A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1900 – 1920 1920-1930 1930 –1940 1940-1950 1950-1960 1960-1970 1970-1980 1980-1990 -2000 PRINCIPAIS IDÉIAS Escola Clássica Controle da Qualidade Relações.

Cópias: 1
1900 – – PRINCIPAIS IDÉIAS Escola Clássica Controle da Qualidade Relações.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1900 – 1920 1920-1930 1930 –1940 1940-1950 1950-1960 1960-1970 1970-1980 1980-1990 -2000 PRINCIPAIS IDÉIAS Escola Clássica Controle da Qualidade Relações."— Transcrição da apresentação:

1 1900 – – PRINCIPAIS IDÉIAS Escola Clássica Controle da Qualidade Relações Humanas Gestalt Teoria Geral dos Sistemas Cibernética Enfoque comportamental Qualidade Total Sistema Toyota e Modelo Japonês Enfoque Sistêmico

2 ESCOLA CLÁSSICA DA ADMINISTRAÇÃO FREDERICK TAYLOR Administração Científica HENRY FORD Linha de Montagem HENRI FAYOL Processo de Administração MAX WEBER Teoria da Burocracia Aplicação de métodos de pesquisa para identificar a melhor maneira de trabalhar. Seleção e treinamento científicos de trabalhadores Especialização do trabalhador. Fixação do trabalhador no posto de trabalho. Trabalho ( produto em processo de montagem ) passa pelo trabalhador. Administração da empresa é distinta das operações de produção. Administração é processo de planejar, organizar, comandar, coordenar e controlar. Autoridade tem a contrapartida da obediência. Autoridade baseia- se nas tradições, no carisma e em norma racionais e impessoais. Autoridade burocrática é base da organização moderna.

3 HENRI FAYOL Ao lado de Taylor e Ford, Fayol é um dos contribuintes mais importantes do desenvolvimento do conhecimento administrativo moderno. Seu sistema de administração se dividia em três partes principais: a.A administração é uma função distinta das demais funções, como finanças, produção e distribuição. b.A administração é um processo de planejamento, organização, comando, coordenação e controle. c.O sistema de administração pode ser ensinado e aprendido.

4 OS 14 PRINCÍPIOS DE FAYOL a.Divisão do trabalho, a designação de tarefas específicas para cada indivíduo, resultando na especialização das funções e separação dos poderes. b.Autoridade e responsabilidade, sendo a primeira o direito de mandar e o poder de se fazer obedecer, e a segunda a sanção – recompensa ou penalidade – que acompanha o exercício do poder. c.Disciplina, o respeito aos acordos estabelecidos entre a empresa e seus agentes. d.Unidade de comando, de forma que cada indivíduo tenha apenas um superior. e.Unidade de direção, um só chefe e um só programa para um conjunto de operações que visam ao mesmo objetivo. f.Subordinação do interesse individual ao interesse geral. g.Remuneração do pessoal, de forma eqüitativo e com base tanto em fatores externos quanto internos. h.Centralização, o equilíbrio entre a concentração de poderes de decisão no chefe, sua capacidade de enfrentar suas responsabilidades e a iniciativa dos subordinados.

5 CONTINUAÇÃO i.Cadeia de comando ( linha de autoridade ), ou hierarquia, a série dos chefes desde o primeiro ao último escalão, dando-se aos subordinados de chefes diferentes a autonomia para estabelecer relações diretas ( a ponte de Fayol ). j. Ordem, um lugar para cada pessoa e cada pessoa em seu lugar. k. Eqüidade, o tratamento das pessoas com benevolência e justiça, não excluindo a energia e o rigor quando necessários. l. Estabilidade do pessoal, a manutenção das equipes como forma de promover seu desenvolvimento. m. Iniciativa, que faz aumentar o zelo e a atividade dos gerentes. n. Espírito de equipe.

6 BASES DA ADMINISTRAÇÃO MODERNA FAYOL Organização da empresa e papel do dirigente FORD Organização do processo produtivo TAYLOR Eficiência do trabalho operacional

7 MAX WEBER – e a Burocracia Weber não tentou definir as organizações, nem estabelecer padrões de administração que elas devessem seguir. Seu tipo ideal não é um modelo prescritivo, mas uma abstração descritiva. É um esquema que procura sintetizar os pontos comuns à maioria das organizações formais modernas, que ele constatou com as sociedades primitivas e feudais. Weber descreveu as organizações burocráticas como máquinas totalmente impessoais, que funcionam de acordo com regras que ele chamou de racionais-regras que dependem de lógica e não de interesses pessoais.

8 MAX WEBER E A AUTORIDADE Há três tipos de autoridade: AUTORIDADE TRADICIONAL AUTORIDADE CARISMÁTICA AUTORIDADE LEGAL-RACIONAL Passa de geração a geração. Baseia-se nos usos e costumes. Depende da crença na santidade dos hábitos. Baseia-se nas qualidades pessoais de um líder. Depende de os seguidores admirarem as qualidades do líder. Baseia-se em normas impessoais e racionais. Cria figuras de autoridade. Cria direitos e obrigações.

9 ENFOQUE COMPORTAMENTAL

10 ENFOQUE SISTÊMICO

11 ENFOQUE DA QUALIDADE

12 QUALIDADE TOTAL DE DEMING

13 QUALIDADE TOTAL DE FEIGENBAUN

14 QUALIDADE TOTAL DE ISHIKAWA

15 MODELO JAPONÊS DE ADMINISTRAÇÃO


Carregar ppt "1900 – 1920 1920-1930 1930 –1940 1940-1950 1950-1960 1960-1970 1970-1980 1980-1990 -2000 PRINCIPAIS IDÉIAS Escola Clássica Controle da Qualidade Relações."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google