A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

EXÉRCITO BRASILEIRO DECEx – DEPA – CMF DISCIPLINA: HISTÓRIA 2º ANO DO ENSINO MÉDIO ASSUNTO: O BANDEIRANTISMO I OBJETIVOS LOCALIZAR GEOGRAFICAMENTE A ÁREA.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "EXÉRCITO BRASILEIRO DECEx – DEPA – CMF DISCIPLINA: HISTÓRIA 2º ANO DO ENSINO MÉDIO ASSUNTO: O BANDEIRANTISMO I OBJETIVOS LOCALIZAR GEOGRAFICAMENTE A ÁREA."— Transcrição da apresentação:

1

2 EXÉRCITO BRASILEIRO DECEx – DEPA – CMF DISCIPLINA: HISTÓRIA 2º ANO DO ENSINO MÉDIO ASSUNTO: O BANDEIRANTISMO I OBJETIVOS LOCALIZAR GEOGRAFICAMENTE A ÁREA DE ATUAÇÃO DAS BANDEIRAS ANALISAR AS CONSEQUÊNCIAS ECONÔMICAS, POLÍTICAS E SOCIAIS DO BANDEIRANTISMO IDENTIFICAR OS FATORES ECONÔMICOS E POLÍTICOS QUE LEVARAM AO ABANDONO DA LINHA DE TORDESILHAS INTRODUÇÃO: REVISÃO DA AULA PASSADA

3 As primeiras bandeiras ocorreram logo após a chegada dos portugueses ao Brasil, e tinham como objetivo reconhecer a terra e aproveitar os recursos naturais, mas as dificuldades naturais geográficas, a reação dos índios e a decepção por não encontrarem pedras e metais preciosos desmotivaram sua continuidade no século XVI Alguns dos principais bandeirantes (Borba Gato, Bartolomeu Bueno, Raposo Tavares, Domingos Jorge Velho, Fernão Dias Paes Leme) Por serem em sua grande maioria, filhos de índios e casados com índias, portanto em sua grande maioria mamelucos, os bandeirantes falavam a língua geral e eram muitíssimo bem adaptados às condições da região As bandeiras eram verdadeiras excursões permanentes por que, se necessário, paravam, plantavam, colhiam, e em seguida prosseguiam as jornadas As expedições geralmente se estruturavam em escalões definidos: um comandante, denominado cabo da tropa, alguns comandantes brancos, um corpo mais numeroso, que era o escalão intermediário, constituído por mamelucos, e o grosso da tropa, composto de índios aliados As monções eram bandeiras que se deslocavam exclusivamente por via fluvial, a partir do litoral, e percorreram as bacias dos rios Paraná, Paraguai e até a bacia do Rio Amazonas, povoando regiões situadas atualmente nos estados do MT, MS e RO A diferenciação entre bandeiras e entradas procede, já que enquanto as primeiras eram de caráter particular, organizadas pelos paulistas, as entradas eram patrocinadas e financiadas pela coroa portuguesa

4 Interessante lembrar que quando houve a União Ibérica, ficou estabelecido que a administração portuguesa manteria no Brasil o monopólio do comércio, o pacto colonial e a administração dos portos Os espanhóis tiveram facilitado seu estabelecimento no Brasil, o que de fato não ocorreu Em contrapartida, foram afastados os impedimentos que proibiam a ultrapassagem da linha de Tordesilhas pelos portugueses, o que possibilitou a conquista por parte dos entradistas e bandeirantes, do Sul, Sudeste, Centro-Oeste e Amazônia, praticamente triplicando a superfície do Brasil Assim, centenas de povoados e cidades foram surgindo, expandindo o comércio, a pecuária no sul da colônia e a mineração, e integrando as regiões do Brasil Portugal, interessado em povoar o sul da colônia, pois a região do Prata era estratégica, fundou Sacramento, na margem esquerda daquele rio, dando origem a uma série de conflitos com a Espanha, que os diversos tratados tentarão resolver Além disso, aos poucos os portugueses vão fundando outras cidades na região, em teoria, pertencente à Espanha (Florianópolis, Porto Alegre, Rio Grande, Laguna,...) CONCLUSÃO: O bandeirantismo foi um mal necessário para o Brasil

5 INTERIORIZA Ç ÃO

6 O BANDEIRANTE T Í PICO

7 CENA DE UMA VILA PAULISTA

8 DOMINGOS JORGE VELHO

9 FERNÃO DIAS PAES LEME

10 MONÇÃO

11 BANDEIRANTE PAULISTA


Carregar ppt "EXÉRCITO BRASILEIRO DECEx – DEPA – CMF DISCIPLINA: HISTÓRIA 2º ANO DO ENSINO MÉDIO ASSUNTO: O BANDEIRANTISMO I OBJETIVOS LOCALIZAR GEOGRAFICAMENTE A ÁREA."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google