A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1 PILARES CONCEITUAIS DO SESI LAZER ATIVO. 2 Você conhecerá o modelo conceitual do SESI Lazer Ativo, que foi construído com conhecimentos das áreas de.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1 PILARES CONCEITUAIS DO SESI LAZER ATIVO. 2 Você conhecerá o modelo conceitual do SESI Lazer Ativo, que foi construído com conhecimentos das áreas de."— Transcrição da apresentação:

1 1 PILARES CONCEITUAIS DO SESI LAZER ATIVO

2 2 Você conhecerá o modelo conceitual do SESI Lazer Ativo, que foi construído com conhecimentos das áreas de Educação, Lazer e Saúde. Esta estrutura está dividida em três aulas, cada uma delas abordando um pilar do SESI Lazer Ativo. O modelo conceitual possibilita que os trabalhadores da indústria sejam beneficiados com o que há de mais atual quanto a pesquisas, estudos científicos e boas práticas sobre estilo de vida ativo e saudável em ambientes laborais. Nesta aula você aprenderá sobre o Pilar Trabalhador que se Diverte.

3 3 Trabalhador que se Diverte SESI LAZER ATIVO Trabalhador que se Diverte PILARES CONCEITUAIS DO SESI LAZER ATIVO

4 4 O pilar Trabalhador que se Diverte destaca aspectos essenciais do ser humano, normalmente esquecidos na história organizacional, como a ludicidade, o sonho e o prazer. TRABALHADOR QUE SE DIVERTE

5 5 Veremos como tais aspectos articulam-se com as empresas, merecendo sua presença dentro de um dos pilares conceituais do SESI Lazer Ativo. Se o senso comum costuma considerar que o trabalho não é lugar de brincadeiras, ou se ainda ouvimos com frequência que aqui se trabalha sério, a compreensão do pilar Trabalhador que se Diverte implica a capacidade de superar certos olhares, vendo o mundo organizacional com outros olhos. TRABALHADOR QUE SE DIVERTE

6 6 Tempos Modernos A imagem clássica da organização como uma máquina repleta de engrenagens, desumana, voraz devoradora de pessoas, foi imortalizada pelo talento artístico de Charles Chaplin no filme Tempos Modernos (de 1936). TRABALHADOR QUE SE DIVERTE

7 7 Assista trechos de Tempos Modernos em nossa biblioteca e veja a crítica de Chaplin: TRABALHADOR QUE SE DIVERTE

8 8 Importante notar que ludicidade, sonho e prazer passavam longe daquele contexto retratado por Chaplin: tais aspectos humanos eram absolutamente postos de lado pela empresa. Tudo era severo, rígido, sisudo, sem graça... Definitivamente aquela empresa não era lugar de brincadeiras. TRABALHADOR QUE SE DIVERTE

9 9 Contudo, devemos lembrar que vivemos atualmente uma transição de paradigmas, isso é, de formas de compreender o mundo. Enquanto o paradigma mecanicista (presente no contexto de Tempos Modernos) apresenta sinais de enfraquecimento, o paradigma holístico cresce e se fortalece. TRABALHADOR QUE SE DIVERTE

10 10 Paradigma holístico cresce e se fortalece Paradigma mecanicista se enfraquece Lembre-se: um paradigma é uma forma de compreender o mundo! TRABALHADOR QUE SE DIVERTE

11 11 Mas quais seriam as características do paradigma holístico? A resposta virá a seguir, e ajudará a entender o pilar Trabalhador que se Diverte. TRABALHADOR QUE SE DIVERTE

12 12 Em linhas gerais, podemos dizer que o paradigma holístico defende uma visão de mundo mais complexa, interativa, inter- dependente, de equilíbrio entre seres humanos e meio ambiente, entre outros fatores. TRABALHADOR QUE SE DIVERTE

13 13 Gustavo Boog, respeitado pesquisador do mundo organizacional, aponta características da aplicação do paradigma holístico nas empresas: Paradigma Holístico nas organizações Foco na qualidade dos processos Espírito de equipe Trabalho participativo Compatibilidade entre empresa, pessoas e meio ambiente Transparência na gestão TRABALHADOR QUE SE DIVERTE

14 14 As características citadas por Boog demandam uma forma de compreender o mundo e nele atuar que é diferente daquela mostrada no filme Tempos Modernos. Afinal, como dar ênfase na qualidade, valorizar o trabalho em equipe e a participação, buscar equilíbrio entre empresas, pessoas e meio ambiente, entre outras questões, e esquecer o próprio ser humano, suas necessidades e particularidades? Você consegue imaginar um processo de qualidade no qual o trabalhador sente-se tratado como um objeto, desrespeitado, desvalorizado e coisas do tipo? TRABALHADOR QUE SE DIVERTE

15 15 Qual seria, então, a perspectiva de ser humano que veremos no século XXI? Morin (2007) nos ajuda a identificar tendências: Ser Humano Racional (Homo Sapiens) Ser Humano Técnico (Homo Faber) Ser Humano Utilitário (Homo Economicus) Ser Humano cheio de obrigações (Homo Prosaicus) Ser Humano Lúdico (Homo Ludens) Ser Humano Imaginário (Homo Imaginarius) Ser Humano Poético (Homo Poeticus) Ser Humano Louco (Homo Demens) TRABALHADOR QUE SE DIVERTE

16 16 lúdico Morin não questiona a importância dos elementos racionais do ser humano, seu lado técnico, utilitário e suas obrigações. Mas destaca que há um outro elemento que não pode mais ficar esquecido: justamente o lúdico, típico de todo ser humano! Veja a foto a seguir e faça um rápido teste: analise-a, e considerando as ideias de Morin, reflita a respeito. TRABALHADOR QUE SE DIVERTE

17 17 Você conhece esta torre. Quando foi erguida, muitos franceses a criticaram pois não viam nela nenhuma utilidade, apenas algo sem sentido no qual estavam gastando muito dinheiro... Hoje, é considerada a obra humana mais fotografada no planeta. TRABALHADOR QUE SE DIVERTE

18 18 O que você vê na torre Eiffel? TRABALHADOR QUE SE DIVERTE

19 19 O que você vê na torre Eiffel? Um aspecto racional do ser humano? TRABALHADOR QUE SE DIVERTE

20 20 O que você vê na torre Eiffel? Um aspecto racional do ser humano? Ou algo a mais? Talvez algum aspecto lúdico, relacionado ao sonho e ao prazer? TRABALHADOR QUE SE DIVERTE

21 21 Trabalhador que se Diverte O pilar Trabalhador que se Diverte oportuniza aos trabalhadores das empresas industriais a defesa de sua dimensão humana, representada pelo lúdico, pelo sonho e pelo prazer. O acesso aos cinco temas do Pentáculo do Bem-Estar deve permitir que sonhe com sua qualidade de vida, e que, de fato, a viva lúdica e prazerosamente. Alimentação Saudável Atividade Física Comportamento Preventivo Gerenciamento do Estresse Relacionamentos TRABALHADOR QUE SE DIVERTE

22 22 Dessa forma, o SESI Lazer Ativo alinha-se ao paradigma holístico e luta pela valorização do trabalhador da empresa industrial enquanto ser humano com necessidade do lúdico, do sonho e do prazer, cumprindo a missão da instituição no que se refere às relações entre qualidade de vida e lazer. TRABALHADOR QUE SE DIVERTE


Carregar ppt "1 PILARES CONCEITUAIS DO SESI LAZER ATIVO. 2 Você conhecerá o modelo conceitual do SESI Lazer Ativo, que foi construído com conhecimentos das áreas de."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google