A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

MCT/FINEP/AÇÃO TRANSVERSAL PROSAB – 01/2006/25 Tema 4 Rede de Manejo de Águas Pluviais Urbanas Relatório Parcial 01 Brasília, 5 de junho de 2007 Financiadores:

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "MCT/FINEP/AÇÃO TRANSVERSAL PROSAB – 01/2006/25 Tema 4 Rede de Manejo de Águas Pluviais Urbanas Relatório Parcial 01 Brasília, 5 de junho de 2007 Financiadores:"— Transcrição da apresentação:

1 MCT/FINEP/AÇÃO TRANSVERSAL PROSAB – 01/2006/25 Tema 4 Rede de Manejo de Águas Pluviais Urbanas Relatório Parcial 01 Brasília, 5 de junho de 2007 Financiadores: Apoio:

2 Grupos qualificados à Rede: UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE Subtema: MANEJO InstituiçãoResponsável UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE UFRN Antônio Marozzi Righetto * UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO UFPE Jaime J. da S. P. Cabral UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA UnB Néstor Aldo Campana UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS UFMG Nilo de Oliveira Nascimento UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO EP/ USP Mônica Ferreira A. do Porto UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL IPH/ UFRGS David Motta Marques * Coordenador da Rede.

3 MANEJO Subtema: UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE Subtema: MANEJO

4 Manejo de Águas Pluviais UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE Subtema: MANEJO Urbanização: volume e velocidade de escoamento da água da chuva Redução da recarga de aqüíferos provocada pela impermeabilização do solo, implantação de canais artificiais e canalização de cursos dágua. Impactos de natureza física: aumento de freqüência e gravidade de inundações intensificação de processos erosivos aumento da produção, transporte e deposição de sedimentos mudanças na morfologia pluvial e impacto sobre ecossistemas aquáticos.

5 Manejo de Águas Pluviais UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE Subtema: MANEJO Urbanização: Impactos de natureza química e biológica originados no lançamento de esgotos domésticos e industriais no sistema de drenagem pluvial ou diretamente nos meios receptores poluição visual por corpos flutuantes poluição microbiológica impõem restrições ao uso, aumentando o custo de abastecimento.

6 Projeto de Lei 5.296/2005 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE Subtema: MANEJO Serviços públicos de manejo de águas pluviais: a coleta, o transporte, a detenção ou retenção para amortecimento de vazões de cheias, o tratamento e o lançamento das águas pluviais. Os corpos dágua não integram os serviços públicos de saneamento básico, exceto os lagos artificiais cuja finalidade principal seja a captação de água para abastecimento público ou o tratamento de efluentes ou a retenção ou detenção para amortecimento de vazões de cheias. O sistema de manejo de águas pluviais, ou a parcela dele que receba contribuições exclusivamente de um Município integra serviço público de saneamento básico de interesse local.

7 Experiência UFRN UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE Subtema: MANEJO Separação das primeiras águas pluviais e a utilização da água de melhor qualidade para infiltração e injeção subterrânea com vistas à incrementar a recarga do aqüífero de abastecimento de água da cidade de Natal-RN Perfil Longitudinal Planta Baixa Poços de Infiltração Piezômetro Poços de Infiltração Poços de Observação e Infiltração Piezômetro

8 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE Subtema: MANEJO Experiência UFPE - Microreservatórios de detenção – Bairro do Espinheiro PONTOS DE ALAGAMENTOS NO SISTEMA VIÁRIO Realizado o levantamento cadastral da rede e desenho do AutoCad; Realizado o dimensionamento do reservatório; Realizada simulação de comportamento de reservatório e simulação da rede completa; Iniciadas as obras do reservatório

9 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE Subtema: MANEJO Experiência UFPE Vertedor (300 cm x 20 cm) Orifício (20 cm x 20 cm) Microreservatórios de detenção

10 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE Subtema: MANEJO Experiência UFPE Figura : Planta baixa da estrutura de saída do microreservatórios.

11 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE Subtema: MANEJO Experiência UFPE -Subprojeto 2: Tetos Verdes (Medida Compensatória) - Subprojeto 3: Água de drenagem do riacho Cavouco na UFPE: Viabilidade do tratamento conjunto das águas de drenagem somados ao esgoto nessas águas. - Caracterização de aspectos físicos da bacia; - Análise de mapas e modelo digital do terreno - Aquisição de imagem de satélite para auxiliar no diagnóstico das condições de uso e ocupação do solo. - Subprojeto 4: Infiltração em áreas urbanas (Medidas compensatórias )

12 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE Subtema: MANEJO Experiência UFMG -Trincheira de infiltração; - Valas de armazenamento; - Lagoa de detenção (Wetlands) Bacia Córrego DÁgua Funda, dentro do zoológico de Belo Horizonte. Nasce em canal fechado; Após entra no zoológico, curso natural; Encontra o Córrego Bom Jesus (que drena parte do Município de Contagem); Chega à Lagoa d Pampulha. Lançamento de esgoto in natura Índice de impermeabilização da Bacia ribeirão Pampulha: 50,03% em 1999; 50,27% em 2020 (Projeção) Medidas compensatórias

13 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE Subtema: MANEJO Experiência UFMG Figura: Localização da área de monitoramento A simulação de parâmetros hidrológicos e hidráulicos já foram iniciados

14 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE Subtema: MANEJO Experiência UnB Estruturas de infiltração experimentais -Área experimental Nº 1: Inicialmente: Inicialmente: 3 parcelas com diferentes coberturas permeáveis 2 Trincheiras de infiltração Imprevisto: Imprevisto: Intervenção da Prefeitura do Campus da UNB (ampliação de um Laboratório) Redefinição da área e reconstrução Atualmente: Atualmente: Reconstrução de 2 das 3 parcelas

15 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE Subtema: MANEJO Experiência UnB Figura: Vista geral da área experimental Nro. 1 (acima) localizada no Campus da UnB, e detalhes da construção das parcelas de pavimentos permeáveis (abaixo).

16 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE Subtema: MANEJO Experiência UnB Estruturas de infiltração experimentais -Área experimental Nº 2: Previsto: Previsto: 6 parcelas com características diferentes coberturas permeáveis do experimento Nº 1 2 Trincheiras de infiltração => A conclusão da montagem das áreas experimentais está parcialmente atrasadas aguardando o recebimento de materiais.

17 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE Subtema: MANEJO Experiência USP Recuperação da qualidade da água em reservatórios de cheias urbanas (Piscinões) a partir das seguintes Metas : -Diagnostico do desempenho integrado de reservatórios de detenção; - Proposição de ações de manejo para redução dos impactos gerados pelas estrutura de detenção; - Proposição de instrumentos institucionais para gerenciamento integrado da drenagem urbana. =>Reservatório Bom Pastor, na bacia Córrego Araçatuba, no Município de Santo André (SP).

18 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE Subtema: MANEJO Experiência USP Atendimento das Metas, concomitante com escolha das alternativas para solução do problemas 1ª Solução: Condução das vazões de base do sistema e do início do escoamento superficial para ETES (ETE ABC) Reservatórios secos no entre chuvas Necessidade de projeto paisagístico 2ª Solução: Permanência das vazões de base do sistema e do início do escoamento superficial no próprio reservatório, implantando-se sistema simplificado in-place Necessidade de projeto paisagístico Menores custos de manutenção; Maior intervenção imediata na solução paisagista. Maiores custos de manutenção; Menor intervenção no aspecto paisagístico.

19 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE Subtema: MANEJO Experiência UFRGS A Instituição não escreveu especificamente a cerca desse tema, entretanto, notadamente, alguns aspectos podem ser observados no item Medidas Compensatórias: -Pavimentos permeáveis; -Trincheira de infiltração; - Ecotelhados (Tetos Verdes); - aproveitamento da água da chuva Estruturas de controle na fonte


Carregar ppt "MCT/FINEP/AÇÃO TRANSVERSAL PROSAB – 01/2006/25 Tema 4 Rede de Manejo de Águas Pluviais Urbanas Relatório Parcial 01 Brasília, 5 de junho de 2007 Financiadores:"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google