A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1 SISTEMA EXCRETOR. 2 Sistema Excretor Nos diferentes tecidos do corpo, um dos produtos da degradação das proteínas e dos ácidos nucléicos é a amônia,

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1 SISTEMA EXCRETOR. 2 Sistema Excretor Nos diferentes tecidos do corpo, um dos produtos da degradação das proteínas e dos ácidos nucléicos é a amônia,"— Transcrição da apresentação:

1 1 SISTEMA EXCRETOR

2 2 Sistema Excretor Nos diferentes tecidos do corpo, um dos produtos da degradação das proteínas e dos ácidos nucléicos é a amônia, substância muito solúvel e extremamente tóxica para as células, mesmo em concentrações muito baixas.Por isso, uma vez produzida ela deve ser rapidamente eliminada ou convertida em substância menos tóxica. O fígado tem papel importante neste processo, pois converte a amônia em uréia, que é menos tóxica e componente da urina.

3 3 Função Eliminar metabólicos, em especial os nitrogenados Controle da quantidade da água e concentração de substância no organismo.

4 4 Vias Urinárias

5 5

6 6

7 7 Néfron Função: Filtrar o sangue removendo uréia e ácido úrico - Glomérulo Reabsorve glicose,vitamina,sais minerais,hormônios, etc. – Tubo Proximal e Alça de Henle Retiram o excesso de água – Tubo distal Osmorregulação: regular a quantidade de água no sangue Pela ação do ADH* Obs.:todas as substâncias reabsorvidas vão para o sangue * Hormônio anti-diurético

8 8 Formação da Urina Processo de Filtração-reabsorção seletiva, integrado com neurotransmissores Filtração Capilar do glomérulo apresenta alta pressão arterial, indispensável à eficiente filtragens do plasma. O liquido filtrado e coletado pela cápsula é praticamente o plasma S anguíneo sem proteínas.Esse líquido é o filtrado glomerular: água,sais,glicose, aminoácidos, vitaminas, uréia etc. Obs.: as proteínas são grandes e não atravessam a o capilar da cápsula, quando elas estão presentes na urina, é sinal de doença.

9 9 Formação da Urina Reabsorção reabsorção das substâncias que saem do glomérulo por transporte ativo. Como a glicose, os aminoácidos, o sódio e outros íons. A água é transportada por osmose.Esta reabsorção é resultado de ação hormonal: 1.Osmorreceptores do hipotálamo detectam a concentração do sangue que circula por eles. 2.O hipotálamo produz o ADH ( hormônio antidiurético) que irá para a hipófise. 3.A hipófise libera o ADH na corrente sanguínea 4.O ADH irá aumentar a permeabilidade das membranas das células dos túbulos em relação à água, facilitando a reabsorção.Assim ocorre o controle da diurese( perda de água na urina). 5.A Aldosterona é liberada glândulas supra-renais ( adrenais ) e aumenta a reabsorção ( ativa ) de sódio nos túbulos renais.Com isso, aumenta a retenção de água no organismo. Obs.; A diabetes insipidus é uma disfunção hormonal da hipófise que ocasiona baixa produção do hormônio antidiurético ( ADH ).Com isso, há pequena reabsorção de água nos túbulos renais e consequente eliminação de um grande volume de urina.

10 10 Formação da Urina

11 11 Formação da Urina

12 PRINCIPAIS DISTÚRBIO SIST URINÁRIO HUMANO CÁLCULO RENAL O depósito organizado de sais minerais nos rins ou em qualquer parte do aparelho urinário. Cálculos constituídos por cálcio são os mais comuns. Outros minerais encontrados são: oxalato, fósforo, ácido úrico. Deficiência genética para excreção desses sais Dieta rica nessas sais: ex.: leite e derivados. Tratamento cirúrgico ou não invasivo: ultra-som

13 PRINCIPAIS DISTÚRBIO SIST URINÁRIO HUMANO GOTA Gota é uma doença caracterizada pela elevação de ácido úrico no sangue e surtos de artrite aguda secundários ao depósito de cristais do sal deste ácido (uratos). O ácido úrico é um resíduo nitrogenado do metabolismo de purinas (lembrar das bases nitrogenadas). Mariscos, sardinha, salmão, bacon, fígado devem ser evitados por aqueles que sofrem de gota.

14 PRINCIPAIS DISTÚRBIO SIST URINÁRIO HUMANO HEMODIÁLISE O tratamento mais utilizado por aqueles pacientes que, por qualquer motivo, perderam a função renal e irreparavelmente atingiram a fase terminal da doença renal. No dialisador, o sangue é exposto à solução de diálise (também conhecida como dialisato) através de uma membrana semipermeável, permitindo assim, as trocas de substâncias entre o sangue e o dialisato. Após ser retirado do paciente e passado através do dialisador, o sangue filtrado é então devolvido ao paciente pelo acesso vascular. É importante ressaltar que a água usada durante a diálise deve ser tratada e sua qualidade monitorada regularmente.


Carregar ppt "1 SISTEMA EXCRETOR. 2 Sistema Excretor Nos diferentes tecidos do corpo, um dos produtos da degradação das proteínas e dos ácidos nucléicos é a amônia,"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google