A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1 Sumário, aula 6 1) Mercado –Curva da Procura Agregação das curvas individuais –Curva da Oferta –Equilíbrio de mercado (concorrência perfeita)

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1 Sumário, aula 6 1) Mercado –Curva da Procura Agregação das curvas individuais –Curva da Oferta –Equilíbrio de mercado (concorrência perfeita)"— Transcrição da apresentação:

1 1 Sumário, aula 6 1) Mercado –Curva da Procura Agregação das curvas individuais –Curva da Oferta –Equilíbrio de mercado (concorrência perfeita)

2 2

3 3 Curva da procura Já sabemos que os agentes económicos são especializados –Produzem muita quantidade de poucos BS –Consomem pouca quantidade de muitos BS Para a especialização ser possível é necessário trocar o que se produz pelo que se consome

4 4 Curva da procura Por exemplo –O João produz 2 pães –O Manuel produz 2 salsichas Trocam entre si os produtos e –O João e o Manuel consomem 1 cachorro cada. –Assumi que o preço do pão é igual ao preço da salsicha

5 5 Curva da procura 1) Numa economia desenvolvida não existe troca directa: –O João vende o pão e recebe dinheiro –O Manuel compra o pão e paga dinheiro 2) Haverá um mercado onde apenas se transacciona um BS –As salsichas já são outro mercado

6 6 Curva da procura 3) Vamos supor que no mercado existem muitos vendedores e compradores Podemos somar as decisões de todos os –compradores numa só curva da procura –vendedores numa só curva da oferta Por exemplo, agregando as decisões de todos os vendedores de pães numa curva da oferta de pão

7 7 Curva da procura - agregação A curva da procura do João é q = 10 – 5p p = 2 – 0.2q A curva da Maria é q = 15 – 4p p = 3.75 – 0.25q p(q) denomina-se de função procura inversa Qual a curva da procura de mercado i.e., a procura agregada?

8 8 Curva da procura - agregação

9 9

10 10 Curva da procura - agregação Sendo que as curvas de procura individual têm inclinação negativa Então A curva da procura agregada também terá inclinação negativa

11 11 Curva da procura - agregação Exemplo (sem interesse para avaliação) A curva agregada virá idêntica às curvas individuais:

12 12 Curva da procura - agregação Então Podemos justificar a inclinação negativa da curva agregada com os princípios que justificam a curva individual –Tem por princípio indirecto uma análise custo/benefício em que o benefício marginal é decrescente com a quantidade, o custo marginal é constante (o preço) e os AE são optimizadores do excedente económico.

13 13 Curva da procura - agregação A agregação traz uma vantagem conceptual: –Sendo que o AE não consegue maximizar perfeitamente a sua riqueza, haverá desvios entre o previsto pela teoria e o real –A agregação de muitos indivíduos tende a compensar os desvios tornando-se mais de acordo com a teoria

14 14 Curva da Procura agregada A curva da procura não traduz a quantidade que os compradores compram mas a quantidade que querem comprar para aquele preço. Mantendo o resto do mundo constante –Ceteris paribus Que o preço é um dado do problema

15 15 Curva da Procura agregada O preço é dado em euros que pode representar Uma quantidade de moeda Uma quantidade de outro BS de valor unitário (e.g., ouro). Chama-se a esse BS ou à moeda o numerário.

16 16 Curva da Procura agregada Por convenção, as quantidades são abcissas e os preços são ordenadas

17 17 Curva da Oferta Também podemos agregar numa função as decisões dos vendedores Resulta a curva da oferta que é crescente com o preço –Se o custo marginal for crescente e o benefício marginal for constante (o preço) –Se os AE forem optimizadores

18 18 Curva da Oferta Exemplo (sem interesse para avaliação)

19 19 Curva da Oferta

20 20 Curva da Oferta A Curva da Oferta traduz quanto os vendedores em conjunto estão dispostos a vender para cada preço –Não quer dizer que consigam vender essa quantidade Assumindo que o resto do mundo se mantém constante (ceteris paribus) Que o preço é um dado do problema

21 21 Curva vs. quantidade Quando falamos em Oferta ou em Procura estamos a pensar na curva Quando queremos referir um ponto da curva dizemos a quantidade procurada diminui com o preço.... oferecida aumenta com o preço.

22 22 Curva vs. quantidade Porque se altera a procura? –Alteração do rendimento Bens inferiores e normais (bens de necessidade e de luxo) –Alteração dos gostos (da função valor) –Alteração do preço dos outros bens Bens complementares e substitutos –Etc. Pode haver um reforço (aumento) ou um enfraquecimento (diminuição).

23 23 Curva vs. quantidade O Verão reforça a procura de gelados:

24 24 Curva vs. quantidade O reforço da procura quer dizer que, para o mesmo preço, a quantidade procurada é maior. Mantendo o resto constante (ceteris paribus)

25 25 Curva vs. quantidade Também podemos ter um reforço (ou enfraquecimento) da oferta –Inovação tecnológica –Diminuição dos salários ou dos preços das matérias primas –Etc. E.g., o mau tempo enfraquece a oferta de hortofrutícolas.

26 26 Curva vs. quantidade O aumento do preço do petróleo bruto enfraquece a oferta de gasolina

27 27 Curva vs. quantidade O enfraquecimento da oferta quando o petróleo aumenta de preço quer dizer que, para o mesmo preço da gasolina, a quantidade que os produtores querem vender é menor, ceteris paribus.


Carregar ppt "1 Sumário, aula 6 1) Mercado –Curva da Procura Agregação das curvas individuais –Curva da Oferta –Equilíbrio de mercado (concorrência perfeita)"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google