A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Desenvolvimento Energético PETROBRAS A PETROBRAS e o Biodiesel Pelotas - 18 de julho de 2005.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Desenvolvimento Energético PETROBRAS A PETROBRAS e o Biodiesel Pelotas - 18 de julho de 2005."— Transcrição da apresentação:

1 Desenvolvimento Energético PETROBRAS A PETROBRAS e o Biodiesel Pelotas - 18 de julho de 2005

2 Desenvolvimento Energético PETROBRAS Mudanças Climáticas

3 Desenvolvimento Energético PETROBRAS Qual a Importância do tema para a Indústria do Petróleo ? Fonte: IPCC, 2001 Este acréscimo na temperatura tem sido atribuído ao aumento da concentração de gases de efeito estufa (GEE) na atmosfera, predominantemente oriundos da queima de combustíveis fósseis.

4 Desenvolvimento Energético PETROBRAS Tendência Climática Mundial Devido ao Efeito Estufa

5 Desenvolvimento Energético PETROBRAS Fonte: World Energy Council Cenário de Energia para o Crescimento Ecologicamente Orientado Cenários

6 Desenvolvimento Energético PETROBRAS CrescimentoRentabilidade Responsabilidade Social e Ambiental Atuação internacional Mercados de gás e energia elétrica no Cone Sul Atuar seletiva- mente no mercado de energias renováveis Mercado petroquímico brasileiro e do Cone Sul Consolidar e ampliar as vantagens competitivas no mercado brasileiro e sul- americano de petróleo e derivados Liderar o mercado de petróleo, gás natural e derivados na América Latina, atuando como empresa integrada de energia, com expansão seletiva da petroquímica e da atividade internacional Estratégia PETROBRAS

7 Desenvolvimento Energético PETROBRAS (*) Toda gasolina comercializada no Brasil tem 25% de álcool ÁLCOOL 8,8% SUBSTITUIÇÃO POR BIODIESEL 2 a 5% 1,1 a 2,8% Parcela do Álcool 6,6 + 8,8 15,4% Matriz Atual de Combustíveis Veiculares

8 Desenvolvimento Energético PETROBRAS Consumo de Derivados do Petróleo e Álcool Mil bpd Gases Liquefeitos Diesel Gasolina Óleos combustíveis Álcool QAV Nafta Outros Consumo de Combustíveis

9 Desenvolvimento Energético PETROBRAS Motivação para o uso de Biodiesel Fonte Renovável Economia de Petróleo Substituição de Importação Combustível Limpo Crédito de Carbono Geração de Emprego e Renda

10 Desenvolvimento Energético PETROBRAS Produção e Comércio Externo em 2004 Auto-suficiência Dependência Produção X Imp/Exp

11 Desenvolvimento Energético PETROBRAS O Brasil e o biodiesel Fonte: MME / BEN 2005 Biomassa 29.1% Petróleo e Derivados 39.7% Gás Natural 8.7% Carvão Mineral 6.5% Hidreletricidade 14.5% Urânio 1.5% Recursos Renováveis 43.6% - O Brasil importou no ano de ,9 milhões de barris de óleo diesel - O Brasil é um país de destaque no cenário mundial de biocombustíveis - Extensão territorial e condições de clima e solo propícias para a produção de biomassa - O cultivo de oleaginosas é propício em todo território - A demanda mundial por combustíveis renováveis é crescente - A produção de biodiesel é considerada estratégica para o país

12 Desenvolvimento Energético PETROBRAS Biodiesel: ganhos ambientais Benefícios Ambientais Redução da poluição nas grandes cidades Redução de 78% das emissões de CO 2 Eliminação das emissões de enxofre Diminuição das emissões de CO Ligeiro aumento nas emissões de NOx

13 Desenvolvimento Energético PETROBRAS Emissões Biodiesel

14 Desenvolvimento Energético PETROBRAS Potencialidade das Matérias-Primas Brasileiras Tipo de Oleaginosa Teor de Óleo (%m) Produtividade (kg/ha.ano) Produção de Óleo (kg/ha.ano) Gorduras Animais Pinhão Manso Mamona Girassol Amendoim Gergelim Canola Dendê Soja Algodão Babaçu Matérias-Primas

15 Desenvolvimento Energético PETROBRAS Aspectos Sociais Indutor do desenvolvimento regional A geração de emprego e a inclusão social são os principais objetivos do programa de biodiesel Dependendo do nível de mecanização praticado na cultura escolhida como matéria-prima do biodiesel, esse objetivo pode ser inviabilizado Mamona e dendê são exemplos de oleaginosas cuja produção é intensiva em mão-de-obra. Já a soja é o exemplo de uma cultura com um nível muito alto de mecanização

16 Desenvolvimento Energético PETROBRAS Tecnologia Biodiesel Processo Convencional Óleo Vegetal + Álcool Biodiesel + Glicerina (Metanol) (Etanol)

17 Desenvolvimento Energético PETROBRAS Principais Características do Biodiesel Boa lubricidade Apresenta boas características em relação ao índice de cetano e ao ponto de fulgor Ausência de enxofre Quando produzido a partir do etanol é neutro em relação à emissão de CO2 para a atmosfera Tecnologia

18 Desenvolvimento Energético PETROBRAS Estudos sobre mercados (interno e externo) potenciais para o biodiesel Parcerias com diversas entidades (Governos Estaduais, Embrapa, Banco do Brasil, Banco do Nordeste, Emater,...) para o desenvolvimento da oferta de matéria-prima (oleaginosas) Parcerias com produtores rurais para o fornecimento de oleaginosas para a produção de biodiesel Estudos para a definição da localização e capacidade das plantas de biodiesel Produção de biodiesel atendendo as especificações definidas pela ANP Atividades Desenvolvidas pela PETROBRAS

19 Desenvolvimento Energético PETROBRAS Atividades Principais – Área Agrícola Realizar levantamento agrícola de plantas oleaginosas disponíveis no Brasil, indicadas para produção de biodiesel, para produção imediata, produção estratégica e para desenvolvimento Estudar aptidão agrícola e zoneamento para expansão da cultura de oleaginosas para as diversas regiões do país Acompanhar pesquisas desenvolvidas pelo Centro de Pesquisa da Petrobras - CENPES e órgãos de pesquisa nacionais, no tocante ao incremento da produção agrícola e desenvolvimento de novas alternativas para o biodiesel Atividades Desenvolvidas pela PETROBRAS

20 Desenvolvimento Energético PETROBRAS Levantamento Agrícola Estudo da produção regional atual para cada oleaginosa e projeção de expansão agrícola, considerando: - Rendimentos por hectares plantados para cada região. - Área necessária para o plantio Caracterização dos sistemas de produção Estudo de safras /estoque (época de plantio e de colheitas regionais) Verificação de alternativas para cultivos em consórcio Levantamento de custo agrícola, observando as peculiaridades regionais Levantamento de preços de oleaginosas nas diferentes praças Atividades Desenvolvidas pela PETROBRAS

21 Desenvolvimento Energético PETROBRAS Processo PETROBRAS: Piloto de Laboratório Etanol Biodiesel Glicerina Polpa Casca Mamona Catalisador Processo PETROBRAS

22 Desenvolvimento Energético PETROBRAS Plantas de Biodiesel da PETROBRAS (Guamaré/RN)

23 Desenvolvimento Energético PETROBRAS Cadeia Produtiva Cadeia de Produção de Biodiesel

24 Desenvolvimento Energético PETROBRAS MERCADO NACIONAL DO BIODIESEL (estimado) Fonte: ESTRATÉGIA CORPORATIVA

25 Desenvolvimento Energético PETROBRAS INCENTIVOS FISCAIS AO BIODIESEL Não incidência de IPI Lei de 19/05/2005 => Adotou o conceito de combustível social para o biodiesel estabelecendo incentivos ficais

26 Desenvolvimento Energético PETROBRAS Biodiesel no Mundo A Alemanha é o maior produtor mundial - Programa social e ambiental - Produzido principalmente a partir de óleo de colza e metanol - Eliminação do enxofre - Aumento da lubricidade do óleo do diesel Na França o combustível é oferecido ao consumidor já misturado Nos EUA o biodiesel é produzido de óleo de soja e metanol Outros grandes produtores: Áustria, Suécia, Itália e Espanha

27 Desenvolvimento Energético PETROBRAS Biodiesel: lições do mercado Qualidade dos insumos e a qualidade do biodiesel produzido Abrir mão da qualidade pode levar ao descrédito do produto e do programa Todo biodiesel produzido apresenta algum tipo de incentivo econômico Plantas de esmagamento são estratégicas A glicerina produzida como co-produto ajuda a viabilizar o negócio Empresas de biodiesel que faliram: baixa qualidade de produto, desenvolvimento inadequado de processo e baixo rendimento de processo Experiência Internacional

28 Desenvolvimento Energético PETROBRAS Processo Conneman Desenvolvimento de Processo

29 Desenvolvimento Energético PETROBRAS Biodiesel: fatores críticos de sucesso Disponibilidade de óleos e sementes Produtividade agrícola Redução da carga tributária Qualidade dos insumos Garantia de qualidade do produto Novos usos para a glicerina Rendimento de processo Escala Garantia de desempenho dos motores Controle de qualidade na bomba Sensibilização e motivação da sociedade Programa Brasileiro de Biodiesel

30 Desenvolvimento Energético PETROBRAS Obrigado ! Luiz Cezar França Coordenador de Projetos Especiais Desenvolvimento Energético Diretoria de Gás & Energia Tel: (21) Luiz Cezar França Coordenador de Projetos Especiais Desenvolvimento Energético Diretoria de Gás & Energia Tel: (21)


Carregar ppt "Desenvolvimento Energético PETROBRAS A PETROBRAS e o Biodiesel Pelotas - 18 de julho de 2005."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google