A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ANTROPOMETRIA Prof. Paulo Renato de Andrade Ergonomia.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ANTROPOMETRIA Prof. Paulo Renato de Andrade Ergonomia."— Transcrição da apresentação:

1 ANTROPOMETRIA Prof. Paulo Renato de Andrade Ergonomia

2 Três Biotipos Básicos (Willian Sheldon, 1940) Endomorfo: corresponde àquele indivíduo gordo, isto é, MMSS e II curtos e flácidos, abdômen protuso e cheio, ombros e cabeça redondo, e tórax com aparência pequena; Mesomorfo: indivíduos com tipo atlético, ou seja, ombro e peitos largos, braços e pernas musculosos e abdômen pequeno. Apresenta pouco tecido gorduroso subcutâneo; Ectomorfo: indivíduo longelíneo o qual possui face magra (testa alta), pescoço fino e comprido, ombros caídos e largos, tórax e abdômen com espessura e largura diminuídos.

3 Apesar dessa classificação, a maior parte dos indivíduos não se encaixam em todas as características desses biotipos. Outros fatores que influenciam nas medidas antropométricas são raça, idade, sexo, época (hábitos alimentares, de prática esportiva, etc).

4 ANTROPOMETRIA DINÂMICA Verifica os limites da movimentação de cada segmento corporal, visando minimizar os esforços físicos e oferecer a postura adequada. Suas principais medidas são:

5 a) POSIÇÃO SENTADA

6 Áreas de Visão a área ótima de visão corresponde de 0º até 30º, para os lados e para baixo da posição neutra da cabeça. Nesse campo visual os objetos são observados de forma contínua e quase sem nenhum movimento dos olhos. Já a ara máxima de rotação do olho localiza-se 25º acima e 35º abaixo da linha média horizontal dos olhos. O movimento lateral dos olhos possui 80º.

7 Área de Movimentação da Cabeça Rotação 55º, inclinações para frente (flexão) 40º, para trás (extensão) 50º, e para as laterais 40º. Há três níveis: Nível 1: as observações são efetuadas com maior rapidez e menor esforço, portanto os objetos mais importantes devem se situar nesse nível; Nível 2: corresponde ao campo visual periférico, onde são observados movimentos grotescos. Os objetos de pouco uso devem ser colocados nessa área. Nível 3: os objetos de emergência situam-se nesse nível pois são utilizados quando há necessidade (movimento consciente da cabeça)

8 Alcance dos Braços Área de ÓTIMO alcance: é aquela em que há flexão de cotovelo a 90º e giro dos antebraços ao redor do cotovelo limitando a área com um arco, onde utiliza-se com menor esforço as mãos. A área de ALNCANCE MÁXIMO é obtida com o giro dos membros superiores estendidos em torno dos ombros. Os afazeres mais freqüentes e exigentes são realizados no alcance ótimo, caso contrário, efetuados no alcance máximo.

9 ALCANCE BIOMECÂNICO

10 ANTROPOMETRIA ESTÁTICA São medidas físicas corporais em repouso, sendo as principais:

11

12

13 Posição Sentada Altura da cabeça a partir do assento: distância entre o ponto mais alto da cabeça e o assento. Serve de medida para o apoio da cabeça. Altura dos olhos a partir do assento: corresponde a distância do assento com a parte lateral dos olhos. Relaciona a linha de visão com qualquer ponto. Altura do ombro a partir do assento: distância entre o assento e o ponto médio entre o acrômio e o pescoço. Determina a altura dos encostos.

14 Altura do joelho: distância entre o piso e a porção superior da patela. Altura vertical do braço: distância do assento até a extremidade do 3º dedo (mão e dedos estendidos). Altura Popliteal: distância do piso à fossa poplítea.. Determina a altura dos assentos. Comprimento nádega poplíteal: distância horizontal entre a nádega e a fossa poplítea. Detecta a profundidade dos assentos. Altura do cotovelo a partir do assento: distância vertical entre o assento até olécrano da ulna (cotovelo fletido a 90º). Determina a altura do apoio das cadeiras, superfícies de mesas de trabalho, etc.

15 Largura dos quadris: distância na horizontal entre as extremidades das duas hemipelves. Detecta a largura dos bancos dos assentos. Largura entre os cotovelos: distância horizontal entre as bordas externas dos cotovelos fletidos em 90º. Verifica a distância entre os apoios dos assentos e a distância entre os assentos em torno das mesas. Altura lombar: distância entre o assento e L5. Verifica a altura da parte inferior do encosto dos assentos. Comprimento dos pés: distância horizontal entre as duas extremidades dos pés para detectar o comprimento do apoio para os pés. Largura da mão: distância lateral entre os pontos laterais das mãos e verifica a largura dos instrumentos manuais. Altura da coxa: distância entre o assento local e o mais superior da coxa para detectar a dist6ancia do plano do assento e a altura sob a mesa.

16 Posição Ortostática Estatura: distância entre o pé e o local mais alto da cabeça. Determina a altura mínima para as passagens. Altura do ombro: distância entre o piso e um ponto entre o acrômio e o pescoço. Verifica o alcance do braço no ortostatismo. Altura do cotovelo: distância do piso até o cotovelo e verifica a altura das bancadas no trabalho.

17 Alcance do braço: distância horizontal do tronco (posteriormente) até a extremidade do 3º dedo (indivíduo de costas apoiado na parede). Verificar o alcance máximo na superfície de trabalho. Altura do mamilo: distância do chão até os mamilos e determina a altura da bancada para trabalhos parados. Largura do tórax: distância horizontal entre as laterais do tórax para verificar a largura do encosto dos assentos.


Carregar ppt "ANTROPOMETRIA Prof. Paulo Renato de Andrade Ergonomia."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google