A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

COLÓQUIO A PRODUÇÃO DO CONHECIMENTO NA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL A pesquisa sobre a formação inicial e continuada de professores para a educação profissional.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "COLÓQUIO A PRODUÇÃO DO CONHECIMENTO NA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL A pesquisa sobre a formação inicial e continuada de professores para a educação profissional."— Transcrição da apresentação:

1 COLÓQUIO A PRODUÇÃO DO CONHECIMENTO NA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL A pesquisa sobre a formação inicial e continuada de professores para a educação profissional Maria Rita N. Sales Oliveira CEFET-MG IFRN – Natal, maio de 2011

2 A PESQUISA SOBRE A FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA DE PROFESSORES PARA A EP Introdução I.Objetivo II. Condicionantes Objetivo do Colóquio Pós-graduação e pesquisa no país Investigação científica na EP Plano de metas dos Institutos Federais

3 POR QUE REALIZAR ESTUDOS E PESQUISAS SOBRE A FORPROFEP? I.Condições da produção sobre Forprofep II.Legitimidade X Fragilidade do campo III.Necessidade de professores para a EP Relevância e necessidade lógico- histórica

4 ALGUMAS CONCEPÇÕES I.Educação profissional II.Educação tecnológica III.Formação de professores para a EPT IV.Formação tecnológica

5 RESULTADOS DE PESQUISAS SOBRE A FORPROFEP I.Propriedades gerais da Forprofep Caráter especial e emergencial Sem integralidade própria Falta de marco regulatório Fragilidade da profissionalização Na aparente falta de formação, a expressão da dualidade estrutural

6 RESULTADOS DE PESQUISAS SOBRE A FORPROFEP II. Concepções de Forprofep – Afirmação ou negação: Sólida formação regular, na licenciatura Fortalecimento da formação inicial Especificidade da formação docente para a EP Rejeição ao duplo modelo em relação à pesquisa Valorização da carreira

7 RESULTADOS DE PESQUISAS SOBRE A FORPROFEP III. Propostas de formação – Concepções Efeito estabelecimento, efeito habilitação e efeito conteúdo lecionado Formação inicial pela experiência, pelo Bacharelado, ou por cursos breves de conteúdos pedagógicos específicos. Não inclui a Licenciatura.

8 RESULTADOS DE PESQUISAS SOBRE A FORPROFEP III. Propostas de formação – Concepções Importância da formação continuada pela dinamicidade das área técnicas e pelo caráter de imprevisto da sala de aula; sua realização por cursos específicos. Trabalho docente marcado pela não exigência de formação pedagógica, ausência de ofertas de formação e pelo trabalho precário.

9 RESULTADOS DE PESQUISAS SOBRE A FORPROFEP III. Propostas de formação – Oferta na Rede Predomínio das áreas científicas Intenção das instituições de se consolidarem como Instituições Federais de Ensino Superior Limitações da área: de ordem conceitual, social, epistemológica e operacional

10 RESULTADOS DE PESQUISAS SOBRE A FORPROFEP IV. O campo da Forprofep em relação com o campo da Formação de Professores em geral Diferenças Semelhanças Disputas – o lócus da formação

11 FORPROFEP NA REDE – 2011

12

13 RESULTADOS DE PESQUISAS SOBRE A FORPROFEP V. Os saberes e práticas da docência na EP Papel da licenciatura Prática pedagógica não rotineira Saber do trabalho, experiência docente e processo didático Concepção de professor experiência laboral, e complementação pedagógica Trabalho precário, insatisfações e sala de aula

14 UMA AGENDA DE TRABALHO I.Necessidade II.Exigência III.Desafio IV.Pesquisa

15 deve estar marcada por um princípio de responsabilidade social, favorecendo a participação profissional no espaço público da educação. Antonio Nóvoa A FORPROFEP

16 A formação inicial é o bacharelado em alguma área específica em que a pessoa vai trabalhar, ligada ao curso técnico. (FA) (...) que fosse um curso de poucas horas (...) dentro dessas áreas... de Psicologia, Filosofia, Pedagogia. (EE) Concepções de Professores do Técnico Formação Inicial

17 Primeiro, formação técnica (...) uma bagagem técnica, teórica, e é importante que ele tenha uma bagagem prática. Por exemplo, eu vou dar aula sobre manutenção de veículos, eu tenho que saber consertar um carro. (PJ) A formação inicial é o bacharelado em alguma área específica em que a pessoa vai trabalhar, ligada ao curso técnico. (FA) (...) que fosse um curso de poucas horas (...) dentro dessas áreas... de Psicologia, Filosofia, Pedagogia. (EE) Concepções de Professores do Técnico Formação Inicial

18 Concepções dos Professores do Técnico Formação continuada Seria uma reciclagem, seria atualização constante. (...) A técnica ou a tecnologia hoje... é uma coisa assombrosa, mudam da noite para o dia. (FC) Seria aquele esquema de ensinar como ele vai utilizar os recursos e usar o que ele sabe na sala de aula, porque a sala de aula é muito complicada (...) numa turma, cada dia é uma experiência diferente. (...) É uma eterna aprendizagem para a gente também. (PJ)

19 Concepções de Professores do Técnico Exigências de formação e oferta Essa área minha é de uma especificidade incrível, você não encontra curso em lugar nenhum. (FC) O que eu conheço de professores na área de ensino técnico, é que, normalmente, são um engenheiro, um biólogo (...) e, de repente, viram professor.(...) Nunca nos foi exigida a formação pedagógica. (FA)

20 As concepções dos Professores do Técnico Condições do trabalho docente Hoje, numa sociedade capitalista, (...) infelizmente, a gente olha o mercado e o custo-benefício. (...) Então, hoje é muito difícil você encontrar um professor que vai fazer um investimento (...). (EI)

21 Concepções de Professores do Técnico Aspectos de uma síntese provisória Efeito estabelecimento e efeito habilitação Formação inicial pela experiência, pelo Bacharelado, ou por cursos breves de conteúdos pedagógicos específicos. Não inclui a Licenciatura.

22 Concepções de Professores do Técnico Aspectos de uma síntese provisória Importância da formação continuada pela dinamicidade das área técnicas e pelo caráter de imprevisto da sala de aula; sua realização por cursos específicos. Trabalho docente marcado pela não exigência de formação pedagógica, ausência de ofertas de formação e pelo trabalho precário.

23 Propriedades da Forprofep De caráter geral Caráter especial e emergencial Sem integralidade própria Falta de marco regulatório Fragilidade da profissionalização Na aparente falta de formação, a expressão da dualidade estrutural.

24 Propriedades da Forprofep Na natureza da oferta das Instituições de EP Na oferta de formação na área científica, a luta das Instituições de EP por autonomia e reconhecimento como IFES; as dificuldades epistemológicas e operacionais.

25 Propostas em discussão A- Licenciatura para graduados CHEstrutura CurricularDocência em Ação do docente Vantagens para formandos Formação Pedagógica Estágio pedagógico supervisionado Curso técnico Graduação tecnológica Docência dos conteúdos profissionais, no âmbito das bases tecnológicas do seu conhecimento Atuar em profissões regulamentadas, com responsabilidade técnica pela docência Curso pode equivaler à Especialização

26 Propostas em discussão B- Licenciatura integrada com a Graduação Tecnológica CHEstrutura CurricularDocência emAção do docente Vantagens para formandos a (2.400, 2.000, ou 1.600) Educação Tecnológica Formação Pedagógica Estágio pedagógico supervisionado Estágio profissional específico Curso técnico Docência dos conteúdos profissionais, no âmbito das bases tecnológicas do seu conhecimento Diplomas: Graduação Tecnológica, Licenciatura Pode haver economia de CH pelo currículo integrado (máximo de 400 horas)

27 Propostas em discussão C- Licenciatura para Técnicos CHEstrutura CurricularDocência emAção do docente Vantagens para formandos horas Parte técnica e de conhecimentos gerais da Educação Básica Formação Pedagógica Estágio pedagógico supervisionado Estágio profissional específico Curso técnico Docência dos conteúdos profissionais, no âmbito das bases tecnológicas do seu conhecimento Valorização de seus conhecimentos e de suas experiências de curso

28 Propostas em discussão D- Licenciatura para concluintes do Médio CHEstrutura CurricularDocência em Ação do docente Vantagens para formandos Conteúdo técnico específico Formação Pedagógica Revisão conhecim/ Educação Básica Estágio pedagógico supervisionado Estágio profissional específico Curso técnico (ocupações não regulamenta das em Lei) Docência dos conteúdos profissionais, no âmbito das bases tecnológicas do seu conhecimento. Incorporação da formação do Técnico de Nível Médio na modalidade subsequente.

29

30

31

32


Carregar ppt "COLÓQUIO A PRODUÇÃO DO CONHECIMENTO NA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL A pesquisa sobre a formação inicial e continuada de professores para a educação profissional."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google