A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Século XIX Educação Nacional. Contexto histórico No século XVIII, a Revolução Industrial começa a alterar a físionomia do mundo do trabalho, enquanto.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Século XIX Educação Nacional. Contexto histórico No século XVIII, a Revolução Industrial começa a alterar a físionomia do mundo do trabalho, enquanto."— Transcrição da apresentação:

1 Século XIX Educação Nacional

2 Contexto histórico No século XVIII, a Revolução Industrial começa a alterar a físionomia do mundo do trabalho, enquanto no século XIX se perceberá todo o impacto dessas mudança.

3 O advento das máquinas modifica profundamente as relações de produção com o desenvolvimento do sistema fabril em grande escala e a necessidade de divisão do trabalho. Na agricultura, a introdução de novas técnicas e aplicação de conhecimentos científicos ampliam a produtividade. Dá-se também uma revolução nos transportes, com o navio a vapor, a construção de rodovias e ferrovias. Novas fontes de energia, como o petróleo e a eletricidade, substituem o carvão. Acentua-se o processo de deslocamento da população do campo para as cidades, que concentram grande massa trabalhadora.

4 A partir de 1870, o aumento da produção altera o capitalismo liberal, que abandona a livre concorrência para se tornar o moderno capitalismo dos monopólios, com a formação de trustes, poderosos, e eficientes, e igualmente forte monopólio dos bancos. Em busca de matéria-prima e visando garantir mercado para a absorção dos excedentes da industria, o capitalismo se expande dando início ao imperialismo colonialista. Nessa fase, países como Inglaterra, França, Bélgica, Itália e Alemanha retalham a África e a Ásia em colônias.

5 O século XIX representa o período da consolidação do poder dos burgueses. Até então tinham sido os opositores ao regime aristocrático e feudal. Após as revoluções, ainda na primeira metade do século XIX, lutam contra as forças reacionárias da nobreza desejosa de restauração e só a partir de 1848 se instalam no poder em toda a Europa.

6 O contraste entre a riqueza e a pobreza é cruel nesse século em que a jornada de trabalho vai de 14 a 16 horas, inclusive com mão-de-obra infantil e feminina. Para enfrentar essas dificuldades, o proletariado surge como a casse revolucionária que opõe aos interesses burgueses suas próprias reivindicações.

7 Os movimentos dos trabalhadores se inspiram nas ideologias críticas do liberalismo burguês, como o socialismo utópico (Proudhon), o anarquismo (Bakunin) e o socialismo científico (Marx e Engels).

8 Na onda do nacionalismo do século XIX a Europa presencia a unificação da Alemanha e a da Itália, ambas em 1870; na América, as colônias espanholas e portuguesa (Brasil) tornam-se independentes.


Carregar ppt "Século XIX Educação Nacional. Contexto histórico No século XVIII, a Revolução Industrial começa a alterar a físionomia do mundo do trabalho, enquanto."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google