A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Aspectos Construtivos das Lagoas de Estabilização Profa. Dra Gersina Nobre da R. C. Junior.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Aspectos Construtivos das Lagoas de Estabilização Profa. Dra Gersina Nobre da R. C. Junior."— Transcrição da apresentação:

1 Aspectos Construtivos das Lagoas de Estabilização Profa. Dra Gersina Nobre da R. C. Junior

2 Aspectos construtivos O êxito do funcionamento eficiente Geralmente uma lagoa de estabilização poderá necessitar das seguintes fases: Locação; Desmatamento, limpeza e escavação do terreno; Construção de diques; Preparação do fundo; Dispositivo de entrada; Dispositivo de saída;

3 Aspectos construtivos Locação Principais aspectos relacionados à locação das lagoas Disponibilidade de área; Localização da área em relação ao local de geração de resíduos; Localização da área em relação ao corpo receptor; Localização da área em relação as residências próximas; Cotas de inundação; Nível do lençol freático; Topográfica da área; Forma da área; Característica do solo; Ventos; Condições de acesso; Custos.

4 Disponibilidade de área Conduzir a seleção do tipo de lagoa a ser adotado. Localização da área x Geração Maior proximidade reduz os custos de transporte do esgoto. Locação Principais aspectos relacionados à locação das lagoas Localização da área x residências Lagoas anaeróbia afastamento mínino em torno de 500m

5 Cotas de inundação Verificar se o terreno é inundável, e que nível chegam as inundações. Nível do lençol freático Pode determinar o nível de assentamento das lagoas, e a impermeabilização do fundo. Locação Principais aspectos relacionados à locação das lagoas Topografia da área Influência no movimento de terra, custo da obra. Pouco íngremes são preferidas.

6 Forma da área Influencia o arranjo das diversas unidades. Característica do solo Planejamento das ações entre corte e aterro. Locação Principais aspectos relacionados à locação das lagoas Ventos A localização da lagoa deve permitir o livre acesso do vento.

7 Condições de acesso Acesse das equipes de obras e futuras equipes de manutenção. Facilidade de aquisição do terreno Dificuldades de desapropriação. Locação Principais aspectos relacionados à locação das lagoas Custo do terreno Áreas urbanas ou próximas a áreas urbanas, o custo pode ser bastante elevado.

8 Locação Aspectos construtivos Localização em relação a direção dos ventos predominantes Lagoa Direção predominante do vento (saída para a entrada) Entrada Saída

9 Desmatamento, limpeza e escavação do terreno Aspectos construtivos Desmatamento: Derrubada e desenraizamento das arvores Escavação da lagoa duas situações distintas: Material escavado aproveitável: situação desejável, balanço do volume de cortes com os volumes dos aterros (diques). Material escavado inaproveitável: terreno com muita matéria orgânica (turfa) ou muito arenosos.

10 Aspectos construtivos Pequenas barragens, geralmente de terra, construídas com o objetivo de manter a capacidade de armazenamento do líquido estabelecida para a lagoa de estabilização, com a finalidade de garantir o equilíbrio hidráulico-biológico necessário ao funcionamento do processo. Diques Taludes Os diques das lagoas são formadas por taludes internos e externos

11 Aspectos construtivos Elementos integrantes de um dique de lagoas Proteção Borda livre Nível dágua Talude interno Talude externo Coroamento

12 Taludes

13 Preparação do fundo Aspectos construtivos O fundo das lagoas de estabilização não deve possuir permeabilidade excessiva, que possa causar um dos seguintes problemas: Contaminação do lençol freático; Dificuldade na manutenção do nível do líquido nas lagoas Estudos de sondagens

14 Camada de argila com espessura mínima de 40 cm; Revestimento asfáltico; Geomembranas plásticas Preparação do fundo Aspectos construtivos A permeabilidade do fundo tende a diminuir com o tempo, em função da colmatação. Redução da taxa de percolação (impermeabilização):

15 Preparação do fundo Aspectos construtivos Solução adotada, impacto no custo total; Argila Encher a lagoa com água, ainda que parcial Lagoas aeradas, colocação de placas de concreto abaixo do aerador Evitar o ressecamento e trincas da camada de fundo

16 Dispositivo de entrada Aspectos construtivos Grade Fase Sólida Fase Sólida Cx de areia Medição de vazão Lagoa Anaeróbia Lagoa Facultativa Corpo Receptor O esgoto afluente deverá passar por um tratamento preliminar composto por: Esquema de um sistema de tratamento por lagoas de estabilização

17 Dispositivo de entrada Aspectos construtivos A entrada do afluente deve satisfazer às seguintes condições: Garantir uma ampla homogeneização do líquido; Ser submersa, de forma a não possibilitar o desprendimento de gases mal cheirosos Evitar o solapamento dos taludes e do fundo da lagoa.

18 Aspectos construtivos Dispositivo de entrada Tubulação afluente Assentada no fundo ou elevada; Evitar estruturas volumosos dentro dágua Tubulação que atravessa o dique: Deve ser resistente e assentada antecipadamente a compactação do maciço

19

20

21

22 Dispositivo de saída Aspectos construtivos Situar-se na extremidade oposta à da entrada, para evitar curtos-circuitos; Não deve situar-se no mesmo alinhamento da entrada Podem ser de nível fixo ou variável; Possuir placas defletoras com alcance abaixo do nível dágua. Fácil acesso para permitir medição de vazões.. Levar em consideração os seguinte aspectos

23 Dois tipos de modelos são adotados na prática: a)Nível fixo: consiste na conexão de uma curva de 90° na extremidade da canalização do efluente, onde é adaptado um prolongamento da curva até o nível fixado para o líquido na lagoa. b)Nível variável: consiste em dispositivo de regulagem do nível dágua, sendo o mais recomendado pelos projetistas. Dispositivo de saída Aspectos construtivos

24


Carregar ppt "Aspectos Construtivos das Lagoas de Estabilização Profa. Dra Gersina Nobre da R. C. Junior."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google