A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ADÃO CARLOS DOS SANTOS - SECRETÁRIO COOPERATIVA CENTRAL CRE$OL BASER.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ADÃO CARLOS DOS SANTOS - SECRETÁRIO COOPERATIVA CENTRAL CRE$OL BASER."— Transcrição da apresentação:

1 ADÃO CARLOS DOS SANTOS - SECRETÁRIO COOPERATIVA CENTRAL CRE$OL BASER

2 Como surgimos - O Sistema Cre$ol nasceu da necessidade de melhorias nas condições de crédito rural para a Agricultura Familiar e pelo fortalecimento de um desenvolvimento sustentável. - Antes de 1995 os agricultores organizavam-se através do Sindicalismo, Associativismo, Reforma Agrária, ONGs, Fundos de Crédito Rotativo, entre outros. O Sistema Cre$ol é fruto destas iniciativas. - Em 1995 são constituídas as cinco primeiras cooperativas de crédito, somando-se às demais entidades no Fortalecimento da Agricultura Familiar.

3 - Em 1996 entraram e funcionamento as cinco Cooperativas de Crédito, e devido a sua especificidade (Sistema Financeiro) constitui-se a primeira Base de Serviços (BASER), com atuação no Estado do Paraná. - Em 1998 e 1999 o Sistema Cre$ol se expande para os três estados do Sul, e com 28 cooperativas inicia- se a discussão da criação de três bases regionais. - Em 2004 criação da segunda cooperativa central do Sistema.

4 Sistema Cre$ol no Paraná

5 Sistema Cre$ol em Santa Catarina

6 Sistema Cre$ol no Rio Grande do Sul

7 Uma rede de cooperativas de crédito rural solidário; Cooperativas amparadas por lei federal e autorizadas pelo Banco Central; Constituídas e dirigidas por Agricultores/as Familiares, integradas através das Centrais de Crédito e das Bases Regionais de Serviços; Quem somos...

8 Missão Fortalecer e estimular a interação solidária entre Cooperativas e Agricultores/as Familiares através do crédito e da apropriação do conhecimento visando a sustentabilidade institucional e o desenvolvimento local sustentável

9 Princípios - Democracia; - Articulação com os movimentos populares; - Gestão dos agricultores/as; - Transparência; - Solidariedade e Cooperação; - Sustentabilidade Institucional; - Descentralização; - Honestidade.

10 Perfil do quadro social inicial (96/97) 49,82 % dos sócios não tinha conta corrente; 85,18 % nunca tinham feito financiamento em banco; 39 % dos que tinham conta corrente não a movimentavam; 63,3 % fazia troca troca com custo de até 100%;

11 A Central Cre$ol Baser é o órgão máximo de representação, que agrega e responde solidariamente por todas as cooperativas a ela filiada. Foi criada em 2000, por orientação do Banco Central do Brasil, e congrega as seguintes instâncias: - CENTRAL DE CRÉDITO (Cresol-Baser) - CENTRAIS DE SERVIÇOS (Base Regional) - COOPERATIVA SINGULARES - QUADRO SOCIAL ESTRUTURA ORGANIZACIONAL (Grupo Controlador)

12 Formação - Dirigentes, técnicos e assessores; Contabilidade - padronização, e normatização; Auditoria Interna; Crédito Rural - Acompanhamento do MCR, Plano de Safra, análise sócio-econômica Negociação com Projetos com BNDES, BRDE, Banco do Brasil, MDA, Governos Estaduais, organizações de Agricultores Familiares e ONGs Informática - Desenvolvimento e atualização do Software; Comunicação e Marketing; Recursos Humanos - Cargos e funções; Solidariedade financeira do sistema Funções das Cooperativas Centrais

13 Formação – Informática (manutenção do Software e equipamentos); – Caixa e Comitê de Crédito; – Conselhos de Administração e Fiscal; – Agentes Comunitários de Desenvolvimento e Crédito; Contabilidade- Execução e análise do Balanço Contábil, acompanhamento e gestão; Constituição de novas cooperativas, desmembramentos, assembléias e atas; Negociação com governos municipais, órgãos públicos regionais, Superintendências Regionais dos Bancos, ONG s e movimentos populares; Normativos específicos para as cooperativas da região; Recursos Humanos- processos seletivos e avaliação dos funcionários. Funções das Bases Regionais

14 - Operacionalização, controle, acompanhamento de créditos; Ações – Organização do quadro social – Aplicação do cadastro sócio-econômico – Liberação e deferimento de créditos (Pessoal e Rural) – Análise de projetos de crédito de investimento Controle administrativo e gerencial – Arquivos e Compensação – Controle de contas – Segurança – Aplicações financeiras Funções das Cooperativas Singulares

15 Controle - Social e administrativo - Econômico - Capacitação dos quadros de diretores municipais - Estímulo ao desenvolvimento local Viabilidade econômica - Baixo custo administrativo - Credibilidade na captação de recursos - Baixa inadimplência Por que cooperativas municipais?

16 Quais são os riscos da Agricultura Familiar frente ao crédito Risco Climático; Risco da crise de alguns produtos (soja e milho); Risco de mercado; Risco das baixas rentabilidades; Risco da inadimplência p/ os agentes financeiros Proagro; Diversificação; Organização e subsídios do governo; Adaptabilidade de capital e mão de obra; Avais: entre agricultores, aval das singulares e aval da central;

17 O Sistema Cre$ol hoje – 106 cooperativas Singulares na região Sul do Brasil – 70 mil associados e associadas – Abrangência em mais de 380 municípios da região Sul – Repasse de Pronaf Custeio 2005/2006 R$ 112 milhões – Repasse de Pronaf Investimento 2005/06 R$ 44,7 milhões – Patrimônio Líquido R$ 66 milhões – Depósitos à vista e a prazo R$ 85 milhões – Carteira de recursos próprios R$ 61,3 milhões

18 53 cooperativas no PR 33 cooperativas em SC 25 cooperativas no RS 06 Bases Regionais no PR 04 Bases Regionais em SC 02 bases Regionais no RS Central Cre$ol Baser – Fco Beltrão/ PR Cre$ol Central - Chapecó/SC Como nos organizamos? - Cooperativas Singulares - Bases Regionais de Serviço - Cooperativas Centrais

19 * projeção para 2006: chegar a 75 mil sócios

20 * projeção para 2006: chegar a 130 cooperativas

21

22

23

24 Programa de Habitação Rural

25 Ex: DE UMA SINGULAR CRESOL CORONEL VIVIDA Início das Atividades – 01/1998 Sócios Atuais – Numero cheques mês – Valores em cheques ano – R$ 9,5 Milhões; Financia em torno de R$ 6 milhões anual; Giro no comércio local R$ 800 mil mês; Financiamento de 70 casas do PSH - R$ mil; Serviço cobrança de Títulos e Convênios – COBAN; Cheque próprio.

26


Carregar ppt "ADÃO CARLOS DOS SANTOS - SECRETÁRIO COOPERATIVA CENTRAL CRE$OL BASER."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google