A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Língua Portuguesa Complemento Nominal Fátima Liporage.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Língua Portuguesa Complemento Nominal Fátima Liporage."— Transcrição da apresentação:

1 Língua Portuguesa Complemento Nominal Fátima Liporage

2 O que é Complemento Nominal? Fátima Liporage

3 O complemento nominal é exigido, é essencial para que se complete a significação de um substantivo, de um adjetivo ou de um advérbio. Existem não somente verbos que precisam ser completados em sua significação; dos substantivos, dos adjetivos e dos advérbios há também os que não têm significação absoluta; necessitam, para que sua significação se complete, de um complemento que lhe inteire a significação. Fátima Liporage

4 O complemento nominal sempre é iniciado por preposição. Isso pode gerar, em certas frases, sérias dúvidas quanto à função do termo em estudo. Assim, quando um termo estiver se referindo a um nome e estiver iniciado por preposição, ele será ou adjunto adnominal ou complemento nominal. Para distinguir um do outro, é conveniente usar, como critério auxiliar da análise, as orientações seguintes: Fátima Liporage

5 Principais diferenças entre o complemento nominal e o adjunto adnominal. Fátima Liporage

6 1. O adjunto adnominal só se refere a substantivos. 2. O complemento nominal refere-se a substantivos, a adjetivos e a advérbios. 3. O adjunto adnominal pratica a ação expressa pelo nome a que se refere. 4. O complemento nominal recebe a ação expressa pelo nome a que se refere. 5. O adjunto adnominal pode indicar posse. 6. O complemento nominal nunca indica posse. Fátima Liporage

7 As ruas de terra serão asfaltadas. RUAS: nome (substantivo) DE TERRA é adjunto adnominal ou complemento nominal? Note que DE TERRA refere-se ao nome RUAS, que é um substantivo (considerando a classe gramatical). Pelo critério 6, podemos concluir que DE TERRA só pode ser adjunto adnominal, pois o complemento nominal não indica posse. Então, DE TERRA: adjunto adnominal. Fátima Liporage

8 A rua é paralela ao rio. PARALELA: nome (adjetivo) PARALELA: nome (adjetivo) AO RIO: complemento nominal ou adjunto adnominal? O termo AO RIO está se referindo a PARALELA, que é um adjetivo (considerando a classe gramatical). Usando o critério 1, podemos concluir que ao rio só pode ser complemento nominal, já que o adjunto adnominal nunca se refere a adjetivo. Fátima Liporage

9 As críticas ao diretor eram infundadas. CRÍTICAS: nome (substantivo) CRÍTICAS: nome (substantivo) AO DIRETOR: complemento nominal ou adjunto adnominal? AO DIRETOR: complemento nominal ou adjunto adnominal? Observe que CRÍTICAS expressa uma ação (ação de criticar). O termo AO DIRETOR é que recebe as críticas (o diretor é criticado). Usando o critério 4, podemos concluir que AO DIRETOR é um complemento nominal. Fátima Liporage

10 As críticas do diretor eram infundadas. CRÍTICAS: nome (substantivo) CRÍTICAS: nome (substantivo) Agora, o termo DO DIRETOR é adjunto adnominal, pois ele pratica a ação expressa pelo nome CRÍTICAS. Fátima Liporage

11 Diferença entre objeto indireto e complemento nominal Fátima Liporage

12 O objeto indireto completa o sentido de verbo; o complemento nominal prende-se a um nome (substantivo, adjetivo ou advérbio), ainda que ambos os termos venham precedidos de preposição. Exemplos: Creio em Deus. (Objeto Indireto) Exemplos: Creio em Deus. (Objeto Indireto) A crença em Deus é necessária. (Complemento Nominal) Gosto de boas leituras. (Objeto Indireto) Gosto de boas leituras. (Objeto Indireto) O gosto às boas leituras tornou-o sábio. (Complemento Nominal) Fátima Liporage

13 Diferença entre agente da passiva e complemento nominal Fátima Liporage

14 O agente da passiva só pode existir quando o verbo está na voz passiva, que se forma essencialmente por estes verbos auxiliares: ser, nas passivas de ação; estar, viver e andar, nas passivas de estado; estar, viver e andar, nas passivas de estado; ficar, nas passivas de mudança de estado. ficar, nas passivas de mudança de estado. Um verbo na voz passiva sempre possui correspondente na voz ativa. O inferno é pavimentado de boas intenções. (= Boas intenções pavimentam o inferno.) Fátima Liporage


Carregar ppt "Língua Portuguesa Complemento Nominal Fátima Liporage."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google