A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Modeling Components and Frameworks with UML Evolução da modelagem de componentes O que é Componente e notação em UML Diagrama de desenvolvimento Sobreposição.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Modeling Components and Frameworks with UML Evolução da modelagem de componentes O que é Componente e notação em UML Diagrama de desenvolvimento Sobreposição."— Transcrição da apresentação:

1 Modeling Components and Frameworks with UML Evolução da modelagem de componentes O que é Componente e notação em UML Diagrama de desenvolvimento Sobreposição semântica Frameworks Padrão ECF em EJB e COM+ Cesar Roberto Santos - Marcelo Kapp

2 Evolução da modelagem de componentes Promessa de modelos de objetos e componentes Crescimento de ferramentas de modelagem Componentes mais complexos

3 Definição de Componentes É a parte física, substituível do sistema que encapsula a implementação e provê a realização de um conjunto de interfaces Representa um pedaço físico de implementação, incluindo qualquer código de software

4 Notação UML para componentes Notação de interface longhand (detalhada) Notação de interface shorthand lollipop (ocultando detalhes)

5 ShoppingCart +weight +Shipping... +orderItems... +calcWight() +calcShipping()... +addItem(item:OrderItem) +deleteItem()... > Calculate +calcWeight() +calcShipping() +calcTotal()... > ChangeOrder +addItem(item:Item) +deleteItem() +saveItem()... Notação de componente e interface mostrando detalhes

6 ShoppingCart Notação de componente e interface ocultando detalhes ChangeOrder Calculate

7 Diagrama de Desenvolvimento Componentes são encontrados tipicamente em diagramas de modelo de implementação como: diagramas de componentes – mostra a organização e a dependência de componentes diagramas de desenvolvimento – mostra como componentes e instâncias de classes em nós computacionais são desenvolvidos Exemplo de diagrama de desenvolvimento

8 primaryBroker :StockBroker > PrimaryDB: AccountsDB PrimaryQuoter: QuoteService > PrimaryServer:appServer backupBroker :StockBroker > backupDB: AccountsDB backupQuoter: QuoteService > backupServer:appServer > Diagrama de Desenvolvimento

9 Sobreposição Semântica A UML pode ser considerada uma linguagem de modelagem de propósitos gerais Porém a falta de exemplos (os existentes são triviais) e ferramentas para construções avançadas contribui para a sobreposição semântica Sobreposição semântica ocorre entre componentes, classe e subsistema é um dos problemas mais comuns para modeladores

10 Comparação Semântica de componente, Subsistema e classe ComponenteSubsistemaclasse Is a classifier ?+++ Can have operations ?+++ Can have methods ?--+ Can have attributes ?+-+ Can have interfaces ?+++ Can be associated ?+++ Can have thread of control ?--+ Can be nested ?+++ Is a grouping construct ?-++ Can import/access ?-+- Represents a unit in a physical system ?++- Contains Implementation of model elements ?+-- Can create instances ?++ (optional)+ Instances typically reside on nodes ?+--

11 Auxílio para escolha de modelos de classificadores Deve-se utilizar heuristica de uso São diretrizes básicas mas não são regras Tabela de heuristica de uso para componentes, subsistemas e classes

12 ComponenteSubsistemaclasse Tend to be coarse-grained ?++- Typically modeled during analysis ?-++ Typically modeled during desing ?-++ Typical modeled during implementation ?+-+ Heuristica de uso para componentes, subsistemas e classes

13 Modeling Component Frameworks Frameworks Um framework é um projeto reutilizável de tudo ou parte de um sistema representado por um conjunto de classes abstratas e o modo que as suas instâncias interagem Um framework é o esqueleto de uma aplicação que pode ser customizado por um desenvolvedor de aplicação

14 Definição da UML Frameworks É um pacote estereotipo que consiste principalmente em padrões Um padrão arquitetônico que prove um modelo extensível para aplicações em um domínio específico

15 Definindo um padrão comum As arquiteturas do Enterprise JavaBeans e COM+ são baseadas num padrão de arquitetura comum, o Enterprise Component Framework.

16 Enterprise Component Framework pattern Proxy Container Client Proxy Context Persistence Service FactoryProxy Factory RemoteProxy Remote Component Factory Remote original client proxy >

17 Aplicando o padrão Enterprise Component Framework A solução comum que o padrão Enterprise Component Framework provê para arquiteturas de componentes distribuídos pode ser demonstrada aplicando-o para modelar exemplos EJB e COM+.

18 Application of pattern to EJB ArtStoreClient > ArtStore.DB Enterprise Component Framework Specification Elements > ShoppingCartHome create(...) findbyPrimaryKey(...) > ShoppingCart getItemCount(...) setTotal(...) Shopping Cart Realization Elements HomeObject RemoteObject > ShoppingCartImpl > ContextObject > contextremoteProxyfactoryProxy container component persistenceService

19 Application of pattern to COM+ ArtStoreClient > ArtStore.DB Enterprise Component Framework Specification Elements > IClassFactory create(...) findbyPrimaryKey(...) > IShoppingCart getItemCount(...) setTotal(...) Shopping Cart Realization Elements FactoryWrapper ObjectWrapper > ShoppingCartImpl > ContextObject > contextremoteProxyfactoryProxy container component persistenceService

20 Conclusão A UML 1.3 provê um apoio básico para modelagem de componentes e frameworks. Notamos também que apesar das arquiteturas EJB e COM+ serem parecidas estruturalmente, existem diferenças que podem determinar o uso entre ambas.


Carregar ppt "Modeling Components and Frameworks with UML Evolução da modelagem de componentes O que é Componente e notação em UML Diagrama de desenvolvimento Sobreposição."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google