A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

GF 703 Sessão 6 Interpretações sobre a inovação tecnológica na agricultura.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "GF 703 Sessão 6 Interpretações sobre a inovação tecnológica na agricultura."— Transcrição da apresentação:

1 GF 703 Sessão 6 Interpretações sobre a inovação tecnológica na agricultura

2 Inovação tecnológica no enfoque neo- clássico Conceitos gerais Chama-se de escola neo-clássica a que se seguiu à clássica em termos de refinamento matemático da análise do modelo laissez-faire da competição perfeita, particularmente na análise do comportamento de consumidores e das firmas, ou seja, micro-econômico

3 Pressupostos Assumem simplificações sobre o comportamento dos agentes e seu ambiente, como: - a racionalidade da escolha econômica, - a perfeita mobilidade dos fatores de produção - a disponibilidade de informações para os tomadores de decisão - e o acesso igual à tecnologia

4 Fatores de produção segundo a variabilidade quantidades fixas ou variáveis segundo a disponibilidade limitada ilimitada segundo a divisibilidade divisíveis indivisíveis segundo a adurabilidade duráveis não duráveis

5 Definições Um processo de produção se descreve por um conjunto de funções que expressam a forma de utilização dos fatores de produção num tempo t de produção. A função de produção é uma relação que indica qto se pode obter de um ou mais produtos a partir de uma dada quantidade de fatores. Será sermpre relativa ao metodo de produção isoquantas ou curva de indiferença de produção é um lugar geométrico de combinações de fatores que dêem origem a uma mesma quantidade de produto

6 Inovações e progresso técnico Uma mudança na função de produção que permite, com uma mesma quantidade de fatores, produzir maior quantidade de produto O progresso técnico é melhor definido na função de produção como um deslocamento da isoquanta em direção à origem O que significa resultar num efeito redutor de custos e não pelo aumento do output A melhor relação do ponto de vista econômico dependerá dos preços relativos dos fatores. Assim, o êxito econômico de uma inovação depende pois da estrutura dos preços relativos.

7 Inovações seriam poupadoras… a)Inovações poupadoras de trabalho: qdo se aumenta a produtividade marginal do capital em relação à de trabalho. Sobe Pk/Pl b)Inovações neutras: qdo se mantiver inalterada a relação entre as produtividades marginais de trabalho e capital. Não se altera Pk/Pl c)Inovações poupadoras de capital: qdo se aumenta a produtividade marginal do trabalho. Desce Pk/Pl

8 Teoria da inovação induzida A maior parte dos trabalhos foi feita para a agriclutura mudança técnica como resultado de uma racionalidade econômica explicando tecnologias e políticas haveria uma curva de possibilidades de inovação a um determinado momento. Uma inovação desta curva será adotada se houver uma mudança nos preços relativos dos fatores que a torne a mais eficiente na nova situação de preços

9 Quais seriam as inovações poupadoras na agricultura Tecnologias mecânicas Tecnologias biológicas Tecnologias químicas as restrições ao desenvolvimento agrícola por uma oferta inelástica de terra ou de mão-de-obra poderiam ser contrabalançadas por avanços nas tecnologias biológicas e químicas e mecânicas…

10 Quais os requisitos para isso funcionar?

11 Políticas agrícolas e inovação tecnológica… Intervenção governamental na economia rural 4 formas básicas para a sustentação da renda do produtor, das quais podem ser encontradas muitas combinações: a) preços de garantia com compras do governo, levando à estabilidade e substituição de produtos levando a niveis crescentes de sustentação dos preços; b) programas de controle da produção para certas commodities;

12 Políticas agrícolas e inovação tecnológica c) política de compras de excedentes e de regulação de estoques com concomitante crescimento da demanda e elvação dos preços; d) política de substituição da sustentação de renda por preços elevados pelo pagamento direto da diferença entre o preço do mercado e o preço alvo de cada commodity

13 Uma crise permanente na agricultura… As políticas de sustentação da renda e de estabilização dos preços na agricultura são fruto do "mercado político" de disputa entre grupos de interesse antagônicos: farmers x urbano industriais. O resultado foi a obtenção de parte da full parity reivindicada pelos farmers Um efeito colateral dessa política teria sido o descontentamento dos farmers em ter de deixar áreas improdutivas Intensifica-se a adição de K nas terras não controladas, aumentando a produtividade

14 Uma crise permanente na agricultura Na prática, as políticas adotadas para manter preços, diminuir oferta e aumentar demanda nem sempre foram suficientes para por em equilíbrio o mercado agrícola, exigindo que o governo entre adquirindo mais do que seria desejável e fazendo estoques acima do racional Tal fato leva a crer em uma crise constante da produção agrícola para o mercado, na qual nem mesmo as políticas governamentais seriam suficientes para sustentar a atividade econômica da agricultura

15 Teoria do Tread Mill (ou de como o progresso técnico é compatível com esse constante problema de sustentação da renda e dos preços agrícolas)

16 O pássaro madrugador e o retardatário… Mr. early bird ao adotar uma nova tec vê que seus custos de produção diminuiram, aumenta seu output, obtém maior lucro Ele consegue sustentar sua situação porque no computo geral a contribuição de sua redução de custos é infinitesimal, mantendo o preço do mercado. Mr. Average farmer tb. vai adotar: começa queda de preços Novos adotantes serão atraídos No final os preços atingirão um novo patamar, mais baixo, que irá eliminar o lucro advindo da inovação Os laggard farmers serão excluídos

17 Canibalismo entre produtores Todos os adotantes então estarão num treadmill, com a perspectiva de inovar para ganhar, mas tb. de inovar para não ficar para trás Os ganhos obtidos com a inovação pelos early birds serão aplicados na compra dos recursos produtivos de seus vizinhos laggard (entenda-se compra de terra) Ou seja, o avanço tencológico nestas condições resulta num amplo canibalismo na agricultura

18 Mas e a sustentação dos preços? Numa situação onde os preços são sustentados pelo governo e não há livre mercado, como operaria o mecanismo do treadmill? O processo de queda de preços não ocorre, mas os custos vão subir como resultado de uma maior procura por compra de terras, que fará elevar seu preço e assim o custo deste fator escasso Assim, o "land market treadmill substitui o product market treadmill" Passa a existir uma nova necessidade de escala de produção

19 A conclusão inescapável É a de que no longo prazo as políticas de sustentação da renda favoreceram os grandes e mais agressivos proprietários, que incrementaram suas riquezas. Os peq. menos agressivos só tiveram ganhos no curto prazo, perdendo-os no longo prazo

20 Ruy Miller Paiva e o dualismo tecnológico na agricultura Está preocupado em explicar inovação tecnológica na agricultura de países atrasados Faz um contraponto a Schultz e à inovação induzida Propõe que nesses países há restrições que não se superam com a oferta e a adoção de de novas correntes de renda Hipótese: sob certas condições a modernização agrícola fica na dipendência do desenv. do setor não agrícola, através de um mecanismo de auto- controle.

21 Adoção, difusão e modernização Adoção: de caráter micro, relaciona-se sobretudo com perspectivas de vantagens econômicas em termos de aumento de renda líquida, pelo aumento da produção e redução de custos: (Qm.Pq) - (Xm.Pxm) > (Qt.Pq) - (Xt.Pxt)

22 Quebra do tradicionalismo Mas não basta que a equação dê resultado positivo, é preciso que as vantagens sejam suficientemente altas para dar o estímulo necessário ao rompimento das barreiras do tradicionalismo: Dificuldades a superar e sacrifícios da transferência Dificuldades relacionadas ao novo, ao aprendizado necessário e aos riscos Sacrifícios relacionados às vantagens que ele julga perder quando abandona hábitos e costumes Chama a isto de CST: (Qm.Pq) - (Xm.Pxm) > (Qt.Pq) - (Xt.Pxt) + CST Isto explicaria porque uns adotam mais facilmente que outros

23 Difusão Depende de uma série de fatores externos, ligados sobretudo às propostas de Schultz Mas depende particularmente de um elemento: a mudança nos preços relativos que agem como um freio à própria difusão Difusão > aumento da produção > queda nos preços dos produtos > queda dos preços dos fatores tradicionais > redução dupla da vantagem da tecnologia moderna > redução da adoção > redução da difusão > estagnação tecnológica

24 Auto-controle a) o processo de modernização estaria preso a um mecanismo de auto-controle b) este mecanismo impõe um grau máximo de modernização c) neste ponto a modernização fica na dependência do setor não agrícola

25 A lógica econômica do mecanismo de autocontrole Distingue 3 tipos de técnicas modernas que impactam no aumento de produtividade: a) aumento da produtividade física sem redução de custo por unidade, com grande dispêndio de K (tratores, máquinas colheitadeiras etc.) b) aumento de produtividade com redução de custo e pequeno aporte de K (fertilizante, pesticidas, rações etc.) c) idem sem dispêndio de K (época de plantio, espaçamento, manejo de pastos, sementes melhoradas etc.)

26 Características do autocontrole… Depende do tipo de técnica adotada agirá mais ou menos rápido Produtos exportáveis, o mecanismo só funciona se houver queda acentuada do preço da mão-de-obra pela mecanização, já que a curva de demanda para os países exportadores pode ser considerada perfeitamente elástica. O grau máximo de modernização numa economia fechada é definido pela capacidade de absorção do produto agrícola

27 Características do autocontrole Grau máximo será ultrapassado (preços subsidiados, garantia de renda, expectativas mal guiadas dos adotantes) Quando a modernização não se expande igualmente pelos produtos, os ineficientes vão para produtos não modernizados, impedindo que nos primeiros o autocontrole aja integralmente

28 Implicações gerais Nos PMDs, haverá sempre uma agricultura dual, dependente da capacidade do setor não agrícola O auto controle impede que a agricultura exerça um papel dinâmico na economia como um todo, porque limita a criação de fluxos de renda. Isto manterá sempre baixos níveis salariais para o trabalhador rural Forçar a modernização além do grau máximo seria nocivo Estímulo aos produtos de exportação, o que não traria problemas aos que não se modernizam Deve-se baratear o preço dos insumos modernos, para melhorar a competitividade das exp. e reduzir o efeito do auto controle


Carregar ppt "GF 703 Sessão 6 Interpretações sobre a inovação tecnológica na agricultura."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google