A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1 Universidade do Vale do Paraíba Colégio Técnico Antônio Teixeira Fernandes Disciplina Sistemas de Informação Curso Técnico em Administração de Empresas.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1 Universidade do Vale do Paraíba Colégio Técnico Antônio Teixeira Fernandes Disciplina Sistemas de Informação Curso Técnico em Administração de Empresas."— Transcrição da apresentação:

1 1 Universidade do Vale do Paraíba Colégio Técnico Antônio Teixeira Fernandes Disciplina Sistemas de Informação Curso Técnico em Administração de Empresas Material IV- Bimestre Projeto e Implementação de Sistemas de Informação Site : Prof. Responsáveis Roberto Cordeiro Walts Wagner Santos C. de Jesus

2 2 Conceito de Tecnologia da Informação O termo Tecnologia da Informação serve para designar o conjunto de recursos tecnológicos e computacionais para geração e uso da informação. Também é comumente utilizado para designar o conjunto de recursos não humanos dedicados ao armazenamento, processamento e comunicação da informação, bem como o modo como esses recursos estão organizados em um sistema capaz de executar um conjunto de tarefas.

3 3 Sistemas de TI ERP (Enterprise Resource Planning). Planejamento de Requisitos da Empresa. sistemas de: finanças, contabilidade, recursos humanos, fabricação, marketing, vendas, compras.

4 4 ERP - Comerciais SAP MICROSOFT ORACLE ] Empresas com suas tecnologias. SAP - Sistemas, Aplicações e Produtos em Processamento de Dados Oracle – Revelação

5 5 SAP SAP é uma empresa alemã criadora do Software de Gestão de Negócios do mesmo nome. Ao longo de três décadas, a SAP evoluiu de uma empresa pequena e regional a uma organização de alcance mundial. Hoje, a SAP é a líder global de mercado em soluções de negócios colaborativas e multiempresas. O principal produto da empresa, que emprega mais de pessoas, é o sistema integrado de gestão empresarial (ERP) SAP

6 6 Empresa SAP - Alemanha

7 7 Oracle Corporation É uma companhia que desenvolve softwares corporativos. O seu principal produto é o sistema de gestão de bancos de dados relacionais chamado Oracle.

8 8 Microsoft Corporation Frequentemente abreviada como MS, é uma empresa multi-nacional de softwares dos EUA, sendo a maior do mundo neste ramo. Emprega cerca de 89 mil pessoas em 105 países e as suas receitas foram de cerca de 51,12 bilhões de dólares americanos em 2007.

9 9 Sede Microsoft – Brasil - SP

10 10 Google Google Search estudantes Larry Page e Sergey Brin alunos de doutorado da Universidade de Stanford. Larry Page e Sergey Brin, criadores do Google.

11 11 Serviços de SI - Google Google Search - Ferramenta de busca universal. Google Images - Busca de imagens. Google News - Busca de notícias. Google Code Search - Busca de aplicativos de código aberto. Google Scholar - Busca de artigos acadêmicos. Google Health - Busca de artigos na área da saúde. Google Microsoft Search - Busca de conteúdo produzido para Windows. Google Mac Search - Busca de conteúdo produzido para Mac. Google Linux Search - Busca de conteúdo produzido para Linux. Google BSD Search - Busca de conteúdo produzido para BSD. (Berkeley Software Distribution). Google Docs - Pacote de aplicativos online. Inclui editores e compartilhadores de texto, planilha e apresentação. Google Product Search - Pesquisa e comparação de preços. Orkut - Rede social, com diversos tipos de recursos de comunicação, compartilhamento e pesquisa de pessoas. YouTube - Repositório de vídeos. Gmail - Serviço de correio eletrônico. Google Maps - Visualizador de mapas e traçador de rotas com imagens reais detalhadas, para o mundo todo. Google Translate - Serviço de tradução de textos e sites da Internet. Google Chrome - Navegador Web.

12 12 CEP - Controle Estatístico de Processo O CEP, Controle Estatístico de Processo, tradicionalmente, é uma ferramenta com base estatística, de auxílio ao controle da qualidade, nas etapas do processo, particularmente no caso de processo de produção repetitivo.

13 13 O controle da qualidade de um processo produtivo envolve a realização das seguintes etapas consecutivas: Definição de um padrão a ser atingido Inspeção (medir o que foi produzido e comparar com o padrão) Diagnóstico das não-conformidades (descrição do desvio entre o que foi produzido e o padrão) Identificação das causas dos não conformidades/defeitos Ação corretiva para eliminação das causas Atualização dos padrões(produto ou processo)

14 14 TÉCNICAS DE LEVANTAMENTO DE DADOS Concepção Desenvolvimento Implantação e Gestão de Sistemas de informação Ferramentas Relevantes Levantamento de dados Equipe Multidisciplinar Analisar situações Relatar problemas ou dificuldades Sugerir propostas

15 15 Ações iniciais que antecedem um Levantamento de dados Definição da técnicas baseadas em fatores culturais, políticos econômico-financeiros,operacionais, gerenciais e estratégicos. Planejamento focado em atingir os objetivos. Custos e prazos do projeto. Capacitação dos integrantes da equipe multidisciplinar do projeto.

16 16 Conseqüências de um levantamento de dados inadequado As definições de propostas e soluções; O cumprimento das exigências do projeto; A Imagem institucional da organização; Leva a Diagnóstico pobre; Induzir conclusões comprometedoras; Não identificar as causas do problema; Gerar soluções medíocres; Provocar custos elevados; Comprometer os prazos; Omitir processos fundamentais; Levando a equipe ou a organização ao descrédito. Prejudica...

17 17 Fases do levantamento de dados Planejamento ou preparação Realização ou levantamento de dados Interpretação ou análise de dados; e controle Conclusão Documentação Equilibrar a distribuição de tempo para essas fases }

18 18 Técnicas de levantamento de dados Observação pessoal; Entrevista; Questionário ou dinâmica de grupo; Pesquisa; Estudo de casos. Survey (forma de pesquisa). Técnica mista (integração de todas).

19 19 Documentação do levantamento de dados. Fluxogramas; Diagramas de Objetos; Diagramas de fluxo de dados; Organograma; Descrições Narrativas; Linguagens Naturais; Documentos específicos da organização (procedimentos,ISO,notação UML, CMM e outros).

20 20 METODOLOGIA DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO É um roteiro ou um processo dinâmico e interativo para desenvolvimento estruturado de projetos de sistemas de informação (inclusive de software) visando à qualidade, produtividade, efetividade e inteligência desses projetos.(REZENDE;ABREU,2003).

21 21 Roteiro (Não é somente uma técnica) Pode-se utilizar de qualquer técnica para o desenvolvimento do projeto de um sistema de informação; Mas porém a mesma deve ser amplamente discutida e detalhadamente avaliada por todos na organização: (gestores,desenvolvedores e usuários, ou seja, por uma equipe multidisciplinar).

22 22 Premissas básicas para o desenvolvimento de sistemas de informação de forma metodológica Modularidade Existência Equipe Multidisciplinar Sempre ser desenvolvido com uma metodologia. Desenvolvimento em partes integradas Equipe capacitada e integrada.

23 23 Seis justificativas para o desenvolvimento metodológico de SI I.Fornecem a visão do estado do projeto a qualquer instante; II.Servem como meio de comunicação entre os envolvidos; III.Indicam a forma de participação de todos os envolvidos; IV.Detalham as fases e subfases nos níveis adequados aos interesses da equipe; V.Mantêm um histórico documental do projeto; VI.São sempre bases para as fases e subfases seguintes. Métodos I. II. III. IV. V. VI.

24 24 Equipe multidisciplinar do projeto de sistemas de informação Deve ser construída e capacitada antes de iniciar suas atividades. Podendo sofrer alterações no decorrer de cada fase.

25 25 Quatro componentes de uma equipe multidisciplinar Gestor Clientes; usuários Executores Técnicos Patrocinador Podem aparecer outros componentes para grandes projetos de sistemas de informação ou para softwares especialistas em um domínio específico: gestor técnico,coordenador do projeto(ou líder técnico), engenheiro do conhecimento ou especialista, we design, assessores, consultores internos ou externos.

26 26 Pressupostos de desenvolvimento de sistemas de informação Antes de chegar à metodologia propriamente dita, é necessária a compreensão das fases preparatórias que envolvem quatro partes: (conceitos gerais, ciclos de sistemas; planejamento de informações; e qualidade e produtividade em sistemas de informação.

27 27 PROJETO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Podem utilizar ou não os recursos da tecnologia da informação, realiza na prática os modelos de sistemas de informação. Pressupõe utilizar uma metodologia de elaboração de projetos(ou anteprojeto) não contemplando seu desenvolvimento propriamente dito nem sua implantação.(REZENDE; ABREU,2003).

28 28 Fases do projeto de sistemas de informação Estudo preliminar Análise do sistema atual Projeto lógico

29 29 Subfases; produtos; documentação do projeto; Manuais dos SIs

30 30 Avaliação e Aprovação QualidadeProjeto

31 31 Qualidade Apresentação do projeto para equipe multidisciplinar tem por fim avaliar os requisitos funcionais do projeto obedecendo os padrões de qualidade, produtividade e efetividade.

32 32 Aprovação do projeto A aprovação do projeto é fundamental antes de iniciar a fase de projeto físico do SI. Isso tem por objetivo evitar problemas e desgastes e perdas de tempo.

33 33 Estudo preliminar do projeto de sistemas de informação Capa do projeto Discutir amplamente a metodologia Apresentação Desenvolvimento { Descrição das subfase

34 34 Nominar equipe Patrocinador (apenas uma pessoa); Gestor do projeto (apenas uma pessoa); Executores técnicos (quantas pessoas forem necessárias); Executores clientes ou usuários (quantas pessoas forem necessárias).

35 35 Obter diretrizes Argumentar o pedido do SI desejado, o qual deve estar integrado a uma ou mais estratégias da organização.

36 36 Planejar o trabalho Cronograma Treinamento Documentos ou formulários Definir

37 37 Relatar as informações necessárias desejadas. Elaborar ou rever o Modelo de informações organizacionais (MIO). Descreve informações necessárias para a organização nos níveis operacional gerencial e estratégico.

38 38 Determinar abrangência Menciona as fronteiras de início e fim do projeto, delimitando a extensão do projeto e as integrações com possíveis sistemas que o envolvam.

39 39 Relatar impactos Podem ser resistência negativas ou aceitações positivas: –Controles; –Agilidades; –Facilidades; –Disponibilidades de informações.

40 40 Relatar problemas e limitações Legislação; Problemas ambientais; Mercadológicos; Financeiros; Recursos humanos; Materiais; Tecnologia; Tempo e prazo

41 41 Elaborar dicionário de termos Descrever todos os termos próprios do projeto de sistemas de informação ou palavras do novo sistema de informação e seus respectivos significados para a organização.

42 42 Relatar a expectativa de prazos Descrever o primeiro macrocronograma com data prevista para a conclusão desta fase e da elaboração de todas as demais fases. Essencialmente devem ser relatados o nome da fase e a data, pois os detalhes de como executar as subfases devem estar no plano de trabalho.

43 43 Analisar custos,benefícios, riscos e viabilidade Descrever de forma preliminar todos os custos relacionados com projeto e com a implantação do novo sistema de informação. Os benefícios devem ser separados em mensuráveis e não mensuráveis.

44 44 Identificar e relatar o perfil da equipe do projeto. Descrever o perfil de todos os componentes da equipe, tendo em vista que o projeto do sistema de informação está em andamento e as pessoas nominadas já externaram os seus traços profissionais nas atividades executadas.

45 45 Aprovar o sistema proposto Descrever o parecer (texto) ou termo de compromisso, relatando a avaliação da conformidade dos requisitos da qualidade, de produtividade e de efetividade do projeto de SI. As eventuais restrições devem ser documentadas e regulamentadas.

46 46 Análise do sistema atual do projeto de sistemas de informação A análise do sistema atual corresponde à segunda fase da metodologia de projeto de sistemas de informação. Essa fase permite que a equipe envolvida tenha o completo entendimento do funcionamento do ambiente em que está inserido e seus respectivos processos e fluxos de informação.

47 47 Levantar envolvidos do ambiente atual (Sistemas) Analisar as informações atuais (Organização) Identificar pontos fortes e fracos (Fatores de sucesso ou não) Aprovar a análise do sistema atual (requisitos da qualidade)

48 48 IMPLEMENTAÇÃO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO O projeto de implementação do projeto de sistemas de informação realiza o desenvolvimento do projeto de sistemas de informação (ou anteprojeto) propriamente dito. É possível implementar sistemas de informação sem o recursos da tecnologia da informação, mas sua realização será precária nas organizações inteligentes.

49 49 Fases da implementação do projeto de SI Projeto físico, ou execução Implementação do projeto, ou programação Projeto de implantação disponibilização e uso

50 50 Manutenção de sistemas de informação São fundamentais o planejamento dos sistemas de informação, a execução das atividades das fases e subfases, bem como a determinação das responsabilidades com clientes(os usuários) e com a organização. Também é relevante considerar a metodologia de sistemas de informação antes da execução física das manutenções.

51 51 GESTÃO DE PROJETOS DE SI O gerenciamento de projetos é um fator de sucesso para as organizações que elaboram projetos ou desenvolvem soluções, principalmente porque o número de projetos que não chegam ao seu final com sucesso é alto.

52 52 Ocorrências Falta de acompanhamento do cliente Falta de comprometimento da equipe Deficiência de requisitos funcionais Incompetência dos envolvidos

53 53 Visão de projeto de um SI O projeto de sistemas de informação nas organizações deve ser visto como um empreendimento organizacional ou como parte desse empreendimento na organização.

54 54 PMI(Project Management Institute) Instituto de gerenciamento de projetos Essa instituição foi fundada em 1969 para estabelecer padrões de gerenciamento de projetos e divulgar esses padrões no PMBOK (Project Management Body of Knowledge). Conhecimento corporativo do gerenciamento de projetos. Site PMI (http://www.pmisp.org.br/exe/educacao/pmbok.asp)

55 55 Áreas de conhecimento O gerenciamento de projetos é organizado em áreas de conhecimento, em que cada área de conhecimento é descrita por meio de processos. São recomendadas nove áreas de conhecimento em gerenciamento de projeto para obtenção do sucesso nessa atividade (PMBOK,2000).

56 56 Nove áreas do conhecimento Gerenciamento da Integração do Projeto; Gerenciamento do Escopo do Projeto; Gerenciamento do Prazo do Projeto; Gerenciamento do Custo do Projeto; Gerenciamento da Qualidade do Projeto; Gerenciamento dos Recursos Humanos do Projeto; Gerenciamento da Comunicação do Projeto; Gerenciamento dos Riscos do Projeto; Gerenciamento das Aquisições do Projeto.

57 57 Definição de ciclo de vida de um projeto Execução Planejamento Iniciação Controle Encerramento Ciclo de avaliação Ciclo de desenvolvimento

58 58 Concluindo O PMBOK detalha todos os papéis e respectivas características exigidas dos envolvidos num projeto PMI. Mas principalmente o patrocinador e o gestor do projeto é que devem estabelecer quando as coisas devem ser iniciadas e concluídas.


Carregar ppt "1 Universidade do Vale do Paraíba Colégio Técnico Antônio Teixeira Fernandes Disciplina Sistemas de Informação Curso Técnico em Administração de Empresas."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google