A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

NÍVEIS E FUNÇÕES DA LINGUAGEM Francélia Sales

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "NÍVEIS E FUNÇÕES DA LINGUAGEM Francélia Sales"— Transcrição da apresentação:

1 NÍVEIS E FUNÇÕES DA LINGUAGEM Francélia Sales

2 Linguagem Forma mais alta de uma faculdade que é inerente à condição humana, a faculdade de simbolizar; É o meio pelo qual o homem comunica suas ideias e sentimentos; Lugar de interação social. Os limites da minha linguagem são os limites do meu mundo.

3 Conceitos Indispensáveis Língua: Código linguístico usado por uma sociedade (social); é a referencia, e não a fala. Fala: Modo como a língua é utilizada (individual).

4 Níveis de Linguagem A língua padrão permite, que todos se comuniquem entre si e compreendam-se mutuamente, independente do tipo de cultura (rudimentar ou elevada).

5 Níveis de Linguagem A língua familiar é simples, não se afastando muito da língua padrão. Os falantes dão a impressão de se conhecerem bem.

6 Níveis de Linguagem A linguagem popular é aquela que não é formal, ou seja, não segue padrões rígidos, é a linguagem falada no cotidiano. É simples, com uma sintaxe acessível ao leitor comum.

7 Linguagem culta (cuidada): é a que encontramos nos discursos parlamentares, nas conferências. Usa um vocabulário mais selecionado e menos usual. Níveis de Linguagem

8 (linguagem culta) Língua Literária e Poética: utiliza figuras de estilo e palavras estudadas para criar ambientes emotivos e poéticos.

9 Níveis de Linguagem Linguagem Técnica: é constituída por palavras relativas a determinada profissão e se usam nesse contexto. Níveis de Linguagem (linguagem culta)

10 Linguagem Científica: afasta-se da língua comum porque se refere a questões da Medicina, da Físico- Química, da Biologia, etc.. Níveis de Linguagem (linguagem culta)

11 Níveis da Língua Escrita Língua Não Literária: Apresenta as mesmas características da língua falada, coloquial, vulgar, grupal, etc. Língua Padrão: Obedece os parâmetros gramaticais. Ex.: Ponha- me em pé, por favor. Língua Coloquial: Me ponha em pé, pro favor. Língua Vulgar ou Inculta (trecho de um bilhete): Maria, barre a casa e não coloque assucar no café. Língua Regional: O piá era magro que nem pau de virá tripa. Língua Literária: É usada pelos escritores a partir do modernismo [1]. Eles cometem certas infrações gramaticais por imposição estilística. [1] Língua Vulgar: Senti uma tonteira e dei um chilique. Gíria: Ei chapa! Entrei pelo cano, ó!

12 Funções da Linguagem Empregamos a linguagem com diferentes objetivos. Podemos querer comunicar algo sobre a realidade, podemos querer saber se há canal ou conexão psicológica para que a transmissão de informação possa acontecer. Ou seja, usamos a linguagem com diferentes funções.

13 Funções da Linguagem Identificar as finalidades dos elementos presentes nos atos de comunicação verbal (Emissor; Receptor; Contexto; Código; Canal de Comunicação e Mensagem).

14 Funções da Linguagem Função Referencial (Denotativa ou informativa): Textos: científicos, jornalísticos, técnicos, didáticos ou em correspondências comerciais. Transmite uma informação objetiva; Expõe dados da realidade de modo objetivo; Não faz comentários, nem avaliação; Apresenta-se na terceira pessoa do singular ou plural (transmite impessoalidade); Não há possibilidades de outra interpretação além da que está exposta.

15 Funções da Linguagem Função Referencial (Denotativa ou Informativa):

16 Funções da Linguagem O objetivo do emissor é transmitir suas emoções e anseios; A realidade é transmitida sob o ponto de vista do emissor; A mensagem é subjetiva e centrada no emitente (primeira pessoa). A pontuação transmite a subjetividade da mensagem e reforça a entonação emotiva (ponto de exclamação, interrogação e reticências) Função Emotiva ou Expressiva: É comum em poemas ou narrativas de teor dramático ou romântico.

17 Funções de Linguagem Função emotiva ou expressiva:

18 Funções da Linguagem Função Conativa ou Apelativa: Comum em textos publicitários, em discursos políticos ou de autoridade. O objetivo é de influenciar, convencer o receptor de alguma coisa por meio de uma ordem (uso de vocativos) sugestão, convite ou apelo (daí o nome da função); Os verbos costumam estar no imperativo (Compre! Faça!) ou conjugados na 2ª ou 3ª pessoa.

19 Funções da Linguagem Função Conativa ou Apelativa:

20 Funções da Linguagem Função Fática (Contato): Está entendendo?, Oi ou Alô. O objetivo dessa função é estabelecer uma relação com o emissor, um contato para verificar se a mensagem está sendo transmitida ou para dilatar a conversa.

21 Funções da Linguagem Função Metalinguística: Quando o emissor explica um código usando o próprio código. ( Quando um poema fala da própria ação de se fazer um poema,)

22 Funções da Linguagem Função Poética: É presente em textos literários, publicitários e em letras de música. O objetivo do emissor é expressar seus sentimentos através de textos que podem ser enfatizados por meio das formas das palavras, da sonoridade, do ritmo, além de elaborar novas possibilidades de combinações dos signos linguísticos.

23 Funções da Linguagem Função Poética:


Carregar ppt "NÍVEIS E FUNÇÕES DA LINGUAGEM Francélia Sales"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google