A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Calouros de 2008 SEJAM BEM VINDOS!!! Semana de Recepção aos Calouros de 2006 Lic. Yara Mardegan 29/2/2008.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Calouros de 2008 SEJAM BEM VINDOS!!! Semana de Recepção aos Calouros de 2006 Lic. Yara Mardegan 29/2/2008."— Transcrição da apresentação:

1 Calouros de 2008 SEJAM BEM VINDOS!!! Semana de Recepção aos Calouros de 2006 Lic. Yara Mardegan 29/2/2008

2 SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL NA FACULDADE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS: Rumo à Certificação ISO 14001

3 90 DOCENTES 180 FUNCIONÁRIOS 1000 GRADUANDOS 500 PÓS-GRADUANDOS m 2 ÁREA DE OCUPAÇÃO 6 SERVIÇOS DE EXTENSÃO 500 PROJETOS DE PESQUISA FCF

4 Ambiente acadêmico atividades de ensino, pesquisa e extensão com o manuseio de produtos químicos de distintos níveis de periculosidade que proporcionam riscos potenciais

5 RESÍDUOS? DIAGNÓSTICO DO LIXO EM 2002 kg / dia de resíduos Misturado (orgânico) 150 Infectante 50 Químico 20 TOTAL/Mês 4.500

6 Que legado estará sendo reservado pela comunidade científica às gerações vindouras? O que de fato se conhece quanto a emissões atmosféricas e contaminações fluviais, em decorrência de nossas atividades? Quais estudos epidemiológicos foram efetuados para conhecimento de dados comparativos de incidência de doenças degenerativas em docentes e funcionários da USP frente a elementos de outros nichos populacionais?

7 Como sistematizar o manuseio adequado dos resíduos e adoção de medidas preventivas ? Como gerenciar global e eficiente o fluxo de entrada e a manipulação de todos os materiais? Grande tendência de globalização e de adoção de normas e padrões internacionais International Standard Organization ISO-14001

8 O QUE A NORMA ISO REQUER? COMPROMISSO À MELHORIA CONTÍNUA COMPROMISSO À PREVENÇÃO DA POLUIÇÃO COMPROMISSO AO CUMPRIMENTO DA LEGISLAÇÃO E OUTROS REQUISITOS

9 Adequação das áreas Conscientização de docentes, funcionários e alunos Alocação de recursos Identificação, atendimento e monitoramento do cumprimento da legislação DESAFIOS

10 ESTRUTURA DA NORMA NBR ISO MELHORIACONTÍNUA MONITORAMENTO E AÇÕES CORRETIVAS MONITORAMENTO E MEDIÇÕESMONITORAMENTO E MEDIÇÕES NÃO CONFORMIDADES E AÇÕES CORRETIVAS E PREVENTIVASNÃO CONFORMIDADES E AÇÕES CORRETIVAS E PREVENTIVAS REGISTROSREGISTROS AUDITORIASAUDITORIAS ANÁLISE CRÍTICA GERENCIAL POLÍTICA AMBIENTAL PLANEJAMENTO ASPECTOS AMBIENTAISASPECTOS AMBIENTAIS LEGISLAÇÃO E OUTROS REQUISITOSLEGISLAÇÃO E OUTROS REQUISITOS OBJETIVOS E METASOBJETIVOS E METAS PROGRAMA DE GERENCIAMENTO AMBIENTALPROGRAMA DE GERENCIAMENTO AMBIENTAL IMPLEMENTAÇÃO E OPERAÇÃO ESTRUTURA E RESPONSABILIDADEESTRUTURA E RESPONSABILIDADE TREINAMENTO, CONSCIENTIZAÇÃO E CAPACITAÇÃOTREINAMENTO, CONSCIENTIZAÇÃO E CAPACITAÇÃO COMUNICAÇÃOCOMUNICAÇÃO DOCUMENTAÇÃODOCUMENTAÇÃO CONTROLE DE DOCUMENTAÇÃOCONTROLE DE DOCUMENTAÇÃO CONTROLE OPERACIONALCONTROLE OPERACIONAL PREPARAÇÃO E ATENDIMENTO A EMERGÊNCIASPREPARAÇÃO E ATENDIMENTO A EMERGÊNCIAS

11 Treinamento em Gestão Ambiental membros das Comissões Avaliação ambiental inicial, considerando: emissões atmosféricas, efluentes em corpos dágua, gerenciamento de resíduos, contaminação do solo, uso de recursos naturais e outras questões ambientais locais e relativas a comunidade Exame de todas as práticas e procedimentos de gestão ambiental existentes Elaboração do Manual do SGA Identificação de auditores líder e formação dos agentes multiplicadores

12 A Faculdade de Ciências Farmacêuticas, unidade da Universidade de São Paulo, instituição pública de ensino, pesquisa e extensão, integrada no processo de política ambiental, apresenta também neste contexto o objetivo da preservação e manutenção do meio ambiente e com reflexos sobre a saúde e segurança dos indivíduos, declara o seu comprometimento com: a melhoria contínua dos procedimentos e processos relacionados às suas atividades meio e fins; estabelecimento de procedimentos que diminuam os riscos de danos ambientais; a prevenção da introdução de novos procedimentos e/ ou processos potencialmente capazes de provocar impactos ambientais negativos; controle e monitoramento de aspectos ambientais significativos relacionados às atividades desenvolvidas; a implementação de uma política de ensino que considere a gestão ambiental; atendimento à legislação e normas ambientais aplicáveis e demais requisitos definidos pela FCF/USP; em conjunto com a Administração Central da Universidade fornecer o suporte de recursos financeiros e materiais para o estabelecimento, revisão dos objetivos, metas e continuidade de sua política de gestão ambiental, de modo permitir sua atuação, de maneira integrada, à comunidade e às demais partes interessadas; finalmente, declara o seu comprometimento com uma política de meio ambiente pautada pela transparência e disponibilização de seu sistema de gestão ambiental. Política Ambiental

13 Procedimentos do Controle Operacional de Resíduos Gerenciamento de Emissão de Efluentes Gerenciamento de Emissões Atmosféricas Gerenciamento de Resíduos Biológicos Gerenciamento de Resíduos Químicos Manutenção de Equipamentos Críticos Aplicação dos procedimentos

14 Treinamento Levantamento das necessidades de treinamento Treinamento de conscientização (todos), qualificação ( público interno e prestadores de serviço) Avaliação da eficácia por meio de Auditorias Internas

15 Comunicação Interna Assistência Acadêmica IntranetMurais – Blocos Informativos Internos por Departamentos Murais Laboratório Caixa de Sugestões Mala Direta Eletrônica Comunicação Sistemática de comunicação para as partes interessadas no SGA da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da USP

16 Grupo de Apoio Comissão de Descartes Funcionários Assistência Administrativa Acadêmica e Financeira CIPA Comissão de Biossegurança Comissão de Qualidade e Produtividade Alunos Grupo Técnico Administrativo BolsistasEntidades Estudantis Representantes da Administração* FCF/USP Diretor Estrutura e Responsabilidade * professores representantes FBA, FBC, FBF, FBT

17 COORDENADOR GERAL Assistente Administrativo COORDENADOR DE TRANSPORTES CHEFE DA SEÇÃO DE TRANSPORTES COORDENADOR DE VIGILÂNCIA LÍDER DE VIGILÃNCIA COORDENADORES DE DIREÇÃO E ASSESSORIA CHEFE DA SEÇÃO DE PESSOAL E PRESIDENTE DA CIPA COORDENADORES DE BRIGADA DE EMERGÊNCIA E DE SOCORRO MÉDICO LÍDER DA BRIGADA DE EMERGÊNCIA LÍDER DA EQUIPE DE SOCORRISTAS COORDENADOR DE MANUTENÇÃO CHEFE DO SETOR DE MANUTENÇÃO COORDENADOR DE COMUNICAÇÃO ASSISTENTE ACADÊMICO COORDENADORES DE ÁREAS DE SEGURANÇA CHEFES DE DEPARTAMENTO E RESPONSÁVEIS POR SEÇÃO Comitê responsável por todo o plano de ações de emergência

18 Resultados O que já foi realizado na implantação do SGA

19 Contratação de Bolsistas do SGA Contratação de Bolsistas do SGA Levantamento dos aspectos e impactos Levantamento de equipamentos críticos Confecção da documentação do SGA Atualização das plantas Apresentação de trabalhos em Congressos Trabalho de conscientização

20 Formação de Brigada de Incêndio Formação de Brigada de Incêndio

21 Coleta Seletiva Campanha de Minimização de Resíduos Campanha de Minimização de Resíduos ENCAMINHADOS À RECICLAGEM Papel 300 kg/mês Plástico 100 kg/mês Vidros 400 kg/mês Redução 50% 2002/2003 (2536 X 1256 unidades de copos descartáveis)

22 Licenças CADRIs (Certificado de Destinação de Resíduos Industriais) Licença CETESB Alvará do Corpo de Bombeiros (em andamento)

23 Eliminação do Passivo Químico

24

25 Unidade de Tratamento, Reciclagem, Recuperação e Reutilização de Produtos Químicos

26 SISTEMA DE REAPROVEITAMENTO DE ÁGUA DE DESTILADORES

27 Unidade de Tratamento, Reciclagem, Recuperação e Reutilização de Produtos Químicos 96 litros álcool superior (60 anos de idade) reaproveitado nos laboratórios Meios de cultura e sais minerais vencidos reaproveitados como adubo na composteira da Prefeitura do campus SP

28 Atualização das plantas da FCF (Rotas de Fuga, Mapas de Riscos, Plano de Abandono, Identificação Visual etc)

29 PROJETO DE SINALIZAÇÃO

30 Calibração de equipamentos críticos

31 Treinamentos final e continuado Entrega do Manual de Gestão Ambiental e Procedimentos Procedimentos Gerais: que todos devem ter conhecimento Procedimentos Específicos: de cada dependência

32 Próximas Metas O que falta ser atingido para a Certificação

33 Alvará do Corpo de Bombeiros

34 Auditoria Interna Um dos últimos passos da implantação Verificar se as atividades e seus resultados estão em conformidade com a forma planejada Determinar a eficácia do Sistema Finalmente, o último objetivo do SGA A FCF/USP pretende ser a primeira instituição de ensino superior da América Latina a possuir esta Certificação Certificação ISO 14001

35 Os homens são filhos de suas obras. Miguel de Cervantes Miguel de Cervantes ( ) ( ) Escritor espanhol Escritor espanhol Muito obrigada!


Carregar ppt "Calouros de 2008 SEJAM BEM VINDOS!!! Semana de Recepção aos Calouros de 2006 Lic. Yara Mardegan 29/2/2008."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google