A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Prof. Sérgio Lenz Fones (48) 8856-0625 ou 8855-0110 MSN:

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Prof. Sérgio Lenz Fones (48) 8856-0625 ou 8855-0110 MSN:"— Transcrição da apresentação:

1 Prof. Sérgio Lenz Fones (48) ou MSN: E B D Li ç ão 8 20/11/2011 Igreja Evangélica Assembléia de Deus São José - SC

2 Lição 8 20 de Novembro de 2011 Firmemente aderiram […] de que guardariam e cumpririam todos os mandamentos do SENHOR, nosso Senhor, e os seus juízos e os seus estatutos (Ne 10:29) Texto Áureo VERDADE PRÁTICA O compromisso com a Bíblia é o requisito imprescindível para a Igreja de Cristo seguir vitoriosa.

3 Esboço da Lição: 3 – O CUIDADO COM O TEMPLO DO SENHOR 2 – UM POVO SEPARADO 1 – OBEDECENDO A PALAVRA DE DEUS

4 Aprenderemos que toda ação traz uma reação; neste caso foi o avivamento que, sob a liderança de Neemias, trouxe um novo estilo de vida para a nação Israelita. Na verdade não era um novo estilo, mas o estilo prescrito nas Sagradas Escrituras. Este é o grande ensino para nós neste domingo; é preciso romper urgentemente com os padrões mundanos de viver.

5 1.1 – Um concerto com Deus:

6 1.2 – Os líderes como exemplo ( Ne 10:28,29): O líder como exemplo deve expressar as seguintes características: 1)Vulnerabilidade: não são perfeitas e precisam de Deus para vencer. 2)Humildade: são felizes em compartilhar os holofotes com os outros. Não se importam em NÃO levar os créditos… 3)Transparência: suas vidas são como livro aberto. Admitem suas falhas e reconhecem a ação divina nas vitórias. 4)São líderes que rompem: é preciso ser corajoso para romper com o estabelecido e ir em busca de algo melhor…

7 1.3 – A instrução das Escrituras: A mensagem da Palavra, mais do que os milagres em si, tem a função de: a) nos questionar e nos motivar a fazer algo em favor da vida; b) identificar os sinais da presença de Deus no nosso cotidiano; c) desenvolver o nosso espírito crítico diante de propagandas triunfalistas...

8 1 – Após a restauração dos muros de Jerusalém, o que os judeus experimentaram? 2 – Segundo a lição, o que é liderança?

9 2.1 – A união reprovada por Deus: A união mista era reprovada pela Lei divina pelos seguintes motivos: 1.Enfraquecia a orientação divina em direção a santidade. 2.Trazia para o convivio do lar e da sociedade a idolatria (afastando assim a presença divina). 3.Macularia de tal forma a linhagem messiânica que possivelmente a tornaria ilegítima, causando assim a perdição de toda a humanidade.

10 2.2 – A dolorosa separação:

11 2.3 – O jugo desigual: Vivemos hoje três desafios religiosos: Múltipla pertença: participação em mais de uma tradição religiosa. Mosaico religioso: própria crença com elementos de várias fontes. Trânsito religioso: muda com facilidade de Religião e de Igreja... Romper com as tendências poderá ser o diferencial final que nos levará para a eternidade com Cristo!

12 3 – Após retirar Israel do Egito, qual a ordenança de Deus para o povo?

13 3.1 – O Templo: Igreja = Ekklesia + Koinonia Chamados pelo Senhor para comunhão com Ele uns com os outros no seu corpo. Chamados para fora do sistema e dos valores deste mundo. Estar juntos construindo relacionamentos e um alvo em comum – compartilhar do amor de Deus Do Templo judaico às congregações cristãs

14 3.2 – O dia de adoração e as exigências da Lei: Vertical Vertical: A Respeito de Deus. a) Um amor integral b) Um serviço fiel c) Uma obediência perfeita Horizontal Horizontal: A Respeito do Próximo. a) A Justiça b) A Misericórdia c) A fidelidade Central Central: A Respeito de Si mesmo. a) Uma vida disciplinada, irrepreensível no domínio de si mesmo b) Para mostrar ao homem: sua ingratidão, seu pecado e sua incapacidade c) Para nos conduzir a Cristo.

15 3.3 – A manutenção da Casa do SENHOR: Vivemos a lei do amor e da generosidade e o AMOR é mais exigente do que a LEI. Se vivemos a lei do amor, temos que cumprir toda a legislação (não confunda com viver uma vida legalista) do AT; a lei é ponto de partida para a perfeição que o SENHOR cobra de nós cristãos. Ofertamos não para que sejamos abençoados, mas porque já somos abençoados; tornamos os dízimos e as ofertas em parte do nosso culto (tanto particular como público).

16 5 – O que acontece quando o povo de Deus se compromete com os negócios do reino divino? 4 – Por que os Israelitas se comprometeram a ofertar voluntariamente para a manutenção do Templo?

17 Do avivamento até a adoração o caminho deverá passar por: Comprometimento Serviço Contribuição Testemunho Um sem o outro é anomalia espiritual!


Carregar ppt "Prof. Sérgio Lenz Fones (48) 8856-0625 ou 8855-0110 MSN:"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google