPERAÇÃO ESTRUTURA E RESPONSABILIDADEESTRUTURA E RESPONSABILIDADE TREINAMENTO, CONSCIENTIZAÇÃO E CAPACITAÇÃOTREINAMENTO, CONSCIENTIZAÇÃO E CAPACITAÇÃO COMUNICAÇÃOCOMUNICAÇÃO DOCUMENTAÇÃODOCUMENTAÇÃO CONTROLE DE DOCUMENTAÇÃOCONTROLE DE DOCUMENTAÇÃO CONTROLE OPERACIONALCONTROLE OPERACIONAL PREPARAÇÃO E ATENDIMENTO A EMERGÊNCIASPREPARAÇÃO E ATENDIMENTO A EMERGÊNCIAS

20 PROJETO DE SISTEMA DE GERENCIAMENTO AMBIENTAL FASE I DIAGNÓSTICO DIAGNÓSTICO DO SISTEMA EXISTENTE FASE II PLANEJAMENTO E PREPARAÇÃO FORMAÇÃO BÁSICA ANÁLISE CRÍTICA INICIAL DETALHAMENTO DO PROJETO POLÍTICA AMBIENTAL: OBJETIVOS E METAS FASE III IMPLANTAÇÃO E VERIFICAÇÃO ANÁLISE CRÍTICA DO SISTEMA IMPLANTAÇÃO DO SISTEMA MANUAL+DOCUMENTOS+REGISTROS SISTEMA DE AUDITORIAS INTERNAS FASE IV AVALIAÇÃO FINAL AUDITORIA AMBIENTAL (EXTERNA) CERTIFICAÇÃO AMBIENTAL FIM

21 SGA - SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL ISO AVALIAÇÃO AMBIENTAL INICIAL 1.REQUISITOS LEGAIS E REGULAMENTARES 2.IDENTIFICAÇÃO DOS ASPECTOS AMBIENTAIS SIGNIFICATIVOS 3.EXAME DE TODAS AS PRÁTICAS E PROCEDIMENTOS DE GESTÃO AMBIENTAL EXISTENTES 4.AVALIAÇÃO DAS INFORMAÇÕES PROVENIENTES DE INVESTIGAÇÕES DE INCIDENTES ANTERIORES

22 CERTIFICAÇÃO DE SISTEMAS DE GESTÃO AMBIENTAL CRITÉRIO UKAs (UK) AVALIAÇÃO INICIAL OBJETIVO PLANEJAR A AVALIAÇÃO PRINCIPALPLANEJAR A AVALIAÇÃO PRINCIPAL FOCO GARANTIR QUE O SGA ESTÁ BASEADO NA AVALIAÇÃO DOS ASPECTOS AMBIENTAIS SIGNIFICATIVOS E QUE É ORIENTADO PARA O CONTROLE E MELHORIA DO DESEMPENHO AMBIENTALGARANTIR QUE O SGA ESTÁ BASEADO NA AVALIAÇÃO DOS ASPECTOS AMBIENTAIS SIGNIFICATIVOS E QUE É ORIENTADO PARA O CONTROLE E MELHORIA DO DESEMPENHO AMBIENTAL CONFIABILIDADE DO SISTEMA DE AUDITORIAS INTERNASCONFIABILIDADE DO SISTEMA DE AUDITORIAS INTERNAS

23 CERTIFICAÇÃO DE SISTEMAS DE GESTÃO AMBIENTAL CRITÉRIO UKAs (UK) AVALIAÇÃO PRINCIPAL OBJETIVO CONFORMIDADECONFORMIDADE NORMA ISO LEGAL POLÍTICA E PROCEDIMENTOS PRÓPRIOS MELHORIA DO DESEMPENHO AMBIENTALMELHORIA DO DESEMPENHO AMBIENTAL FOCO IDENTIFICAÇÃO E AVALIAÇÃO DE ASPECTOS E IMPACTOS AMBIENTAIS SIGNIFICATIVOSIDENTIFICAÇÃO E AVALIAÇÃO DE ASPECTOS E IMPACTOS AMBIENTAIS SIGNIFICATIVOS OBJETIVOS E METAS AMBIENTAISOBJETIVOS E METAS AMBIENTAIS DESEMPENHO AMBIENTALDESEMPENHO AMBIENTAL EFETIVIDADE DO SISTEMAEFETIVIDADE DO SISTEMA

24 ISO RUMO À CERTIFICAÇÃO O PAPEL DA DIRETORIA â COMPROMISSO â POLÍTICA AMBIENTAL â DEFINIÇÃO DE RESPONDABILIDAES E AUTORIDADES â RECURSOS â OBJETIVOS E METAS AMBIENTAIS â ANÁLISE CRÍTICA PERIÓDICA

25 ISO RUMO À CERTIFICAÇÃO O PAPEL DO CONSELHO DOS DEPARTAMENTOS â OBJETIVOS E METAS AMBIENTAIS â PROGRAMA DE GERENCIAMENTO AMBIENTAL â ESTRUTURA E RESPONSABILIDADE â TREINAMENTO, CONSCIENTIZAÇÃO E CAPACITAÇÃO â COMUNICAÇÃO â CONTROLE OPERACIONAL â PREPARAÇÃO E ATENDIMENTO A EMERGÊNCIAS â MONITORAMENTO E MEDIÇÕES â NÃO CONFORMIDADES - AÇÕES CORRETIVAS E PREVENTIVAS â AUDITORIAS

26 CERTIFICAÇÃO ISO NO MUNDO: EVOLUÇÃO ANUAL FONTE: ISO Dez/95Dez/96Dez/97Dez/98 CERTIFICADOS Est. 7800

27 1 JAPÃO: UK: ALEMANHA: SUÉCIA: EUA: ESPANHA: TAIWAN: CHINA: CORÉIA: TAILÂNDIA: ÍNDIA: BRASIL ARGENTINA: JAPÃO: UK: ALEMANHA: SUÉCIA: EUA: ESPANHA: TAIWAN: CHINA: CORÉIA: TAILÂNDIA: ÍNDIA: BRASIL ARGENTINA: 145 FONTE: ISO (10 TH cycle); ISO WORLD EMPRESAS CERTIFICADAS ISO 14001: MUNDO

28 PROJETO FACULDADE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS: 1a. Instituição de ensino a ser certificada na América do Sul. CERTIFICAÇÃO DE SISTEMAS DE GESTÃO AMBIENTAL

29 ISO FCF RUMO À CERTIFICAÇÃO PONTOS FORTES: Conhecimento; Objetivo comum; Práticas existentes. DESAFIOS: Alocação de recursos; Identificação, atendimento e monitoramento do cumprimento da legislação; Adequação das áreas.

30 Redução do consumo de Água 3,50 l/l 1,68 l/l CASO PANAMCO - SPAL FONTE: PANAMCO/SPAL

31 CASO PANAMCO - SPAL FONTE: PANAMCO/SPAL Redução do consumo de Energia 32,3 l/kwh 38,7 l/kwh

32 CASO PANAMCO - SPAL FONTE: PANAMCO/SPAL Redução do volume de resíduos para aterro sanitário

33 CASO PANAMCO - SPAL FONTE: PANAMCO/SPAL Investimento R$ ,00 Algumas Ações Implementação do SGA Implementação da Brigada de Emergência Implantação da Reciclagem Redução do consumo de água Redução do consumo de energia elétrica Redução dos níveis de poluição Cumprimento da legislação ambiental vigente Economia R$ 3,4 milhões

34 EMPRESAS CERTIFICADAS NO BRASIL STATUS : FEVEREIRO/1999

35 EMPRESAS CERTIFICADAS NO BRASIL (cont.) STATUS: FEVEREIRO/1999

36 FARMACÊUTICA BRISTOL - MYERS SQÜIB FLORESTAL BAHIA SUL CELULOSE DURATEX RIOCELL CENIBRA PAPELES BIO-BIO (CHILE) SANTA FÉ (CHILE) MINERAÇÃO E METALURGIA CVRD (CARAJÁS - PA) CVRD (SUTEC) CBMM (ARAXÁ - MG) REFERÊNCIAS BUREAU VERITAS EMPRESAS CERTIFICADAS ISO 14001

37 QUÍMICA E PETROQUÍMICA OPP COPESUL PETROQUÍMICA CUYO (ARGENTINA) HENKEL SIDERURGIA USIMINAS BELGO-MINEIRA TRATAMENTO DE EFLUENTES CETREL VIDROS CEBRACE BLINDEX REFERÊNCIAS BUREAU VERITAS EMPRESAS CERTIFICADAS ISO PNEUS FIRESTONE PIRELLI

38 REFERÊNCIAS BUREAU VERITAS EMPRESAS CERTIFICADAS ISO AUTOMOBILÍSTICO SCANIA LATIN AMERICA FIAT AUTOMÓVEIS BEBIDAS SPAL (COCA-COLA) BRAHMA (MG) ELETRO-ELETRÔNICA NEC DO BRASIL ABB (CRAVINHOS-SP) ABB (GUARULHOS-SP) ABB (CAHOEIRINHA-RS) PETRÓLEO PETROBRAS E&P - AM PETROBRAS E&P - RN/CE PETROBRAS SEGEN-CONOR PETROBRAS FRONAPE IPIRANGA MÁQUINAS XEROX


Carregar ppt "ISO 14000 SEMINÁRIO GERENCIAL FACULDADE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS USP - UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google