A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

MINERAIS MUSEU DE MINERAIS E ROCHAS "HEINZ EBERT

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "MINERAIS MUSEU DE MINERAIS E ROCHAS "HEINZ EBERT"— Transcrição da apresentação:

1 MINERAIS MUSEU DE MINERAIS E ROCHAS "HEINZ EBERT

2 Mineral Elementos ou compostos químicos; Composição definida; Cristalinos; Inorgânicos; Formados por processos naturais.

3 Quando formado em condições ideais, com a manifestação de seu hábito, pode ser chamado de cristal. Hábito cristalino: é a forma geométrica externa do mineral; Clivagem é a quebra sistemática do mineral em planos paralelos entre sí;

4 Formação de Minerais Cada espécie mineral se forma em condições específicas; Minerais podem se formar a partir de uma solução, uma fusão ou vapor.

5 CLASSIFICAÇÃO DOS MINERAIS CLASSIFICAÇÃO DOS MINERAIS com base no ânion ou radical aniônico dominante em sua fórmula químicacom base no ânion ou radical aniônico dominante em sua fórmula química –Possuem propriedades físicas semelhantes; –Se formam por processos geológicos semelhantes; NÃO-SILICATOS 1. Elementos nativos, 2. Sulfetos, 3. Óxidos/hidróxidos, 4. Halóides, 5. Carbonatos 6. Nitratos/boratos, 7. Sulfatos/cromatos/molibdatos/tungstatos, 8. Fosfatos SILICATOS neso-, soro-, ciclo-, ino-, filo-, tecto-

6 1-Elementos nativos Ocorrem no estado elementar (Prata, ouro, enxofre, cobre,.....) ou como ligas naturais;Ocorrem no estado elementar (Prata, ouro, enxofre, cobre,.....) ou como ligas naturais; Metais, semi-metais (As), não-metais (C,S)Metais, semi-metais (As), não-metais (C,S)

7 Enxofre Associa-se com atividade vulcânica e é depositado diretamente do estado gasoso por sublimação. Ocasionalmente é encontrado em veios hidrotermais. O enxofre e os compostos de enxofre são utilizados em uma variada gama de processos industriais como a produção de fertilizantes, inseticidas, borracha, sabão, tecidos, papel, couro, tintas, corantes, explosivos, medicamentos, plásticos, etc.

8 Os principais usos do cobre são para fins elétricos, especialmente sob a forma de fios, e na produção de ligas metálicas como o latão (cobre e zinco), o bronze (cobre e estanho, com algum zinco) e a prata alemã (cobre, zinco e níquel). Cobre Associa-se com rochas vulcânicas básicas, preenchendo cavidade e com rochas sedimentares, especialmente em conglomerados. Altera-se facilmente a outros minerais de cobre, especialmente a carbonatos quando em condições oxidantes.

9 2-Sulfetos combinação de um elemento metálico ou semi-metálico com Scombinação de um elemento metálico ou semi-metálico com S Esfarelita (ZnS) Calcopirita (CuFeS 2 ) Galena (PbS) Pirita (FeS 2 ) Molibdenita (MoS 2 )

10 Pirita É o mineral mais comum dessa classe. É encontrado principalmente em depósitos hidrotermais. Ocorre, também, em rochas ígneas, em rochas de metamorfismo de contato e em rochas sedimentares, como por exemplo em carvões. S: elemento é essencial para os vegetais. Pequena quantidade de pirita no solo é benéfica às plantas. Em excesso inibi o crescimento vegetal devido ao excesso de ácido sulfúrico que se forma, também, pela presença do H 2 S Pirita (FeS 2 )

11 3-Óxidos e hidróxidos Combinação de oxigênio com um ou mais elementos metálicos Cassiterita (SnO 2 ) Espinélio (MgAl 2 O 4 ) G ibsita Al(OH) 3 Hematita (Fe 2 O 3 ) Magnetita (Fe 3 O 4 ) Combinação com (OH - ) Goethita (FeO(OH) Cassiterita

12 Magnetita (Fe 3 O 4 ) É um mineral comum que ocorre nas rochas ígneas, metamórficas de contato, em depósitos hidrotermais e em areias de rios. Freqüentemente transforma- se em hematita e limonita. Apresenta forte magnetismo. Do ponto de vista agronômico, aparece freqüentemente como constituinte mineralógico da fração arenosa do solo. Tbem conhecido como areia negra.

13 Hematita (Fe 2 O 3 ) Abundante nas rochas sedimentares e metamórficas. Nas rochas ígneas é acessório. É freqüente sua associação com a magnetita e limonita. Forma-se em solos tropicais com temperatura alta e pH baixo. Ocorre como pigmento vermelho comum nos sedimentos, solos, etc. É o principal minério de ferro.

14 Ocorrência e usos: Mineral extremamente comum. Ocorre em ambientes oxidantes, como produto de alteração de minerais portadores de ferro. Pode estar presente em fontes ou poças d´água, formada por precipitação inorgânica Goethita (FeO(OH)

15 4-Halóides combinação de cátions de baixa valência com íons halogênicos eletronegativos.combinação de cátions de baixa valência com íons halogênicos eletronegativos. Atacamita (Cu 2 Cl(OH) 3 ) Halita (NaCl) Silvita (KCl) Fluorita (CaF 2 ) Criolita (Na 3 AlF 6 )

16 Halita (NaCl) Ocorre em depósitos sedimentares precipitados por evaporação de água salgada (evaporitos), em associação com outros sais e componentes de depósitos de areias e argilas. Os principais usos são como sal de cozinha e como fonte de cloro e sódio para a indústria química.

17 Silvita (KCl) É importante fonte de K para as plantas Halita e Silvita (KCl) são sais precipitadas por evaporacão, típicos minerais de ambientes desérticos. Silvita é utilizada principalmente na indústria de fertilizantes, pois combina alto teor de potássio com um caráter facilmente solúvel. Também utilizada na produção de hidróxido de potássio para a indústria química.

18 5-Carbonatos Combinação de cátions bivalentes com: o complexo aniônico (CO 3 ) 2- Cerussita (PbCO 3 ) Magnesita (MgCO 3 ) Smithsonita (ZnCO 3 ) Siderita (FeCO 3 ) Calcita (CaCO 3 ) Dolomita (CaMg(CO 3 ) 2 )

19 Calcários: Usos: Indústria agrícola (como corretivo de solo Indústria do cimento, indústria química, pedras ornamentais (mármores), instrumentos óticos. Calcita (CaCO 3 ) É um dos minerais mais comuns, sendo o principal constituinte mineralógico dos calcários e mármores puros. Ocorre, também em arenitos, preenchendo cavidades nas rochas ígneas e como depósitos de fontes termais.

20 Dolomita (CaMg(CO 3 ) 2 ) É um carbonato comum. Freqüêntemente associa-se a calcita. Pode originar-se a partir da calcita pela influência de soluções magnesianas. É o principal componente mineralógico dos calcários e mármores magnesianos. Em depósitos hidrotermais, é comum sua associação com sulfetos. Se originam generalmente por precipitacão.

21 Como diferenciar a Calcita (CaCO 3 ) da Dolomita (CaMg(CO 3 ) 2 Uso do HCl concentrado A calcita reage com HCl a frio havendo o despreendimento de CO 2, conforme a reação abaixo: CaCO 3 + HCl CaCl 2 + H2O + CO 2

22 É um sal solúvel em água, encontrado como incrustação em regiões áridas. Associa-se a outros sais como a halita e gipsita. É encontrado em abundância no norte do Chile, ao longo dos desertos de Atacama e Tarapacá. É usado como fertilizante (fonte de nitrogênio). Salitre do Chile (NaNO 3 ) 6- Nitratos e Boratos

23 O bórax é também um mineral encontrado em depósitos de evaporitos, em lagos antigos e praias hoje secas, nas regiões áridas. Pode associar-se à halita, gipsita e nitrato de sódio. Do ponto de vista agronômico é fonte de boro para as plantas (micronutriente). Bórax (Na 2 B 4 O 7.10H 2 O)

24 7-Sulfatos, Cromatos, Molibdatos combinação de cátions bivalentes com os complexos iônicos (SO 4 ) 2-, CrO 4, MoO 4 2-, WO 4 2-combinação de cátions bivalentes com os complexos iônicos (SO 4 ) 2-, CrO 4, MoO 4 2-, WO 4 2- Tenardita (Na 2 SO 4 ) Anidrita (CaSO 4 ) Celestina (SrSO 4 ) Barita (BaSO 4 ) Crocoíta (PbCrO 4 ) Wulfenita (PbMoO 4 )

25 GIPSITA: CaSO4.2H2O É um mineral comum, encontrado principalmente em camadas sedimentares, geralmente estratificadas com calcários e folhelhos. É um sulfato de cálcio hidratado. Do ponto de vista agronômico é fonte de Ca e S para as plantas Se origina generalmente por precipitacão. Usado principalmente para a produção de gesso na industria de cimentos.

26 8-Fosfatos, Arsenatos e Vanadatos combinação de cátions metálicos com os complexos aniônicos (PO 4 ) 3-, (AsO 4 ) 3-, (VO 4 ) 3-combinação de cátions metálicos com os complexos aniônicos (PO 4 ) 3-, (AsO 4 ) 3-, (VO 4 ) 3- Monazita ((Ce, La, Nd, Th)PO 4 ) Adamita (Zn 2 [OH]AsO 4 ) Apatita (Ca 5 F(PO 4 ) 3 ) Vanadinita (Pb 5 Cl(VO 4 )) Vivianita (Fe 3 PO 4.8H 2 O) Eritrita (Co(AsO 4 ) 2.8H 2 O)

27 Existem vários tipos de apatitas, dependendo dos íons que encontram na estrutura, tais como, F, Cl e OH. Ca 5 (PO 4 ) 3 (F,Cl, OH): a fluor-apatita é mais comum do que cloro-apatita ou a hidroxi- apatita. É encontrada em vários tipos de rochas ígneas, sedimentares e metamórficas. Apatita (Ca 5 F(PO 4 ) 3 )

28 Do ponto de vista agronômico, é usada como fertilizante. É o principal fornecedor de fósforo para as plantas. Quando a apatita está presente como inclusões apenas, em minerais ferromagnesianos (biotita, horblenda), o P provininiente da sua decomposição, combina-se com o Fe formando fosfato de ferro que devido à baixa solubilidade não é aproveitada pelas plantas. O P é um elemento essencial para a vida vegetal e animal, embora seu teor seja pequeno. Apatita (Ca 5 F(PO 4 ) 3 )


Carregar ppt "MINERAIS MUSEU DE MINERAIS E ROCHAS "HEINZ EBERT"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google