A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

SENSORIAMENTO REMOTO O QUE É? Sensoriamento Remoto é a utilização de sensores para a aquisição de informações sobre objetos ou fenômenos sem que haja contato.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "SENSORIAMENTO REMOTO O QUE É? Sensoriamento Remoto é a utilização de sensores para a aquisição de informações sobre objetos ou fenômenos sem que haja contato."— Transcrição da apresentação:

1 SENSORIAMENTO REMOTO O QUE É? Sensoriamento Remoto é a utilização de sensores para a aquisição de informações sobre objetos ou fenômenos sem que haja contato direto entre eles (NOVO, 1989) Sensoriamento Remoto é a utilização de modernos sensores, equipamentos de transmissão de dados, aeronaves, espaçonaves, etc., com o objetivo de estudar o ambiente terrestre, através do registro e da análise das interações entre a radiação eletromagnética e as substâncias componentes do planeta Terra, em suas mais diversas manifestações. (NOVO, 1989)

2 FONTES DE RADIAÇÃO ELETROMAGNÉTICA EM SENSORIAMENTO REMOTO Principal fonte de radiação: sol Energia radiante proveniente do sol: fluxo radiante Fluxo radiante por unidade de área e comprimento de onda = irradiância espectral

3 Baseado nas características da transmissão atmosférica, a maior parte dos sensores opera nas seguintes regiões do espectro: visível infravermelho microondas

4

5 INTERAÇÕES MATÉRIA - ENERGIA interações com os alvos, a nível de átomo ou molécula efeitos da interação da energia: - trocas de elétrons nas ligações entre átomos - mudanças de energia de vibração dos átomos mudanças de energia de vibração da molécula

6 SISTEMAS SENSORES Sistema Sensor em Sensoriamento Remoto = equipamento capaz de transformar energia eletromagnética em sinal Tipos de sensores, quanto à fonte de energia: a) Ativos - produzem sua própria radiação. Ex.: radar Passivos - detectam a energia solar refletida ou energia emitida pelos alvosda superfície terrestre. Ex.: sistemas fotográficos

7 Tipos de sensores, quanto ao tipo de transformação sofrida pela radiação detectada: a)Sensores não imageadores - não fornecem imagem da superfície observada Ex.: espectroradiômetro e radiômetro de banda Radiômetro de banda: fornecem informação sobre a resposta do alvo em largas faixas do espectro eletromagnético. Espectroradiômetros: operam em faixas espectrais estreitas. Mede a resposta do alvo de maneira aproximadamente contínua ao longo do espectro.

8 b)Sensores imageadores: fornecem uma imagem da superfície observada. Ex.:sistemas fotográficos Tipos de sensores, quanto ao processo de formação da imagem: a)Sistemas de quadro - adquirem a imagem de toda a cena ao mesmo tempo. b)Sistemas de varredura - a imagem é adquirida pela aquisição seqüencial dos elementos do terreno ou pixels

9

10 Resolução espacial = 30m Resolução espectral = 7 bandas Resolução radiométrica = 256 níveis de cinza Resolução temporal = 16 dias FOV = campo de visada da imagem como um todo. É função da altura de imageamento IFOV = campo de visada instantânea. Taxa de amostragem, que define a resolução do sistema

11 SISTEMA DE MICROONDAS RADARES São sensores ativos e imageadores Radar = Radio Detectivy and Ranging (detectar e medir através de ondas de rádio) O radar emite sua própria fonte de energia, na faixa de microondas independe da luz solar O radar fornece informações sobre a superfície, referentes à: rugosidade da superfície topografia condições de umidade vegetação

12 A resolução espacial em radares de abertura real: função da dimensão da antena. Para se aumentar a resolução: radares de abertura sintética: sintetiza a informação coletada pela antena em diferentes porções. Programas de sistemas RADAR RADAMBRASIL: 1971 a 1986 aerotransportado Orbitais: SEASAR (EUA) banda L SIR-A (EUA) - banda L SIR-B (EUA) banda L SIR-C (EUA) bandas C e L ERS-1 e ERS-2 (Europa) banda L JERS-1 e JERS-2 (Japão) (JERS 1) - banda L ALMAZ (Rússia) - banda S RADARSAT (Canadá) banda L

13 SISTEMA LANDSAT Sistema desenvolvido pela National Aeronautics and Space Administration – NASA Landsat 1, 2, 3, 4, 5,6 e 7

14

15

16

17

18 RECEPÇÃO DE IMAGENS LANDSAT Recepção através de estações terrestres. Dois tipos de estações: 1) estações receptoras de informações de altitude e de dados registrados pelos sensores. 2) estações que também recebem dados armazenados a bordo e transmitem comandos. Centro de Controle de Operações comandos de correção do satélite processadas informações dos sensores auxiliares Caso brasileiro estação de recepção em Cuiabá (Centro geográfico da América do Sul) laboratório de processamento eletrônico e fotográfico dos dados: Cachoeira Paulista - SP

19 SISTEMA SPOT Programa espacial francês, concebido pelo CNES Dois diferentes modos: modo multiespectral, com resolução espacial de 20m. Modo pancromático, com resolução espacial de 10m

20

21 Desvantagens somente três bandas espectrais alto custo Vantagens melhor resolução espacial possibilidade de obtenção de pausa de estereoscópicos Recepção dos dados mesma forma que o Landsat Distribuição no Brasil Empresas privadas

22

23


Carregar ppt "SENSORIAMENTO REMOTO O QUE É? Sensoriamento Remoto é a utilização de sensores para a aquisição de informações sobre objetos ou fenômenos sem que haja contato."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google