A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Haroldo Ribeiro Haroldo Ribeiro Capacitação de Multiplicadores.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Haroldo Ribeiro Haroldo Ribeiro Capacitação de Multiplicadores."— Transcrição da apresentação:

1 Haroldo Ribeiro Haroldo Ribeiro Capacitação de Multiplicadores

2 O Papel dos Facilitadores Apoiar a equipe na prática do 5S Acompanhar as auditorias de sua área Discutir os resultados da auditoria com a equipe Divulgar permanentemente as informações relativas ao 5S da empresa Realizar visitas surpresas com foco em 5S Discutir os problemas comportamentais mais freqüentes

3 SIGNIFICADO DO 5S Utilização l Utilização, Seleção, Classificação Ordenação l Ordenação, Arrumação, Organização Limpeza l Limpeza, Inspeção Saúde l Saúde, Higiene, Padronização, Asseio Autodisciplina l Autodisciplina, Autocontrole, Respeito S EIRI S EITON S EISO S EIKETSU S HITSUKE

4 Comparação entre Housekeeping e 5S Aplicável em ambientes onde as pessoas vivem ou trabalham Foco na transformação das pessoas Metodologia construtivista com caráter educativo Transformação baseada em críticas e sugestões Transformação em médio prazo, mas com facilidade para a manutenção Aplicável em ambientes onde as pessoas transitam Foco na transformação do ambiente Metodologia indutiva com caráter de adestramento Transformação baseada em investimentos Transformações em curto prazo mas com dificuldade para a manutenção Housekeeping5S

5 Metodologia de Implantação do 5S Sensibilização da alta e da média gerências Auditoria Plano de Ação Ações de Melhorias Consolidação dos 3 primeiros S? Estruturação do ComitêTreinamentos com ênfase nos 3 primeiros S 3S Lançamento do 5S e ações sistemáticas de descarte, ordem e limpeza Discussão de Metas Ações sistemáticas de saúde, padronização e autodisciplina 5S Treinamentos com ênfase no 2 últimos S Certificação Consolidação do5S?

6 Auditorias de 5S Planejamento das auditorias Elaboração do relatório Melhorias Feed-back para o auditado Elaboração do Plano de ação pelas áreas Capacitação de Auditores Auditoria Divulgação de resultados

7 SEIRI É saber utilizar sem desperdiçar. Vamos combater o desperdício de recurso! Analise cada recurso que você mantém no ambiente. Retire todas as coisas e documentos das gavetas, armários e outros compartimentos. Coloque de volta apenas o que você usa. Mantenha próximo de você apenas o que você usa com muita freqüência e na quantidade adequada. O que você usa de vez em quando, deixe em um local mais afastado e que possa ser usado por outras pessoas. Aquilo que você não usa mais, descarte-o do ambiente, enviando-o para possíveis interessados ou colocando-o no lixo. Verificar se o histórico de consumo justifica a manutenção da quantidade observada no local. Evite excessos. Tenha somente o necessário e na quantidade necessária. Evite descartar aquilo que ainda pode ser usado. Evite manter no local de trabalho objetos ou documentos pessoais que você não usa com freqüência. Mantenha as instalações e os recursos em boas condições de uso, de forma que não gerem riscos ou perdas.

8 1. SEIRI 1.1. Utilização dos recursos existentes nos locais abertos Todos os recursos existentes nos pisos, mesas e outros locais abertos são compartilhados e usados adequadamente (não há excesso, improvisações, recursos desnecessários, recursos inadequados ou usados inadequadamente, falta ou desperdício). Pode existir uma ou outra irregularidade insignificante para as características do ambiente.

9 1. SEIRI 1.2. Utilização dos recursos existentes nos compartimentos fechados Todos os recursos existentes nos armários, arquivos, gavetas e outros compartimentos fechados são compartilhados e usados adequadamente (não há excesso, improvisações, recursos desnecessários, recursos inadequados ou usados inadequadamente ou falta). Pode existir uma ou outra irregularidade insignificante para as características do ambiente.

10 1. SEIRI 1.3. Estado de conservação de instalações e recursos Todas as instalações e recursos estão em bom estado de conservação. Pode existir uma ou outra irregularidade insignificante para as características do ambiente.

11 1. SEIRI 1.4. Controle dos problemas de conservação Há justificativa formal para todos os problemas de conservação e nenhum compromete a segurança e/ou a funcionalidade das instalações e recursos. Nenhum depende da própria equipe.

12 SEITON É saber organizar para facilitar o acesso e a reposição. Vamos combater a bagunça e o desperdício de tempo! Um lugar para cada coisa, cada coisa no seu lugar. Defina o local de guarda de cada recurso móvel, visando a facilidade de acesso, a reposição, a segurança, o conforto e a preservação. Isto inclui objetos pessoais como bolsa, pasta, casaco, paletó, sobretudo, guarda-chuva, sapatos, etc. Guarde os recursos de forma que seja fácil a sua localização visual. Recursos colocados por trás, muito acima ou muito abaixo da linha de visão do usuário na posição de pé, obrigando-o a inclinar-se ou subir em um suporte (banco ou escada), dificultam a localização visual. Evite misturar recursos de características muito diferentes ou largar os recursos úteis diretamente no piso ou sobre armários. Identifique e sinalize recursos, locais e postos de trabalho para evitar perda de tempo e riscos para você e para outras pessoas que freqüentam o ambiente ou utilizam os recursos.

13 2. SEITON 2.1. Identificações e Sinalizações Em todos os locais há identificações e sinalizações que facilitam a localização e evitam perda de tempo e riscos. Pode existir uma ou outra irregularidade insignificante para as características do ambiente.

14 2. SEITON 2.2. Definição e adequação de locais para a guarda de recursos Há locais definidos e adequados para todos os recursos utilizados (formato, dimensões, tipo de material, etc.). Pode existir uma ou outra irregularidade insignificante para as características do ambiente.

15 2. SEITON 2.3. Ordem dos recursos Todos os recursos estão classificados e organizados (não há recursos úteis fora dos locais de guarda, mistura, dificuldade de localização visual e física, empilhamento, volume incompatível com o espaço ou risco). Pode existir uma ou outra irregularidade insignificante para as características do ambiente.

16 2. SEITON 2.4. Layout A disposição de todos os recursos produtivos e de apoio está adequada, facilita a circulação e o acesso, evitando riscos, desgaste e desperdício de tempo. Pode existir uma ou outra irregularidade insignificante para as características do ambiente.

17 SEISO É saber usar sem sujar. Vamos combater a sujeira! A melhor pessoa para manter o ambiente limpo é você. A limpeza feita pelo próprio usuário do ambiente contribui para a redução da sujeira, o combate à fonte de sujeira, a identificação e eliminação de locais de difícil acesso, a identificação de problemas de conservação, a identificação de malefícios provocados pela sujeira e a melhoria do ambiente de trabalho. Mesmo quando a limpeza do ambiente é feita por pessoal especializado, cabe a você evitar a geração de sujeira e indicar os pontos onde a sujeira se esconde. Use adequadamente os locais de uso coletivo. Sempre que sair destes locais, deixe-os limpos e organizados, adequados para serem usados por outros. Analise se as lixeiras e outros coletores de recursos inúteis ao ambiente facilitam a manutenção da limpeza e a remoção do material descartado (quantidade, localização, conservação, higiene, tipo, tamanho, sinalização, identificação, freqüência de retirada do lixo e prática da coleta seletiva. Dê sugestões de melhorias.

18 3. SEISO 3.1. Nível de limpeza (sujeira provocada por falha das pessoas) Não há sujeira provocada pelas pessoas nem por falta de cumprimento da sistemática de limpeza. Pode existir uma ou outra irregularidade insignificante para as características do ambiente.

19 3. SEISO 3.2. Nível de limpeza (sujeira provocada pelo processo) A fonte de sujeira (máquinas, equipamentos, manuseio de produtos) ou sujeira acumulada ao longo do tempo não gera riscos de acidentes e a extinção de sua(s) fonte(s) foi considerada inviável técnica e financeiramente pelos órgãos competentes da empresa. Pode existir uma ou outra irregularidade insignificante para as características do ambiente.

20 3. SEISO 3.3. Sistemática de Limpeza Há uma freqüência definida e adequada para a limpeza de todo o tipo de sujeira (gerada por processos, manuseio de produtos, animais, árvores, transportes, etc.). A sistemática inclui, por escrito, todos os locais de difícil acesso.

21 3. SEISO 3.4. Lixeiras, cinzeiros e outros coletores de recursos descartados Todas as lixeiras, cinzeiros e outros coletores de recursos descartados são adequados (quantidade, localização, conservação, higiene, tipo e tamanho, freqüência de retirada, identificação, sinalização, prática da coleta seletiva, etc.). Pode existir uma ou outra irregularidade insignificante para as características do ambiente.

22 SEIKETSU É saber cuidar da saúde física e mental. Vamos criar um ambiente de trabalho saudável! Identifique os recursos de acordo com um padrão. Caso ainda não existam alguns deles, dê sugestões. Discuta com a equipe as Regras de Convivência para os comportamentos que incomodam algumas pessoas, até chegar a um consenso. Tenha uma preocupação efetiva e pró-ativa com relação à saúde e higiene do trabalho. Verifique se existem problemas de ergonomia. Se há desconfiança, solicite um estudo de um especialista. Invista na sua saúde física e mental. Exemplos: Cuide da higiene pessoal (limpeza das roupas e calçados, barba, cabelo, higiene bucal, etc.); Pratique exercícios de relaxamento; Previna e/ou elimine doenças contraídas fora do trabalho (obesidade, dependência química, câncer, stress, sedentarismo, etc.); Crie o hábito de se integrar com outros colegas de trabalho (confraternizações, torneio de jogos, etc.); Discuta com a equipe uma decoração adequada para o seu ambiente (quadros, plantas, fotos e outros elementos ornamentais), etc.

23 4. SEIKETSU 4.1. Padronizações Todas as identificações e sinalizações obedecem aos padrões da empresa ou estão uniformes. Foram consensados todos os padrões dos 3 primeiros "S". Pode existir uma ou outra irregularidade insignificante para as características do ambiente.

24 4. SEIKETSU 4.2. Higiene e Saúde Não há nenhum problema que afeta a saúde ou de higiene no local de trabalho. Pode existir uma ou outra irregularidade insignificante para as características do ambiente.

25 4. SEIKETSU 4.3. Rotinas e Sistemática para Manutenção do 5S Há uma sistemática eficiente para a melhoria contínua do 5S (avaliações numéricas, planos de ação, divisão de responsabilidade, estabelecimento e divulgação de regras, reuniões, divulgação de resultados, participação com sugestões, etc.). Pode existir uma ou outra irregularidade insignificante para as características do ambiente.

26 4.4. Estruturação dos arquivos e correios eletrônicos (quando houver) Há uma estruturação definida para a utilização e guarda de todos os documentos e s eletrônicos. Há uma freqüência definida e adequada para a limpeza de todos os arquivos obsoletos. Pode existir uma ou outra irregularidade insignificante para as características do ambiente. 4. SEIKETSU

27 SHITSUKE É cumprir rigorosamente o estabelecido. Vamos ter atitudes de qualidade! Honre a sua palavra. Ela é sagrada. Cumpra rigorosamente todos os compromissos assumidos na data e horário definidos. Na impossibilidade, faça contato o mais rapidamente possível com as pessoas afetadas, tentando contornar o atraso e até estabelecendo um novo acordo, quando for o caso. Evite repetir impontualidades. Cumpra rigorosamente os acordos, normas e regras independente de cobranças. Aquilo que você não concorda, apresente sugestões aos responsáveis, mas respeite o que foi consensado e/ou definido. Analise se as suas atitudes estão prejudicando outras pessoas, direta ou indiretamente. Seja humilde e tente mudar a forma de agir quando a sua consciência reconhece isto. Peça o apoio das pessoas mais próximas, pois não é fácil mudar um hábito adquirido e praticado ao longo de toda a sua vida.

28 5. SHITSUKE 5.1. Autodisciplina na prática do 5S Mais de 90% das pessoas praticam os 3S no dia-a- dia, independente de monitoramento e cobrança e o 5S de nenhuma outra área é prejudicada pela equipe auditada

29 5. SHITSUKE 5.2. Autodisciplina no cumprimento de normas e procedimentos de trabalho Acima de 95% das pessoas cumprem normas e procedimentos de trabalho, sem necessidade de monitoramento ou cobrança. Nenhuma área é prejudicada pela equipe auditada

30 5. SHITSUKE 5.3. Autodisciplina no cumprimento de Rotinas de 5S e Regras de convivência Acima de 95% das pessoas cumprem as regras de convivência, sem necessidade de monitoramento ou cobrança e a área cumpre com rigor todas as Sistemáticas e Rotinas do 5S

31 5. SHITSUKE 5.4. Autodisciplina na manutenção da estrutura de arquivos e correios eletrônicos Todos os documentos e mensagens eletrônicas são utilizadas e estão guardadas de acordo com a estruturação definida. São feitas limpezas de arquivos obsoletos de acordo com a freqüência definida.

32 5S é... Um processo educacional Um termômetro do gerenciamento O melhor vendedor A Base para Gestões de Excelência


Carregar ppt "Haroldo Ribeiro Haroldo Ribeiro Capacitação de Multiplicadores."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google