A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Valores da Convivência na vida pública e privada Profa. Maluh Barciotte Indivíduo – Sociedade – Espécie.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Valores da Convivência na vida pública e privada Profa. Maluh Barciotte Indivíduo – Sociedade – Espécie."— Transcrição da apresentação:

1 Valores da Convivência na vida pública e privada Profa. Maluh Barciotte Indivíduo – Sociedade – Espécie

2 Universo 14 bilhões de anos

3 Edgar Morin Fonte:O Paradigma Perdido – a natureza humana Terra Vida Vertebrados Répteis Mamíferos Antropóides Hominídeos Homo sapiens Cidade, Estado Filosofia 5 bilhões de anos 2 bilhões e meio 600 milhões de anos 300 milhões de anos 200 milhões de anos 10 milhões de anos 4 milhões de anos 140 mil a 100 mil anos 10 mil anos anos

4 Os cientistas acreditam que na nossa galáxia, a Via-láctea, existam 200 bilhões de estrelas e no universo inteiro cerca de (setenta sextilhões) de estrelas!!!

5

6 VIDA E AUTOPOIESE

7

8 Autopoiese ou Autopoiesis Poiesis é um termo grego que significa produção Autopoiese quer dizer autoprodução A palavra surgiu pela primeira vez na literatura internacional em 1974, num artigo publicado por Varela, Maturana e Uribe, para definir os seres vivos como sistemas que produzem continuamente a si mesmos. Esses sistemas são autopoiéticos por definição, porque recompõem, de maneira incessante, os seus componentes desgastados. Pode-se concluir, portanto, que um sistema autopoiético é ao mesmo tempo produtor e produto.

9 AUTOPOIESE

10

11

12

13

14 Tropidacris collaris (Stoll) (Orthoptera: Romaleidae

15

16 Natureza x Cultura

17 Daniel: foi criado por cabras na região dos Andes. Foi encontrado em 1990, com aproximadamente 12 anos. Ele tinha todos os hábitos dos animais selvagens, andava sobre os 4 membros e dizem que se comunicava com as cabras. Seu paradeiro é desconhecido. Natureza x Cultura

18 Oxana Malaya: foi criada por cães em um barracão em um bairro pobre da Ucrânia depois de ser abandonada pelos pais. Ela foi encontrada em 1991, com aproximadamente 8 anos de idade. Seu vínculo com os cães era tão intenso, que quando os funcionários da prefeitura chegaram perto dela para resgatá-la foram afugentados por eles. Na segunda tentativa conseguiram chegar até ela. Oxana tinha atitudes iguais aos dos cães, ela rosnou, latiu, andou por todos os lados como um cão, cheirou a comida antes de comer, e foi encontrado nela sentidos extremamente aguçados de audição, olfato e visão. Hoje em dia ela vive em um lar para deficientes mentais.

19 . Sanichar Dina: foi criado por lobos em uma floresta na Índia. Ele foi encontrado em 1867, com aproximadamente 6 anos de idade, quando caçadores o viram seguindo um lobo até a toca. Foi levado para um orfanato, mas não conseguiu se adaptar, ele não aceitava as roupas, caminhava como os lobos, comia carne crua e passava o dia afiando os dentes em um pedaço de osso.. Faleceu 28 anos depois. O caso mais famoso, garotas Amala e Kamala, encontradas pelo padre J.A.L. Singh vivendo em uma floresta da Índia com lobos, próxima a vila de Midnapore. As meninas de 3 e 5 anos, foram levadas para um orfanato em Caminhavam sobre os 4 membros, não se acostumavam com roupas, comiam carne crua e diziam ter um brilho peculiar nos olhos. Após um ano Amala faleceu, enquanto Kamala sobreviveu por 9 anos. Nesse período ela aprendeu algumas palavras e começou a andar na posição ereta.

20 AUTONOMIA E DEPENDÊNCIA Para Maturana, o termo "autopoiese" traduz o que ele chamou de "centro da dinâmica constitutiva dos seres vivos". Para exercê-la de modo autônomo, eles precisam recorrer a recursos do meio ambiente. Portanto, são ao mesmo tempo autônomos e dependentes – o que é um paradoxo.

21

22 AUTOPOIESE E CULTURA O paradoxo autonomia-dependência dos sistemas vivos só pode ser compreendido por um sistema de pensamento que englobe o raciocínio sistêmico (que examina as relações dinâmicas entre as partes) e não apenas pelo pensamento linear. De origem biológica, o termo passou a ser usado em outras áreas como a neurobiologia, a sociologia e a filosofia, inclusive pelo próprio Maturana – Biologia Cultural.

23 Somos 100% biológicos e 100% culturais INDIVÍDUO – SOCIEDADE – ESPÉCIE

24 Somos 100% biológicos e 100% culturais INDIVÍDUO – SOCIEDADE – ESPÉCIE

25 Vida é relação Evoluimos na convivência

26

27

28

29

30

31

32

33

34

35

36

37

38 CULPA DAS FOCAS ???? Uso insustentável dos recursos naturais Fonte: Millennium Ecosystem Assesment, 2003 Colapso nos estoques de bacalhau para pesca na costa leste do Canada (Newfoundland) DÉCADA DE 70 PICO DE CONSUMO

39 InSustentabilidade Uso de Recursos Naturais Pegada Ecológica da Humanidade Nº de Planetas Fonte: Relatório Planeta Vivo 2006 – World Wild Foundation / Global Footprint Networkhttp://www.wwf.org.br/index.cfm?uNewsID=4400

40

41 NORMOSE A SÍNDROME DO SAPO FERVIDO E O NOSSO MODELO CULTURAL

42 ESCOLHAS x OPÇÕES

43 Cultura Neurônios espelhos Ética / Moral

44 AUTOCONHECIMENTO

45 PLASTICIDADE

46

47

48

49 Valores/ Direção

50 Valores/ Significado

51

52 Eu ligo o meu prazer às minhas viagens. Convidado para conferências em todo o mundo, tenho o prazer de expressar minhas idéias, mas também para descobrir algo que me toca, me move. Não apenas o cenário bonito, mas também a bondade das pessoas, a vitalidade do povo, a comida. Acho que estou apaixonado no mundo, porque onde quer que eu vá, eu encontro prazer, de embriaguez, as alegrias, as maravilhas…, Edgar Morin - 90 anos

53 Hiroshima and Nagasaki 1945

54 Hiroshima e Nagasaki 1945

55 Hiroshima e Nagasaki 1945

56 HOJE APÓS MAIS DE 60 ANOS – POUCOS DE NÓS TEM CONSCIÊNCIA DO MARAVILHOSO PROGRESSO ALCANÇADO ALGUMAS FOTOS DESTAS CIDADES CHEIAS DE COR!!!

57

58

59

60

61

62

63 Eu ligo o meu prazer às minhas viagens. Convidado para conferências em todo o mundo, tenho o prazer de expressar minhas idéias, mas também para descobrir algo que me toca, me move. Não apenas o cenário bonito, mas também a bondade das pessoas, a vitalidade do povo, a comida. Acho que estou apaixonado no mundo, porque onde quer que eu vá, eu encontro prazer, de embriaguez, as alegrias, as maravilhas…, Edgar Morin - 90 anos


Carregar ppt "Valores da Convivência na vida pública e privada Profa. Maluh Barciotte Indivíduo – Sociedade – Espécie."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google