A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CE_25_Exportação Direta e Indireta e aspectos operacionais 1 EXPORTAÇÃO DIRETA E INDIRETA DISCIPLINA: Comércio Exterior FONTE: DIAS, Reinaldo; RODRIGUES,

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CE_25_Exportação Direta e Indireta e aspectos operacionais 1 EXPORTAÇÃO DIRETA E INDIRETA DISCIPLINA: Comércio Exterior FONTE: DIAS, Reinaldo; RODRIGUES,"— Transcrição da apresentação:

1 CE_25_Exportação Direta e Indireta e aspectos operacionais 1 EXPORTAÇÃO DIRETA E INDIRETA DISCIPLINA: Comércio Exterior FONTE: DIAS, Reinaldo; RODRIGUES, Waldemar. Comércio Exterior Teoria e Gestão. São Paulo, Atlas, Prof. Bosco Torres

2 Tipos de Exportação 1 – Exportação Direta; 2 – Exportação Indireta O navio panamenho MSC Chitra, que colidiu em 7/8/10 com o navio MV-Khalijia- II, é visto inclinado no mar Arábico, perto de Mumbai, na Índia. Prof. Bosco Torres CE_25_Exportação Direta e Indireta e aspectos operacionais 2

3 3 Exportação DIRETA A exportação DIRETA consiste na operação em que a mercadoria exportada é faturada pelo próprio COMERCIANTE ao IMPORTADOR. A exportação DIRETA ocorre quando a própria empresa faz a exportação, sem a utilização de intermediários no processo de introdução do produto no mercado-alvo. Esse tipo de operação exige da empresa exportadora o conhecimento do processo de exportação em toda a sua extensão. Prof. Bosco Torres

4 CE_25_Exportação Direta e Indireta e aspectos operacionais 4 Exportação DIRETA A utilização de um agente comercial pela empresa produtora/exportadora não deixa de caracterizar a operação como exportação direta. Nessa modalidade, a mercadoria exportada é isenta de IPI - Imposto sobre Produtos Industrializados IPI - Imposto sobre Produtos Industrializados ICMS - Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços ICMS - Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços Impostos fiscais incidentes sobre os insumos utilizados no processo produtivo. Impostos fiscais incidentes sobre os insumos utilizados no processo produtivo. Prof. Bosco Torres

5 Exportação INDIRETA Exportação indireta trata-se de uma alternativa disponível para empresas que desejam iniciar seu processo de internacionalização, porém não possuem experiência suficiente para fazê-lo de forma independente. Esta forma de provimento do mercado internacional é adotada normalmente por companhias de pequeno ou médio porte. Prof. Bosco Torres CE_25_Exportação Direta e Indireta e aspectos operacionais 5

6 6 Exportação INDIRETA A exportação indireta é aquela realizada por intermédio de empresas estabelecidas no Brasil, que adquirem produtos para exportá-los, tais como: Trading companies Trading companies Comercial Exportadora (exclusivamente exportadora) Comercial Exportadora (exclusivamente exportadora) Cooperativa (setor rural) Cooperativa (setor rural) Consórcio de exportação Consórcio de exportação Outro estabelecimento da empresa produtora - neste caso a venda a este tipo de empresa é considerada equivalente a uma exportação direta, assegurando os mesmos benefícios fiscais – IPI e ICMS. Outro estabelecimento da empresa produtora - neste caso a venda a este tipo de empresa é considerada equivalente a uma exportação direta, assegurando os mesmos benefícios fiscais – IPI e ICMS. Prof. Bosco Torres

7 Exportação INDIRETA por uma Trading Company Uma Trading Company é uma sociedade anônima (SA), com capital mínimo integralizado de 1 milhão de Reais, que desempenha os seguintes papéis: comprar produtos para exportar comprar produtos para exportar assessorar uma empresa que deseja exportar seus produtos, mediante pagamento de comissão. assessorar uma empresa que deseja exportar seus produtos, mediante pagamento de comissão. A venda da mercadoria pela empresa produtora para uma trading que atua no mercado interno é equiparada a uma operação de exportação, em termos fiscais. Prof. Bosco Torres CE_25_Exportação Direta e Indireta e aspectos operacionais 7

8 Exportação INDIRETA por um Consórcio de Exportação Um Consórcio de exportação é uma espécie de cooperativa que pressupõe a criação de uma marca sob a qual o produto será comercializado no(s) mercado(s)-alvo, não sendo necessário a criação de uma nova personalidade jurídica. As condições são oficializadas em uma reunião, cuja ata deve ser registrada em cartório. Os custos são rateados entre as empresas participantes. Prof. Bosco Torres CE_25_Exportação Direta e Indireta e aspectos operacionais 8

9 Exportação INDIRETA por um Consórcio de Exportação Apesar de bem sucedidos em vários países, os consórcios de exportação ainda são pouco utilizados no Brasil. Trata-se de associações de empresas, juridicamente constituídas, que conjugam esforços e/ou estabelecem uma divisão interna de trabalho, com vistas à redução de custos, aumento da oferta de produtos destinados ao mercado externo e ampliação das exportações. Os consórcios podem ser formados por empresas que ofereçam produtos complementares ou mesmo concorrentes. Prof. Bosco Torres CE_25_Exportação Direta e Indireta e aspectos operacionais 9

10 Tipos de Consórcios de Exportação 1 - Consórcio de Promoção de Exportações – esta forma de consórcio é mais recomendável para empresas que já possuem experiência em comércio exterior. As vendas no mercado externo são realizadas diretamente pelas empresas que integram o consórcio. Sua finalidade é desenvolver atividades de promoção de negócios, capacitação e treinamento, e melhoria dos produtos a serem exportados; 2 - Consórcio de Vendas – a formação deste tipo de consórcio é recomendada quando as empresas que dele pretendem participar não possuem experiência em comércio exterior. As exportações são realizadas pelo consórcio, por intermédio de uma empresa comercial exportadora; 3 - Consórcio de Área ou País – reúne empresas que pretendem concentrar suas vendas em um único país ou em uma região determinada. O consórcio pode ser de promoção de exportações ou de vendas. Pode ainda ser: Consórcio Monossetorial – agrega empresas do mesmo setor; Consórcio Multissetorial - os produtos fabricados pelas empresas podem ser complementares (produtos de diferentes segmentos da mesma cadeia produtiva) ou heterogêneos (produtos de diferentes setores), e destinados ou não a um mesmo cliente. Prof. Bosco Torres CE_25_Exportação Direta e Indireta e aspectos operacionais 10


Carregar ppt "CE_25_Exportação Direta e Indireta e aspectos operacionais 1 EXPORTAÇÃO DIRETA E INDIRETA DISCIPLINA: Comércio Exterior FONTE: DIAS, Reinaldo; RODRIGUES,"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google