A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O Software Livre e seu Papel na Competitividade da Indústria Nacional: Uma Visão Estratégica LinuxCorp 2003.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O Software Livre e seu Papel na Competitividade da Indústria Nacional: Uma Visão Estratégica LinuxCorp 2003."— Transcrição da apresentação:

1 O Software Livre e seu Papel na Competitividade da Indústria Nacional: Uma Visão Estratégica LinuxCorp 2003

2 Sociedade para Promoção da Excelência do Software Brasileiro O SOFTEX como entidade estratégica do setor Tendências do mercado Estratégias (Softex).

3 Sociedade para Promoção da Excelência do Software Brasileiro Papel da Sociedade SOFTEX AÇÃO POLÍTICO-ESTRATÉGICA: fornecer subsídios à implantação de uma nova Política de Software e Serviços de TI no País. AÇÃO OPERACIONAL: ser instrumento dessa política e desenvolver atividades de suporte às empresas de software e serviços.

4 O SOFTEX HOJE

5 Sociedade para Promoção da Excelência do Software Brasileiro A SOCIEDADE SOFTEX ORGANIZAÇÃO SOCIAL DE INTERESSE PÚBLICO - OSCIP CREDENCIADA PARA RECEBER RECURSOS DA LEI POR SER CONSIDERADA PROGRAMA PRIORITÁRIO SEDE: CAMPINAS S.P.

6 Sociedade para Promoção da Excelência do Software Brasileiro CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO MCT - SEPIN APEX ABES ASSESPRO BNDES CNPq FINEP SBC ANPROTEC AGENTES REGIONAIS SEBRAE Presidente do Conselho: Arthur Pereira Nunes

7 Sociedade para Promoção da Excelência do Software Brasileiro GESTÃO DA SOFTEX Presidente: Márcio Ellery Girão Barroso Vice-presidentes: Vanda Scartezini e Alexandre Moura Coordenador Geral: Djalma Petit

8 Sociedade para Promoção da Excelência do Software Brasileiro Os Agentes oferecem apoio à empresas que procuram : qualificação para exportação de software Recursos para apoio à produção e exportação de software Uberlândia Juiz de Fora Rio de Janeiro São José dos Campos Curitiba Londrina Joinville São Paulo Fortaleza Campina Grande Recife Brasília Salvador Vitória Belo Horizonte São Carlos Blumenau Florianópolis Porto Alegre Campinas AGENTES SOFTEX Belem

9 Sociedade para Promoção da Excelência do Software Brasileiro Estratégia Marketing da Marca Brazilian Software e Prêmios Nacionais Empresa Classe Mundial Capacitação Empresarial Certificação em Qualidade Geração de Negócios infoinfo infoinfo infoinfo Estudos do Setor de Software infoeapoioinfoeapoio suportesuporte acompanh/toacompanh/to Agentes SOFTEX Incub a- doras Inst. de Ensin o Empr e-sas Mercado Internaci onal Mercado Nacional Empresa Capacitada Fundin g

10 Sociedade para Promoção da Excelência do Software Brasileiro MODELO DE AÇÃO 32 AGENTES REGIONAIS RESPONSÁVEIS POR GERAÇÃO DE NOVAS EMPRESAS CAPACITAÇÃO CAPITALIZAÇÃO APOIO À GERAÇÃO DE NEGÓCIOS

11 Sociedade para Promoção da Excelência do Software Brasileiro GERAÇÃO DE NOVAS EMPRESAS DISCIPLINA O EMPREENDEDOR EM INFORMÁTICA PRÉ-INCUBAÇÃO INCUBAÇÃO

12 Sociedade para Promoção da Excelência do Software Brasileiro CAPACITAÇÃO GESTÃO, MARKETING, FINANÇAS NOVAS TECNOLOGIAS FOCO NA EMPRESA

13 Sociedade para Promoção da Excelência do Software Brasileiro CAPITALIZAÇÃO Prosoft – SOFTEX e BNDES Fundos Setoriais Venture Capital Em estudo: Microcrédito e Fusões e Aquisições

14 Sociedade para Promoção da Excelência do Software Brasileiro PROSOFT Maio de 2003

15 Sociedade para Promoção da Excelência do Software Brasileiro APOIO À GERAÇÃO DE NEGÓCIOS MERCADO INTERNO MERCADO EXTERNO Operação Grandes Empresas

16 Sociedade para Promoção da Excelência do Software Brasileiro PROMOÇÃO DE NEGÓCIOS NO EXTERIOR ATIVIDADES CONDUZIDAS PELOS AGENTES SOFTEX MERCADO JAPONÊS: SOFTEX CAMPINAS MERCADO CHINÊS: CG SOFTWARE CAMPINA GRANDE

17 Sociedade para Promoção da Excelência do Software Brasileiro PROMOÇÃO DE NEGÓCIOS NO EXTERIOR MERCADO ALEMÃO: SOFTSUL (PORTO ALEGRE) MERCADO AMERICANO: TECSOFT (BRASÍLIA)

18 Sociedade para Promoção da Excelência do Software Brasileiro PROMOÇÃO DE NEGÓCIOS NO EXTERIOR MERCADO ESPANHOL: LONDRINA MERCADO FRANCÊS: PETRÓPOLIS

19 Sociedade para Promoção da Excelência do Software Brasileiro PROJETOS ESPECIAIS DE EXPORTAÇÃO NEXT – SÃO PAULO BRAINS – TECSOFT DE BRASÍLIA PB TEC – PARAÍBA RECIFE FORTALEZA

20 Sociedade para Promoção da Excelência do Software Brasileiro O MERCADO TENDÊNCIAS

21 Sociedade para Promoção da Excelência do Software Brasileiro MERCADO INTERNO IMPORTAÇÃO DE SOFTWARE (US$x1000) 1.023,1 956,3 500,2 310,2 194,2 77,7 72,0

22 Sociedade para Promoção da Excelência do Software Brasileiro MERCADO INTERNO PRODUTOS E SERVIÇOS US$ 8 bilhões Participação nacional < 20% Balança de produtos <1:10

23 Sociedade para Promoção da Excelência do Software Brasileiro TENDÊNCIAS DO MERCADO Setor Público (impacto do software livre – SL) Substituição do software legado. Novas aplicações em SL. Serviços de desenvolvimento em SL. (Discussão sobre o conceito, metodologia e remuneração do software livre) e-governo. Inclusão digital (produtos e conteúdo).

24 Sociedade para Promoção da Excelência do Software Brasileiro TENDÊNCIAS DO MERCADO Setor Privado (exemplos) Software profissional (prioridade Finep). TV Digital (a interação do futuro). Informatização das micro-empresas.

25 Sociedade para Promoção da Excelência do Software Brasileiro TENDÊNCIAS DO MERCADO Exportação Software embarcado (forte terceirização internacional). Outsourcing crescente. Serviços com valor tecnológico agregado (+ que Índia). Países não alinhados (China, Oriente Médio etc.). Internet como meio de distribuição.

26 Sociedade para Promoção da Excelência do Software Brasileiro TENDÊNCIAS DO MERCADO Ameaças(?) – Brasil como importador Mercado Interno importante (US$ 8 bi). Índia está chegando. Política de compras públicas desfavorece perfil das empresas nacionais (solução=dividir). Grandes fornecedores internacionais de solução final (solução=consorciar). Baixo índice de certificação da indústria local.

27 Sociedade para Promoção da Excelência do Software Brasileiro Estratégias do Softex – Projetos Estruturantes

28 Sociedade para Promoção da Excelência do Software Brasileiro PROJETOS ESTRUTURANTES OBSERVATÓRIO ECONÔMICO EXPORTAÇÃO (Visão integrada e reforço da marca); GRANDES EMPRESAS MERCADO INTERNO – PEQUENAS EMPRESAS

29 Sociedade para Promoção da Excelência do Software Brasileiro PROJETOS ESTRUTURANTES SOFTWARE LIVRE (setor público) CERTIFICAÇÃO DA QUALIDADE Oportunidades especiais: (Educação, TV Digital, software embarcado etc.)

30 Sociedade para Promoção da Excelência do Software Brasileiro Sinto o Brasil como um cavalo arisco, cheio de embalo, mas encabrestado. É só tirar o cabresto que o cavalo dispara. Zé Alencar

31 Sociedade para Promoção da Excelência do Software Brasileiro O colonialismo visível te mutila sem disfarce: te proíbe de dizer, te proíbe de fazer, te proíbe de ser. O colonialismo invisível, por sua vez, te convence de que a servidão é um destino e a impotência, a tua natureza: te convence de que não se pode dizer, não se pode fazer, não se pode ser. Eduardo Galeano

32 Sociedade para Promoção da Excelência do Software Brasileiro MUITO OBRIGADO


Carregar ppt "O Software Livre e seu Papel na Competitividade da Indústria Nacional: Uma Visão Estratégica LinuxCorp 2003."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google