A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Compostagem. Fatores importantes Umidade – 40 a 60% Umidade – 40 a 60% Aeração – aeróbio e anaeróbio Aeração – aeróbio e anaeróbio Relação C/N – 30/1.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Compostagem. Fatores importantes Umidade – 40 a 60% Umidade – 40 a 60% Aeração – aeróbio e anaeróbio Aeração – aeróbio e anaeróbio Relação C/N – 30/1."— Transcrição da apresentação:

1 Compostagem

2 Fatores importantes Umidade – 40 a 60% Umidade – 40 a 60% Aeração – aeróbio e anaeróbio Aeração – aeróbio e anaeróbio Relação C/N – 30/1 decai para 10/1 Relação C/N – 30/1 decai para 10/1 Temperatura – 50 a 60 0 C Temperatura – 50 a 60 0 C Superfície específica Superfície específica

3 Tempo de Compostagem Varia de 20 a 120 dias Varia de 20 a 120 dias De acordo com a tecnologia disponível De acordo com a tecnologia disponível Abundância de ar Abundância de ar Relação Carbono/Nitrogênio Relação Carbono/Nitrogênio

4 Cura Cru – palmas das mãos permanecem limpas Cru – palmas das mãos permanecem limpas Semicurado – palmas da mão ficam com aspecto de pó de café Semicurado – palmas da mão ficam com aspecto de pó de café Curado – graxa preta Curado – graxa preta

5 Cálculo Relação C/N Tem-se: Tem-se: 5 T de capim limão – 62/1 5 T de capim limão – 62/1 4 T de feijão de porco – 19/1 4 T de feijão de porco – 19/1 3 T de sementes de guandu – 15/1 3 T de sementes de guandu – 15/1 Equivalente % x Peso do material Peso total Peso total

6 Cálculo Relação C/N Quantidade de C x (Equivalente %/100) = contribuição de C daquele material Quantidade de C x (Equivalente %/100) = contribuição de C daquele material da contribuição de C será o total de C/N do material da contribuição de C será o total de C/N do material

7 Cálculo de MS/ha Colheita Colheita Método laboratório Método laboratório Método do microondas Método do microondas

8 Passos para Medição da MS Colheita Colheita Colhe-se todo o material e pesa-se o total colhido. Colhe-se todo o material e pesa-se o total colhido. Amostragem para verificação da MS ou multiplica-se por índice conhecido Amostragem para verificação da MS ou multiplica-se por índice conhecido

9 Passos para Medição da MS Método de amostragem no decorrer da cultura Método de amostragem no decorrer da cultura Tomar um quadrado de 1 x 1 m Tomar um quadrado de 1 x 1 m Colocar sobre uma área aleatória Colocar sobre uma área aleatória Cortar toda a massa verde Cortar toda a massa verde Pesar a massa verde Pesar a massa verde Secagem Secagem

10 Passos para Medição da MS Secagem Secagem Natural Natural Estufa amostra Estufa amostra Microondas Microondas

11 Passos para Medição da MS Fórmula Fórmula MS = Peso seco x MS = Peso seco x

12 Deficiências nutricionais Características Nitrogênio (N) Nitrogênio (N) Folhas inferiores com clorose generalizada; Folhas inferiores com clorose generalizada; Folhas novas tornam-se mais claras. Folhas novas tornam-se mais claras. Fósforo (P) Fósforo (P) Folhas velhas pequenas com coloração azulada; Folhas velhas pequenas com coloração azulada; Raquitismo; Raquitismo; Má formação de grãos Má formação de grãos

13 Deficiências nutricionais Características Potássio (K) Potássio (K) Folhas mais velhas amareladas nas margens, avançando para o centro iniciando necrose nas bordas; Folhas mais velhas amareladas nas margens, avançando para o centro iniciando necrose nas bordas; Má formação de grãos Má formação de grãos Hastes verdes e retenção foliar Hastes verdes e retenção foliar Maior susceptibilidade a pragas Maior susceptibilidade a pragas Cálcio (Ca) Cálcio (Ca) Folhas novas encarquilhadas, clorose semelhante ao K Folhas novas encarquilhadas, clorose semelhante ao K Colapso nos pecíolos das folhas Colapso nos pecíolos das folhas Queda acentuada de flores e vagens Queda acentuada de flores e vagens

14 Deficiências nutricionais Características Magnésio (Mg) Magnésio (Mg) Amarelecimento inicial nos bordos progredindo para centro das folhas que ficam cloróticas entre as nervuras Amarelecimento inicial nos bordos progredindo para centro das folhas que ficam cloróticas entre as nervuras Enxofre (S) Enxofre (S) Clorose generalizada e porte reduzido, ficando com as folhas amareladas como se fosse deficiência de N Clorose generalizada e porte reduzido, ficando com as folhas amareladas como se fosse deficiência de N

15 Deficiências nutricionais Características Boro (B) Boro (B) Lento desenvolvimento dos pontos de crescimento Lento desenvolvimento dos pontos de crescimento Folíolos das folhas novas – pequenos e coloração verde- azulada Folíolos das folhas novas – pequenos e coloração verde- azulada Baixa fecundação de flores e acentuada queda de vagem Baixa fecundação de flores e acentuada queda de vagem Cobre (Cu) Cobre (Cu) Necrose na ponta das folhas novas que progride para as bordas ficando enrolado Necrose na ponta das folhas novas que progride para as bordas ficando enrolado Folhas com aspecto de secas Folhas com aspecto de secas

16 Deficiências nutricionais Características Ferro (Fe) Ferro (Fe) Folhas novas amareladas entre as nervuras – reticulado fino Folhas novas amareladas entre as nervuras – reticulado fino Nervuras também perdem a coloração Nervuras também perdem a coloração Manganês (Mn) Manganês (Mn) Folhas novas amarelecidas com as nervuras margeadas de verde (retículo grosso) Folhas novas amarelecidas com as nervuras margeadas de verde (retículo grosso) Crescimento reduzido Crescimento reduzido

17 Deficiências nutricionais Características Molibidênio e Cobalto (Mo e Co) Molibidênio e Cobalto (Mo e Co) Folhas cloróticas = Nitrogênio Folhas cloróticas = Nitrogênio Queda de flores e vagens Queda de flores e vagens Nódulos pequenos e pouco ativos Nódulos pequenos e pouco ativos Zinco (Zn) Zinco (Zn) Áreas cloróticas entre as nervuras, tornando-se marrons Áreas cloróticas entre as nervuras, tornando-se marrons Encurvamento do ramo principal Encurvamento do ramo principal Baixa produção de vagens Baixa produção de vagens Plantas raquíticas Plantas raquíticas

18 Observações Estes sintomas podem variar de acordo: Estes sintomas podem variar de acordo: Com a umidade do solo Com a umidade do solo Com o ataque de pragas Com o ataque de pragas Com a exposição ao sol - Babosa Com a exposição ao sol - Babosa

19 Calagem Nc = (V2 – V1) x T Nc = (V2 – V1) x T 100 x f 100 x f Nc = necessidade de calcário V1 = saturação de bases no solo V2 = saturação de bases a ser atingida T = capacidade de troca catiônica F = fator de correção do PRNT

20 Reações da Calagem CaCO 3 + H 2 O Ca 2+ + HCO OH - CaCO 3 + H 2 O Ca 2+ + HCO OH - H + + OH - H 2 O H + + OH - H 2 O H + + HCO 3- H 2 O + CO 2 H + + HCO 3- H 2 O + CO 2 Al OH - Al OH 3 Al OH - Al OH 3


Carregar ppt "Compostagem. Fatores importantes Umidade – 40 a 60% Umidade – 40 a 60% Aeração – aeróbio e anaeróbio Aeração – aeróbio e anaeróbio Relação C/N – 30/1."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google