A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Mediunidade, Apometria e as Terapias Alternativas GEAE GRUPO ESPÍRTA ABRIGO DA ESPERANÇA.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Mediunidade, Apometria e as Terapias Alternativas GEAE GRUPO ESPÍRTA ABRIGO DA ESPERANÇA."— Transcrição da apresentação:

1 Mediunidade, Apometria e as Terapias Alternativas GEAE GRUPO ESPÍRTA ABRIGO DA ESPERANÇA

2 Definições Básicas O que é Mediunidade? Mediunidade é a faculdade humana, pela qual se estabelecem as relações entre homens e os espíritos. Mediunidade é a faculdade humana, pela qual se estabelecem as relações entre homens e os espíritos. A mediunidade é uma faculdade natural, inerente a todo ser A mediunidade é uma faculdade natural, inerente a todo ser humano, por isso não é privilégio de ninguém, em diferentes graus todos a possuímos. A mediunidade é, pois, a faculdade natural que permite A mediunidade é, pois, a faculdade natural que permite sentir e transmitir a influência dos Espíritos, ensejando o intercâmbio, a comunicação, entre o mundo físico e espiritual. A mediunidade é uma sintonia entre os encarnados e os A mediunidade é uma sintonia entre os encarnados e os desencarnados, permitindo uma percepção de pensamentos, vontades, sentimentos de um ser desencarnado

3 O que é Apometria? É um conjunto de técnicas e procedimentos de aplicação anímico- mediúnico, representada pelo desdobramento (separação) entre o corpo físico e os corpos espirituais do ser humano, podendo ser aplicada em todas as criaturas não importando a saúde, a idade, o estado de sanidade mental ou a resistência oferecida. É um conjunto de técnicas e procedimentos de aplicação anímico- mediúnico, representada pelo desdobramento (separação) entre o corpo físico e os corpos espirituais do ser humano, podendo ser aplicada em todas as criaturas não importando a saúde, a idade, o estado de sanidade mental ou a resistência oferecida. Partindo da premissa reencarnacionista de que somos seres eternos, que tivemos e ainda teremos outras vidas, nossas boas ações experienciadas em vidas passadas podem nos influenciar positivamente, da mesma forma que nossas más condutas podem nos influenciar negativamente. Partindo da premissa reencarnacionista de que somos seres eternos, que tivemos e ainda teremos outras vidas, nossas boas ações experienciadas em vidas passadas podem nos influenciar positivamente, da mesma forma que nossas más condutas podem nos influenciar negativamente. Assim, um dos principais objetivos da Apometria é identificar e harmonizar os níveis de consciência (personalidades do passado), que estejam desarmonizando a encarnação atual. Filme Apometria

4 O que são Terapias Alternativas? O que são Terapias Alternativas? São práticas terapêuticas não utilizadas na medicina tradicional ou na psicologia científica. Apesar de haver algumas exceções, a grande maioria das terapias alternativas seria melhor definida como segue: práticas terapêuticas não comprovadas cientificamente. São práticas terapêuticas não utilizadas na medicina tradicional ou na psicologia científica. Apesar de haver algumas exceções, a grande maioria das terapias alternativas seria melhor definida como segue: práticas terapêuticas não comprovadas cientificamente. (Florais, Reiki, Acupuntura, Reflexiologia, Fitoterapia, Homeopatia, etc)

5 Primeiras Questões A Mediunidade está subordinada ao Espiritismo? O Espiritismo é sinônimo de Mediunidade? A Mediunidade está subordinada ao Espiritismo? O Espiritismo é sinônimo de Mediunidade? As Terapias Alternativas estão relacionadas com o Espiritismo? As Terapias Alternativas estão relacionadas com o Espiritismo? A Apometria é uma Terapia Alternativa? E o Passe e a Água fluidificada? A Apometria é uma Terapia Alternativa? E o Passe e a Água fluidificada?

6 FLUÍDO UNIVERSAL Questão 27 de «O LIVRO DOS ESPÍRITOS» Deus, espírito e matéria constituem o princípio de tudo o que existe, é a trindade Universal.

7 Para que o Espírito possa exercer ação sobre a matéria tem que se juntar o fluido universal, pois, é ele que desempenha o papel intermediário entre o Espírito e a matéria grosseira. Para que o Espírito possa exercer ação sobre a matéria tem que se juntar o fluido universal, pois, é ele que desempenha o papel intermediário entre o Espírito e a matéria grosseira. Esse fluido universal, ou primitivo, ou elementar, sendo o agente de que o Espírito se utiliza, é o princípio sem o qual a matéria estaria em perpétuo estado de divisão e nunca adquiriria as qualidades que a gravidade lhe dá.(q.27 L.E.) Esse fluido universal, ou primitivo, ou elementar, sendo o agente de que o Espírito se utiliza, é o princípio sem o qual a matéria estaria em perpétuo estado de divisão e nunca adquiriria as qualidades que a gravidade lhe dá.(q.27 L.E.)

8 Esse fluido é suscetível de inúmeras combinações. O que chamamos de fluido elétrico, fluido magnético, são modificações do fluido universal, que não é, propriamente falando, senão matéria mais perfeita, mais sutil e que se pode considerar independente. q. 27. a (LE). Esse fluido é suscetível de inúmeras combinações. O que chamamos de fluido elétrico, fluido magnético, são modificações do fluido universal, que não é, propriamente falando, senão matéria mais perfeita, mais sutil e que se pode considerar independente. q. 27. a (LE). FLUÍDO UNIVERSAL

9 Elementos fluídicos A Gênese, cap. XIV. Itens de 2 à 6 Allan Kardec O FLUIDO CÓSMICO UNIVERSAL é a matéria elementar primitiva, cujas modificações e transformações constituem a inumerável variedade dos corpos da Natureza. O FLUIDO CÓSMICO UNIVERSAL é a matéria elementar primitiva, cujas modificações e transformações constituem a inumerável variedade dos corpos da Natureza. Como princípio elementar do Universo, ele assume dois estados distintos: Como princípio elementar do Universo, ele assume dois estados distintos: eterização ou imponderabilidade - primitivo estado normaleterização ou imponderabilidade - primitivo estado normal materialização ou de ponderabilidade - consecutivo ao estado normal primitivomaterialização ou de ponderabilidade - consecutivo ao estado normal primitivo O ponto intermédio é o da transformação do fluido em matéria tangível. O ponto intermédio é o da transformação do fluido em matéria tangível.

10 Mas, ainda aí, não há transição brusca, porquanto podem considerar -se os nossos fluidos imponderáveis como termo médio entre os dois estados. Mas, ainda aí, não há transição brusca, porquanto podem considerar -se os nossos fluidos imponderáveis como termo médio entre os dois estados. Cada um desses dois estados dá lugar, naturalmente, a fenômenos especiais: ao segundo pertencem os do mundo visível e ao primeiro os do mundo invisível. Cada um desses dois estados dá lugar, naturalmente, a fenômenos especiais: ao segundo pertencem os do mundo visível e ao primeiro os do mundo invisível.

11 No estado de eterização, o fluido cósmico não é uniforme Sem deixar de ser etéreo, sofre modificações tão variadas em gênero e mais numerosas talvez do que no estado de matéria tangível. Essas modificações constituem fluidos distintos que, embora procedentes do mesmo princípio, são dotados de propriedades especiais e dão lugar aos fenômenos peculiares ao mundo invisível. Sem deixar de ser etéreo, sofre modificações tão variadas em gênero e mais numerosas talvez do que no estado de matéria tangível. Essas modificações constituem fluidos distintos que, embora procedentes do mesmo princípio, são dotados de propriedades especiais e dão lugar aos fenômenos peculiares ao mundo invisível. Dentro da relatividade de tudo, esses fluidos têm para os Espíritos, que também são fluídicos, uma aparência tão material, quanto a dos objetos tangíveis para os encarnados e são, para eles, o que são para nós as substâncias do mundo terrestre. Eles os elaboram e combinam para produzirem determinados efeitos, como fazem os homens com os seus materiais, ainda que por processos diferentes. Dentro da relatividade de tudo, esses fluidos têm para os Espíritos, que também são fluídicos, uma aparência tão material, quanto a dos objetos tangíveis para os encarnados e são, para eles, o que são para nós as substâncias do mundo terrestre. Eles os elaboram e combinam para produzirem determinados efeitos, como fazem os homens com os seus materiais, ainda que por processos diferentes.

12 A pureza absoluta, da qual nada nos pode dar idéia, é o ponto de partida do fluido universal; O ponto oposto é o em que ele se transforma em matéria tangível. A pureza absoluta, da qual nada nos pode dar idéia, é o ponto de partida do fluido universal; O ponto oposto é o em que ele se transforma em matéria tangível. Não é rigorosamente exata a qualificação de fluidos espirituais, pois que, em definitiva, eles são sempre matéria mais ou menos quintessenciada. De realmente espiritual, só a alma ou princípio inteligente.

13 PRINCIPIO VITAL O LIVRO DOS ESPÍRITOS – questões de 60 à 67 O princípio vital é a força motriz dos corpos orgânicos, comum a todos os seres vivos, desde as plantas até os homens. O princípio vital é a força motriz dos corpos orgânicos, comum a todos os seres vivos, desde as plantas até os homens. Esse princípio reside no fluído universal. Ele é um elemento distinto e independente. É dele que o Espírito extrai o envoltório semimaterial que constitui o seu perispírito e, é por meio desse fluido que atua sobre a matéria. Esse princípio reside no fluído universal. Ele é um elemento distinto e independente. É dele que o Espírito extrai o envoltório semimaterial que constitui o seu perispírito e, é por meio desse fluido que atua sobre a matéria. Sua união com a matéria causa a animalização, ou seja, é o que dá vida a matéria e tem por fonte o fluido vital também chamado de fluido magnético ou fluido elétrico. Sua união com a matéria causa a animalização, ou seja, é o que dá vida a matéria e tem por fonte o fluido vital também chamado de fluido magnético ou fluido elétrico. O princípio vital é modificado segundo as espécies. É ele que dá movimento e atividade a matéria orgânica, distinguindo-a da matéria inerte, porquanto o movimento da matéria não é a vida. Esse movimento ela o recebe não o dá. O princípio vital é modificado segundo as espécies. É ele que dá movimento e atividade a matéria orgânica, distinguindo-a da matéria inerte, porquanto o movimento da matéria não é a vida. Esse movimento ela o recebe não o dá. Quando os seres orgânicos morrem sua matéria se decompõem indo formar outros organismos. O princípio vital retorna a massa de onde saiu. Quando os seres orgânicos morrem sua matéria se decompõem indo formar outros organismos. O princípio vital retorna a massa de onde saiu.

14 FLUIDO VITAL Livro dos Espíritos questões 68 a 70 O fluido vital é o mesmo que o fluido elétrico animalizado, designado, também, sob os nomes de fluido magnético, fluido nervoso, etc. O fluido vital é o mesmo que o fluido elétrico animalizado, designado, também, sob os nomes de fluido magnético, fluido nervoso, etc. A quantidade de fluido vital não é fator absoluto para todos os seres orgânicos; varia segundo as espécies e, não é fator constante, seja no mesmo indivíduo, seja nos indivíduos da mesma espécie. A quantidade de fluido vital não é fator absoluto para todos os seres orgânicos; varia segundo as espécies e, não é fator constante, seja no mesmo indivíduo, seja nos indivíduos da mesma espécie. Existem alguns que são, por assim dizer, saturados, enquanto outros dispõem apenas de uma quantidade suficiente; daí, para alguns, a vida é mais ativa, mais vibrante e, de certo modo superabundante. Existem alguns que são, por assim dizer, saturados, enquanto outros dispõem apenas de uma quantidade suficiente; daí, para alguns, a vida é mais ativa, mais vibrante e, de certo modo superabundante. A quantidade de fluido vital se esgota; pode a vir a ser insuficiente para manter a vida, se não renovado pela absorção e a assimilação das substância que o contém. A quantidade de fluido vital se esgota; pode a vir a ser insuficiente para manter a vida, se não renovado pela absorção e a assimilação das substância que o contém. O fluido vital se transmite de um indivíduo para o outro. Aquele que tem o bastante, pode dá –lo aquele que tem pouco e, em certos casos restabelecer a vida prestes a se apagar. O fluido vital se transmite de um indivíduo para o outro. Aquele que tem o bastante, pode dá –lo aquele que tem pouco e, em certos casos restabelecer a vida prestes a se apagar.... Para que os fenômenos de transporte se produzam, necessário se faz que as propriedades essenciais do Espírito motor se aumentem com algumas das do médium; é que o fluido vital, indispensável à produção de todos os fenômenos mediúnicos, é apanágio exclusivo do encarnado e que, por conseguinte, o Espírito operador fica obrigado a se impregnar dele... (LM - Allan Kardec (GUIA DOS MÉDIUNS E DOS EVOCADORES) - Paris )... Para que os fenômenos de transporte se produzam, necessário se faz que as propriedades essenciais do Espírito motor se aumentem com algumas das do médium; é que o fluido vital, indispensável à produção de todos os fenômenos mediúnicos, é apanágio exclusivo do encarnado e que, por conseguinte, o Espírito operador fica obrigado a se impregnar dele... (LM - Allan Kardec (GUIA DOS MÉDIUNS E DOS EVOCADORES) - Paris )fenômenos de transportemédiumfenômenos de transportemédium

15

16 O fluido cósmico é o plasma divino, hausto do Criador ou força nervosa do Todo-Sábio. Nesse elemento primordial constelações e sóis, mundos e seres, como peixes no oceano. Compete-nos, pois, anotar que o fluido cósmico ou plasma divino é a força em que todos vivemos, nos ângulos variados da natureza, motivo pelo qual já se afirmou, e com toda a razão, que "em Deus nos movemos e existimos. O fluido cósmico é o plasma divino, hausto do Criador ou força nervosa do Todo-Sábio. Nesse elemento primordial constelações e sóis, mundos e seres, como peixes no oceano. Compete-nos, pois, anotar que o fluido cósmico ou plasma divino é a força em que todos vivemos, nos ângulos variados da natureza, motivo pelo qual já se afirmou, e com toda a razão, que "em Deus nos movemos e existimos. (Andre Luiz, Evolução e Dois Mundos) (Andre Luiz, Evolução e Dois Mundos)

17 O fluido cósmico que liga a Criação ao Criador é fonte inexaurível, sempre ao alcance de todas as criaturas. É nele que a nossa mente espiritual busca e encontra a quintessência energética de que se sustenta, e é a partir dele que elabora a matéria mental que expede através do pensamento, sob a forma de fluido mentomagnético. O fluido cósmico que liga a Criação ao Criador é fonte inexaurível, sempre ao alcance de todas as criaturas. É nele que a nossa mente espiritual busca e encontra a quintessência energética de que se sustenta, e é a partir dele que elabora a matéria mental que expede através do pensamento, sob a forma de fluido mentomagnético.quintessência matéria mentalquintessência matéria mental UNIVERSO E VIDA – 1a. edição 1978 – Hernani T. SantAnna – Pelo Espírito Áureo. Editado pela Federação Espírita Brasileira -FEB Editado pela Federação Espírita Brasileira -FEB

18 Princípio da Incerteza Física Quântica Filme - Física

19 O Espiritismo e a Ciência Oficial A origem da mecânica quântica Outubro de 1900 Explicação da emissão de radiação por um corpo negro aquecido. Hipótese do pacote ou quantum de energia A energia não varia continuamente, mas em pacote ou quantum de energia: E = h.f h = 6,63x J.s = constante de Planck f = freqüência da radiação Max Planck

20 A teoria fotônica da luz Em 1905, Einstein explica o Efeito Fotoelétrico. Postula que a luz é composta de partículas de radiação ou pulsos eletromagnéticos chamados fótons E foton = h.f. Fótons não têm massa. Fótons são partículas de energia caracterizadas por freqüência. Luz é energia pura!

21 FÍSICA QUÂNTICA Principio da Incerteza – dualidade onda-partícula (É este o princípio que está na base da mecânica quântica ) Principio da Incerteza – dualidade onda-partícula (É este o princípio que está na base da mecânica quântica )mecânica quânticamecânica quântica Teorema de BEL - Interação Não-Local (SPIN) – Dois eletrons correlacionados jamais podem ser descorrelacionados Teorema de BEL - Interação Não-Local (SPIN) – Dois eletrons correlacionados jamais podem ser descorrelacionados Trabalhando em Genebra, no CERN, nos anos 1960, John Bell, físico britânico, mostrou que duas partículas permanecem um todo, mesmo após terem sido separa por longas distâncias, quando uma delas faz um movimento em uma determinada direção, a outra, ao mesmo tempo, gira na mesma direção, em sincronização perfeita. (Realidade Não Local) Teoria do Campo Unificado – Einstein (Todo o Universo é Banhado pelo Campo) Teoria do Campo Unificado – Einstein (Todo o Universo é Banhado pelo Campo) As particulas são concentrações locais do campo. (Feitas do mesmo material do campo) As particulas são concentrações locais do campo. (Feitas do mesmo material do campo) No Universo o Eletron (campo) é o mesmo.O que varia é a frequência (níveis de energia = níveis espirituais) No Universo o Eletron (campo) é o mesmo.O que varia é a frequência (níveis de energia = níveis espirituais) Consciência interage com a matéria. Consciência interage com a matéria.

22 Física X Biologia da Alma Qualquer aprendiz de ciência elementar, não desconhece que a chamada matéria densa não é senão a energia radiante condensada. Em última análise, chegaremos a saber que a matéria é luz coagulada, substância divina, que nos sugere a onipresença de Deus. Qualquer aprendiz de ciência elementar, não desconhece que a chamada matéria densa não é senão a energia radiante condensada. Em última análise, chegaremos a saber que a matéria é luz coagulada, substância divina, que nos sugere a onipresença de Deus. E A VIDA CONTINUA - Francisco Cândido Xavier – André Luiz - 25ª edição. E A VIDA CONTINUA - Francisco Cândido Xavier – André Luiz - 25ª edição.André LuizAndré Luiz Em 1975, os físicos norte-americanos, Bob Toben e Fred Alan Wolf, enunciaram um postulado no livro: Space Time and Beyond, afirmando que a matéria é nada mais do que luz capturada gravitacionalmente. Em 1975, os físicos norte-americanos, Bob Toben e Fred Alan Wolf, enunciaram um postulado no livro: Space Time and Beyond, afirmando que a matéria é nada mais do que luz capturada gravitacionalmente.

23 Nos fundamentos da Criação vibra o pensamento imensurável do Criador e sobre esse plasma divino vibra o pensamento mensurável da criatura, a constituir-se no vasto oceano de força mental em que os poderes do Espírito se manifestam. Nos fundamentos da Criação vibra o pensamento imensurável do Criador e sobre esse plasma divino vibra o pensamento mensurável da criatura, a constituir-se no vasto oceano de força mental em que os poderes do Espírito se manifestam. Mecanismos da Mediunidade – Cap. 4, pag 44 A física quântica descobriu que os átomos físicos são constituídos de vórtices de energia que giram e vibram constantemente. Cada átomo é um centro que gira e irradia energia e cada um deles tem uma assinatura (movimento) e constituição (moléculas) próprios. Por isso emitem coletivamente padrões de energia que podem ser identificados. Todo material no universo, incluindo você e eu, irradiamos uma assinatura energética única. A física quântica descobriu que os átomos físicos são constituídos de vórtices de energia que giram e vibram constantemente. Cada átomo é um centro que gira e irradia energia e cada um deles tem uma assinatura (movimento) e constituição (moléculas) próprios. Por isso emitem coletivamente padrões de energia que podem ser identificados. Todo material no universo, incluindo você e eu, irradiamos uma assinatura energética única. Biologia da Crença, Bruce Lipton Pg. 119

24 O Cientista alemão Fritz-Albert Popp, que recebeu o Prêmio Max Planck, a maior comenda científica germânica e que foi nomeado ao Prêmio Nobel pelo descobrimento da luz fotônica celular ou biofotônica, afirma que as células também se intercomunicam através de luz e emissões magnéticas. O Cientista alemão Fritz-Albert Popp, que recebeu o Prêmio Max Planck, a maior comenda científica germânica e que foi nomeado ao Prêmio Nobel pelo descobrimento da luz fotônica celular ou biofotônica, afirma que as células também se intercomunicam através de luz e emissões magnéticas. A Luz é um método biológico de comunicação intercelular.

25 Todos os organismos vivos, incluindo as células, se comunicam através de campos eletromagnéticos, emitindo fótons que são captados pelo resto. Dessa maneira, graças à comunicação celular, se ativam as ordens para formar os órgãos dos organismos vivos. Trata-se de uma réplica a nível microscópico da comunicação que também se dá entre as comunidades de animais. Todos os organismos vivos, incluindo as células, se comunicam através de campos eletromagnéticos, emitindo fótons que são captados pelo resto. Dessa maneira, graças à comunicação celular, se ativam as ordens para formar os órgãos dos organismos vivos. Trata-se de uma réplica a nível microscópico da comunicação que também se dá entre as comunidades de animais.

26 No livro Evolução em dois Mundos (1958), Andre Luiz afirma que a alma atua sobre o citoplasma, através dos bióforos ou unidades de força psicossomática. Os bióforos, portanto, são os que se encarregam de transmitir à célula a produção da mente todos os seus estados felizes ou infelizes. No livro Evolução em dois Mundos (1958), Andre Luiz afirma que a alma atua sobre o citoplasma, através dos bióforos ou unidades de força psicossomática. Os bióforos, portanto, são os que se encarregam de transmitir à célula a produção da mente todos os seus estados felizes ou infelizes.

27 Considera as doenças como crises que levam à evolução visto que cada distúrbio força o organismo a uma reação reguladora e, conseqüentemente, a uma aprendizagem. Considera as doenças como crises que levam à evolução visto que cada distúrbio força o organismo a uma reação reguladora e, conseqüentemente, a uma aprendizagem. Assim sendo, os biofótons formam um campo holográfico que coordena todas as funções auto- reguladoras do organismo, constituindo o elo de ligação com aquilo a que o cristianismo chamava de corpo espiritual, os esotéricos, de corpo astral, a psicobiofísica, de corpo bioplasmático, o espiritismo, de perispírito e, atualmente, a Biologia nomeou de campo morfogenético. Assim sendo, os biofótons formam um campo holográfico que coordena todas as funções auto- reguladoras do organismo, constituindo o elo de ligação com aquilo a que o cristianismo chamava de corpo espiritual, os esotéricos, de corpo astral, a psicobiofísica, de corpo bioplasmático, o espiritismo, de perispírito e, atualmente, a Biologia nomeou de campo morfogenético. Paralelamente a esses estudos, o professor Harold Saxon Burr, da Universidade de Yale, com aparelhagem extremamente sensível, pode constatar, em torno de uma semente, um campo com a forma de uma planta desenvolvida; à volta de um ovo de rã, uma imagem tridimensional de um exemplar adulto... Paralelamente a esses estudos, o professor Harold Saxon Burr, da Universidade de Yale, com aparelhagem extremamente sensível, pode constatar, em torno de uma semente, um campo com a forma de uma planta desenvolvida; à volta de um ovo de rã, uma imagem tridimensional de um exemplar adulto... A teoria dos Biofótons

28 Rupert Sheldrake,cientista graduado em Bioquímica pela Universidade de Cambridge, em 1981, lança a sua teoria sobre os campos morfogenéticos, no seu primeiro livro Uma nova Ciência da Vida. Rupert Sheldrake,cientista graduado em Bioquímica pela Universidade de Cambridge, em 1981, lança a sua teoria sobre os campos morfogenéticos, no seu primeiro livro Uma nova Ciência da Vida. Os campos mórficos seriam estruturas energéticas, estruturas imateriais que dão formas às coisas do mundo, dos átomos mais simples, como o de hidrogênio, aos seres vivos; a ressonância mórfica seria uma emanação desses campos. Teriam como encargo informar às células como devem dispor-se para formar o indivíduo de cada espécie, determinando de maneira sutil os movimentos, tendências e comportamentos de todos os exemplares da mesma. Esses campos mórficos não se localizariam nos genes, mas exerceriam influência direta sobre eles e estariam fora da matéria ou do campo orgânico propriamente considerado; seriam depositários da informação essencial que permite o desenvolvimento do ser. Os campos mórficos seriam estruturas energéticas, estruturas imateriais que dão formas às coisas do mundo, dos átomos mais simples, como o de hidrogênio, aos seres vivos; a ressonância mórfica seria uma emanação desses campos. Teriam como encargo informar às células como devem dispor-se para formar o indivíduo de cada espécie, determinando de maneira sutil os movimentos, tendências e comportamentos de todos os exemplares da mesma. Esses campos mórficos não se localizariam nos genes, mas exerceriam influência direta sobre eles e estariam fora da matéria ou do campo orgânico propriamente considerado; seriam depositários da informação essencial que permite o desenvolvimento do ser. Campos Morfogenéticos:

29 Código genético A informação A informação contida no DNA Continua na próxima semana...


Carregar ppt "Mediunidade, Apometria e as Terapias Alternativas GEAE GRUPO ESPÍRTA ABRIGO DA ESPERANÇA."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google