A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Conyon, M; Peck, S. e Sadler, G. Corporate Tournaments and Executive Compensation: Evidence from the UK. Strategic Management Journal, v. 22 (8), 2001.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Conyon, M; Peck, S. e Sadler, G. Corporate Tournaments and Executive Compensation: Evidence from the UK. Strategic Management Journal, v. 22 (8), 2001."— Transcrição da apresentação:

1 Conyon, M; Peck, S. e Sadler, G. Corporate Tournaments and Executive Compensation: Evidence from the UK. Strategic Management Journal, v. 22 (8), 2001 CURSO: ECONOMIA DOS RECURSOS HUMANOS PROF. GIÁCOMO BALBINOTTO NETO UFRGS/PPGE II/2004

2 2 Corporate Tournaments & Executive Compensation Objetivo do artigo Testar as predições da teoria de torneios existentes na literatura (Eriksson(1999), Lazear (1995), Main, O´Reilly & Wade (1993) e Predergast (1999)), em particular nas três proposições... 1) Os salários crescem de maneira convexa? 2) O prêmio obtido por tornar-se CEO aumenta com a quantidade de concorrentes disputando o cargo? 3) A maior dispersão das remunerações dos membros da alta direção está associada a performance?

3 3 Corporate Tournaments & Executive Compensation Idéia adicional: Modelagem computacional de torneios usando a ACE: Agent-based Computational Economics: e Principais Conceitos e Definições A teoria dos torneios considera um grupo de agentes que competem por um prêmio fixo e são recompensados a partir de seu desempenho relativo. No caso do artigo, a teoria é aplicada para estudar a competição na busca do cargo de CEO (Chief Executive Officer) A teoria especifica que prêmios são fixados a priori, e os agentes (participantes do torneio) dedicam esforço para aumentar as suas chances de vencer o torneio

4 4 Corporate Tournaments & Executive Compensation Contribuições do artigo Considera a compensação total: salário + valor presente das stock options através do modelo de Black-Scholes. Considera (i.e. controla) a participação de executivos em vários conselhos de administração...e isto pode ser importante, pois a participação em outros boards pode trazer insights e experiências para o executivo (além de mostrar relevância do executivo) Testa a teoria dos torneios no contexto UK vide diferenças entre o sistema inglês e americano de governança corporativa...

5 5 Corporate Tournaments & Executive Compensation Diferenças US X UK na Governança Corporativa CEO e presidente do conselho: tendem a ser a mesma pessoa nos US e diferentes no UK há mais diretores /conselho no UK proporção outsiders/prata da casa no conselho UK: aprox. 50/50 US: aprox. 66/33 há menos oferta de stock options como parte da remuneração no UK

6 6 Corporate Tournaments & Executive Compensation O contexto... Os agentes competem entre si em um dado nível organizacional. De acordo com a sua performance relativa (à performance dos colegas), o vencedor sobe para o próximo nível organizacional. No novo nível ocorre uma nova competição, e assim por diante.. A possibilidade de competir em futuras rodadas diminui à medida em que vai chegando ao topo... O salário maior é também um substituto para a redução desta possibilidade

7 7 Corporate Tournaments & Executive Compensation Hipótese 1 Modelos de torneio predizem uma relação convexa entre a remuneração de executivos e o seu nível organizacional Hipótese 2 Modelos de torneio predizem que o prêmio do torneio (i.e. gap)e a quantidade de participantes estão positivamente correlacionados Hipótese 3 Modelos de torneio predizem que a performance da empresa está positivamente correlacionada com a dispersão da remuneração Problema interessante (mas não testado): já que o que conta é a performance relativa, abre-se espaço para sabotagem, auto-promoção, boicotes e a alocação ineficiente de recursos.

8 8 Corporate Tournaments & Executive Compensation Método - Considerações sobre a Amostra Universo: 150 empresas com ações em bolsa na Inglaterra em 1998 Amostra: 100 destas 150, o que constitui 63% do valor total de mercado O teste de seleção da amostra (para checar representatividade) foi ok Controlaram com relação ao executivo: idade e participação em outros conselhos... com relação à empresa: tamanho e performance

9 9 Corporate Tournaments & Executive Compensation Método - Medidas remuneração dos executivos (estes dados são públicos): valor total= salário ($) + incentivos (valor presente das stock options) performance: retorno total ao acionista (variação no preço da ação + dividendos) Tamanho: total de capital aplicado Idade Número de conselhos em que o executivo participa posição hierárquica CEO da corporação CEO da divisão Outros cargos executivos

10 10 Corporate Tournaments & Executive Compensation Resultados - Estatística Descritiva Descritiva outsiders/prata da casa nos conselhos: 52/48 tamanho médio dos conselhos: 11 (de 7 a 22) Retorno médio ao acionista: 26% Retorno médio do capital: 15% idade média : 52 participação em ao menos um outro conselho: 50% 532 executivos, de 100 empresas para o ano fiscal de 1997/1998

11 11 Corporate Tournaments & Executive Compensation Estrutura da Remuneração Estrutura da Remuneração (tabela 1) De acordo com a hipótese 1 subir da categoria 2 (divisional CEO) para 1(CEO) gera aumentos de 41 a 79% subir da categoria 3 (outros) para a 2 (divisional CEO) gera aumentos de 17 a 35% Testando H1 ( Testando H1 (relação convexa entre a remuneração de executivos e o seu nível organizacional) suporta convexidade em todos os casos, exceto para incentivos (por exemplo: stock options) variáveis de controle significantes (exceto idade p/ incentivos e p/ remuneração total)

12 12 62% 27% Discutindo H1 ( Discutindo H1 (relação convexa entre a remuneração de executivos e o seu nível organizacional) Corporate Tournaments & Executive Compensation 41% 79% 17% 35%

13 13 Testando H1 ( Testando H1 (relação convexa entre a remuneração de executivos e o seu nível organizacional) suporta convexidade em todos os casos, exceto para incentivos (stock options) variáveis de controle significantes (exceto idade p/ incentivos e p/ remuneração total) Corporate Tournaments & Executive Compensation

14 14 Corporate Tournaments & Executive Compensation Hipótese 2 Hipótese 2 (o prêmio do torneio e a quantidade de participantes estão positivamente correlacionados) mediram o tamanho relativo do prêmio por ser o CEO: log (salário em $ do CEO) - log (salário médio de todos os outros) log (incentivos do CEO) - log (incentivos médio de todos os outros) log (remuneração total do CEO) - log (remuneração total média de todos os outros) os resultados variam de acordo com as formas de remuneração não é significante para o incentivos (stock options), e por isso, a hipótese 2 é parcialmente suportada

15 15 Corporate Tournaments & Executive Compensation Hipótese 2 Hipótese 2 (o prêmio do torneio e a quantidade de participantes estão positivamente correlacionados) a um aumento de 1 executivo na empresa, na média, corresponde um aumento da distância de remuneração total (entre o CEO e o resto) de 3,5% não é significante para os incentivos (stock options), e por isso, a hipótese 2 é parcialmente suportada

16 16 Corporate Tournaments & Executive Compensation Dimensões de performance Hipótese 3 Hipótese 3 (a performance da empresa está positivamente correlacionada com a dispersão da remuneração ) para testar, controlaram tamanho da empresa e a industria (setor econômico) não encontraram efeito significativo da dispersão salarial sobre a performance da empresa Mas eles não puderam controlar para grau de interdependência entre a equipe

17 17 Corporate Tournaments & Executive Compensation Encerrando... Sistemas de governança costumam ter resultados semelhantes em economias competitivas de mercado No caso deles, obtiveram evidências de fora dos USA que os mecanismos de torneio podem ser importantes para a operação dos mercados de trabalho europeus


Carregar ppt "Conyon, M; Peck, S. e Sadler, G. Corporate Tournaments and Executive Compensation: Evidence from the UK. Strategic Management Journal, v. 22 (8), 2001."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google