A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO Prof. Nivaldo Camilo SEÇÃO 04.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO Prof. Nivaldo Camilo SEÇÃO 04."— Transcrição da apresentação:

1 DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO Prof. Nivaldo Camilo SEÇÃO 04

2 DESENVOLVIMENTO SEGUNDO MALTHUS Teoria da População. Malthus – Lei dos Pobres. Sugestões de Malthus. Malthus e o Princípio da Demanda Efetiva Explicações de Malthus Conteúdo da Seção 2 SEÇÃO 4

3 Malthus colocou em dúvida a Lei de Say a oferta cria sua própria procura Teoria da População 1798 a força da paixão entre os sexos é maior que a força da natureza A população cresce em progressão geométrica e os meios de subsistência em progressão aritmética Desenvolvimento segundo Thomas Robert Malthus (1766 – 1834) 3 SEÇÃO 4

4 Principal fator é o aumento da disponibilidade de alimentos: a)Possibilidade de importar alimentos mais baratos; b)Lei dos pobres as paróquias deveriam alimentar os pobres Lei existente na Inglaterra; c)Casamentos preces (estimulado pelos nobres para aumentar a oferta de soldados); e d)Aumento dos vícios sexo antes do casamento, promiscuidade e a prostituição. AUMENTO DA POPULAÇÃO 4 SEÇÃO 4

5 Principais Fatores: a)A Falta de Alimentos; b)Epidemias; c)Guerras; d)Insalubridade dos locais de trabalho; e e)Insalubridade das cidades. REDUÇÃO DA POPULAÇÃO 5 SEÇÃO 4

6 Malthus condena a Lei dois Pobres porque: a)Estimula casamentos precoces; b)Reduz a mobilidade espacial da mão-de-obra pessoas ficam amarradas às suas paróquias; c)Elevam-se os preços agrícolas prejudicando os trabalhadores empregados; d) Desestimula o trabalho. Malthus e a Lei dos Pobres 6 SEÇÃO 4

7 Malthus apresenta as seguintes Sugestões: a)Abolição das Leis de ajuda aos pobres; b)Maior liberdade à economia de mercado e à mobilidade do trabalho; c)Estímulo à expansão da fronteira agrícola. Malthus e a Lei dos Pobres 7 SEÇÃO 4

8 Obstáculos ao Crescimento Demográfico: a)A miséria; b)O vício; c)A insalubridade das cidades; d)Obstáculos ao casamento. Malthus e o Crescimento Demográfico 8 SEÇÃO 4

9 Lei dos Rendimentos Decrescentes da Agricultura para uma faixa de terra, o acréscimo dos fatores de produção gera acréscimo menos que proporcional no produto, com cotas cada vez menores de alimentos aos trabalhadores adicionais com elevação de salários e redução de lucros. Solução Progresso tecnológico na agricultura e deslocamento da fronteira agrícola. PRODUÇÃO 9 SEÇÃO 4

10 Situação Recente Crescimento populacional em razão de melhor qualidade de vida. Consequência Insuficiência de emprego, como principal desafio aumentar a produção de alimentos sem aumentar o preço. PRODUÇÃO 10 SEÇÃO 4

11 As importações aumentam a oferta interna, gerando demanda ao deprimir os preços internos. Fato – em 1815, na Inglaterra, a Lei dos Cereais proibiu as importações de cereais, até que os preços internos atingissem um certo patamar mínimo. Em 1818 – os preços baixaram de modo acentuado e, em 1919, houve depressão geral das atividades econômicas. A partir desses acontecimentos, Malthus desvia sua análise, centrada no princípio da população, para o estudo da natureza das crises capitalistas. Malthus e o Princípio da Demanda Efetiva (1) 11 SEÇÃO 4

12 Se os trabalhadores consomem menos bens-salários, em razão da queda de seu poder de compra, e se os capitalistas também consomem menos bens de luxo para poupar mais, cria-se um descompasso ente estrutura de oferta e nível de demanda. Explicação de Malthus O que estimula a acumulação é o aumento anterior do valor. A riqueza nacional cresce pela existência de fatores agindo simultaneamente, tanto do lado da oferta como do lado da demanda. Essa interação é importante no processo de desenvolvimento econômico. Malthus e o Princípio da Demanda Efetiva (2) 12 SEÇÃO 4

13 Os preços caem ou aumentam em virtude da concorrência do lado da demanda. São os preços de mercado e não os preços naturais (medido pelo trabalho incorporado nos bens) que determinam os lucros e a acumulação. O preço corrente das coisas é a causa imediata de todos os grandes esforços da sociedade para gerar riqueza, difere o preço corrente do preço natural em virtude da interação da oferta e da demanda. Enquanto os preços de mercado, resultantes da interação entre a oferta e a demanda, proporcionarem lucros positivos e significantes, a acumulação continuará. Malthus e o Princípio da Demanda Efetiva (3) 13 SEÇÃO 4

14 Contudo, a insuficiência da demanda efetiva abaixará os preços e a acumulação cessará prematuramente, gerando as crises do sistema capitalista. Tais crises ocorreriam independentemente de superpopulação, epidemias ou guerras. Desse modo, a distribuição tem uma importância crucial na determinação da taxa de crescimento de longo prazo. A formação da riqueza de um país tem como elementos importantes tanto a produção como a distribuição. A maneira pela qual o produto é distribuído entre trabalhadores, produtores e rentistas influencia o volume da produção nos períodos seguintes. Malthus e o Princípio da Demanda Efetiva (4) 14 SEÇÃO 4

15 A redução gradual dos salários reais deprime a demanda e a produção. A canalização de poupança para os rentistas reduz a taxa de investimento produtivo e aumenta os gastos improdutivos. Os grandes latifundiários mantêm uma produção agrícola aquém das possibilidades de sua propriedade. Malthus e o Princípio da Demanda Efetiva (5) 15 SEÇÃO 4


Carregar ppt "DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO Prof. Nivaldo Camilo SEÇÃO 04."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google