A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

BENCHMARKING: UM PANORAMA DO QUE OS OUTROS FAZEM Um Brasil melhor se faz com qualidade de vida para todos.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "BENCHMARKING: UM PANORAMA DO QUE OS OUTROS FAZEM Um Brasil melhor se faz com qualidade de vida para todos."— Transcrição da apresentação:

1 BENCHMARKING: UM PANORAMA DO QUE OS OUTROS FAZEM Um Brasil melhor se faz com qualidade de vida para todos

2 Objetivo Identificar, através de pesquisas e consultas, os produtos, os processos e as práticas de outros prêmios (e de outras organizações) que possam ser utilizados para promover o desenvolvimento da FNQ e da Rede

3 1. Identificação das principais temas para pesquisa 2. Seleção dos principais prêmios a pesquisar 4. Realização da pesquisa 5. Apresentação dos resultados da pesquisa 6. Orientação para utilização pelos usuários Metodologia 3. Criação de formulários para os temas

4 1. Áreas pesquisadas 1.Portal - site 2.RA presencial 3.Prêmio para as premiadas 4.Modelo institucional 5.Treinamento de Exs 6.Reconhecimento sem candidatura 7.Comitê de premiadas 8. Reconhecimento de Exs 9.Uso de Exs e Juizes para divulgação 10.Iniciativas diferenciadas dos prêmios 11.Gestão do conhecimento 12.Ciclo de vida dos Examinadores 13.Ciclo de vida dos Membros 14.Rede

5 2. Seleção dos principais prêmios a pesquisar (I) Processos consolidados de premiação Reconhecidos nacional e internacionalmente Algumas características similares que possam servir de base para demandas ou melhorias Porte das organizações (para alguns temas) Natureza da organização

6 Alemanha Argentina Austrália Canadá Cingapura Colômbia EFQM EUA Índia Japão México Suécia Regionais (Escócia, Londres, País Basco) 2. Seleção dos principais prêmios a pesquisar (II)

7 3. Criação de formulários para subsídios e temas DESCRIÇÃO DA MELHORIA DE PRODUTO/ PROCESSO/ PRÁTICA OBJETIVO/ VANTAGENS/ RELEVÂNCIA OPINIÃO DE COLABORADORES CONSULTADOS ATIVIDADES PREPARATÓRIAS/ RELACIONADAS OUTRAS OBSERVAÇÕES APROVADO POR DATA A SER IMPLEMENTADO POR ATÉ

8 4. Realização da pesquisa Meios de pesquisa: Sites na Internet (14+) Relatórios disponíveis na FNQ (3) Formulários remetidos via s (treinamento e KM) Troca de s para cobranças de respostas, dúvidas, esclarecimentos e detalhamento (100/23) Pesquisas via máquinas de busca

9 Subsídio 1 – Site na Internet Diversos prêmios incluem no seu site, por ex.: contador de acessos cadastro de interessados, e acesso em diferentes níveis links com sites de premiadas e outros de interesse anúncios de organizações interessadas em benchmarking pesquisa de opinião sobre o site máquina de busca por palavras-chave cesta de compras, inclusive com cartão de crédito lista de Exs e Juizes com informações completas para contato acesso para consultas técnicas comentários elogiosos curtos de premiadas sobre o uso do modelo base de dados com pontuação das premiadas para benchmarking base de dados de práticas: Excellence One (EFQM) – inclui PSTs 5. Apresentação dos resultados da pesquisa

10 Subsídio 2 – RA presencial Processo de avaliação inclui a apresentação presencial do RA pelo Examinador Sênior para a candidata (considerada pela EFQM parte essencial do processo de avaliação - a candidata pode recusar, mas é raro) Duração de 2h a ½ dia Elaborada minuta de procedimento, enfatizando seu objetivo e o compromisso da candidata de não apresentar ponderações, mas apenas solicitar esclarecimentos 5. Apresentação dos resultados da pesquisa

11 Subsídio 3 – Prêmio para as premiadas Objetiva oferecer novo desafio às premiadas, com Banca incluindo Examinadores estrangeiros Embora o número de potenciais interessadas possa ser pequeno, convém analisar (opinião de colaborador) Sugestão 1: realização de pesquisa de fidelidade com as premiadas Sugestão 2: incentivo às premiadas para adotar prática no período de carência: contratar reavaliação anual independente 5. Apresentação dos resultados da pesquisa

12 Subsídio 4 – Modelo institucional (chileno) O modelo do ChileCalidad foi instituído e administrado com participação tripartite, incluindo representação dos trabalhadores Sugestão: aproximação com sindicatos selecionados de trabalhadores, enfatizando o seu papel e as vantagens para os mesmos da busca da excelência pelas suas organizações 5. Apresentação dos resultados da pesquisa

13 Subsídio 5 – Treinamento de Examinadores Os pré-requisitos (inclusive cursos preparatórios) e as atividades pré-curso são mais rigorosos (elaborado anexo descrevendo práticas na Austrália, no Canadá e no Japão) No Canadá é realizado game-based training Jogo de tabuleiro Strateis (EFQM) Na Argentina os cursos PBE e ABE incluem técnicas dinâmicas de apresentação com simulações de visita Alguns prêmios adotam a certificação de Exs 5. Apresentação dos resultados da pesquisa

14 EFQM - Jeux pédagogiques STRATEISJeux pédagogiques STRATEIS

15 Argentina Simula ç ão de visita Baldrige Cursos espec í ficos para consenso e visita, e para EXs seniores, relatores e observadores, e novos Exs (neste, ênfase em coment á rios) Solu ç ão pr é via do estudo de caso Su é cia Treinamento em 3 modelos: SIQ, EFQM e Baldrige Solu ç ão pr é via do estudo de caso em 2 etapas Subsídio 5 – Treinamento de Examinadores 5. Apresentação dos resultados da pesquisa

16 Austr á lia Certificado III em Excelência em Neg ó cios (carga hor á ria não dispon í vel) M ó dulo 1 – Bases da Excelência em Neg ó cios M ó dulo 2 – Contexto da Excelência em Neg ó cios M ó dulo 3 – Aprendizado Organizacional (pr é -requisito para trabalhar em uma avalia ç ão) Obs.: existe preocupa ç ão para que os EXs tenham credibilidade, tendo uma presen ç a e sendo reconhecidos como pares da alta dire ç ão da candidata. Para apoiar esse objetivo, existem 12 CEOs entre os Exs. Subsídio 5 – Treinamento de Examinadores 5. Apresentação dos resultados da pesquisa

17 JAPÃO Treinamento em cascata – para obten ç ão de autoriza ç ão como Avaliador interno: N í vel 1: Bases do processo de avalia ç ão (1 dia) N í vel 2: Avalia ç ão plena com estudo de caso (3 dias) N í vel 3: Mais experiência de avalia ç ão (2 dias) N í vel 4: Treinamento final para autoriza ç ão como Avaliador interno, cobrindo Estrat é gia Corporativa/ Ponto de Vista da Alta Dire ç ão (2 dias) Refor ç o lingu í stico Dentre os Avaliadores internos, aqueles com potencial para serem EXs do JQA freq ü entam um curso de 3d Subsídio 5 – Treinamento de Examinadores 5. Apresentação dos resultados da pesquisa

18 Subsídio 6 – Reconhecimento sem candidatura Reconhecimento sem candidatura em n í veis 200, 300 e 400 pontos, tanto para estimular futuras candidaturas, como para organiza ç ões que desejarem apenas uma avalia ç ão Grande n ú mero de organiza ç ões reconhecidas – v. sites da BQF e da EFQM Dispon í veis crit é rios em português para este produto (IPQ/EFQM) 5. Apresentação dos resultados da pesquisa

19 New Recognised for Excellence Scheme. With the new scheme, we have increased the possibilities for organisations to be recognised by introducing 3star, 4star or 5star recognition. This will depend on the outcome of the external assessment achieving more than 300, 400 or 500 points.

20 Subsídio 7 – Comitê das premiadas As organizações premiadas e finalistas são utilizadas como multiplicadoras do MEG, e atuam como Membros de comitê assessor da Organização As premiadas participam de reuniões periódicas de planejamento e coordenação de ações 5. Apresentação dos resultados da pesquisa

21 Subsídio 8 – Reconhecimento de Examinadores Formas de reconhecimento camisa polo com logo (MBNQA/ BNQP) designação para cursos e missões no exterior designação para representação em eventos reembolso de taxas de cursos 5. Apresentação dos resultados da pesquisa

22 Subsídio 9 – Uso de Juízes e Exs na divulgação Juízes e Examinadores atuam como multiplicadores do Modelo, em setores e regiões em que têm maior afinidade/ relacionamento: palestras isoladas e em eventos publicação de artigos em jornais e revistas Os Juizes atuam com outras atribuições (ex. seleção de Exs – diversos prêmios) 5. Apresentação dos resultados da pesquisa

23 Subsídio 10 - Iniciativas Programa Pegasus (EFQM): avaliação entre Membros Cursos sobre ferramentas para implementação Prêmios adicionais Gestão ambiental Educação Saúde e Segurança no Trabalho Saúde por Critério (RG apenas do Critério) Inovação Jornalismo Melhor divulgação do modelo 5. Apresentação dos resultados da pesquisa

24

25 Subsídio 11 – Gestão do conhecimento Externo: Uso de grupos de interesse setoriais para compartilhamento de práticas (EFQM, CII-Índia); informais nos EUA Evento Learning Edge (EFQM) Programa Pegasus – v. tradução preliminar - avaliação mútua entre membros (EFQM) 5. Apresentação dos resultados da pesquisa

26 Subsídio 12 – Ciclo de vida dos Examinadores Recrutamento, designação e avaliação de Exs: Entrevista (telefônica) Uso de especialistas como reforço na visita Comitê de seleção (participação dos Juizes) Examinadores podem declarar preferência por ramo de candidata Examinador Sênior pode vetar Examinador Juizes freqüentam curso anualmente Examinador pode declarar interesse em ser Examinador Sênior Não designação de colaboradores de grandes empresas para avaliar pequenas Teste para aprovação ou certificação 5. Apresentação dos resultados da pesquisa

27 Subsídio 13 – Ciclo de vida dos Membros Diagrama de Ishikawa (EFQM): recrutamento, filiação, retenção e desfiliação (elaborada tradução preliminar) Procedimento para Membros inativos e para demover desfiliações acompanhamento contínuo, especialmente dos novos Membros sinais de alarme Compartilhamento de informações entre os colaboradores da equipe de gestão 5. Apresentação dos resultados da pesquisa

28 RecruitEngageRetainDisengage Recruit Engage Retain Disengage Success factors Qualify the potential recruit (contact- match significance) Share info with Paul to Maintain the golden list updated Use all opportunities (LOE, training and event participant) to spot potential recruit Ask for referrals from your contacts Use all opportunities to listen to new members on their needs and their organization Promote relevant product to new members: How to get started, C2E… Update fil darianne based on welcome phone call, first visit and Introductory meeting Meet people coming to the office to discuss their involvement (training)... Join membership briefing if you have useful info at hand Engage people including Executives beyond the rep in EFQM activities Pass info to herve, gabrielle and max after visits and meetings Go for the last chance action: e;g. call all contacts in database Share any worrying signs

29 Subsídio 14 – Rede 5. Apresentação dos resultados da pesquisa Prêmio Japonês Rede abrange 14 prêmios regionais e municipais, que utilizam o mesmo critério (3 utilizam critério/ modelo simplificado) Realização de reuniões periódicas para troca de experiências e informações Não há parcerias formalizadas por convênio É uma prática as organizações iniciarem nos prêmios regionais O prêmio nacional apoia os regionais por meio de treinamento de examinador, material técnico, tecnologia da informação (não apoiam por meio de recursos financeiros) Intercâmbio de examinadores Somente agências de governo ou federações podem criar e administrar prêmios regionais São consolidados indicadores como nº de examinadores, nº de candidatas, nº de participantes em eventos, etc

30 Subsídio 14 – Rede 5. Apresentação dos resultados da pesquisa Redes internacionais: REDIBEX E GEM EFQM: evento técnico junto com cerimônia de entrega do prêmio EFQM: evento Fronteira do Conhecimento – apresentação das práticas mais inovadoras


Carregar ppt "BENCHMARKING: UM PANORAMA DO QUE OS OUTROS FAZEM Um Brasil melhor se faz com qualidade de vida para todos."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google