A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1/4/2014 INVENTÁRIO DE MERCADORIAS SISTEMAS DE CONTROLE CONTÁBIL DE ESTOQUES 1/19.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1/4/2014 INVENTÁRIO DE MERCADORIAS SISTEMAS DE CONTROLE CONTÁBIL DE ESTOQUES 1/19."— Transcrição da apresentação:

1

2 1/4/2014 INVENTÁRIO DE MERCADORIAS SISTEMAS DE CONTROLE CONTÁBIL DE ESTOQUES 1/19

3 1/4/2014 Critérios de Avaliação dos Elementos Patrimoniais A lei das Sociedades por Ações define os inventários em seu artigo 183 (Critérios de Avaliação do Ativo) e 184 (Critérios de Avaliação do Passivo) 2/19

4 1/4/2014 Critérios de Avaliação de Estoques Os direitos que tiverem por objeto mercadorias e produtos do comércio da companhia, assim como matérias-prima produtos em fabricação e bens em almoxarifado, serão avaliados pelo custo de aquisição ou produção,deduzido de provisão para ajustá-lo ao valor de mercado, quando este for inferior ( item II, do artigo 183 da Lei das S/A) 3/19

5 1/4/2014 O que significa Inventariar? Significa levantar, mensurar as quantidades físicas de cada bem que compõe o patrimônio de uma entidade e atribuir a essas quantidades um preço unitário, apurado conforme o critério de avaliação adotado pela entidade. 4/19

6 1/4/2014 Sistema de Inventário É uma relação pormenorizada e individualizada, por espécie das mercadorias, produtos manufaturados, matérias-prima, produtos em fabricação e bens em almoxarifado existentes na data do balanço. É levantado ao término de cada período-base de incidência do IR. 5/19

7 1/4/2014 Quando apurar o valor do Estoque? Antes de apurar o valor do estoque, a empresa terá que optar por um dos Sistemas de controle de Estoque: Periódico ou Permanente. 6/19

8 1/4/2014 FATORES RELEVANTES PARA OPÇÃO DO SISTEMA DE CONTROLE DE ESTOQUE A profundidade e periodicidade de informações desejadas do sistema contábil da empresa; O porte da empresa; O volume de negociações; A intensidade das operações; O comportamento do preço de aquisição. 7/19

9 1/4/2014 Sistema de Inventário Periódico É um sistema arcaico de apuração de estoques, ainda adotado por pequenas e médias empresas. Os estoques existentes são avaliados na data do encerramento do Balanço, através de contagem física. O preço utilizado para sua avaliação é o de custo ou de mercado dos dois o menor. 8/19

10 1/4/2014 Desvantagem do Sistemas Periódico Sua principal deficiência é de natureza ad- ministrativa. Por não registrar o valor do estoque vendido logo após a realização da venda deixa de detectar as saídas de mer- cadorias não motivadas por vendas, tais como, roubos e perdas. Assim o CMV do período fica distorcido, bem como a RCM. 9/19

11 1/4/2014 Sistema de Inventário Permanente Ocorre quando a companhia mantém um controle permanente ou diário de estoques, sendo esse controle efetuado a cada operação de compra e/ou venda. Assim, a administração poderá obter junto a contabilidade informações básicas para o planejamento dos investimentos, margem de lucro e evolução dos custos, entre outros. 10/19

12 1/4/2014 Critérios de atribuição de Preços aos Inventários Permanente PEPS – Primeiro a Entrar é o Primeiro a Sair UEPS – Ultimo a Entrar é o Primeiro a Sair MPM – Média Ponderada Móvel Avaliação do Estoque com base na fixação de uma margem de lucro sobre o valor de aquisição. 11/19

13 1/4/2014 Sistema de Inventário Periódico O preço utilizado para sua avaliação é o de custo ou de mercado, dos dois o menor. 12/19

14 1/4/2014 Sistema de Inventário Permanente O preço utilizado para avaliação do estoque dependerá do método utilizado. (PEPS, UEPS OU PMP) É feito através de fichas de controle de Estoque. 13/19

15 1/4/2014 Avaliação do Estoque com base na fixação de uma Margem de Lucro A Lei nº de , prevê em seu artigo 2º, a possibilidade do uso do preço de venda subtraída a margem de lucro, desde que a avaliação por este critério não resulte em diferença em relação a avalia- ção procedida pelos métodos anteriores, cabendo a autoridade fiscal provar a even- tual diferença. 14/19

16 1/4/2014 Procedimentos básico da fixação de uma Margem de Lucro na Avaliação do Estoque As mercadorias são distri- buídas em departamentos da loja; Cada departamento adota uma margem percentual de lucratividade; Determina-se o custo de aquisição das unidades para venda. 15/19

17 1/4/2014 P E P S Por esse critério, os estoques são avaliados com base nas aquisições mais recentes. Assim são considerados vendidos os itens que foram adquiridos primeiro. Esse critério, em regime de alta de preço, superavalia o EF, tornando o CMV menor que o real. 16/19

18 1/4/2014 U E P S De acordo com esse critério, os estoques são avaliados com base nas primeiras aqui- sições. Assim, são considerados vendidos os itens adquiridos mais recentemente. Este método não é aceito pela Legislação do Imposto de Renda, pois o UEPS subavalia o valor do EF e preserva o valor do CMV. 17/19

19 1/4/2014 M P M Por esse critério, os estoques são avalia- dos pelo custo médio de aquisição, apura- do a cada entrada de mercadorias, ponde- rado pelas quantidades adquiridas e pelas anteriormente existentes. 18/19

20 1/4/2014 Aumente seu conhecimento! 19/19 F I M


Carregar ppt "1/4/2014 INVENTÁRIO DE MERCADORIAS SISTEMAS DE CONTROLE CONTÁBIL DE ESTOQUES 1/19."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google