A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Linguagens, Códigos e suas Tecnologias - Arte Ensino Médio, 2ª Série ROMANTISMO.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Linguagens, Códigos e suas Tecnologias - Arte Ensino Médio, 2ª Série ROMANTISMO."— Transcrição da apresentação:

1 Linguagens, Códigos e suas Tecnologias - Arte Ensino Médio, 2ª Série ROMANTISMO

2 ARTE, 2º Ano Romantismo Imagem: A agitação de Tânger, / Eugène Delacroix /

3 ARTE, 2º Ano Romantismo O século XIX foi agitado por fortes mudanças sociais, políticas e culturais causadas por acontecimentos do final do século XVIII. Foi a Revolução Industrial que gerou novos inventos com o objetivo de solucionar os problemas técnicos decorrentes do aumento de produção, provocando a divisão do trabalho e o início da especialização da mão de obra. Já a Revolução Francesa lutou por uma sociedade mais harmônica, em que direitos individuais fossem respeitados, traduzindo essa expectativa na Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão. Do mesmo modo, a atividade artística tornou-se complexa (1). (1) Imagens de cima para baixo: (a) A reunião dos Estados Gerais em 05 de maio de 1789 na Salles des Grands Menus-Plaisirs de Versailles / J.M. Moreau Le Jeune / domínio público. (b) "Napoleão Bonaparte" para Elba esperando a chegada de L'inconstante / Horace Vernet / domínio público.

4 ARTE, 2º Ano Romantismo A palavra romantismo designa uma maneira de se comportar, de agir, de interpretar a realidade. O comportamento romântico caracteriza-se pelo sonho, por uma atitude emotiva diante das coisas e esse comportamento pode ocorrer em qualquer tempo da história. Romantismo designa uma tendência geral da vida e da arte, portanto, nomeia um sistema, um estilo delimitado no tempo (2).(2) Imagens: (a) Saint Cecilia (1895, oil on canvas) / John William Waterhouse / The Montreal Museum of Fine Arts / domínio público. (b) The Soul of the Rose, aka My Sweet Rose (1908, oil on canvas) / John William Waterhouse / domínio público. (c) Tristão e Isolda com a Poção (1916, oil on canvas) / John William Waterhouse / Art Renewal Center Museum, image 9996 / domínio público.

5 ARTE, 2º Ano Romantismo A valorização dos sentimentos e da imaginação; O nacionalismo; A valorização da natureza como princípios da criação artística; Os sentimentos do presente tais como: Liberdade, Igualdade e Fraternidade (3).(3) Os artistas românticos procuraram se libertar das convenções acadêmicas em favor da livre expressão da personalidade do artista. Características gerais: Imagem: Os Desatres da Guerra é um conjunto de 80 impressões aquatint criado em 1810 / Francisco de Goya / domínio público.

6 ARTE, 2º Ano Romantismo ARQUITETURA E ESCULTURA A escultura e a arquitetura registram poucas novidades. Observa-se, grosso modo, a permanência do estilo anterior, o neoclássico. Vez por outra, retomou-se o estilo gótico da época medieval, gerando o neogótico (4). (4) Imagem: O Palácio de Westminster visto de leste / Alvesgaspar / GNU Free Documentation License.

7 ARTE, 2º Ano Romantismo Imagens da esquerda pra direita: (a) "La danse" Musée d'Orsay, Paris França. Escultura feita entre 1865 e 1869 / Jean-Baptiste Carpeaux / Langladure / GNU Free Documentation License. (b) La Marseillaise, 1833, no Arco do Triunfo, Paris / François Rude / foto tirada por Tom Radulovich / GNU Free Documentation License.

8 ARTE, 2º Ano Romantismo Aproximação das formas barrocas; Composição em diagonal, sugerindo instabilidade e dinamismo ao observador; Valorização das cores e do claro- escuro; Dramaticidade (5). (5) Características da pintura: Imagem: O Naufrágio / Joseph Mallord William Turner / Google Art Project: Home - pic Maximum resolution / domínio público.

9 ARTE, 2º Ano Romantismo Temas da pintura: Fatos da história nacional e contemporânea da vida dos artistas; Natureza revelando um dinamismo equivalente às emoções humanas; Mitologia Grega (6). (6) Jean Auguste Dominique Ingres - Joana DArc na coroação de Carlos VII, 1854 Imagem: Jean Auguste Dominique Ingres/ Joana DArc na coroação de Carlos VII, 1854 / Museu do Louvre / Public Domain.

10 ARTE, 2º Ano Romantismo Principais artistas: Goya - Nasceu no pequeno povoado de Fuendetodos, Espanha, em 1746 e morreu em Bordeaux, em Goya e sua mitologia povoada por sonhos e pesadelos, seres deformados, tons opressivos. Senhor absoluto da caricatura do seu tempo. Trabalhou temas diversos: retratos de personalidades da corte espanhola e de pessoas do povo, os horrores da guerra, a ação incompreensível de monstros, cenas históricas e as lutas pela liberdade (10). (10) Imagem: Francisco Goya / O três de Maio, 1814 / Museu do Prado / Public Domain.

11 ARTE, 2º Ano Romantismo Imagem: Francisco Goya - O casamento, 1792 / Museu do Prado / Public Domain.

12 ARTE, 2º Ano Romantismo Imagem: Francisco Goya / O guarda sol, 1777 / Public Domain.

13 ARTE, 2º Ano Romantismo Turner - Representou grandes movimentos da natureza, mas, por meio do estudo da luz que a natureza reflete, procurou descrever uma certa atmosfera da paisagem. Uma das primeiras vezes que a arte registra a presença da máquina (locomotiva) (11). (11) Imagem: William Turner / Pôr do Sol sobre um lago, ca / Public Domain.

14 ARTE, 2º Ano Romantismo Imagem: William Turner / O Grande Canal, Veneza, 1835 / Metropolitan Museum of Art / Public Domain.

15 ARTE, 2º Ano Romantismo Imagem: William Turner / A batalha de Trafalgar, 1806 / Tate Gallery / Public Domain.

16 ARTE, 2º Ano Romantismo Delacroix - Suas obras apresentam forte comprometimento político e o valor da pintura é assegurada pelo uso das cores, das luzes e das sombras, dando-nos a sensação de grande movimentação. Representava assuntos abstratos personificando-os (12). (12) Imagem: Hamlet e Horácio no cemitério, oil on canvas / Eugène Delacroix / domínio público.

17 ARTE, 2º Ano Romantismo Imagem: A liberdade guiando o povo, oil on canvas / Eugène Delacroix / domínio público

18 ARTE, 2º Ano Romantismo Imagem: A agitação de Tânger, / Eugène Delacroix /

19 ARTE, 2º Ano Romantismo MISSÃO ARTÍSTICA FRANCESA No início do século XIX, o exército de Napoleão Bonaparte invadiu Portugal, obrigando D. João VI, a família e a corte (nobres, artistas, empregados) a virem para o Brasil. D. João VI, preocupado com o desenvolvimento cultural, trouxe para o Brasil material para montar a primeira gráfica brasileira, onde foram impressos diversos livros e um jornal chamado A Gazeta do Rio de Janeiro (13). (13) Imagem: Interior de uma casa cigana (cerca de 1820) / Jean-Baptiste Debret / domínio público.

20 ARTE, 2º Ano Romantismo Nesse momento, o Brasil recebe forte influência cultural europeia, intensificada ainda mais com a chegada de um grupo de artistas franceses (1816), encarregado da fundação da Academia de Belas Artes (1826), na qual os alunos poderiam aprender as artes e os ofícios artísticos. Esse grupo ficou conhecido como Missão Artística Francesa (13). (13) Imagem: Nicolas-Antoine Taunay / Regresso das bodas, de 1801 a 1815 / Museu Nacional de Arte Antiga / Domínio Público.

21 ARTE, 2º Ano Romantismo Os artistas da Missão Artística Francesa pintavam, desenhavam, esculpiam e construíam à moda europeia. Obedeciam ao estilo neoclássico (novo clássico), ou seja, um estilo artístico que propunha a volta aos padrões da arte clássica (greco-romana) da Antiguidade (14). (14) Imagem: Johan Moritz Rugendas / Rua Direita, no Rio de Janeiro / Pinacoteca Municipal de São Paulo / Domínio Público.

22 ARTE, 2º Ano Romantismo Os pintores deveriam seguir algumas regras na pintura tais como as inspiradas nas esculturas clássicas gregas e na pintura renascentista italiana, sobretudo em Rafael, mestre inegável do equilíbrio da composição e da harmonia do colorido (15). (15) Jacques-Louis David - Bonaparte cruzando a passagem de São Bernardo, Jean-Auguste Dominique Ingres – Napoleão em seu trono imperial, Imagem: Jacques-Louis David / Palácio de Versailles / Domínio Público. Imagem: Jean Auguste Dominique Ingres / Musée de l'Armée / Public Domain.

23 ARTE, 2º Ano Romantismo Principais artistas da Missão Francesa: Nicolas-Antonine Taunay ( ) - pintor francês de grande destaque na corte de Napoleão Bonaparte e considerado um dos mais importantes da Missão Francesa. Durante os cinco anos que residiu no Brasil, retratou várias paisagens do Rio de Janeiro (16). (16) Imagem: Vista do morro de Santo Antônio, 1816 / Museu Nacional de Belas Artes (Rio de Janeiro, RJ) / Nicolas-Antoine Taunay / domínio público.

24 ARTE, 2º Ano Romantismo Jean-Baptiste Debret ( ) - foi chamado de "a alma da Missão Francesa". Ele foi desenhista, aquarelista, pintor cenográfico, decorador, professor de pintura e organizador da primeira exposição de arte no Brasil (1829) (17). (17) Imagem: Jean Batiste Debret / Aclamação do jovem Pedro II como Imperador do Brasil, após a Abdicação de D. Pedro I, 1831 / Public Domain.

25 ARTE, 2º Ano Romantismo Debret - Família de Botocudos em marcha, Debret – Grupo de vendedoras baianas, Debret – Negros cargueiro. Escravos Urbanos no Brasil, c Imagem: (a)Jean-Baptiste Debret / Família de Botocudos em marcha, 1834 / Pinacoteca do Estado de São Paulo / Public Domain, (b) Jean-Baptiste Debret / Group of "baianas" selling their goods in XIXth Century Rio de Janeiro, 1826 / Public Domain e (c) Jean-Baptiste Debret / Negros cangueiros. Escravos urbanos no Brasil, cerca de 1830 / New York Public Library - Digital Gallery / Public Domain.

26 ARTE, 2º Ano Romantismo Em 1818, trabalhou no projeto de ornamentação da cidade do Rio de Janeiro para os festejos da aclamação de D.João VI como rei de Portugal, Brasil e Algarve. Mas é em Viagem pitoresca ao Brasil, coleção composta de três volumes com um total de 150 ilustrações, que ele retrata e descreve a sociedade brasileira. Seus temas preferidos são a nobreza e as cenas do cotidiano brasileiro e suas obras nos dão uma excelente ideia da sociedade brasileira do século XIX (18).(18) Imagem: Botica, 1823 / Museu do Açude, Rio de Janeiro / Jean-Baptiste Debret / domínio público.

27 ARTE, 2º Ano Romantismo Alguns dos artistas da Missão Francesa vieram para o Brasil no séc. XIX. Eram pintores motivados pela paisagem luminosa e pela existência de uma burguesia rica e desejosa de ser retratada. Imagem: Chafariz do Moura, Rio de Janiero, 1817 / Thomas Ender.

28 ARTE, 2º Ano Romantismo É nessa perspectiva que se situam alguns artistas europeus independentes da Missão Artística Francesa: Thomas Ender, austríaco, chegou ao Brasil com a comitiva da Princesa Leopoldina. Viajou pelo interior, retratando paisagens e cenas da vida no nosso povo em Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro. Sua obra compõe-se de 800 desenhos e aquarelas (19). (19) Imagem: A rua do Piolho em 1817, do acervo da Akademie der Bildende Kunst, Viena / Thomas Ender.

29 ARTE, 2º Ano Romantismo Johann-Moritz Rugendas, alemão, esteve no Brasil entre 1821 e Além do nosso país, visitou outros da América Latina, documentando, por meio de desenhos e aquarelas, a paisagem e os costumes dos povos que conheceu. Imagem: Johann Moritz Rugendas / Porão de um Navio Negreiro / New York Public Library Digital Gallery/ Public Domain.

30 ARTE, 2º Ano Romantismo Fontes de pesquisa: - CALDEIRA, Jorge; CARVALHO, Flávio; MARCONDES, Claudio, GOES, Sérgio. Viagem pela história do Brasil. 2ª Ed. São Paulo, Cia das Letras, MELLO, Evandro Cabral. Olinda Restaurada: guerra e açúcar no Nordeste, ª Ed. Rio de Janeiro, GOMBRICH, E.H. A História da Arte. Rio de Janeiro: Editora Guanabara, PROENÇA, Graça. História da Arte. São Paulo: Editora Ática, 1994.

31 SlideAutoria / LicençaLink da FonteData do Acesso 2 e 18A agitação de Tânger, / Eugène Delacroix.http://www.steveartgallery.se/spain/picture/ima ge html 26/03/2012 3aA reunião dos Estados Gerais em 05 de maio de 1789 na Salles des Grands Menus-Plaisirs de Versailles / J.M. Moreau Le Jeune / domínio público. pg 28/03/2012 3bNapoleão Bonaparte para Elba esperando a chegada de L'inconstante / Horace Vernet / domínio público n_Bonaparte_auf_Elba.jpg 28/03/2012 4aSaint Cecilia (1895, oil on canvas) / John William Waterhouse / The Montreal Museum of Fine Arts / domínio público. ouse,_John_William_-_Saint_Cecilia_-_1895_.jpg 28/03/2012 4bThe Soul of the Rose, aka My Sweet Rose (1908, oil on canvas) / John William Waterhouse / domínio público illiam_Waterhouse_- _The_Soul_of_the_Rose,_aka_My_Sweet_Rose.J PG 28/03/2012 4cTristão e Isolda com a Poção (1916, oil on canvas) / John William Waterhouse / Art Renewal Center Museum, image 9996 / domínio público. lliam_waterhouse_tristan_and_isolde_with_the_ potion.jpg 28/03/2012 5Os Desatres da Guerra é um conjunto de 80 impressões aquatint criado em 1810 / Francisco de Goya / domínio público. Guerra_%2802%29.jpg 28/03/2012 Tabela de Imagens

32 SlideAutoria / LicençaLink da FonteData do Acesso 6O Palácio de Westminster visto de leste / Alvesgaspar / GNU Free Documentation License _Parliament_ jpg 28/03/2012 7aLa danse Musée d'Orsay, Paris França. Escultura feita entre 1865 e 1869 / Jean-Baptiste Carpeaux / Langladure / GNU Free Documentation License Baptiste_Carpeaux_%22La_danse%22_mus%C3% A9e_d%27Orsay_Paris_France.JPG 30/03/2012 7bLa Marseillaise, 1833, no Arco do Triunfo, Paris / François Rude / foto tirada por Tom Radulovich / GNU Free Documentation License. arseillaise.jpg 30/03/2012 8O Naufrágio / Joseph Mallord William Turner / Google Art Project: Home - pic Maximum resolution / domínio público Mallord_William_Turner_-_The_Shipwreck_- _Google_Art_Project.jpg 30/03/2012 9Jean Auguste Dominique Ingres/ Joana DArc na coroação de Carlos VII, 1854 / Museu do Louvre / Public Domain. oronation_charles_vii.jpg 03/04/ Francisco Goya / O três de Maio, 1814 / Museu do Prado / Public Domain. _Mayo_by_Goya.jpg 03/04/ Francisco Goya - O casamento, 1792 / Museu do Prado / Public Domain. o_de_Goya_y_Lucientes_-_The_Wedding_- _WGA10010.jpg?uselang=pt-br 03/04/ Francisco Goya / O guarda sol, 1777 / Public Domain. sol.jpg 03/04/2012 Tabela de Imagens

33 SlideAutoria / LicençaLink da FonteData do Acesso 13William Turner / Pôr do Sol sobre um lago, ca / Public Domain. _Turner_-_Sun_Setting_over_a_Lake.JPG 03/04/ William Turner / O Grande Canal, Veneza, 1835 / Metropolitan Museum of Art / Public Domain. Mallord_William_Turner_- _The_Grand_Canal,_Venice_-_WGA23173.jpg 03/04/ William Turner / A batalha de Trafalgar, 1806 / Tate Gallery / Public Domain. Mallord_William_Turner_027.jpg 03/04/ Hamlet e Horácio no cemitério, oil on canvas / Eugène Delacroix / domínio público. %A8ne_Ferdinand_Victor_Delacroix_018.jpg 26/03/ A liberdade guiando o povo, oil on canvas / Eugène Delacroix / domínio público. %A8ne_Delacroix_- _La_libert%C3%A9_guidant_le_peuple.jpg 26/03/ A agitação de Tânger, / Eugène Delacroixhttp://www.steveartgallery.se/spain/picture/ima ge html 26/03/ Interior de uma casa cigana (cerca de 1820) / Jean-Baptiste Debret / domínio público a_ciganos.jpg 29/03/ Nicolas-Antoine Taunay / Regresso das bodas, de 1801 a 1815 / Museu Nacional de Arte Antiga / Domínio Público. Antoine_Taunay_- _Regresso_da_Boda.jpg?uselang=pt-br 03/04/ Johan Moritz Rugendas / Rua Direita, no Rio de Janeiro / Pinacoteca Municipal de São Paulo / Domínio Público. as_-_Rua_Direita_no_Rio_de_Janeiro.JPG 03/04/2012 Tabela de Imagens

34 SlideAutoria / LicençaLink da FonteData do Acesso 22aJacques-Louis David / Palácio de Versailles / Domínio Público. _Louis_David_- _Bonaparte_franchissant_le_Grand_Saint- Bernard,_20_mai_1800.jpg 05/04/ bJean Auguste Dominique Ingres / Musée de l'Armée / Public Domain. guste_Dominique_Ingres_- _Napoleon_I_on_the_Imperial_Throne_- _WGA11834.jpg 05/04/ Vista do morro de Santo Antônio, 1816 / Museu Nacional de Belas Artes (Rio de Janeiro, RJ) / Nicolas-Antoine Taunay / domínio público. Antoine_Taunay.jpg 29/03/ Imagem: Jean Batiste Debret / Aclamação do jovem Pedro II como Imperador do Brasil, após a Abdicação de D. Pedro I, 1831 / Public Domain. %C3%A7%C3%A3o_de_D_Pedro_II_em_1831_by _Debret.jpg 05/04/ a(a) Jean-Baptiste Debret / Família de Botocudos em marcha, 1834 / Pinacoteca do Estado de São Paulo / Public Domain. Baptiste_Debret_- _Fam%C3%ADlia_de_Botocudos_em_marcha.JPG 05/04/ b(b) Jean-Baptiste Debret / Group of "baianas" selling their goods in XIXth Century Rio de Janeiro, 1826 / Public Domain. debret.jpg 05/04/2012 Tabela de Imagens

35 SlideAutoria / LicençaLink da FonteData do Acesso 25c(c) Jean-Baptiste Debret / Negros cangueiros. Escravos urbanos no Brasil, cerca de 1830 / New York Public Library - Digital Gallery / Public Domain. -_Negros_Cangueiros.jpg 05/04/ Botica, 1823 / Museu do Açude, Rio de Janeiro / Jean-Baptiste Debret / domínio público ptiste_Debret_-_Botica,_1823.jpg 29/03/ Chafariz do Moura, Rio de Janiero, 1817 / Thomas Ender. o/index.php/arte-arte-brasileira-poesia-francisco- de-melo-franco / 29/03/ A rua do Piolho em 1817, do acervo da Akademie der Bildende Kunst, Viena / Thomas Ender 29Johann Moritz Rugendas / Porão de um Navio Negreiro / New York Public Library Digital Gallery/ Public Domain. as_-_N%C3%A8gres_a_fond_de_cale.jpg 05/04/2012 Tabela de Imagens


Carregar ppt "Linguagens, Códigos e suas Tecnologias - Arte Ensino Médio, 2ª Série ROMANTISMO."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google