A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1 Definição de Economia – Bens e Serviços Escassos Problema da Escassez – Necessidades Humanas Definições de Bens e Serviços Natureza – Materiais e Serviços.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1 Definição de Economia – Bens e Serviços Escassos Problema da Escassez – Necessidades Humanas Definições de Bens e Serviços Natureza – Materiais e Serviços."— Transcrição da apresentação:

1 1 Definição de Economia – Bens e Serviços Escassos Problema da Escassez – Necessidades Humanas Definições de Bens e Serviços Natureza – Materiais e Serviços Destino – Consumo e Capital Classificação – Finais e Intermediários Fatores de Produção – Todos elementos utilizados na produção Demanda, Oferta e Equilíbrio de Mercado.

2 2 Agentes Econômicos – Famílias, Empresas e Governo Mercado – Local onde acontece as transações Curva de Possibilidade de Produção Organização Econômica Economia de Mercado – Economia Capitalista Economia Planificada Centralmente – Economia Socialista Economia Mista – Podendo ter Intervenção do Estado Demanda, Oferta e Equilíbrio de Mercado.

3 Microeconomia: é o ramo da Teoria Econômica que estuda o funcionamento do mercado de um determinado produto ou grupo de produtos, ou seja, o comportamento dos compradores (consumidores) e vendedores (produtores) de tais bens. Macroeconomia: é o ramo da Teoria Econômica que estuda o funcionamento como um todo, procurando identificar e medir as variáveis (agregadas) que determinam o volume da produção total (crescimento econômico), o nível de emprego e o nível geral de preços (Inflação) do sistema econômico, bem como a inserção do mesmo na economia mundial. Demanda, Oferta e Equilíbrio de Mercado.

4 coeteris Paribus Expressão latina traduzida como outras coisas sendo iguais, é usada para lembrar que todas as variáveis, que não aquela que está sendo estudada, são mantidas constantes. Utilidade Total Utilidade Marginal Aumenta quanto maior a quantidade consumida do bem. Satisfação adicional (na margem) obtida pelo consumo de mais uma unidade do bem – decrescente. Demanda, Oferta e Equilíbrio de Mercado.

5 5 Demanda Variáveis : é a quantidade de determinado bem ou serviço que os consumidores desejam adquirir, num dado período. Riqueza (e sua distribuição) Renda (e sua distribuição) Preço do bem Preço dos outros bens Fatores climáticos e sazonais Propaganda Hábitos, gostos, preferências dos consumidores Expectativas sobre o futuro Facilidades de crédito (disponibilidade, tx. juros, prazos) Demanda, Oferta e Equilíbrio de Mercado.

6 Bem Inferior: Bem saciado: Bem Normal: um aumento na renda provoca uma diminuição na quantidade demandada do bem. Ex.: Passagem de ônibus, carne de segunda. se aumentar a renda do consumidor, não aumentará a demanda do bem. Ex.: demanda de alimentos básicos, como o açúcar, sal. tudo o mais constante, um aumento na renda provoca um aumento na quantidade demandada do bem. Ex.: Carne de 1º e Carne de 2º. Demanda, Oferta e Equilíbrio de Mercado.

7 OFERTA Oferta é a quantidade de determinado bem ou serviço que os produtores desejam vender, em função dos preços, em um determinado período. Considera-se que os produtores são racionais, já que estão produzindo com o lucro máximo, dentro da restrição de custos de produção.

8 OFERTA Variáveis que afetam a Oferta de um bem ou serviço

9 OFERTA Variáveis que afetam a Oferta q d i = quantidade demandada do bem i p i = preço do bem i p s = preço dos bens substitutos ou concorrentes p c = preço dos bens complementares R = renda do consumidor G = gostos, hábitos e preferências do consumidor Variáveis que afetam a Demanda q o i = quantidade ofertada do bem i p i = preço do bem i p fp = preço dos fatores e insumos de produção (mat.prima,mão-de-obra, etc.) p n = preço de outros n bens, substitutos na produção T = tecnologia M = metas e objetivos do empresário

10 OFERTA Tudo o mais constante (coeteris paribus), se o preço do bem aumenta, estimula as empresas a produzirem mais. Para produzir mais, os custos serão maiores, e o preço do bem deve ser aumentado. Como os empresários reagem, quando se altera o preço do bem ou serviço, coeteris paribus. Aumentando a quantidade ofertada Função Geral da Oferta

11 OFERTA Função Geral da Oferta a inclinação positiva indica que a quantidade ofertada aumenta à medida que o preço se eleva

12 OFERTA Relação entre a oferta de um bem e preço do fator (Insumo) de produção ( P fp ) Supondo p i, p n, T, M constantes Preço do Fator de produção (p fp ). Se o preço do fator mão-de-obra aumenta, diminui a oferta do bem, coeteris paribus, (haverá um deslocamento). O mesmo vale para os demais fatores de produção, como terra, matérias-primas, etc.

13 ALTERAÇÕES NO EQUILÍBRIO

14

15 aumento de salário implica em aumento de custo o produtor, ao mesmo preço anterior, oferecerá uma quantidade menor de casacos (ou, para oferecer a mesma quantidade anteriormente oferecida, aumentará os preços) a diminuição da oferta implica num deslocamento da curva para a esquerda o raciocínio inverso (diminuição de salário) deslocará a curva de oferta para a direita

16 OFERTA a)Aumento do preço do fator de produção, coeteris paribus, há uma redução na oferta do bem. b)Redução do preço do fator de produção, coeteris paribus, há um aumento na oferta do bem.

17 OFERTA Relação entre a oferta de um bem e preço de outros bens, substitutos na produção (p n ) Supondo p i, p fp, T, M constantes Preço de outro bem substituto na produção (p n ). Ex.: Se o preço do bem substituto aumenta, e dado o preço do bem (coeteris paribus), os produtores diminuirão a produção do bem, para produzir mais do bem substituto.

18 OFERTA a)Aumento do preço do bem substituto, coeteris paribus, há uma redução na oferta do bem. b)Redução do preço do bem substituto, coeteris paribus, há um aumento na oferta do bem.

19 ALTERAÇÕES NO EQUILÍBRIO Suponhamos o caso da soja e do milho, que concorrem entre si quanto à utilização dos recursos produtivos. Um aumento no preço da soja tende a tornar sua cultura mais lucrativa. Os agricultores tenderão a aumentar a produção de soja e, consequentemente, diminuirão a oferta de milho. Relação entre oferta e preços dos bens substitutos

20 ALTERAÇÕES NO EQUILÍBRIO

21 Suponhamos o caso do petróleo e da gasolina. Um aumento no preço do petróleo tende a aumentar a sua oferta e, ao mesmo tempo, a oferta de gasolina. Desta forma, haverá um deslocamento da curva de oferta da gasolina para a direita. Relação entre oferta e preços dos bens complementares

22 ALTERAÇÕES NO EQUILÍBRIO

23 OFERTA Relação entre a oferta de um bem e tecnologia (T) Supondo p i, p fp, p n, M constantes Tecnologia (T). Um aumento na tecnologia, coeteris paribus, aumenta a oferta do bem.

24 OFERTA a)Aumento da tecnologia, coeteris paribus, há um aumento na oferta do bem. b)Redução da tecnologia, coeteris paribus, há uma redução na oferta do bem.

25 ALTERAÇÕES NO EQUILÍBRIO inovações tecnológicas determinam, quase sempre, uma elevação nos índices de produção se obtivermos um volume maior de produção a custos menores, os produtores poderão ofertar uma quantidade maior de bens para cada nível de preço assim, teremos um aumento da oferta (deslocamento da curva para a direita) Relação entre oferta de um bem e tecnologia

26 OFERTA Relação entre a oferta de um bem e os objetivos e metas do empresário (M) Supondo p i, p fp, p n, T constantes Objetivos e Metas dos empresários. Poderá haver interesse do empresário de aumentar ou reduzir a produção.

27 OFERTA A Oferta de Mercado é igual ao somatório das ofertas das firmas individuais, que produzem um dado bem ou serviço. Obs: a cada preço, a oferta de mercado é a soma das ofertas das firmas individuais. Curva de Oferta de Mercado de um Bem ou Serviço

28 OFERTA Curva de Oferta de Mercado de um Bem ou Serviço

29 OFERTA Curva de Oferta de Mercado de um Bem ou Serviço

30 ALTERAÇÕES NO EQUILÍBRIO aumento da oferta - diminuição no preço dos fatores de produção, diminuição no preço dos bens substitutos na produção, aumento do preço dos bens complementares na produção, mudança tecnológica favorável diminuição da oferta - as situações inversas das acima mencionadas (lembrando que mudanças tecnológicas desfavoráveis são pouco prováveis) Causas de deslocamentos da oferta

31 OFERTA Variações na Quantidade Ofertada Preços dos Insumos Preços dos Bens Substitutos Tecnologia Objetivo do empresário Número de Vendedores Desloca a curva de oferta Preço Movimento ao longo da curva de oferta Variações na oferta

32 OFERTA Renda Preços de bens relacionados Gostos Expectativas Número de compradores Desloca a curva de demanda Variações na Quantidade Demandada Preço do próprio bem Movimento ao longo da curva de demanda Variações na Demanda

33 OFERTA Excedente do produtor: ganho em bem-estar pelo fato do produtor receber no mercado um preço maior que aquele mínimo que viabilizaria sua produção.

34 EQUILÍBRIO EM UM MERCADO COMPETITIVO Vamos agora juntar os dois lados do mercado (oferta e demanda) para determinar o preço e quantidade de equilíbrio. A análise é baseada num mercado competitivo, isto é, existem muitos compradores e vendedores e nenhum deles, individualmente, consegue exercer influência significativa sobre os preços e as quantidades de mercado.

35 EQUILÍBRIO EM UM MERCADO COMPETITIVO preço de equilíbrio é aquele onde a quantidade demandada é exatamente igual à ofertada quantidade de equilíbrio é a quantidade que corresponde ao preço de equilíbrio o preço é formado espontaneamente num mercado competitivo o preço de equilíbrio, uma vez atingido, tende a persistir

36 EQUILÍBRIO EM UM MERCADO COMPETITIVO quando ocorre um excesso de oferta, os produtores tendem a baixar os preços dos produtos (ao mesmo tempo em que diminuem a oferta) - ou ficarão com estoques elevados quando ocorre um excesso de demanda, os compradores estão dispostos a pagar mais pelo bem, e os produtores aumentam a produção (e a oferta) conforme os preços sobem no preço de equilíbrio não há excessos nem de oferta nem de demanda

37 ALTERAÇÕES NO EQUILÍBRIO Na prática, verificamos que os preços estão, freqüentemente, em movimento. O equilíbrio só dura enquanto os elementos que determinaram a oferta e a procura para sua determinação não sofrem alterações. Vejamos o que acontece quando ocorrem mudanças nos fatores determinantes. Comecemos por mudanças na demanda.

38 EQUILÍBRIO EM UM MERCADO COMPETITIVO O Equilíbrio de Mercado (Oferta e Demanda) de um Bem ou Serviço O preço em uma economia de mercado é determinado tanto pela oferta como pela demanda. O equilíbrio se encontra onde as curvas de oferta e de demanda se cruzam. Ao preço de equilíbrio, a quantidade oferecida é igual a quantidade demandada (quantidade de equilíbrio).

39 EQUILÍBRIO EM UM MERCADO COMPETITIVO

40

41 Lei da Oferta e da Demanda O preço de qualquer bem se ajusta de forma a equilibrar a oferta e a demanda desse bem (Mecanismo de Preço). Não há excesso de oferta, nem excesso de demanda: quantidade que os consumidores querem comprar = quantidade que os produtores desejam vender O Equilíbrio de Mercado (Oferta e Demanda) de um Bem ou Serviço

42 EQUILÍBRIO EM UM MERCADO COMPETITIVO O Excesso de Oferta Situação em que a quantidade oferecida (Ex.: 15 unidades) é maior que a quantidade demandada (Ex.: 5 unidades). Excesso do Bem Fornecedores reduzem preços Mercado atinge o Equilíbrio

43 EQUILÍBRIO EM UM MERCADO COMPETITIVO O Excesso de Demanda Situação em que a quantidade demandada (Ex.: 15 unidades) é maior que a quantidade oferecida (Ex.: 5 unidades). Escassez do Bem Fornecedores aumentam preços Mercado atinge o Equilíbrio

44 EQUILÍBRIO EM UM MERCADO COMPETITIVO O Excesso de Oferta / Demanda / O Equilíbrio

45 EQUILÍBRIO EM UM MERCADO COMPETITIVO Como um Aumento na Demanda Afeta o Equilíbrio. Ex: as pessoas passam a cultivar o hábito de leitura (coeteris paribus). 1.O hábito aumenta a demanda. A oferta permanece inalterada, pois este determinante não afeta diretamente as livrarias. 2.A curva de demanda se desloca para a direita. 3.O preço e a quantidade são aumentados (novo ponto de equilíbrio).

46 EQUILÍBRIO EM UM MERCADO COMPETITIVO Como um Redução na Oferta Afeta o Equilíbrio Ex: Um terremoto destrói várias editoras. 1.O terremoto afeta a curva de oferta. A curva de demanda permanece inalterada, pois o terremoto não muda diretamente a quantidade demandada pelos compradores. 2.A curva de oferta se desloca para a esquerda (a qualquer preço a quantidade ofertada é menor). 3.O preço aumenta e a quantidade diminui (novo ponto de equilíbrio).

47 EQUILÍBRIO EM UM MERCADO COMPETITIVO Uma Mudança Simultânea na Oferta e na Demanda Ex: As pessoas passam a cultivar o hábito de leitura e ao mesmo tempo, um terremoto destruindo várias editoras. 1.Ambas as curvas se deslocam. 2.A curva de Demanda se desloca para direita e a de Oferta para a esquerda. 3.Há dois resultados possíveis dependendo da extensão dos deslocamentos das curvas. (a) A quantidade o preço aumentam.

48 EQUILÍBRIO EM UM MERCADO COMPETITIVO Uma Mudança Simultânea na Oferta e na Demanda Ex: As pessoas passam a cultivar o hábito de leitura e ao mesmo tempo, um terremoto destruindo várias editoras. 1.Ambas as curvas se deslocam. 2.A curva de Demanda se desloca para direita e a de Oferta para a esquerda. 3.Há dois resultados possíveis dependendo da extensão dos deslocamentos das curvas. (b) A quantidade diminui e o preço aumenta.

49 ALTERAÇÕES NO EQUILÍBRIO Os deslocamentos das curvas de oferta e/ou de demanda provocam mudanças no ponto de equilíbrio. Lembremos que o ponto de equilíbrio só permanece constante enquanto os elementos da oferta e da demanda que o determinaram não sofrem alterações. Vamos analisar as mudanças. Mudanças no ponto de equilíbrio

50 ALTERAÇÕES NO EQUILÍBRIO Analisemos o que acontece com o equilíbrio entre oferta e demanda de leite, se considerarmos um aumento de renda dos consumidores. Mudança de equilíbrio devido a um aumento da demanda

51 ALTERAÇÕES NO EQUILÍBRIO Um aumento na demanda (um deslocamento da curva da demanda para a direita) causa um aumento tanto no preço quanto na quantidade de equilíbrio Mudança de equilíbrio devido a um aumento da demanda

52 ALTERAÇÕES NO EQUILÍBRIO

53

54 Analisemos o que acontece com o equilíbrio entre oferta e demanda de leite, se considerarmos um aumento de oferta por parte dos produtores. Mudança de equilíbrio devido a um aumento da oferta

55 ALTERAÇÕES NO EQUILÍBRIO Um aumento na oferta de um bem (um deslocamento da curva de oferta para a direita) causa uma diminuição no preço de equilíbrio e um aumento na quantidade de equilíbrio. Mudança de equilíbrio devido a um aumento da oferta

56 ALTERAÇÕES NO EQUILÍBRIO

57


Carregar ppt "1 Definição de Economia – Bens e Serviços Escassos Problema da Escassez – Necessidades Humanas Definições de Bens e Serviços Natureza – Materiais e Serviços."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google