A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PERNAMBUCO UMA ECONOMIA EM TRANSFORMAÇÃO TANIA BACELAR e VALDECI MONTEIRO CEPLAN – CONSULTORIA ECONÔMICA E PLANEJAMENTO RECIFE, MAIO DE 2007 ECONOMISTA.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PERNAMBUCO UMA ECONOMIA EM TRANSFORMAÇÃO TANIA BACELAR e VALDECI MONTEIRO CEPLAN – CONSULTORIA ECONÔMICA E PLANEJAMENTO RECIFE, MAIO DE 2007 ECONOMISTA."— Transcrição da apresentação:

1 PERNAMBUCO UMA ECONOMIA EM TRANSFORMAÇÃO TANIA BACELAR e VALDECI MONTEIRO CEPLAN – CONSULTORIA ECONÔMICA E PLANEJAMENTO RECIFE, MAIO DE 2007 ECONOMISTA : UMA PROFISSÃO COM MÚLTIPLAS OPORTUNIDADES

2 Uma base econômica Importante no BRASIL e no NE Fonte: IBGE HÁ DUAS DÉCADAS REPRESENTA 20% DA ECONOMIA DO NORDESTE, SENDO METADE DA BAHIA E MAIOR QUE CEARÁ

3 PE acompanha o BRASIL e o NE Fonte: IBGE

4 PE: TERCEIRO PIB per capita do NORDESTE ( 2003) Fonte: IBGE

5 PERNAMBUCO : Localização Estratégica 800 km 6 capitais 4 aeroportos internacionais 4 portos internacionais 1 porto fluvial 20 milhões de pessoas 90% do PIB NE 300 km 4 capitais 2 aeroportos internacionais 3 aeroportos regionais 5 portos internacionais 12 milhões de pessoas mais de 35% PIB NE

6 PE: UMA ECONOMIA MUITO CONCENTRADA NA RMR 74 % 14 % 12 %

7 PERNAMBUCO: UMA BASE PRODUTIVA DIVERSIFICADA

8 PE: UMA VELHA TRADIÇÃO COMERCIAL Evolução das Exportações,Importações ( ) AnosExportação Em U$ mi Importação Saldo Fonte: MDIC-SECEX e SUDENE FONTE: CACEX

9 PE: MERCADO DE TRABALHO COM ALTO DESEMPREGO POPULAÇÃO OCUPADA ,0 % Agropecuária ,3 Indústria ,7 Construção ,2 Comércio e Reparação ,1 Serviços ,6 Outras Atividades ,4 Desempregados 455 mil (11,3%)

10 PE: TERCIÁRIO COMANDA O EMPREGO FORMAL ( )

11 PE: LIDERA COM A PARAIBA O INDICE DE QUALIFICAÇÃO DA FORÇA DE TRABALHO no NE FONTE: FUNDAÇÃO DE ECONOMIA E ESTATÍSTICA SIEGFRIED EMANUEL HEUSER E MOVIMENTO BRASIL COMPETITIVO, ÍNDICE DE COMPETITIVIDADE ESTADUAL, PORTO ALEGRE, Pernambuco

12 PE – Boa Qualidade do Capital Humano 5 universidades: UFPE; UFRPE; UPE, UFSF, UNICAP e campus avançados de Garanhuns e Caruaru. Vários Institutos de Pesquisa e Escolas Profissionalizantes PhDs e mestres pesquisadores CNPq Fortaleza São Luís MA PI CE BA Teresina PB João Pessoa Aracaju SE AL PE Maceió Recife RN Natal Salvador Campina Grande Caruaru LIDER NO NORDESTE

13 RMR: TAXAS DE DESEMPREGO ELEVADA ENTRE OS JOVENS ( 1998 – 2005)

14 PE NO FUTURO Economia pernambucana deverá crescer num ritmo maior que a média da economia brasileira Economia pernambucana deverá crescer num ritmo maior que a média da economia brasileira, com discreto aumento da sua participação relativa O novo ciclo de investimentos tende a aumentar o peso da RM de Recife O novo ciclo de investimentos tende a aumentar o peso da RM de Recife, com destaque para o Complexo SUAPE e seu entorno. rescimento da economia estadual A indústria voltará a ter peso no crescimento da economia estadual

15 PE NO FUTURO Cadeias tradicionais industriais Cadeias tradicionais industriais ( como a metal-mecânica e a de alimentação e bebidas, têxtil ) tendem a se adensar Novos segmentos produtivos ( Novos segmentos produtivos (indústrias naval, siderurgia e petroquímica ) ganham presença na economia estadual Os serviços devem ser impulsionados pelo dinamismo industrial e pelo incremento dos chamados serviços modernos Os serviços devem ser impulsionados pelo dinamismo industrial e pelo incremento dos chamados serviços modernos

16 PE NO FUTURO As atividades ligadas ao Turismo devem crescer ( novos investimentos hoteleiros e política pública mais ativa) As atividades ligadas ao Turismo devem crescer ( novos investimentos hoteleiros e política pública mais ativa) Agropecuária deverá ter bom desempenho ( com destaque para a fruticultura irrigada, e setor sucro – alcooleiro) Agropecuária deverá ter bom desempenho ( com destaque para a fruticultura irrigada, e setor sucro – alcooleiro) Deverá ser reforçado o papel exportador do Estado, sobretudo pelos investimentos em infra-estrutura (rodoviária, ferroviária e portuária) e segmento de logística. Deverá ser reforçado o papel exportador do Estado, sobretudo pelos investimentos em infra-estrutura (rodoviária, ferroviária e portuária) e segmento de logística.

17 PE NO FUTURO Investimentos confirmados e previstos até 2016 Descrição dos InvestimentosPeríodo Montante das inversões (em milhões de Reais) Situação do Investimento 1- Investimentos Estruturadores11.615,00- -Refinaria Abreu e LimaAté ,00Em implantação -Siderúrgicaaté ,00Estudo de viabilidade -Estaleiro Atlântico Sulaté ,00Confirmado -Fábrica PET (M&G) ,00 Fase final de implantação -Fábrica PTA (Petroquisa) ,00Em negociação -Fábrica POY (Citene) ,00Em negociação 2- Investimentos do Prodepeaté ,00 Parte confirmada (em implantação) e parte em negociação

18 PE NO FUTURO Investimentos confirmados e previstos até 2016 Descrição dos InvestimentosPeríodo Montante das inversões (em milhões de Reais) Situação do Investimento 3- Investimentos em Turismo1.464,00- -Prodetur IIaté ,00Confirmado -Grupo DORISOL200614,00 Em conclusão (novembro) -Grupo ENOTEL200770,00Em implantação -Grupo Teixeira Duarte ,00Confirmado -Grupo Arrochellas200730,00Confirmado -Projeto Praia do Paivaaté ,00Em negociação 4- Investimentos em Logística1.739,00- -Duplicação da BR-101até ,00 Parte em execução (33%) e o restante a contratar -Infra-estrutura rodoviáriaaté ,00Em negociação -Infra-estrutura ferroviáriaaté ,8Em negociação 5- Investimentos do PPAaté ,00 Parte confirmado, parte em negociação TOTAL ,00-

19 ECONOMISTA: CIÊNCIAS ECONÔMICAS: CAMPO DAS CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS Um Profissional com Muitas Oportunidades de Emprego

20 Análise de Conjuntura Econômica Abordar os agregados econômicos que explicam o funcionamento da Economia, seus cenários e suas tendências. Dentre esses a Renda Nacional, o Produto Interno Bruto (PIB), a Inflação e o Nível de Investimento e a Poupança de uma Nação. Analisar os agregados econômicos que explicam o funcionamento da Economia, seus cenários e suas tendências. Dentre esses a Renda Nacional, o Produto Interno Bruto (PIB), a Inflação e o Nível de Investimento e a Poupança de uma Nação, DE UM Estado, de uma região...

21 Análise da viabilidade de Projetos Analisar a viabilidade econômico-financeira de projetos

22 Bancos e Mercado Financeiro Atuar em bancos, corretoras de seguros e financeiras, acompanhando a conjuntura econômica, analisando o desempenho da rentabilidade das aplicações, orientando decisões de gestores e aplicadores.

23 Empresas do Setor Produtivo Desenvolver estudos e análises em duas áreas ( acompanhar a conjuntura e os mercados ) Fazer projetos de investimento, Gerenciar a área financeira

24 Orientação em Comércio Exterior Trabalhar para empresas exportadoras, bancos, indústrias e outros, elaborando diagnósticos econômicos, análises comparativas com outras economias, além de identificar as áreas mais viáveis para investimentos e descoberta de oportunidades de negócios.

25 Consultoria e Assessoria : autônomo ou em Empresas Prestar assessoria em questões referentes : à gestão e análise econômicas, planejamento estratégico e estudos prospectivos estudos e pesquisas de mercado, de conjuntura... projetos econômicos e financeiros.

26 Setor Público Realizar estudos econômicos Gerenciar empresas Públicas Montar e acompanhar Planos de Investimentos e Orçamentos Atuar na área Fiscal e Financeira

27 Perícia Econômica Desenvolver atividades de cálculos de processos judiciais, através da nomeação de uma autoridade judiciária ou atuar como Assistente Técnico, quando solicitado por um escritório de advocacia.

28 Arbitragem Indicar alternativa para a resolução de controvérsias de natureza econômico-financeira ou conflitos que envolvam bens patrimoniais.

29 Professor Universitário Lecionar disciplinas na área econômico - financeira, em cursos de graduação e pós- graduação, Fazer pesquisa que renovem o conhecimento Atuar em projetos de extensão

30 PONTOS FORTES DA FORMAÇÃO Bom conhecimento das teorias econômicas – que explicam a realidade atual, a dinâmica, as transformações da economia mundial, nacional e local. Bom conhecimento das teorias econômicas – que explicam a realidade atual, a dinâmica, as transformações da economia mundial, nacional e local. Bom conhecimento de métodos quantitativos, e modelagem econométrica – permite fazer previsões Bom conhecimento de métodos quantitativos, e modelagem econométrica – permite fazer previsões Conhecimentos complementares : história, sociologia, ciência política, organização empresarial


Carregar ppt "PERNAMBUCO UMA ECONOMIA EM TRANSFORMAÇÃO TANIA BACELAR e VALDECI MONTEIRO CEPLAN – CONSULTORIA ECONÔMICA E PLANEJAMENTO RECIFE, MAIO DE 2007 ECONOMISTA."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google