A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

EUROPA. Berço do capitalismo Início da Revolução Industrial Introdução do Socialismo: Rússia Palco da 1ª e 2ª Guerras Mundiais Mudanças geográficas: século.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "EUROPA. Berço do capitalismo Início da Revolução Industrial Introdução do Socialismo: Rússia Palco da 1ª e 2ª Guerras Mundiais Mudanças geográficas: século."— Transcrição da apresentação:

1 EUROPA

2 Berço do capitalismo Início da Revolução Industrial Introdução do Socialismo: Rússia Palco da 1ª e 2ª Guerras Mundiais Mudanças geográficas: século XX Influência geopolítica União Européia: blocos econômicos Países com elevado nível socioeconômico Milhares de imigrantes Baixo índice de natalidade

3 EUROPA EM 1919

4 EUROPA NA ATUALIDADE

5 ORIENTAÇÕES GEOGRÁFICAS Mais de 10 milhões de Km² Estende-se do Oceano Atlântico aos Montes Urais Mares importantes: Mediterrâneo, Negro, Adriático, do Norte, Báltico, da Noruega, Egeu e Cáspio Possui três grandes ilhas: Grã-Bretanha, Irlanda e Islândia Fica próximo da África e Ásia

6 O CONTINENTE EUROPEU Possui 7% das terras emersas Litoral bem recortado com vários acidentes geográficos Construção de portos Navegação Rússia: país afetado por temperaturas muito baixas Possui várias penínsulas: península Escandinava: Noruega e Suécia; península Jutlândia: Dinamarca; península Ibérica: Portugal e Espanha; península Itálica: Itália; península Balcânica: Bulgária, Croácia, Bósnia- Herzegovina, Sérvia, Montenegro, Macedônia, Turquia, Grécia e Albânia

7 EUROPA FÍSICO RELEVO E HIDROGRAFIA

8 RELEVO Predominam baixas altitudes: a maioria do território tem altitudes inferiores a 200 m Possui cadeias montanhosas: 4 mil m (Alpes) e 5 mil m (Cáucaso) Formação de planaltos,cadeias de montanhas, planícies e depressões.

9 Norte e Centro do continente Desgastados pela erosão Baixas altitudes Formas arredondadas ou planas (mesetas) Ex: Alpes Escandinavos Pico Glittertind Cadeia Penina maciço Xisto-Renano maciço Central meseta Espanhola Outros planaltos: da Boêmia (Rep. Tcheca) de Valdai Central Russo Rússia Montes Urais

10 CADEIAS DE MONTANHAS Centro e Sul Formação mais recente Altitude elevada Formação por tectonismo Sul: atividade sísmica e vulcânica Islândia: região vulcânica e com muitos gêiseres geração de energia

11 Rios com grande volume de água Servem como vias de transporte Principais rios: Danúbio Volga Reno

12 ALPES Sul da França até o leste da Áustria Atinge a Suíça e o norte da Itália 12 picos com mais de 4 mil metros: monte Branco Além dos Alpes temos: Pirineus (entre a França e a Espanha) Apeninos (pen. Itálica) Cárpatos (planície da Hungria) Bálcãs (pen. Balcânica) Cáucaso (entre o mar Negro e o Cáspio)

13 Planícies e Depressões Sedimentares Rios navegáveis Leste e centro da Europa Mais extensas: Russa, Germano-Polonesa e Hungria Ocorrem junto ao Mar Cáspio ( Europa e Ásia), na Holanda e ao norte do rio Reno.

14 DANÚBIO Tem sua nascente na Alemanha Atravessa um grande número de países Serve de limite entre alguns países Principal rio de três importantes capitais: Viena, Budapeste e Belgrado Quase totalmente navegável durante todo o ano Via de ligação entre a Europa Ocidental e a Oriental Navegação afetada pela Guerra Fria Liga-se ao Reno pelo canal Ludwig e o rio Meno.

15 VOLGA Mais extenso do continente Navegável em grande extensão Congela em boa parte do ano RENO Liga a Europa Central aos Países Baixos Separa a Alemanha da França Corta a principal região industrial da Alemanha Rio Ruhr: maior complexo industrial da Europa Construção de usinas hidrelétricas Ligação de vários rios Porto de Roterdã: grande movimento mundial localiza-se na foz do rio Reno

16 LÁDOGA E ONEGA: Rússia Européia, tem origem tectônica, são alimentados pelo derretimento das neves. Ládoga: maior lago da Europa Venern e Vattern: península Escandinava, lagos residuais. A Finlândia possui lagos resultantes das escavações de geleiras Os mais belos lagos ficam nos Alpes

17 CLIMA E VEGETAÇÃO

18 FATORES CLIMÁTICOS Situado,quase totalmente, na zona temperada do hemisfério Norte Clima temperado: oceânico e continental Correntes marinhas:corrente do Golfo Litoral recortado Penetração das massas de ar, através das formas de relevo: montanhas na região sul, dificulta a entrada da massa de ar tropical saariana; no norte, entrada das massas de ar frio (Ártica oceânica e Ártica continental)

19 OCEÂNICO CONTINENTAL Parte ocidental Influência da Corrente do Golfo Úmido Verão e inverno menos rigoroso Chuvas distribuídas de forma regular Amplitude térmica menor Interior do continente Não recebe a influência do mar Parte central e oriental Verões quentes Inverno rigoroso e com neve Chuvas irregulares Amplitude térmica grande

20 VEGETAÇÃO RELACIONADA COM O CLIMA Floresta temperada Landa Turfeira Estepe

21 CLIMA FRIO ÁRTICO Ocorre próximo ao Oceano Glacial Ártico Verão curto temperaturas próximas dos 10º Inverno longo médias de 0º Vegetação típica tundra Elevadas temperaturas clima frio da montanha

22 A população européia

23 A POPULAÇÃO CAI

24 A Europa é a única região importante do mundo em que a população vem decrescendo. População 2005: 728 milhões. População 2050: 653 milhões. Taxa de natalidade: 1,4 criança por casal. Taxa de natalidade necessária: 2,1 crianças por casal.

25 TERRA DE VELHOS

26 Baixa taxa de natalidade reflete aumento de idosos na população. Para manter a força de trabalho os governos terão que: Elevar a idade de aposentadoria Permitir a entrada de imigrantes. A Alemanha teria que permitir a entrada de 3,6 milhões de imigrantes anualmente.

27 DESTINO: EUROPA

28 De 1960 a 2000 o número de imigrantes de outros continentes elevou-se de 14 para 33 milhões. Preocupações: Turcos e norte-africanos. Resolvem o problema de mão- de-obra. Identidade e valores culturais. Xenofobia.

29 ONDA MIGRATÓRIA

30 Aumento drástico no número de imigrantes após o fim da URSS. A partir de 1993 vários países europeus passaram a controlar a entrada de estrangeiros. No fim da década de 90 o fluxo voltou a crescer. Espanha, Itália, Reino Unido e Alemanha recebem cerca de 80% do fluxo migratório para a EU.

31 Aumento no número de habitantes das cidades, eleva a taxa de URBANIZAÇÃO.

32 BLOCOS ECONÔMICOS

33 Classificação : Zona de livre comércio; União Aduaneira; Mercado Comum; União Econômica e Monetária. Definição : associações de países que estabelecem relações econômicas privilegiadas entre si.

34 UNIÃO EUROPÉIA: Em 1951 Alemanha Ocidental, Bélgica, França, Itália, Luxemburgo e Holanda criam a CECA; Em 1957 os mesmos países criam a CEE; Em 1991, tratado de Maastricht, (Tratado da UE), entra em vigor em 1993;

35 Livre circulação de bens, serviços e capital; União Política e União Monetária e Econômica; Após 2004: 25 países (leste europeu); 2007 ingressam Bulgaria e Romenia Moeda única: euro;

36 UNIÃO EUROPÉIA

37 Novos Membros da UE (2004)

38 dos países da UE, 12 usam o euro como unica moeda, chamada zona do euro ; Países da UE que não assinaram a constituição européia: França e Holanda; Países da UE com maior crescimento econômico e menor índice de desemprego: Inglaterra, Suécia e Dinamarca.


Carregar ppt "EUROPA. Berço do capitalismo Início da Revolução Industrial Introdução do Socialismo: Rússia Palco da 1ª e 2ª Guerras Mundiais Mudanças geográficas: século."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google