A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

RAZÃO E INSTINTO Adaptado por Professor Marcelo Rocha Contin Pascal O Coração tem razões que a razão desconhece.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "RAZÃO E INSTINTO Adaptado por Professor Marcelo Rocha Contin Pascal O Coração tem razões que a razão desconhece."— Transcrição da apresentação:

1 RAZÃO E INSTINTO Adaptado por Professor Marcelo Rocha Contin Pascal O Coração tem razões que a razão desconhece

2 O que se entende por razão? O que é o instinto? Como a razão se relaciona com o instinto?

3 Instinto - do lat. instinctu significa impulso inato, inconsciente, irracional, que leva um ente vivo, um animal, a proceder de tal ou tal forma. (Grande Enciclopédia Portuguesa e Brasileira). Estímulo ou impulso natural, involuntário, pelo qual homens e animais executam certos atos sem conhecer o fim ou o porquê desses atos. Razão - latim rationem, que significa cálculo, conta, medi da, regra, derivado de ratio, particípio passado de reor, ou seja, determino, estabeleço, e portanto julgo, estimo. É a faculdade do homem de julgar, a faculdade de raciocinar, compreender, ponderar.

4 Os psicólogos procuram realizar uma tarefa difícil: a de distinguir a razão do instinto. O que ressalta logo nessa distinção é que a razão é flexível, muito mais que o instinto. A razão tem a seu favor o passado, as experiências que ela coordena, e que aproveita para o exame de novas situações. Por outro lado, o instinto é cego, tal qual se observa no cão, que, mesmo domesticado, pisoteia o lugar em que vai dormir, como se devesse dormir sobre a erva. O gato faz o gesto de tapar seus excrementos, mesmo quando os deposita sobre as pedras.

5 Razão é a capacidade da mente humana que permite chegar a conclusões a partir de suposições ou premissas. É, entre outros, um dos meios pelo qual os seres racionais propõem razões ou explicações para causa e efeito. A razão é particularmente associada à natureza humana, ao que é único e definidor do ser humano.

6 A razão permite identificar e operar conceitos em abstração, resolver problemas, encontrar coerência ou contradição entre eles e, assim, descartar ou formar novos conceitos, de uma forma ordenada e, geralmente, orientada para objectivos. Inclui raciocinar, apreender, compreender, ponderar e julgar, por vezes usada como sinónimo de inteligência.

7 A palavra razão comporta vários significados: A razão, como capacidade em desempenhar raciocínio, disposta em diferentes graduações dentro do número de espécies competentes a desenvolvê-la, encontra no ser humano o ápice de sua manifestação. Princípio ou fundamento, a razão pela qual as coisas são como são ou ocorrem os fatos desta ou daquela maneira.

8 PRINCÍPIOS RACIONAIS Princípio da Identidade Princípio da não-contradição Principio do terceiro excluído – dilema Princípio da razão suficiente – causalidade Princípio da indeterminação

9 ATIVIDADE RACIONAL INTUIÇÃO – compreensão global e instantânea de uma verdade, de um objeto, de um fato – a razão capta todas as relações que constituem a realidade e a verdade da coisa intuída DEDUÇÃO – racional – do todo a parte INDUÇÃO - racional – da parte ao todo ABDUÇÃO – espécie de intuição, que não dá (ocorre) de uma só vez, indo passo a passo para chegar a uma conclusão --- pela interpretação racional de sinais, de indícios, de signos.

10 PENSANDO RACIONALMENTE Seguir as leis do pensamento Formular Problemas Realizar inferências

11 AGINDO RACIONALMENTE Agir de modo a atingir um objetivo dadas Agir pautado por algumas crenças Agir sobre alguma coisa que percebe

12 RAZÃO E INTELIGÊNCIA A razão se liga a inteligência por meio de processos tais como memória, percepção, reflexão, comparação, etc.


Carregar ppt "RAZÃO E INSTINTO Adaptado por Professor Marcelo Rocha Contin Pascal O Coração tem razões que a razão desconhece."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google