A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

SEMINÁRIO RELAÇÕES COMERCIAIS E TECNOLÓGICAS ENTRE OS SETORES DE ENERGIA ELÉTRICA DO BRASIL E DA CHINA RELAÇÕES COM A CHINA AMEAÇAS X OPORTUNIDADES.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "SEMINÁRIO RELAÇÕES COMERCIAIS E TECNOLÓGICAS ENTRE OS SETORES DE ENERGIA ELÉTRICA DO BRASIL E DA CHINA RELAÇÕES COM A CHINA AMEAÇAS X OPORTUNIDADES."— Transcrição da apresentação:

1 SEMINÁRIO RELAÇÕES COMERCIAIS E TECNOLÓGICAS ENTRE OS SETORES DE ENERGIA ELÉTRICA DO BRASIL E DA CHINA RELAÇÕES COM A CHINA AMEAÇAS X OPORTUNIDADES

2 PROVÉRBIO: CONHECE A TI PRÓPRIO E A TEUS INIMIGOS E VENCERÁS 100 BATALHAS TODA AMEAÇA = UMA OPORTUNIDADE TODA OPORTUNIDADE = UMA AMEAÇA PRIMEIRO PASSO: CHINA UMA AMEAÇA SEGUNDO PASSO: CONHECER A CHINA TERCEIRO PASSO: O QUE O BRASIL QUER APRENDENDO COM SUN ZI

3 SETOR ELÉTRICO CHINÊS Mapa do Sistema Elétrico da China

4

5 PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS 1.CRESCIMENTO RÁPIDO GERAÇÃO TOTAL 1986: 76 GW GERAÇÃO TOTAL 2010: 1000 GW CRESCIMENTO MÉDIO ANUAL: 9 % SETOR ELÉTRICO CHINÊS

6 PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS 2. MATRIZ EM DIVERSIFICAÇÃO GERAÇÃO TERMO A CARVÃO 1986: 68% / 52 GW GERAÇÃO TERMO A CARVÃO 2010: 67% / 670 GW GERAÇÃO HIDRÁULICA 1986: 32% / 24 GW GERAÇÃO HIDÁULICA 2010: 20% / 200 GW GERAÇÃO NUCLEAR 1986: 0% GERAÇÃO NUCLEAR 2010: 2% / 15 GW SETOR ELÉTRICO CHINÊS

7 PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS 2. MATRIZ EM DIVERSIFICAÇÃO GERAÇÃO EÓLICA 1986: 0% GERAÇÃO EÓLICA 2010: 4% / 40 GW GERAÇÃO BIOMASSA 1986: 0% GERAÇÃO BIOMASSA 2010: 2% / 20 GW GERAÇÃO SOLAR 1986: 0% GERAÇÃO SOLAR 2010: 3% / 30 GW SETOR ELÉTRICO CHINÊS

8 PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS 3. ENERGIA NOVA LIMPA (EM CONSTRUÇÃO) 13 HIDRELÉTRICAS / GW 11 NUCLEARES / + 15 GW EÓLICAS / + 40 GW SOLAR E BIOMASSA / + 20 GW SETOR ELÉTRICO CHINÊS

9 HIDRELÉTRICA DE TRÊS GARGANTAS

10 PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS 4. REFORMA PARA LIMPEZA CARVÃO DESSULFURIZAÇÃO LIQUEFAÇÃO GASEIFICAÇÃO SETOR ELÉTRICO CHINÊS

11 PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS 5. PESQUISA DE NOVAS FONTES HIDROGÊNIO CELULOSE MARÉS MICROALGAS GEOTÉRMICAS GÁS NATURAL TERMOSOLAR SETOR ELÉTRICO CHINÊS

12 RIZHAO – 100% SOLAR

13 PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS 6. ESTATAIS DE G&T FABRICANTES HUANENG DATANG GUODIAN HUADIAN STATE GRID –XJ GROUP –CTDEC –BAODING SETOR ELÉTRICO CHINÊS

14 PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS 7. GRANDES ESTATAIS DE MÁQUINAS DONGFANG MACHINERY HARBIN MACHINERY 8. PRESENÇA GRANDES MULTINACIONAIS VOITH-SIEMENS AREVA GE VESTAS SETOR ELÉTRICO CHINÊS

15 PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS 9. CENTROS DE P&D DAS EMPRESAS ESTATAIS DONGFANG HARBIN STATE GRID / CEPRI 10. INCUBAÇÃO UNIVERSIDADES E CAS INSTITUTO DE ENERGIA ELÉTRICA DA ACADEMIA CHINESA DE CIENCIAS / TERMOSOLAR SETOR ELÉTRICO CHINÊS

16 PLANTA TERMOSOLAR DE DAHAN

17 1. BRASIL 2011 = CHINA 1984 CADEIAS INDUSTRIAIS INCOMPLETAS IMPORTAÇÃO BENS CAPITAL IMPORTAÇÃO TECNOLOGIAS ATRAÇÃO INVESTIMENTOS OBTENÇÃO FINANCIAMENTOS CENÁRIOS COMPARATIVOS BRASIL-CHINA

18 2. DESVANTAGENS BRASIL SISTEMA PLANEJAMENTO NÃO-RECUPERADO SISTEMA DE ELABORAÇÃO PROJETOS LENTO POLÍTICA INDUSTRIAL FROUXA SISTEMA DE CLUSTERS POUCO DESENVOLVIDO AUSÊNCIA POLÍTICA ATRAÇÃO INVESTIMENTOS LOGÍSTICA / JUROS / CÂMBIO = CUSTO BRASIL CENÁRIOS COMPARATIVOS BRASIL-CHINA

19 3. VANTAGENS DO BRASIL COMMODITIES GERADORAS DE SALDOS COMERCIAIS BANCOS ESTATAIS COM KNOW-HOW EM INVESTIMENTOS E FINANCIAMENTOS DIFERENTES ESTATAIS COM EXPERIÊNCIA NO SETOR CENÁRIOS COMPARATIVOS BRASIL-CHINA

20 1. COMPRA DE ATIVOS PRONTOS STATE GRID / ABENGOA / PLENA SINOCHEN / STATOIL (PEREGRINO) 2. EXPORTAÇÃO PURA EQUIPAMENTOS TURBINAS A VAPOR / CANDIOTA TURBINAS BULBO / JIRAU AEROGERADORES 3. MÁSCARA NACIONAL PARA PRODUTOS IMPORTADOS ATUAIS AMEAÇAS CHINESAS

21 1. DISPONIBILIDADE DE CAPITAIS RESERVAS INTERNACIONAIS: USD 3,7 TRI FUNDOS SOBERANOS: USD 400 BI NECESSIDADE DE EXPORTAR CAPITAIS: USD 100 BI 2. DISPOSIÇÃO DE INVESTIR EM FABRICAÇÃO HUAWEI / ZTE XCMG / SANY / LIUGONG / ZOOMLION CHERY / JAC WUHAN STEEL CRCC OPORTUNIDADES CHINESAS

22

23

24 3. DISPOSIÇÃO DE PARTICIPAR NO SETOR DONGFANG: ESCRITÓRIO + FÁBRICA + NDA PARA ASSOCIAÇÃO EM INVESTIMENTOS HIDRÁULICOS E EÓLICOS STATE GRID: ESCRITÓRIO + ASSOCIAÇÃO EM LEILÕES LT GUODIAN: ASSOCIAÇÃO EM EÓLICAS XEMC: ASSOCIAÇÃO EM EÓLICAS GEZHOUBA: ASSOCIAÇÃO EM CONSTRUÇÃO OPORTUNIDADES CHINESAS

25 ECLUSAS DA USINA TRÊS GARGANTAS

26 4. ABERTURA PARA PARTICIPAR NO SETOR DA CHINA PRODUÇÃO DE COMBUSTÍVEIS LÍQUIDOS A PARTIR DE BIOMASSAS PROJETOS DE DESENVOLVIMENTO TERMOSOLAR SISTEMAS DE REDES INTELIGENTES SISTEMAS DE REGULAÇÃO DE BACIAS HÍDRICAS SISTEMAS DE PROTEÇÃO DE AQUIFEROS OPORTUNIDADES CHINESAS

27 TORRE / LINHA DE TRANSMISSÃO YANGTSÉ

28 CRESCIMENTO MAIS RÁPIDO DO SETOR ELÉTRICO AUMENTO DA PARTICIPAÇÃO EÓLICA AUMENTO DA PARTICIPAÇÃO FOTOVOLTAICA AUMENTO DA PARTICIPAÇÃO TERMOSOLAR AUMENTO DA PARTICIPAÇÃO DA BIOMASSA PESQUISAS DE OUTRAS FONTES ADENSAMENTO DAS CADEIAS DE FABRICAÇÃO O QUE O BRASIL QUER

29 TIPOS DE EQUIPAMENTOS PRIORITÁRIOS A SEREM PRODUZIDOS NO BRASIL POLÍTICA DE ATRAÇÃO DE FABRICANTES E TECNOLOGIAS (ESTIMULADAS / RESTRITAS) PAPEL DAS ESTATAIS ELÉTRICAS NA ATRAÇÃO DE FABRICANTES E TECNOLOGIAS POLÍTICA DE ASSOCIAÇÃO DAS ESTATAIS ELÉTRICAS E UNIVERSIDADES O QUE O BRASIL PRECISA DEFINIR

30 1. TRANSFORMAR AMEAÇAS EM OPORTUNIDADES JOGAR COM OS MÉTODOS CHINESES PARA APROVEITAR AS OPORTUNIDADES TER COMO OBJETIVO PRINCIPAL A INDUSTRIALIZAÇÃO NACIONAL 2. TRANSFORMAR AS OPORTUNIDADES EM AMEAÇAS UTILIZAR AS DEMANDAS CHINESAS PARA NEGOCIAR COM VANTAGENS CONCLUSÕES SOBRE RELAÇÕES COM A CHINA

31 BWP Projetos Consultorias e Participações Ltda. Rio de Janeiro: Sede Endereço: Rua da Assembléia, 35 – 11º andar – Centro – Rio de Janeiro Beijing: Escritório de Representação TOWER D 26 & 27 F, VANTONE CENTER No. 6 CHAOWAI Street, CHAOYANG District, Beijing


Carregar ppt "SEMINÁRIO RELAÇÕES COMERCIAIS E TECNOLÓGICAS ENTRE OS SETORES DE ENERGIA ELÉTRICA DO BRASIL E DA CHINA RELAÇÕES COM A CHINA AMEAÇAS X OPORTUNIDADES."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google