A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Nós dividimos a história grega em períodos: Período Pré- Homérico: aproximadamente do século XX ao século XII a.C; O Período Pré-Homérico teve início.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Nós dividimos a história grega em períodos: Período Pré- Homérico: aproximadamente do século XX ao século XII a.C; O Período Pré-Homérico teve início."— Transcrição da apresentação:

1

2 Nós dividimos a história grega em períodos: Período Pré- Homérico: aproximadamente do século XX ao século XII a.C; O Período Pré-Homérico teve início com a chegada dos aqueus, no século XX a.C; Período Homérico: aproximadamente do século XII ao século VIII a.C; O Período Homérico carrega esse nome em virtude dos poemas de Homero, fonte documental escrita de onde se extrai a maioria das informações sobre essa época;

3 Período Arcaico: aproximadamente do século VIII ao século VI a.C; Período Clássico: aproximadamente do século VI ao século IV a.C;

4 Na Grécia existia as cidades-estado, que designam regiões controladas exclusivamente por uma cidade. Entre as cidades-estado gregas que mais se destacaram estão Atenas e Esparta;

5

6

7 EM ESPARTA O PODER ERA EXERCIDO POR DOIS REIS QUE MANTINHAM O PODER MILITAR E RELIGIOSO EM SUAS MÃOS; HAVIA AINDA A GERÚSIA, UM CONSELHO FORMADO PELOS HOMENS DÓRIOS E COM MAIS DE 60 ANOS, QUE APESAR DE NÃO REPRESENTAREM O PODER DIRETAMENTE, TINHAM PRESTÍGIO;

8 - O território de Esparta era muito cobiçado por ser uma terra muito fértil; - Existia a necessidade de defender esse território fértil, e essa necessidade fez com que Esparta fosse voltada essencialmente para o militarismo; - Com o passar do tempo e com muitos anos de conflitos, os dois reis foram perdendo o seu poder, que gradativamente foi transferido para a Gerúsia, que escolhia de tempos em tempos os éforos ( espécie de juízes que passaram a monopolizar, na prática o poder executivo);

9 A economia: a base da economia espartana era a agricultura; A divisão da sociedade espartana - Espartíatas – descendentes dos antigos fundadores da cidade, os dórios, a quem cabia o privilégio de utilizar as melhores terras e controlar o poder político; - Aqueus - foram dominados e empurrados para a periferia; - Escravos- a classe mais baixa da sociedade grega;

10 Toda a cultura espartana estava impregnada de idéias que visavam manter a estrutura social e política da cidade, disso o resultado de um forte militarismo; - Cada criança espartana, ao nascer, era examinada por um sacerdote que a sacrificava se carregasse qualquer defeito físico;

11

12 Atenas se destacava por sua organização política, fazendo com que os historiadores considerasse essa cidade o berço e o modelo da democracia na Antigüidade. Os principais legisladores atenienses foram: Drácon e Sólon, que promoveram mudanças significativas nos setores social, político e econômico. - Em Atenas era vetado o direito de voto aos escravos, estrangeiros e mulheres; - - Todos os representantes do poder ateniense eram escolhidos direta ou indiretamente pelos eleitores e exerciam seu mandato por tempo previamente definido, que variava de um mês a dez anos;

13 Economia – Como em quase todas as primeiras comunidades, a agricultura predominou no início do desenvolvimento econômico em Atenas. Entretanto, a posição geográfica da cidade, localizada próximo a um excelente porto natural que fazia parte de uma movimentada rota comercial usada pelos cretenses, logo fez com que o comércio se tornasse a principal atividade econômica ateniense;

14 - A camada dominante era composta pelas tradicionais famílias que formavam a aristocracia ateniense ( eupátridas); - Nas classes intermediárias se encontravam os proprietários das terras menos férteis e de menor extensão. Viviam em difíceis condições e lutavam por mudanças na estrutura político-econômica. Eram também artesãos e pequenos comerciantes; - A parte mais inferior das camadas sociais era formada pelos escravos que não tinham quase nenhuma perspectiva de sair da situação em que se encontravam;

15 - Atenas era dividida entre o litoral, o interior e a parte urbana; - - A cidade de Atenas era composta por tribos dessas três regiões, que eram chamadas demos A cidade era habitada por uma população estimada em torno de 400 mil habitantes, dentre os quais 200 mil eram constituídas por escravos e 100 mil por estrangeiros;

16 Grécia Antiga: período clássico e o helenismo

17 Esse período é marcado pelas Guerras médicas, guerras entre gregos e persas; As Guerras Médicas ou Pérsicas, ocorridas a partir do século V a.C., duraram aproximadamente 50 anos, marcadas por derrotas e vitórias, com diversas batalhas, algumas delas espetaculares, como a que ocorreu no desfiladeiro de Termópilas

18 Esparta x Persas

19 Termópilas atualmente

20 Guerras Médicas

21 Outra batalha espetacular foi a que ocorreu no Canal de Salamina entre Atenas e os Persas;

22 Esse foi o momento em que os atenienses começaram a se destacar entre os gregos, pois, mesmo muito inferiores na questão bélica, utilizaram-se da inteligência militar, fazendo com que os persas, ainda que invadindo e incendiando a cidade de Atenas, não conseguissem dominá-los. O povo havia se retirado da cidade e preparado um contra-ataque que conduziria à derrota persa nessa fase dos conflitos.

23 Essa vitória trouxe fama aos atenienses, o que levou a cidade a se tornar líder do processo de resistência dos gregos contra os persas. A Grécia, a partir de então, se unificou por meio de uma confederação liderada pela cidade de Atenas,que administrava os recursos da cidades gregas na organização da luta contra os persas;

24 Naturalmente, a supremacia ateniense não agradava às cidades submetidas, pois, já assinada a paz com os persas, a Liga de Delos perdera o seu propósito. Portanto, a imposição ateniense relativa à manutenção de envio de recursos se tornou o fator gerador da formação de uma nova liga, não mais contra um inimigo externo, mas contra os atenienses, que haviam se tornado os algozes do seu próprio povo

25 Isso levou ao um conflito interno entre as cidades- estado gregas;

26 Gregos x gregos Espartanos, tebanos e coríntios se uniram à outras cidades exploradas por Atenas, formando a Liga do Peloponeso; Qual foi o objetivo dessa aliança?

27 Essa aliança teve por objetivo derrotar os atenienses. Desfazendo assim a manutenção do poder de Atenas; Os atenienses não entregaram facilmente sua hegemonia, o que provocou a famosa Guerra do Peloponeso;

28 Guerra do Peloponeso

29 A Guerra do Peloponeso foi um conflito entre atenienses e espartanos, com vitória esmagadora dos especialistas em militarismo (Esparta); Dá-se então o início da hegemonia espartana, que certamente provocou reações semelhantes às do domínio ateniense.

30 Guerra do Peloponeso

31 De acordo co a tradição militarista espartana, a história reconhece a sua hegemonia como muito mais opressiva do que a ateniense; Mais tarde, uma nova aliança liderada por Tebas passou a exercer grande influência sobre os gregos, substituindo o poder de destaque que havia sido de Atenas e depois de Esparta; A hegemonia de Tebas foi a última dentre as cidades gregas ;


Carregar ppt "Nós dividimos a história grega em períodos: Período Pré- Homérico: aproximadamente do século XX ao século XII a.C; O Período Pré-Homérico teve início."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google