A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PROLIXIDADE PROFESSORA LÚCIA BRASIL. A prolixidade é um problema que compromete a escrita. Mas o que vem a ser um texto prolixo? Ser prolixo é utilizar.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PROLIXIDADE PROFESSORA LÚCIA BRASIL. A prolixidade é um problema que compromete a escrita. Mas o que vem a ser um texto prolixo? Ser prolixo é utilizar."— Transcrição da apresentação:

1 PROLIXIDADE PROFESSORA LÚCIA BRASIL

2 A prolixidade é um problema que compromete a escrita. Mas o que vem a ser um texto prolixo? Ser prolixo é utilizar mais palavras do que o necessário para exprimir uma ideia. É alongar-se, é não ir direto ao assunto, é "encher lingüiça". Prolixidade é o antônimo de concisão. A tendência deste tipo de produção é abusar da escrita, da prorrogação desnecessária do discurso, é a superabundância de argumentos e de palavras. Isso deixa o texto confuso, monótono e entediante. O escritor não sabe a hora de parar, de pontuar, tampouco consegue organizar as ideias de maneira concisa e clara. A falta de objetividade ocasiona repetição de vocábulos e de ideias que, consequentemente, originam o texto prolixo.

3 Um texto prolixo é, em consequência, um texto enfadonho. Sempre que uma pessoa prolonga muito o discurso, os ouvintes tendem a não prestar mais atenção ao que ela está dizendo. O uso de expressões que só servem para prolongar o discurso, como "por outro lado", "na minha modesta opinião", "eu acho que", tendem a não acrescentar nada à mensagem, tornando o texto prolixo. Além dos defeitos apontados, devem-se evitar também evitar frases feitas e chavões, como "inflação galopante", "vitória esmagadora", "caixinha de surpresas", "caloroso abraço", "silêncio sepulcral", "nos píncaros da glória", etc., pois empobrecem muito o texto.

4 Para identificar se seu texto está prolixo, procure verificar se há: pequenas orações ou expressões que podem ser retiradas sem qualquer dano ao significado; explicações genéricas; repetição de termos, de mesmo conteúdo ou do pronome relativo que.

5 Veja alguns exemplos: a) A vida na Terra poderia ser uma vida mais tranquila, uma vida mais pacífica e sossegada. Observe a reprodução dispensável da palavra vida, bem como das informações (tranquila, pacífica e sossegada têm o mesmo sentido). Seria melhor escrever: A vida na Terra poderia ser mais tranquila. b) A importância da Mata Atlântica é inquestionável, precisamos dela para vivermos melhor, para respirarmos melhor, para nos alimentarmos melhor, afinal, ela é um dos pulmões da Terra e, portanto, é fundamental para nossa sobrevivência.

6 Seria melhor escrever: A importância da Mata Atlântica é inquestionável, afinal, ela é um dos pulmões da Terra e, portanto, é fundamental para nossa sobrevivência. c) Este é o menino que sugeriu que seria melhor que fizéssemos um mutirão que abrangesse todo o setor, para que todos tivessem a oportunidade de contribuir. O que não é o único pronome relativo que existe e estabelece coesão a um texto! Prefira fazer substituições ou excluir o pronome quando possível: Este é o menino, o qual sugeriu que o mutirão fosse realizado em todo o setor. Pois dessa maneira, todos poderão ter a oportunidade de contribuir.


Carregar ppt "PROLIXIDADE PROFESSORA LÚCIA BRASIL. A prolixidade é um problema que compromete a escrita. Mas o que vem a ser um texto prolixo? Ser prolixo é utilizar."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google