A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

LEIS DE: REPRODUÇÃO, CONSERVAÇÃO E DESTRUIÇÃO ALGUMAS CONSIDERAÇÕES INICIAIS O Espiritismo é uma doutrina filosófica, de cunho científico e conseqüências.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "LEIS DE: REPRODUÇÃO, CONSERVAÇÃO E DESTRUIÇÃO ALGUMAS CONSIDERAÇÕES INICIAIS O Espiritismo é uma doutrina filosófica, de cunho científico e conseqüências."— Transcrição da apresentação:

1

2 LEIS DE: REPRODUÇÃO, CONSERVAÇÃO E DESTRUIÇÃO

3 ALGUMAS CONSIDERAÇÕES INICIAIS O Espiritismo é uma doutrina filosófica, de cunho científico e conseqüências morais O Espiritismo é uma doutrina filosófica, de cunho científico e conseqüências morais Como tal, considera Deus a causa primeira, Criador, Legislador e Lei do Universo Como tal, considera Deus a causa primeira, Criador, Legislador e Lei do Universo No amar a Deus sobre todas as coisas, está implícito no Espiritismo o respeito a toda a obra da Criação, incluso aí a natureza e as criaturas No amar a Deus sobre todas as coisas, está implícito no Espiritismo o respeito a toda a obra da Criação, incluso aí a natureza e as criaturas Na visão espírita de mundo, tudo se relaciona nas Leis Divinas ou Naturais, que regem o funcionamento do Universo como um todo Na visão espírita de mundo, tudo se relaciona nas Leis Divinas ou Naturais, que regem o funcionamento do Universo como um todo Na prática, o espiritismo foi pioneiro nas doutrinas holísticas e na consciência ecológica Na prática, o espiritismo foi pioneiro nas doutrinas holísticas e na consciência ecológica

4 LEI DE CONSERVAÇÃO Todos os seres a tem dentro de si, em diferentes graus As reações do organismo e/ou da natureza, são mecanismos da Lei de Conservação: ciclo de culturas / plantas dor, reflexos dos bebês O homem deve conservar a natureza, utilizando os seus recursos na medida exata do necessário O homem deve preservar-se do abuso do gozo dos bens terrenos. Se incidir no excesso, se auto-pune, por perder o estímulo ao prazer

5 Se cada um aprender a ocupar seu lugar, não invadindo o espaço de seus semelhantes, a sociedade se equilibrará Se cada um aprender a ocupar seu lugar, não invadindo o espaço de seus semelhantes, a sociedade se equilibrará Privação voluntária de alimentos, não é prova de superioridade Privação voluntária de alimentos, não é prova de superioridade sofrimentos não naturais não são agradáveis a Deus sofrimentos não naturais não são agradáveis a Deus Suicídio é grave infração à Lei de Conservação Suicídio é grave infração à Lei de Conservação

6 LEI DE REPRODUÇÃO A reprodução dos seres vivos é uma Lei Natural, que garante a existência do mundo corpóreo Controle e Obstáculos à Reprodução: o homem tem o poder sobre todos os seres vivos, mas ele deve usar isto para o bem geral, e não de uma maneira destrutiva e egoística o uso do controle da natalidade está na dependência direta da maturidade, da responsabilida-de e do amor Casamento e Celibato: a união estável de dois seres, é prova de progresso e evolução a indissolubilidade absoluta do casamento é uma Lei humana, e não uma Lei Natural

7 O celibato voluntário não é um estado meritório, pois não faz parte da Lei Natural O celibato voluntário não é um estado meritório, pois não faz parte da Lei Natural Poligamia: Poligamia: a poligamia é uma prática inadequada, contrária a Lei Natural, que prevê que a relação entre dois seres é baseada na Lei de Amor e da Afinidade a poligamia é uma prática inadequada, contrária a Lei Natural, que prevê que a relação entre dois seres é baseada na Lei de Amor e da Afinidade a própria igualdade numérica (equilíbrio) entre os sexos demonstra a necessidade da monogamia, que mostra evolução e progresso social a própria igualdade numérica (equilíbrio) entre os sexos demonstra a necessidade da monogamia, que mostra evolução e progresso social

8 LEI DE DESTRUIÇÃO A destruição aparente é na verdade uma renovação, um ciclo de regeneração: Princípio de Lavoisier: na natureza, nada se cria, nada se perde, tudo se transforma Na natureza, o ciclo de destruição-regeneração é perfeito, o homem é que o desequilibra desneces- sariamente: Ex: Austrália, Pré-Colombianos O direito de destruição dos homens sobre os vegetais e animais está restrito as suas reais necessidades, pagando alto preço pelos seus abusos. Destruir significa interferir com a evolução do princípio inteligente, por isso deve ser evitado o abuso

9 A Natureza tem formas de auto-regulação, incluin-do-se aí as catástrofes naturais Paga alto preço de desequilíbrio energético, psíquico e espiritual aquele que se excede na destrui-ção da vida em qualquer nível de manifestação O aborto é infração a Lei de Destruição, de Reprodução e Conservação, sendo considerada uma destruição abusiva e inadequado manejo da reprodução, afetando o direito a Vida e Conservação A pena de morte é inaceitável como forma de aplicação da Justiça, sendo que sua aplicação vai contra a Lei de Conservação, Lei de Destruição e o processo de aprendizado/evolução

10 O Universo está em constante evolução, e dentro dele trafegamos nas Leis Naturais, aprendendo com os erros e acertos, com os sucessos e os fracassos. Ao não aprendermos com o erros, recebemos a dor como diretiva. Ao aprendermos com os acertos, a Lei Maior nos abençoa com a alegria, com a possibilidade de seguirmos céleres a construção da verdadeira felicidade. O caminho está aí para ser trilhado. As regras de trânsito são as Divinas Leis Naturais, curso perfeito de navegação, com um destino já conhecido: a alegria do Pai. Que Deus nos abençoe no caminho e nos auxilie a estarmos atentos aos sinais indicativos de nosso trajeto. Um amigo e companheiro da jornada. 25/05/98 (mensagem mediúnica recebida no Centro Espírita Luz Eterna, na sessão prática do COEM, em 25/05/98)

11 Roteiro de Palestra de Carlos Augusto P. Parchen


Carregar ppt "LEIS DE: REPRODUÇÃO, CONSERVAÇÃO E DESTRUIÇÃO ALGUMAS CONSIDERAÇÕES INICIAIS O Espiritismo é uma doutrina filosófica, de cunho científico e conseqüências."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google