A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Universidade Federal de Itajubá1 IPO: Análise da Variação dos Preços das Ações pós-lançamento Leonardo Coelho Edson Pamplona.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Universidade Federal de Itajubá1 IPO: Análise da Variação dos Preços das Ações pós-lançamento Leonardo Coelho Edson Pamplona."— Transcrição da apresentação:

1 Universidade Federal de Itajubá1 IPO: Análise da Variação dos Preços das Ações pós-lançamento Leonardo Coelho Edson Pamplona

2 Universidade Federal de Itajubá2 Agenda Relevância Objetivo Introdução IPO: Vantagens e Desvantagens IPO: Custos e Procedimentos Método Cálculo IPO no mundo: Resultados Subvalorização - hipóteses IPO no Brasil: Histórico IPO no Brasil: Resultados Conclusão

3 Universidade Federal de Itajubá3 Problemática e Relevância IPOs têm sido muito estudados nos países desenvolvidos, mas recentemente tem havido um maior interesse nos IPOs dos mercados emergentes, que tem desempenhado um importante papel no portfólio de investimentos mundial. No entanto, o comportamento destes investimentos nestes mercados é relativamente desconhecido (PETER, 2007)

4 Universidade Federal de Itajubá4 Problemática e Relevância O sucesso de se tornar uma empresa aberta depende, além de outros fatores, da habilidade de determinar o preço de oferta, que representa justamente o valor intrínseco da empresa. Determinar o preço de oferta é uma tarefa difícil e incerta, que tem conseqüências diretas no desempenho das ações (TSANGARAKI, 2004)

5 Universidade Federal de Itajubá5 Problemática e Relevância Estudos de outros mercados Importância IPO Crescimento número investidores Aumento IPO mercado brasileiro Entender comportamento mercado brasileiro

6 Universidade Federal de Itajubá6 Objetivo Analisar e documentar a performance das IPOs no Brasil - em diferentes intervalos de tempo. Indicar a investidores se pode ser interessante o investimento em ações em seu lançamento.

7 Universidade Federal de Itajubá7 Introdução - Contextualização IPO - ponto de virada gestão Plano de lançamento Supervalorização vs Subvalorização Se o preço for muito alto em uma IPO, a oferta poderá fracassar e ser retirada. Se o preço for inferior ao valor verdadeiro de mercado, os novos acionistas ganharão e os acionistas existentes sofrerão perda. A fixação de preços incorretos pode diminuir a reputação do Banco de Investimento

8 Universidade Federal de Itajubá8 IPO: Vantagens e Desvantagens + Acesso maior a Financiamento + Gestão mais transparente e mais responsável - Informacoes mais disponiveis a concorrentes - Pressão do mercado a resultados de curto prazo

9 Universidade Federal de Itajubá9 IPO: Custos e Procedimento Procedimento: Documentos de listagem na CVM e Bovespa Custos envolvidos: Margem Despesas Diretas Despesas Indiretas Subavaliação Green Shoe

10 Universidade Federal de Itajubá10 Contextualização Estudos mostram que as ofertas públicas iniciais de ações, em sua maioria, são sub-valorizadas, o que equivale a dizer que as ações recém emitidas, apresentam um retorno inicial muito positivo taxa de retorno a curto prazo de 4,2% na França a 80,3% na Malásia, e a longo-prazo apresentam um retorno negativo. LOUGHRAM, RITTER E RYDGVIST (1994) nos Estados Unidos, em um período de 3 anos as ações recém- lançadas apresentaram um retorno de 34,5%, enquanto o mercado apresentou 61,9%. RITTER (1991)

11 Universidade Federal de Itajubá11 Contextualização Reino Unido: retornos iniciais positivos, e em longo prazo negativos. Levis (1993) Aggarwal, Leal e Hernandes (1993): estudaram em alguns países latino-americanos e encontraram o mesmo resultado. Ljungqvist (1993) realizou este estudo na Alemanha, e Keloharju (1993) na Finlândia, todos apontando para a mesma direção Grécia, no entanto, Tsangarakis (2004) indica que tanto a curto, como a longo prazo, o investimento em IPOs se apresenta como uma opção positiva aos investidores.

12 Universidade Federal de Itajubá12 Contextualização Na Suíça, Kunz and Aggarwal (1994), indicam que em longo prazo, as IPOs apresentaram retornos neutros. Estas teorias, dentre muitas, sugerem que as ofertas públicas iniciais apresentam, na média, preços inferiores do que um preço justo de mercado e, portanto, produzem retornos iniciais positivos.

13 Universidade Federal de Itajubá13 IPO no mundo: Resultados EUA Reino Unido América Latina Alemanha Finlândia Grécia Suíça + Curto-Prazo - Longo-Prazo + Curto-Prazo + Longo-Prazo + Curto-Prazo = Longo-Prazo

14 Universidade Federal de Itajubá14 Retorno Simples Retorno Mercado Retorno Ajustado Prazo: 1 dia, 1 mês e 1 ano Cálculos

15 Universidade Federal de Itajubá15 Subvalorização - hipóteses Informações futuras - reações positivas Atração investidores menos informados Construção credibilidade

16 Universidade Federal de Itajubá16 IPO no Brasil: Histórico

17 Universidade Federal de Itajubá17 IPO no Brasil: Resultados

18 Universidade Federal de Itajubá18 Conclusão Evidência subavaliação Investimento em IPOs - curto prazo Conformidade com outros mercados

19 Universidade Federal de Itajubá19 Referencias Bibliograficas AGGARWAL, R., R. LEAL E L. HERNANDES, The Aftermarket Performance of Initial Public Offerings in Latin America, Financial Management, 22 (Spring), pp.42-53, ALLEN, F. E G.R. FAULHABER; Signaling by Underpricing in the IPO Market; Journal of Financial Economics, 23 (August), pp , BEATTY, R.P AND J.R. RITTER, Investment Banking, Reputation and Underpricing of Initial Public Offerings, Journal of Financial Economics, 24 (October), pp , GRINBLATT, M. AND C.Y. HWANG, Signalling and the Pricing of New Issues, Journal of Finance, 44 (June), pp , IBBOTSON, R. G., Price Performance of Common Stock New Issues, Journal of Financial Economics, 2 (September), pp235-72, KELOHARJU, M., The Winners Curse, Legal Liability, and the Long-Run Price Performance of Initial Public Offerings in Finland, Journal of Financial Economics, 34 (October), pp , 1993.

20 Universidade Federal de Itajubá20 Referencias Bibliograficas KUNZ, R. M. AND R. AGGARWAL, Why Initial Public Offerings Are Underpriced: Evidence from Switzerland, Journal of Banking and Finance, 18, pp , LEVIS, M., The Long-Run Performance of Initial Public Offerings: the UK Experience , Financial Management, 22 (Spring), pp.28-41, LJUNGQVIST, A. P., Underpricing and Long-Term Performance of German Initial Public Offerings, ,Nuffield College, Oxford, LOUHGRAM, T., J. R. RITTER E K. RYDQVIST, Initial Public Offerings: International Insights, Pacific-Basin Finance Journal, 2, pp , OZGE ERYUKSEL OZDEN, The Initial and Long-Run Price Performance of Initial Public Offerings: The Turkish Experience , 2001.

21 Universidade Federal de Itajubá21 Referencias Bibliograficas RITTER, J. R., The Long-Run Performance of Initial Public Offerings, Journal of Finance, 46 (March), pp.3-28, ROCK, K., Why New Issues Are Underpriced, Journal of Financial Economics,15 January/February), pp , ROSS, WESTERFIELD E JAFFE;. Administração Financeira - Corporate Finance; Atlas, SUREN PETER, Performance of initial public offerings and privatized offers - Evidence from a developing country, TSANGARAKI, NICKOLAOS V. The price performance of Initial Public Offerings in Greece, University of Piraeus, WELCH, I., Seasoned Offerings, Imitation Costs and the Underpricing of Initial Public Offerings, Journal of Finance, 44 (June), pp , 1989.

22 Universidade Federal de Itajubá22 Muito Obrigado!


Carregar ppt "Universidade Federal de Itajubá1 IPO: Análise da Variação dos Preços das Ações pós-lançamento Leonardo Coelho Edson Pamplona."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google