A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

É um antropólogo e sociólogo sefardita. Formado em Direito, Historia e Geografia, realizou estudos em Filosofa, Sociologia e Epistemologia. Autor de mais.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "É um antropólogo e sociólogo sefardita. Formado em Direito, Historia e Geografia, realizou estudos em Filosofa, Sociologia e Epistemologia. Autor de mais."— Transcrição da apresentação:

1 É um antropólogo e sociólogo sefardita. Formado em Direito, Historia e Geografia, realizou estudos em Filosofa, Sociologia e Epistemologia. Autor de mais de trinta livros, entre eles O método (6 volumes), Introdução ao pensamento complexo, Ciência com consciência e Os sete saberes necessários para a educação do futuro.

2 No prefácio da obra A cabeça bem-feitao autor explica que o amadurecimento da idéia para o livro levou em torno de 10 anos. Ele sentia e verificava cada vez mais a necessidade de uma reforma no pensamento, que no ponto de vista dele só seria/será possível a partir de uma reforma no ensino.

3 Capítulo l OS DESAFIOS " De fato, a hiperespecialização¹ impede de ver o global(que ela fragmenta em parcelas)bem como o essencial (que ela dilui). (p. 13)

4 Complexo O retalhamento das disciplinas torna impossível apreender `` o que é tecido junto ´´, isto é complexo segundo o sentido original do termo. (...) quanto mais os problemas se tornam multidimensionais, maior a incapacidade de pensar sua multidimensionalidade; quanto mais a crise progride mais progride a incapacidade de pensar a crise; quanto mais planetários tornam-se os problemas, mais impensáveis eles se tornam (p.15)

5 Jean-Paul Fitoussi " M uitos desfucionamentos procedem,hoje,de uma mesma fraqueza da política econômica: a recusa a enfrentar a complexidade... ". Hayek N inguém pode ser um grande economista se for somente um economista. "

6 Devemos, pois, pensar o problema do ensino, considerando, por um lado, os efeitos cada vez mais graves da compartimentarão dos saberes ela incapacidade de articulá-los, uns aos outros; por outro lado, considerando aptidão para contextualizar e integrar é uma qualidade fundamental da mente humana, que precisa ser desenvolvida, e não atrofiada ". (p. 16) Contextualização

7 Os desafios O desafio cultural : Cultura da humanidade e a científica agravada neste século. Humanística é uma cultura genética, que pela via da filosofia,dos ensino de romances,alimenta a inteligência geral,enfrenta as grandes integrações humanas estimulando a reflexão sobre o saber. Científica,bem diferente admirável descobertas teorias geniais mas não uma reflexão sobre o destino humano sobre o futuro da própria ciência.

8 O desafio sociológico A área submetida aos três desafios crescimento das característica cognitivas das atividades econômicas,sociais,política.... A informação é uma matéria-prima; O conhecimento de ser permanente revisitado e revisado pelo pensamento; O pensamento é,mais do que nunca,o capital mais precioso para o indivíduo e a sociedade.

9 O desafio cívico Enfraquecimento de uma percepção global leva ao enfraquecimento do senso de responsabilidade Cada um tente a ser responsável apenas por suas tarefa especializada. Bem como ao enfraquecimento da solidariedade Ninguém mais preserva seu elo orgânico com a cidade e seus concidadãos.

10 A cabeça bem- feita Não se ensinam os homens a serem honestos,mas ensina-se tudo mais. Pascal A finalidade de nossa escola é ensinar a repensar o pensamento a des-saber o sabido e a duvidar de própria duvida;esta é a única maneira de começar a acreditar em alguma coisa.

11 "em vez de acumular o saber precisa dispor ao mesmo tempo de: - uma aptidão geral para colocar e tratar os problemas; - princípios organizadores que permitam ligar os saberes e lhes dar sentido". (p. 21) Juan de Mairena Um dos pontos principais do livro está em torno da questão do que é a CABEÇABEM-FEITA. Para o autor, uma cabeça bem-feita é aquela em

12 Morin diz que o estudo da condição humana não depende apenas do ponto de vista das ciências humanas, da reflexão filosófica e das descrições literárias, mas depende também das ciências naturais renovadas e reunidas.

13 São as ciências humanas que, no momento atual, oferecem a mais fraca contribuição ao estudo da condição humana, precisamente porque estão desligadas, fragmentadas.

14 Morin preconiza que na educação, trata – se de transformar as informações em conhecimento e o conhecimento em sapiência.

15 O aprendizado da auto – observação faz parte do aprendizado da lucidez e que a aptidão reflexiva do espírito humano, que o torna capaz de considerar – se a si mesmo, deveria ser encorajada e estimulada em todos.


Carregar ppt "É um antropólogo e sociólogo sefardita. Formado em Direito, Historia e Geografia, realizou estudos em Filosofa, Sociologia e Epistemologia. Autor de mais."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google