A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Prof. Sérgio Lenz Fones (48) 8856-0625 ou 8855-0110 MSN:

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Prof. Sérgio Lenz Fones (48) 8856-0625 ou 8855-0110 MSN:"— Transcrição da apresentação:

1 Prof. Sérgio Lenz Fones (48) ou MSN: E B D Li ç ão 10 04/12/2011 Igreja Evangélica Assembléia de Deus São José - SC

2 Lição de Dezembro de 2011 Ora, além disso, o que se requer dos despenseiros é que cada um deles seja encontrado fiel (I Co 4:2) Texto Áureo VERDADE PRÁTICA O verdadeiro líder age com sabedoria e prudência, porque sabe que a sua autoridade procede do soberano e único Deus.

3 Esboço da Lição: 3 – HONESTIDADE E TRANSPARÊNCIA NA ADMINISTRAÇÃO 2 – A JUSTA INDIGNAÇÃO DO HOMEM DE DEUS 1 – A CONTAMINAÇÃO DO MINISTÉRIO

4 Ser líder é: Uma nobre tarefa. Ter sobre si uma enorme responsabilidade. Possuir a convicção da direção administrativa. Ser sabedor de que lhe pedirão contas. Conhecer o fato de que muitos tentarão lhe enganar para roubá-lo em seu posto. No trato com a coisas divinas, agir com com muito temor e tremor, porque Deus não se deixa escarnecer.

5 1.1 – O sacerdote aparentado com o ímpio: Aparentar-se com Tobias representava: 1.O apoio sobre uma falsa aliança de paz. 2.A frouxidão no resistir ao erro e ao pecado. 3.A desconstrução de tudo o que Neemias e Esdras haviam edificado até ali em termos de moral e conduta. 4.O descaso para com a reverência e santidade prescritas na lei divina. 5.Por fim, o sal tornando-se insípido e para nada mais servindo.

6 1.2 – Privilégio abusivos (Ne 13:5): Que associação pode haver entre a luz e as trevas? O que poderia ter levado Tobias a ser introduzido onde ele mais fora combatido por Neemias? O que leva um líder a fazer da Igreja de Cristo uma mercadoria para benefício próprio? O Dia do SENHOR esclarecerá todas as coisas!

7 1 – Após o grande avivamento, o que aconteceu de estranho no Santo Templo? 2 – Como Eliasibe beneficiou Tobias?

8 2.1 – A firmeza de um líder: Na verdade faltam-nos homens corajosos em nossos dias para seguir o exemplo de Neemias e de Jesus...

9 2.2 – A resposta do povo: E ainda há quem queira passar a vida inteira enganando o povo de Deus... Porém o Espírito do SENHOR está conosco e nos dará a inspiração para tomarmos as medidas certas, orando, jejuando e clamando ao SENHOR da seara que envie homens e mulheres comprometidos com a Palavra de Deus!

10 2.3 – O procedimento do líder cristão:...somos embaixadores de Cristo, como se Deus estivesse fazendo o seu apelo por nosso interm é dio... (2 Cor í ntios 5:20 - NVI)...somos embaixadores de Cristo, como se Deus estivesse fazendo o seu apelo por nosso interm é dio... (2 Cor í ntios 5:20 - NVI)

11 3 – O que fez Neemias quando retornou a Jerusalém? 4 – Como o povo respondeu à reação de Neemias?

12 1.Usar Lc 11:42 para reforçar a prática do dízimo é anti exegético 1, pois o SENHOR Jesus, ao repreender os fariseus, para que não esquecessem de por em prática a justiça e o amor, referiu-se à prática do dízimo dentro do judaísmo, sem jamais inferir tal coisa a futura igreja cristã. 2.A passagem de Hb 7:8 discute, exegeticamente 1 falando, a superioridade de Cristo como sacerdote eterno, em detrimento do sacerdócio Araônico, e novamente não está em foco a questão do dízimo, não obstante este ser usado para comparar a transitoriedade das dispensações… 3.Outros textos do NT que mencionam o dízimo são: Mt 23:23 e Lc 18:12. (1)Exegese é a aplicação dos princípios da hermenêutica para chegar-se a um entendimento correto do texto. O prefixo ex (.fora de.) (.para fora., ou.de. ), refere-se à idéia de que o intérprete está tentando derivar seu entendimento do texto, em vez de ler seu significado no (.para dentro.) texto ( eisegese). 3.1 – A razão da necessidade dos recursos financeiros na igreja:

13 4. Champlin 1 nos informa que apesar de não ser claramente mencionada no NT a prática do dízimo, historicamente, a igreja nascente, formada em sua maioria de judeus cristãos, observava tal prática sem nenhum questionamento. 5. Por outro lado, da comunidade gentílica, não existe, historicamente, nenhum inferência acerca da prática do dízimo. 6. A regra neo-testamentária acerca das contribuições está contida na primeira carta de Paulo aos Coríntios: Todos os domingos, cada um de vocês deve separar alguma coisa do que ganhou no decurso da semana, e utilizá-la para essa oferta. A quantia depende de quanto o SENHOR ajudou vocês a ganhar. Não esperem até que eu chegue aí para só então tentar coletar tudo de uma vez. I Co 16:2 O NT VIVO em linguagem atualizada 1 CHAMPLIN, Russel Norman,O Novo Testamento Interpretado. São Paulo: Candeia, vl. 5, 1995, p. 550/1 3.1 – A razão da necessidade dos recursos financeiros na igreja:

14 7. Diz-nos ainda Champlin: PORTANTO, APESAR DE NÃO PODERMOS ESTABELECER NENHUMA LEI SOBRE ESSA QUESTÃO, PODEMOS OBSERVAR, COM VERDADE, QUE DEZ POR CENTO É UMA BOA PROPORÇÃO COM QUE INICIEMOSNOSSAS CONTRIBUIÇÕES, E QUE QUALQUER CRENTE QUE DÊ MENOS DO QUE ISSO, A MENOS QUE SEJA REALMENTE RESTRINGIDO PELAS CIRCUNSTÂNCIAS, NÃO PODE ESTAR GRANDEMENTE INTERESSADO PELO TRABALHO DA IGREJA. 1 CHAMPLIN, Russel Norman,O Novo Testamento Interpretado. São Paulo: Candeia, vl. 5, 1995, p. 551 grifo nosso 3.1 – A razão da necessidade dos recursos financeiros na igreja:

15 ATRAVÉS DAS CONTRIBUIÇÕES FINANCEIRAS, HONRAMOS A DEUS: HONRA O SENHOR COM OS TEUS HAVERES, E COM AS PRIMÍCIAS DE TODOS OS TEUS PROVENTOS; ENTÃO TEUS CELEIROS TERÃO FARTO TRIGO, TUAS TINAS TRANSBORDARÃO DE VINHO NOVO. Pv 3:9,10 Bíblia LEB Edições Loyola – … PORQUE DEUS AMA AO QUE DÁ COM ALEGRIA. 2 Co 9:7 3.1 – A razão da necessidade dos recursos financeiros na igreja:

16 3.2 – A procedência dos recursos da igreja: Há, pelo menos, três fontes principais de entradas de recursos na Igreja de Cristo: Em todos os casos, requer-se muita honestidade e transparência na administração dos recursos, sob pena da perda da salvação, inclusive…

17 3.3 – Zelo pelos recursos da igreja: Liderança, com frequência, vem acompanhada de bênçãos materiais. Com elas, a tentação: 1. De esquecermos de Deus. 2. De esquecermos os Seus Princípios. 3. De confundirmos ativismo com devoção. Quando a Igreja, na sua totalidade, seguir os padrões políticos seculares, será o tempo de olhar para o alto, pois a fé se esfriou e a redenção se aproxima!

18 5 – Em sua opinião, como os recursos da Igreja devem ser empregados?

19 A sociedade atual convive com a falsidade, a mentira, a bajulação, as informações distorcidas e com a imoralidade. Portanto, há um clamor desesperado por autenticidade, integridade e verdade! Como pregaremos a verdade se ela não for percebida em nossas relações?


Carregar ppt "Prof. Sérgio Lenz Fones (48) 8856-0625 ou 8855-0110 MSN:"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google