A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Emissão de debêntures R$ 300.000.000,00 04 de fevereiro de 2002 Coordenadores Coordenadores Contratados.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Emissão de debêntures R$ 300.000.000,00 04 de fevereiro de 2002 Coordenadores Coordenadores Contratados."— Transcrição da apresentação:

1 Emissão de debêntures R$ 300.000.000,00 04 de fevereiro de 2002 Coordenadores Coordenadores Contratados

2 Nota Importante A presente apresentação objetiva, somente, garantir aos investidores o acesso às informações, não implicando, por parte da Emissora ou dos Coordenadores, julgamento quanto à qualidade da Emissora ou sobre as debêntures a serem distribuídas. Esta apresentação e as demais informações prestadas não devem, em nenhuma circunstância, ser consideradas uma recomendação de compra das debêntures. Ao decidir por adquirir as debêntures, os investidores deverão realizar sua própria análise e avaliação da condição financeira da Emissora, de seus ativos e dos riscos decorrentes do investimento nas debêntures. A emissão aqui tratada encontra-se em análise junto à CVM para registro de distribuição pública. 02

3 Setor Siderúrgico Visão Geral da Companhia Fatos Recentes Desempenho Operacional Desempenho Financeiro Estratégia de Crescimento Características da Emissão Agenda DADOS DA GERDAU S.A. CONSOLIDADOS DE 2001

4 Panorama do Setor Mundo * Excedente de Capacidade * Preços Menores * Desaceleração Econômica * Produtos Longos * Consolidação América do Sul * Crise na Argentina * Empresas da Gerdau Brasil * Racionamento de energia * Demanda Forte Estados Unidos * Anti-dumping * Section - 201 * Recuperação americana 04

5 Em milhões de toneladas País 9 meses 2001 Variação % 9 meses 2000 Fonte: IISI Produção Mundial No ranking mundial, segundo, a Metal Bulletin, a Gerdau é a 24ª maior produtora de aço bruto do mundo. 05

6 Brasil 2,7 -5,1 -23,8 5,4 3,1 -0,2 2,4 -10,0% -5,0% 0,0% 5,0% 10,0% 15,0% 20,0% 1994199519961997199819992000 -30,0 -25,0 -20,0 -15,0 -10,0 -5,0 0,0 5,0 10,0 Elasticidade (vezes) Consumo Aparente - Brasil PIB Elasticidade Fonte: IISI/ IBS Em milhões de toneladas Região2000 Crescimento médio anual (%) 2005 Previsão CONSUMO APARENTE NA AMÉRICA LATINA CONSUMO APARENTE Brasil x PIB PARTICIPAÇÃO DE MERCADO GERDAU Belgo Outros 06

7 Fonte: IBS/ Gerdau Aço Bruto Laminados Longos 809001 9%12% 17% 21% 32% 48% Inclui participação na Açominas a partir de 1999 % CST GERDAU Usiminas CSN Belgo 4.784 4.662 4.620 4.048 2.668 MAIORES PRODUTORES DE AÇO BRUTO PARTICIPAÇÃO DA GERDAU NA PRODUÇÃO NACIONAL 07 Brasil

8 Setor Siderúrgico Visão Geral da Companhia Fatos Recentes Desempenho Operacional Desempenho Financeiro Estratégia de Crescimento Características da Emissão

9 * 100 anos de tradição focados na produção de aço em mini-usinas e na distribuição de produtos siderúrgicos. * Capacidade instalada de 11 milhões de toneladas de aço bruto (incluindo Açominas e Cartersville). * 24 a maior produtora de aço no mundo e a empresa brasileira melhor colocada neste ranking em 2000. * Maior produtora de aços longos da América Latina. * Rede de distribuição com 70 pontos de vendas, 3 centros de serviços para aços planos e 27 centros de serviços de corte e dobra para a construção civil. * 10 siderúrgicas no Brasil, 10 no exterior e 1 participação estratégica. Gerdau 09

10 Estrutura organizacional Met. Gerdau S.A. Gerdau S.A. Seiva Gerdau International Açominas AmeriSteel Courtice MRM Sipsa Laisa Aza Sipar 51% 52%100%96% 85% 100% 38% 72% 100% 10

11 Participação no capital total Metalúrgica Gerdau S.A. 19% 26% 27% Controladores Invest. Instit. Brasileiros Público Invest. Instit. Estrangeiros Gerdau S.A. 54% 14% 16% Data: 31/12/2001 11

12 Evolução da Produção Laisa Uruguai 1981 Aza Chile 1992 Part. Sipar 1998 MRM Canadá 1995 Courtice Canadá 1989 Part. Açominas Sipsa Argentina 1997 AmeriSteel EUA 1999 Aço Bruto Laminados 1.000 ton19802001Variação Aço Bruto1.3037.242+5,6 x Laminados 1.1826.059+5,0 x 2001 12

13 Capacidade Instalada BRASIL * 7,2 milhões de toneladas de aço bruto * 4,7 milhões ** toneladas de laminados 11 MILHÕES DE TONELADAS EXTERIOR * 3,8 milhões de toneladas de aço bruto * 3,6 milhões de toneladas de laminados ** Inclui o novo laminador da Açominas 13

14 Distribuição Geográfica Sipar Aza Sipsa Laisa AmeriSteel (com Cartersville) Courtice MRM Gerdau S.A. Açominas Cearense Açonorte Usiba Cosigua Barão de Cocais Açominas Guaíra PiratiniRiograndense Divinópolis 9 USINAS NO BRASIL AÇOMINAS 14

15 Setor Siderúrgico Visão Geral da Companhia Fatos Recentes Desempenho Operacional Desempenho Financeiro Estratégia de Crescimento Características da Emissão

16 Fatos Recentes * Oferta de R$ 426,6 milhões para aquisição de 17,67% da Açominas em Leilão organizado pelo Banco Central em dezembro de 2001. * Conclusão das negociações para aquisição dos ativos operacionais da Birmingham Southeast (EUA) por US$ 48,8 milhões no final de dezembro de 2001. * Assinatura do acordo de compra, até setembro de 2002, da participação de 24,8% da Natsteel na Açominas pelo valor de R$ 508,9 milhões. 16

17 Açominas Fonte: Açominas PRODUTOS: TarugosBlocos Placas VergalhõesBarras Aços estruturais Perfis CAPACIDADE INSTALADA (toneladas): Aço Bruto3.0 milhões Laminados740 mil ANO 2001: RECEITA LÍQUIDA:R$ 1.025 milhões EBITDA:R$ 265 milhões LUCRO LÍQUIDO: R$ 93 milhões 17

18 Setor Siderúrgico Visão Geral da Companhia Fatos Recentes Desempenho Operacional Desempenho Financeiro Estratégia de Crescimento Características da Emissão

19 Produção Brasil América do Sul América do Norte Em mil toneladas 3.6615.066 7.058 7.242 2.974 555 132 3.875 1.005 186 4.450 2.348 260 4.662 2.295 285 AÇO BRUTO 98990001 3.3984.272 5.901 6.059 2.753 485 160 3.111 918 243 3.390 2.195 316 3.528 2.193 338 LAMINADOS Em mil toneladas 98990001 19

20 Vendas 2.060 3.811 5.094 7.213 7.394 3.046 260 3. 882 927 285 4.598 2.264 351 4.724 2.294 376 505 EM TONELADAS 98990001 RECEITA LÍQUIDA 271 2.178 2.353 3.149 3.557 741 1.800 216 247 5.8885.196 3.3102.178 Em R$ milhões 98990001 Brasil América do Sul América do Norte 20

21 Indústria 51% Construção civil 46% Agropecuária 3% POR SEGMENTO DE MERCADO GSA não consolidado Vendas POR LINHA DE PRODUTO Em toneladas Laminados longos comuns 67% Especiais 4% Trefilados 10% Planos 6% Semi-acabados 13% 21

22 Setor Siderúrgico Visão Geral da Companhia Fatos Recentes Desempenho Operacional Desempenho Financeiro Estratégia de Crescimento Características da Emissão

23 Destaques 2001 23

24 Ebitda e Lucro Líquido Em R$ milhões 1998 199920002001 Margem bruta Margem EBITDA Margem líquida 445640 7551.002 291 255 249 31 50 1.310 1.060 961 445 59 BrasilAm. NorteAm. Sul 98990001 EBITDA 191291 374512 53 22 31 8 2 546 398 352 191 3 BrasilAm. NorteAm. Sul 98990001 LUCRO LÍQUIDO 24

25 Investimentos 297 Média 1991 - 2001 96 US$ milhões 83 171 390 703 260 172 650 200 97989900010203 Investimentos de 2002 incluem pagamentos: Ativos CartersvilleUS$ 50 Leilão Açominas (17,7%)US$ 180 Partcip. Natsteel (24,8%)US$ 210 25

26 LONGO PRAZO R$ 2.060 MM Endividamento CURTO PRAZO R$ 2.107 MM BNDES R$102MM Empresas no Exterior R$993MM ACC / Pré Export R$ 71MM FIRCE R$159MM Banco Central R$333MM Açominas (U$) R$391MM Açominas (R$) R$46MM Outros R$ 12MM BNDES R$316MM Empresas no Exterior R$602MM Pré Export R$104MM FIRCE R$142MM Açominas (U$) R$227MM Açominas (R$) R$148MM Outros R$ 15MM Eurobonus R$287MM Debêntures R$ 219 MM 26

27 Amortização 27

28 Índices 1998199920002001 Dívida Bruta/ Capitalização total 36,74%57,53% 56,55% 51,55% Dívida Líquida/ Capitalização total 25,93%50,87% 50,35%44,61% Dívida Bruta/ EBITDA 2,4X3,5X3,0X3,2X Dívida Líquida/ EBITDA 1,4X2,7X2,3X2,4X EBITDA/ Despesas Financeiras líquidas (- VM e VC) -- 3,9X 5,7X 28

29 Em R$ milhões Fluxo de Caixa 29

30 Setor Siderúrgico Visão Geral da Companhia Fatos Recentes Desempenho Operacional Desempenho Financeiro Estratégia de Crescimento Características da Emissão

31 Estratégia de Crescimento * Mini-mills * Aquisições * Internacionalização * Diferenciação dos concorrentes * Barreiras de entrada de competidores * Mercados de atuação (Construção Civil, Industrial e Agricultura) 31

32 Setor Siderúrgico Visão Geral da Companhia Fatos Recentes Desempenho Operacional Desempenho Financeiro Estratégia de Crescimento Características da Emissão

33 Emissora: Valor Total da Emissão: Tipo: Valor Nominal: Série: Espécie: Data de Emissão: Remuneração: Colocação: Gerdau S.A. R$ 300 milhões Debêntures não conversíveis em ações R$10.000,00 Única Subordinada 1° de novembro de 2001 CDI + até 1,20%a.a. Processo de bookbuilding Características da Emissão (I) 33

34 Vencimento: Repactuação: Amortização: Pagamento de Juros: Negociação: Covenants Financeiros: 1º de novembro de 2008 (7 anos) 1º de novembro de 2003 (2 anos) Integral no vencimento (Bullet) Semestral SND (CETIP) e BOVESPA FIX (i)Dívida Total/EBITDA <= 4,0x (ii)EBITDA/Despesas Financeiras Líquidas >= 2,0x Calculados com base nos dados consolidados, dos últimos 12 meses e verificados trimestralmente Características da Emissão (II) 34

35 Resgate Antecipado Facultativo: Vencimento Antecipado: A Emissora poderá, decorridos 12 meses da data de emissão, efetuar o resgate total ou parcial das Debêntures em circulação mediante pagamento do valor nominal atualizado até a data do resgate, acrescido de prêmio de 0,50% (i)Não pagamento de qualquer valor devido aos debenturistas (ii)Execução judicial de títulos no valor agregado superior a R$15 milhões (iii) Cross Default (iv) Concordata ou falência da Emissora Características da Emissão (III) 35

36 Vencimento Antecipado (continuação): (v) Mudança no controle acionário /reorganização societária da Emissora ou de suas controladas ou coligadas que acarretem impacto na capacidade da Emissora de honrar suas obrigações (vi) Execução de garantia prestada pela Emissora ou por suas controladas A descrição completa dos Vencimentos Antecipados encontra-se no prospecto preliminar Características da Emissão (IV) 36

37 Destinação dos Recursos: Ratings Emissão e Emissora: Previsão Bookbuilding: Previsão de Liquidação Financeira: Amortização de dívida externa com vencimento de fevereiro a dezembro de 2002 S&P: brA SR Rating: brAA- Última semana de fevereiro Primeira semana de março Características da Emissão (V) 37

38 Emissão de debêntures R$ 300.000.000,00 Coordenadores Coordenadores Contratados www.gerdau.com.br inform@gerdau.com.br


Carregar ppt "Emissão de debêntures R$ 300.000.000,00 04 de fevereiro de 2002 Coordenadores Coordenadores Contratados."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google